Cruzex V: e a Venezuela?

    314
    75

    A Operação Cruzeiro do Sul (CRUZEX) é um exercício aéreo multinacional de grande porte que reúne meios de diversas as Forças Aéreas seguindo o “modus operandi” empregado pela Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN). Neste exercício de dupla-ação, baseado em um conflito simulado de baixa intensidade, as Forças Azuis (Forças da Coalizão) combatem as Forças Vermelhas (Forças Opositoras). As Forças Aéreas dos países convidados compõem a Força de Coalizão no País Azul, contra a Força Oponente, sediada no País Vermelho.

    Como nenhum país da América do Sul faz parte da OTAN, esta é uma excelente oportunidade para que as Forças Aéreas destes países tomem contato com as doutrinas e os procedimentos utilizados por aquela orga nização militar, a mais poderosa do planeta. Deve-se destacar que a operação ganha muito com a participação de dois paises membros da OTAN: França e EUA.

    Dentre os países sul-americanos que costumam participar da Cruzex temos: Brasil (país sede e organizador), Argentina, Chile, Uruguai e Venezuela. Além deles, outros países comumente mandam observadores.
    Entre os dias 3 e 7 de maio ocorreram as reuniões preparatórias da V Operação Cruzeiro do Sul (CRUZEX). Naquela oportunidade, além dos planejadores dos países participantes, incluindo os representantes da Venezuela, estavam presentes três oficiais generais, sendo um deles o General de Brigada Luis Rafael Viana España da Aviación Militar Bolivariana.

    Porém, durante a execução da fase final de planejamento (Final Planning Conference), ocorrida entre os dias 16 e 18 de agosto, nenhum representante da Venezuela compareceu. Ao final da reunião, a ata foi assinada por representantes do Brasil, Chile, Uruguai, Argentina, França e EUA. E a Venezuela?

    Inicialmente estava programada a vinda de caças F-16A venezuelanos para a Cruzex V, como ocorrido em edições anteriores. Mas também fica a pergunta: por que os Sukhois nunca participam? Só para exemplificar, este ano o Chile estreará seus F-16 Block 50 em um exercício internacional fora do país e pela primeira vez por nestas bandas será visto um Rafale.

    Acreditamos que a ausência da Venezuela será sentida por todos e o exercício perderá com este desfalque. Mas o maior prejudicado será mesmo a própria Força Aérea da Venezuela, que perderá a oportunidade de estreitar os laços com países amigos e tomar ciência de técnicas, conceitos e procedimentos no estado da arte com a participação de importantes países do cenário global. Deve-se frisar que exercícios desta natureza no continente sul-americano são escassos e no mesmo nível da Cruzex temos a Salitre no Chile, onde a Venezuela não costuma participar.

    LISTA DE AERONAVES PARTICIPANTES
    – A-4AR FAA
    – KC-130 FAA
    – A-29 Super Tucano FAB
    – AMX A-1 FAB
    – R-99 A AEW FAB
    – Mirage-2000 FAB
    – F-5 BR FAB
    – F-16 C/D USAF
    – KC-135R USAF
    – F-16 C Block 50M FACH
    – F-16 D Block 52+ FACH
    – KC-135E FACH
    – Dassault Rafale M Armée d´l Air
    – Mirage 2000-5F Armeée d´l Air

    LEIA TAMBÉM:

    Subscribe
    Notify of
    guest
    75 Comentários
    oldest
    newest most voted
    Inline Feedbacks
    View all comments
    Rodrigo
    Rodrigo
    9 anos atrás

    A Venezuela vir treinar aqui junto com os gringos, não é muito diferente do Irã se juntar em uma operação junto com eles.

    Uma pena a USAF ter trocado os Eagles pelos Falcons.

    Perdi até o tesão de ir passar uns dias na casa dos meus pais em Natal na época da CRUZEX.

    Giordani RS
    Giordani RS
    9 anos atrás

    “Inicialmente estava programada a vinda de caças F-16A venezuelanos para a Cruzex V, como ocorrido em edições anteriores. Mas também fica a pergunta: por que os Sukhois nunca participam?” Por que eles não sabem usar ainda o equipamento! A máxima de que “Cão que ladra, não morde” é verdadeira com o “seuchavez”! Não adianta sair comprando, comprando e comprando coisas de prateleira se quem for usar…não sabe como usá-lo…é por isso que a FAV sempre manda(mandava) seus F-16, pois eles tiveram 20 anos para aprender a usar o fabuloso “remendão”. Rafaele, agora tu vai ter que mostrar serviço… Acredito que… Read more »

    Marcelo
    Marcelo
    9 anos atrás

    Acredito que eles estejam se auto-isolando. Pena. Cada vez mais acho que esse país não tem mais jeito.

    Danilo
    Danilo
    9 anos atrás

    Ver a força aerea russa participar da cruzex seria muito massa em Giordani RS, seria possivel um dia ? será que há interesse daparte deles ?

    Rodrigo
    Rodrigo
    9 anos atrás

    Sempre que eu vejo algo operacional da Venezuela, que não sejam as famosas fotos de propaganda eu invariavelmente vejo o Hércules, o Bell412 e o F16…

    Flanker, Hinds, Hips e o Halo, só em desfile e foto de propaganda.

    Rodrigo
    Rodrigo
    9 anos atrás

    Mas não se incomodem amigos, daqui a pouco o Chavez criará a CHAVEX com:

    Venezuela, Irã, Coréia do Norte e mais algum país pária rs

    Giordani RS
    Giordani RS
    9 anos atrás

    CHAVEX?!?!?!?!?!?

    Hahahahahahahahahaahahahahahahahahahahahaahahahahahahaha!!! Muito bomm!!! hahahahahaahahaaaa…

    Edmar
    Edmar
    9 anos atrás

    Caros Amigos.:

    Será que a Venezuela não tem dinheiro suficiente para poder manter os seus “Sukhóis” no Cruzex ou eles ainda não sabém pilotar direito?

    É, desta vez vai ter “F-16” Chilenos e “Rafales” Franceses… Como que os “F-5M” e os “Mirage 2000” vão se sair?

    Vinicius
    Vinicius
    9 anos atrás

    $$$

    As forças armadas de la estão no limbo apenas isso…

    Galileu
    Galileu
    9 anos atrás

    vai ser aberto a imprensa? sim porque teve um ano aew que a FAB estava com vergonha……

    Putz…..não vai vir os F15 ¬¬

    Madvad
    Madvad
    9 anos atrás

    Qta especulação sem um pingo de fundamento..

    Esdras
    9 anos atrás

    Eles estão com medo de fazer feio, porque tem avião bonito mas não tem gente qualificada para operar, e sabemos muito bem que o piloto experiente e bem treinado faz toda a diferança.

    Leandro
    Leandro
    9 anos atrás

    Talvez a Venezuela não queira participar por uma questão orçamentária mesmo. Aproveitando o assunto, segue algumas perguntas: – Por que a Colômbia não participa da CRUZEX com os seus Kfir? – Por que os USA não participam da CRUZEX com os F-22 ou os F-15 modernizados? Seria uma diferença doutrinária tão grande assim? (se eu não me engano os F-5M enfrentaram os F-15 na Red Flag) – Aproveitando a vinda do Rafale, por que o Brasil não aproveitou e convidou a África do Sul com seus Gripen para participar do exercício? Enfim, sempre achei o exercício CRUZEX muito interessante, mas… Read more »

    Eduardo
    9 anos atrás

    Concordo com o pessoal, é a crise financeira por la, pra vcs terem uma ideia de como as coisas vão, la está tendo cortes de energia programados, pq a produção é insuficiente para abastecer o pais, o governo venezuelano esta sem verbas, não consegue nem manter seus aviões no ar!

    Julico
    Julico
    9 anos atrás

    Leandro, boas pergundas…….e concordo com vc neste sistema de rodizios iriamos ver como os outros pilotam e como se comportam em relação ao nosso continente…..

    Tadeu Mendes
    Tadeu Mendes
    9 anos atrás

    Acho que a Venezuela ainda nao teve nem tempo e nem hora de voo para desenvolver Doutrina para os Sukhois.

    Iriam passar vergonha na Cruzex. Seriam “abatidos” tao facilmente quanto em uma galeria de tiro ao alvo.

    Poderiam ate mesmo participar fazendo acrobacias para o populacho aplaudir, fora isso; nao servem pra nada no momento.

    Giordani RS
    Giordani RS
    9 anos atrás

    Leandro disse: 23 de agosto de 2010 às 14:34 – Por que a Colômbia não participa da CRUZEX com os seus Kfir? R: Só recentementa a colombia começou a modernizá-los e o primeiro ficou danificado no pouso. Detalhe, pilotado por um israelense… – Por que os USA não participam da CRUZEX com os F-22 ou os F-15 modernizados? Seria uma diferença doutrinária tão grande assim? (se eu não me engano os F-5M enfrentaram os F-15 na Red Flag) R: O custo dos equipamentos, pessoal de apoio e da segurança envolvida não compensam o deslocamento deles. F-22 numa simulação de baixa… Read more »

    Rodrigo
    Rodrigo
    9 anos atrás

    Fiquei chateado pelos gringos não terem trazido o F15E.

    Precisa ver o tipo de missão que foi designada para cada força.

    Os franceses vão trazer o Rafale e o M2000, deve ser porque os Rafale farão missões de ataque e precisam de alguém que aponte os alvos. 🙂

    Wagner
    Wagner
    9 anos atrás

    Isso prova aquilo que eu sempre disse: os venezuelanos sequer sabem ligar um sukhoi. Quado o piloto deles está voando com um sukhoi, ele ve uma escrita do tipo CTANHA ou MOCKBA e sequer sabe a diferença !!
    A tão falada ” terrível” ameaça do ” esquerdista” Hugo Chávez e sua “poderosa força aérea” é pura invenção da Veja…

    Erikson
    Erikson
    9 anos atrás

    Acho que devemos esperar um pouco, não tem nenhum comunidado oficial da FAV, e se confirmado que não vierem não será muita coincidência justo qdo da primeira participação da USAF?

    Madvad
    Madvad
    9 anos atrás

    Pessoal…não menosprezem os venezuelanos. Esse papo de que não sabem operar os Sukhois, É SIMPLESMENTE delírio…tudo suposição.

    Os Brasileiros então, não sabem operar os F-5EM…

    Garanto que qualquer piloto venezuelano voa mais horas por mês que os nossos.

    Galileu
    Galileu
    9 anos atrás

    concordo também Madvad,
    Quemtem prova que os pilotos dos Su voam menos e não tem doutrina, os nossos tão bem pra caramba né!!?

    Talvez seja pelo mesmo motivo que o tio san não vai vir com seus F15….. quem sabe.
    Quanto a Colômbia……se eu tivesse apostar, diria que eles é que não tem doutrina…..

    Fabio
    Fabio
    9 anos atrás

    Madvad

    “Garanto que qualquer piloto venezuelano voa mais horas por mês que os nossos”

    tu sabe quantas horas/mes voa um piloto de caça da FAB? e da FAV? deve saber pelo que escreveu…pode me esclarecer? …hehehehehe

    Quanto a saber operar os SU-30…bom…como eles estão no chão…fica difícil saber…mas ainda estão aprendendo qual o “botãozinho” tem que apertar para dar a partida…

    Até achei que iriam mandar para o Brasil os SU com pilotos russos…hauhauahuah

    Mas é bom isso…para os esquerdistas-chavistas-vermelhuscos aprenderem como é o apoio logistico russo para seus “aliados”…hauhauhauahuahauhauhauahuahauhaau

    Rodrigo
    Rodrigo
    9 anos atrás

    Os pilotos de caça da FAB, ano passado voaram por volta de 80h o ano todo!

    zmun
    zmun
    9 anos atrás

    Os venezuelanos têm algo a esconder. E é algo que lhes causa vergonha.

    Será interessante ver os Rafale por aqui. Detalhe, os franceses relutaram em traze-lo. Infelizmente o público em geral não tem acesso a todos os dados do exercício. Seria muito bom ver como eles se sai contra os F-16C/D e os F-5M.

    Vader
    9 anos atrás

    Dassault Rafale “M” do Armeé de L´Air???? Uai, agora não entendei nada de nada…

    E ó, periga os F-16 da FACh aplicar um corre nos C/D do Tio Sam, hehehe…

    Vader
    9 anos atrás

    Ah sim, em tempo: teremos um embate F-16 Block 50 X JACA M para confirmar as palavras do General-do-Ar Alain Silvy? 🙂

    Giordani RS
    Giordani RS
    9 anos atrás

    “Wagner disse: 23 de agosto de 2010 às 14:52 Isso prova aquilo que eu sempre disse: os venezuelanos sequer sabem ligar um sukhoi. Quado o piloto deles está voando com um sukhoi, ele ve uma escrita do tipo CTANHA ou MOCKBA e sequer sabe a diferença !! A tão falada ” terrível” ameaça do ” esquerdista” Hugo Chávez e sua “poderosa força aérea” é pura invenção da Veja…” O problema meu amigo, que daqui à pouco esses loucos aprendem a usar…e daí Альво e Шелкопряда…bem ou mal, mesmo de prateleiro, chavez jogou a FAV numa realidade muito superior a nossa…enquanto… Read more »

    Ricardo_Recife
    Ricardo_Recife
    9 anos atrás

    Vou contar uma historinha. Estive na Venezuela em agosto de 2009, numa das várias visitas que fiz ao país desde 1995, oito ao total. Lá conversei muito com um amigo, um economista e professor universitário (ex-chavista de carteirinha) que me contou em detalhes a mazela que virou o país. O mais interessante da história é que o irmão deste economista é ex-oficial da FAV, e segundo este cara o principal vetor da Venezuela ainda é o F-16, o que voa todo dia. Se os EUA quisessem era somente não mandar as peças de reposição que pára tudo, e a Venezuela… Read more »

    Vader
    9 anos atrás

    Ricardo_Recife disse:
    23 de agosto de 2010 às 15:51

    Ótimo comentário Ricardo. Sempre bom conversar com quem conhece a realidade do dia-a-dia.

    Sds.

    Nick
    Nick
    9 anos atrás

    Um duelo F-16 C B50 X Rafael M seria interessante mesmo. um 4 x 4 seria o ideal. Uma pena os SU-30 não poderem vir. Seria interessante um SU-30 MKV x F-16 C americanos.

    ps. Não seria Rafale C??? o M é da Marinha…..

    []’s

    Fábio Mayer
    Fábio Mayer
    9 anos atrás

    [Ironic mode on]

    A Venezuela não vai participar porque não quer que os EUA aprendam suas táticas de combate, nem que espionem os seus segredos militares.

    [Ironic mode off]

    Leandro
    Leandro
    9 anos atrás

    Giordani RS disse: 23 de agosto de 2010 às 14:47 Enfim, sempre achei o exercício CRUZEX muito interessante, mas acho que poderia ter um rodízio (a cada edição do exercício) de um país convidado (fora os participantes chaves como Brasil, França, USA, Argentina e Chile) como África do Sul, Índia, Alemanha, Inglaterra e por ai vai… R: isso…e colocar o silvio santos para apresentar… Giordani, senti um certo sarcasmo na sua última resposta, mas “tá” tranqüilo! Sugeri apenas o convite de outras nações na CRUZEX que não só as habituais pois acredito que poderiamos acrescentar mais na doutrina da FAB,… Read more »

    Rodrigo
    Rodrigo
    9 anos atrás

    Ricardo, se prepare que vão falar que você é da CIA kkkkkk

    Giordani RS
    Giordani RS
    9 anos atrás

    Ricardo_Recife disse:
    23 de agosto de 2010 às 15:51

    Cara,
    O “seuchavez” já tá de olho em ti…tu é um agente da CIA né? Yanke maldito…hahahahaha…
    O mais triste disso tudo é ver as nações que rodeiam essa “ilha da Fantasia” e apoiarem as atitudes descabidas desse ditador(sim! A venezuela vive sob o regime de uma ditadura branca…), ver nosso boneco sinforoso, digo, chanceler defendendo esse regime…

    luiz otavio
    luiz otavio
    9 anos atrás

    A venezuela não quer mostrar que seus flankers são modelo “pé de boi”.

    Francisco de Bem
    Francisco de Bem
    9 anos atrás

    Torço por um excelente desempenho da FAB, como já foi dito, um piloto bem treinado é capaz de compensar a defesagem no equipamento.
    Os nossos já operam o F5 a quanto tempo mesmo? Não será surpresa se recebermos boas notícias da CRUZEX
    Uma pergunta: Os F5 serão os modernizados?

    Marcelo
    Marcelo
    9 anos atrás

    são pé de boi mesmo, sem as modificações da Índia e Indonésia por exemplo. São iguais aos 1os modelos que a Marinha da China recebeu.

    Renato
    Renato
    9 anos atrás

    Uma pena que o exercício tenha a participação da USAF e não da US Navy, seria interessante ver os Rafales e F-18 operando, mesmo que não fosse um contra o outro seria uma oportunidade de obter informações interessantes.

    toni
    toni
    9 anos atrás

    a fab como o unico pais que vai usar um AEW talvez consiga algumas vitorias contra o f-16 c/d
    quem sabe neh??

    grifo
    grifo
    9 anos atrás

    Será que veremos os famosos AIM-120C-7 da FACh por aqui? Será interessante ver como os nossos vizinhos estão em termos de doutrina e capacidade operacional BVR.

    Roberto F Santana
    Roberto F Santana
    9 anos atrás

    Enfim,
    Espero que o editor, no final pelo menos, dê os parabéns ao Rodrigo.
    De um universo de 42 comentários, foi o único que deu uma resposta coerente e se ateve ao post.
    Na falta,
    Parabéns, Rodrigo!
    Você de fato respondeu, logo no primeiro comentário:
    Cruzex V: e a Venezuela?

    Rodrigo
    Rodrigo
    9 anos atrás

    Eu já estou prevendo a desculpa…

    Os F5M vão pegar os Rafales e os francófilos vão atribuir isto a proibição dos franceses utilizarem o Spectra fora da França.

    roni
    roni
    9 anos atrás

    o sem f15 que pena

    Alexandre
    Alexandre
    9 anos atrás

    Tem gente sonhando com o improvável, ou seja o f5M vencer o rafale. Dever ser pq os estados unidos não enviaram o super lento ou então pq o ng ainda é papel. Hora se ele existe então pq não participa. Nessas horas precisa ser cara de pau igual o tio sam e dizer eu quero participar!!!!!!!! Agora só ficou feio o tio sam mandar o f16 e não o f15, será pq foi pq os f5M conseguiram abater ele na rede flag????? Agora a frança mandou um rafale naval, então não tem desculpa dos eua não mandarem o patinho feio,… Read more »

    Rodrigo
    Rodrigo
    9 anos atrás

    O importante é ter saúde…

    Eleazar Moura Jr.
    Eleazar Moura Jr.
    9 anos atrás

    Não vai haver combates entre F-16 USA x Rafales ou coisa que o valha. O país vermelho (agressor) sempre é representado por um esquadrão da FAB-que deve ser, prá variar, o 1º/14º, além dos A-1 do Centauro. Agora, realmente, o caldo engrossou para os pilotos do Pampa pois se antes combatiam contra F-16 Block 15 da Venezuela, F-5 Tiger III e Mirage 2000-C agora vai ter Rafale e Mirage 2000-5, F-16 Block 50 (Chile) e F-16 da USAF.Espero que pelo menos dessa vez coloquem uns E-99 para os agressores, pois senão não “terá nem graça”.

    Cláudio
    Cláudio
    9 anos atrás

    Não Precisa ser muito esperiente para saber o porque a Venezuela não virá, e ser vier não trará os SU-30.

    Amigos, compra de prateleira é complicado, a Venezuela deve ter umas 3 ou 4 aeronaves operacionais, o resto deve estar guardada ou sem peça de reposição. Até os F-16 Venezuelanos devem estar sem peças de reposição, não estando em condições de operacionais para um exercício internacional de grande envergadura.

    Rodrigo
    Rodrigo
    9 anos atrás

    Eleazar Moura Jr. disse:
    24 de agosto de 2010 às 8:23

    Eu já falei isto N vezes também, você agora falou, outros falaram..

    Mas insistem que haverão este tipo de combate.

    Seria legal o Galante colocar isto em letras garrafais na primeira página do Blog 😀

    Que eu saiba a Força Vermelha terá o seu R99…

    Mas como combinado previamente a força Azul irá vencer, mesmo que a Enterprise esteja do lado vermelho.

    Fábio Mayer
    Fábio Mayer
    9 anos atrás

    É conflito simulado de baixa intensidade de modo que dificilmente os EUA enviariam F-22.