Home Concurso Aeronáutica está com inscrições abertas para diversas áreas de engenharia

Aeronáutica está com inscrições abertas para diversas áreas de engenharia

576
12

O Comando da Aeronáutica está com as inscrições abertas para a seleção de engenheiros voluntários à prestação do serviço militar temporário no ano de 2010. Os interessados têm até o dia 3 de setembro para disputar uma das 182 vagas oferecidas, nas seguintes áreas (especialidades): Engenharia Agrícola, Engenharia Cartográfica, Engenharia Civil, Engenharia da Computação, Engenharia de Alimentos, Engenharia de Telecomunicações, Engenharia Elétrica, Engenharia Eletrônica, Engenharia Mecânica, Engenharia Metalúrgica e Engenharia Química.

Podem concorrer ao preenchimento das vagas os brasileiros natos de ambos os sexos, desde que atendidas, dentre outras estabelecidas no Aviso de Convocação, as seguintes condições: ter menos de 38 anos de idade até o dia 31 de dezembro de 2010 – candidatos nascidos a partir de 1º de janeiro de 1973; estar prevista pelo menos uma vaga para a especialidade correspondente à sua graduação em engenharia na área de jurisdição do Comando Aéreo Regional (COMAR) correspondente ao seu local de residência; ter concluído com aproveitamento, em instituição de ensino superior reconhecida pelo Sistema Nacional de Ensino, curso superior (bacharelado) em engenharia, na especialidade objeto desse processo seletivo; ter exercido atividade profissional como Engenheiro, na área objeto desse processo seletivo, pelo período mínimo de 24 meses, em instituição pública ou privada; possuir no máximo, na data de incorporação, o total de seis anos de efetivo serviço prestado às Forças Armadas ou Forças Auxiliares, contínuos ou não, contabilizada qualquer espécie de serviço militar; encontrar-se em situação de regularidade junto ao conselho profissional correspondente, condição necessária ao exercício da profissão; e, se do sexo masculino, encontrar-se quite com o serviço militar até a data prevista para a incorporação.

O processo seletivo é regionalizado, sendo realizado na área de jurisdição de cada Comando Aéreo Regional (COMAR). Veja os locais disponíveis para recebimento das inscrições e para obter mais informações.

FONTE: Agência Força Aérea/COMGEP

12
Deixe um comentário

avatar
12 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
6 Comment authors
ElizabethGalileuRodrigoM1Drcockroach Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Rodrigo
Visitante
Rodrigo

Mais cargos “inúteis” para o Fco reclamar ahahahaahah

Não vi o Edital, mas para Eng. de Computação/ TI estes requisitos de órgão de classe não existem.

O Governo não aprende, sempre fazem os editais errados e retificam depois!

grifo
Visitante
Member
grifo

Não vi o Edital, mas para Eng. de Computação/ TI estes requisitos de órgão de classe não existem.

Caro Rodrigo, engenheiros de computação também se registram no CREA do seu estado. O edital está correto.

Note que o edital não está aberto para qualquer profissional de TI, mas somente para aqueles que se formaram em Engenharia de Computação. Afinal para estar no quadro de Engenharia da FAB o sujeito tem que ser engenheiro.

Rodrigo
Visitante
Rodrigo

Quando eu me formei em 1998 queriam que eu me registrasse no CREA ou no CRA. Até hoje não me registrei em órgão de classe algum, porque a profissão não é regulamentada e nunca fui impedido de trabalhar ou fazer concurso algum. A PF já fez editais assim e voltou atrás. Há nove anos atrás eu fiz este mesmo concurso e a FAB também voltou atrás! Pelo andar da carruagem a profissão não será regulamentada nunca! É muita gente querendo meter a mão no bolo de $$$$ dos conselhos estaduais, ninguém chega a um consenso sério e a classe é… Read more »

Drcockroach
Visitante
Drcockroach

Estes Conselhos regionais me lembram as corporacoes de oficio da Idade Media. O meu era um circo com chapas dedicadas a estes partidos politicos repugnantes que estao ai. O objetico era pura militancia politica, um pouco de massagem no ego inflado dos mediocres e, eh claro, mao na grana.

Felizmente, muitos anos depois de sair do Brasil, eh muita enchecao de saco, finalmente consegui cancelar meu registro e parar de pagar a mafia…

[]s!

M1
Visitante
M1

Certo dia, conversando com alguns alunos da escola naval, eles disseram que esses oficiais que não são de escola tipo escola naval, são discriminados pelos outros oficiais.

Vocês conferem isso?

Há algum tipo de discriminação sobre os oficiais do quadro complementar?

Já ouvi cada coisa desses alunos.

Rodrigo
Visitante
Rodrigo

M1 disse:
1 de setembro de 2010 às 12:12

Sim!

Tenho dois amigos que são oficias de TI, no EB, que fizeram faculdade comigo.

De certa forma é compreensível, pois os oficiais complementares vindo da vida civil, com uma bagagem de vida e profissional já adquirida, dificilmente se enquadrarão nos requisitos disciplinares e de visão dos oficiais de carreira que estão lá desde o início da vida adulta.

Se fosse eu hoje em dia, era capaz de passar mais tempo na cadeia que o Beira-Mar!

ahahahaha

M1
Visitante
M1

uhauhuaha….

Bom… mas no caso de um conflito e um soldado se ferir, vou querer ver o soldado reclamando com o médico:

Não quero ser atendido por você!
seu zé mané!
você é do quadro complementar! Seu burro, idiota…. se você fosse do IME, ITA, AFA, EN… eu poderia ser atendido por você…. mas como você é do QC eu prefiro morrer!

Será que eles são tão “machos” assim? uhauahuah…. creio que não!

Rodrigo
Visitante
Rodrigo

Oficiais médicos e dentistas são uma outra categoria. Senão me engano o cara que sai da Federal tem que servir um tempo. Não é isto ? Agora com a “engenheirada” é complicado mesmo. Os meus amigos de TI, passam mais tempo fazendo trampo de técnico de informática e webmaster( nada contra, é questão de cargo) que fazendo trabalho de Analista/Arquiteto/Engenheiro. Não agregam em nada para as suas carreiras e nem para a Força. Quem aqui é ou foi CAC alguns anos atrás, deve ter conhecido o software de cadastro do SIGMA, se um estagiário meu entrega aquilo volta! Entendo que… Read more »

grifo
Visitante
Member
grifo

Há nove anos atrás eu fiz este mesmo concurso e a FAB também voltou atrás!

Caro Rodrigo, você tem certeza que era este mesmo concurso? Este concurso visa a formação de oficiais-engenheiros para a FAB. Para ser oficial-engenheiro o sujeito tem que ser engenheiro, e para ser engenheiro legalmente tem que estar registrado no Conselho.

Se a Aeronáutica voltasse atrás e declarasse como oficial-engenheiro uma pessoa não registrada, pode ter certeza que o CONFEA iria agir e processar a Aeronáutica no mesmo segundo.

Rodrigo
Visitante
Rodrigo

Foi o de oficial temporário.

A vaga que eu disputei era para SJC.

Foi a mesma coisa, entraram com recurso e mudaram o edital.

Não existem diferenças significativas entre Eng. de Computação e Bacharel em TI, que elimine um dos cursos.

E olhe que no meu tempo não tinha nem bacharelado, eu sou tecnólogo e pude fazer todos estes concursos!

Sábia é a PF que hoje em dia direciona as questões do concurso para o que interessa a eles.

Eu que sou Arquiteto de Sistemas, não tenho chance em disputar com um especialista de redes por exemplo e vice-versa.

Galileu
Visitante
Galileu

Rodrigo, edital de concurso militar é uma ****** , agora que melhorou um pouco, mas antes era pior!!

Elizabeth
Visitante
Elizabeth

“Não existem diferenças significativas entre Eng. de Computação e Bacharel em TI, que elimine um dos cursos.” Com a experiência de quem já fez duas faculdades de engenharia eu, discordo Rodrigo, no meu entendimento existem sim profundas diferenças de formação entre engenheiros de computação e bacharéis em informática. A base matemática, física em fundamentos de engenharia, bem como conhecimento em eletrônica analógica e digital, circuitos elétricos, linguagens de baixo nível, micro-eletrônica entre outras especificidades, tornam ambos os currículos profundamente diferentes. Tecnólogo tem um perfil, engenheiro tem um perfil, bacharel em ciências da computação tem outro e assim por diante. Não… Read more »