Home Indústria Aeroespacial Entregue primeiro Super Hornet com componentes ‘made in India’

Entregue primeiro Super Hornet com componentes ‘made in India’

172
23

A companhia norte-americana Boeing entregou à US Navy o primeiro caça F/A-18 Super Hornet com peças produzidas na Índia. O evento ocorreu no último dia 20 de julho, mas só foi anunciado pela companhia ontem, segunda-feira.

O F/A-18 entregue possui a porta de acesso ao compartimento do canhão Vulcan M61A2 produzida pela Hindustan Aeronautics Limited (HAL), empresa indiana baseada em Bangalore. “A [fabricação da] porta de acesso ao compartimento do canhão é o primeiro contrato militar entre a Boeing e a HAL. É fruto direto do comprometimento industrial da Boeing na Índia, que inclui a criação de empregos em companhias locais”, informou o comunicado da empresa.

Até o momento a HAL já produziu e encaminhou cinco portas de acesso semelhantes e outras 13 serão produzidas em breve. A contratação da fabricação de um novo lote é esperada para breve pela HAL. Outra companhia que também fabrica este mesmo componente é a AERO Vodochody da República Tcheca, que já entregou mais de 300 destas peças.

As duas companhias já trabalham em parceria para a produção do futuro avião de patrulha marítima P-8I Poseidon, encomendado pela Marinha da Índia, e o jato comercial Boeing 777.

Representantes da companhia norte-americana correram para informar que o contrato em andamento com a HAL não tem nenhuma relação com a concorrência internacional MMRCA para a aquisição de aproximadamente 126 caças para a Força Aéra da Índia, onde o Super Hornet da Boeing é um dos participantes.

FONTE:
Boeing

23
Deixe um comentário

avatar
23 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
16 Comment authors
RaptorAndré CastroosorioPilotoVirtualRicardo_Recife Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
fredy
Visitante
fredy

Componentes made in india? Uma porta? KKKKKKKKKKKKKKK

Lucas André
Visitante
Lucas André

A MB não se interessa pelo P-8I?

robert
Visitante
robert

o próximo passo será a fabricação dos chaveiros para os pilotos.

URUTAU
Visitante
URUTAU

Caros senhores

Caros amigos a nossa EMBRAER tem capacidade para construir muito mas
muito muito mais que uma porta numa hipotética parceria com a BOEING mas enquanto tivermos confortavelmente instalados em luxuosas poltronas
vermelhas individuos como Celso Amorim e Marco Aurélio Garcia da vida
Ou seja a mais pura nata do FORO SÃO PAULO
Esqueçam nada de parceria e infelizmente nada de material bélico de altissima qualidade e confiabilidade
Portanto assim caminham as FA no BRASIL ou seja extrema etremissima
precariedade de meios
É lamentavel senhores

Boa tarde senhores e um forte abraço

Vader
Visitante
Member
Vader

Pode até não ter nada a ver com o MMRCA, mas que ajuda no lobby ajuda, hehehe…

Aliás, diz a lenda que sai ainda essa semana… Aí vai ser a hora da onça beber água… 🙂

cal
Visitante
cal

Seríamos mais importantes que eles, a final fabricaríamos as asas.RSRSRSRSRSR!

Jakson Almeida
Visitante
Jakson Almeida

Super-Hornet=530 caças.
Rafale-Jaca=80 caças.E tem quem diz que é a melhor opção.
Ta parecendo que na India ou da SH ou Gripen ng.

Alfredo.Araujo
Visitante
Alfredo.Araujo

cal disse:
27 de julho de 2010 às 13:33

Quem fabrica as asas dos E-jets é a Kawasaki…

carlos
Visitante
carlos

Uma grande transferencia de tecnologia essa da boeing

Caipira
Visitante
Caipira

A fabricação da tal porta não é TT, não faz parte da compra de nenhum caça….por enquanto….

Realmente pessoal a Boeing como parceira é uma porcaria, muito mais proveitosa foi a nossa parceria Helibras-Eurocopter….

Craveiro
Visitante
Craveiro

Alfredo.Araujo disse:
27 de julho de 2010 às 13:57

A gerência da operação é da EMBRAER já há algum tempo. Os “japs” não estavam dando conta.

Não tenho certeza qie a Kawasaki continua.

Craveiro
Visitante
Craveiro

Pessoal, creio que este caso nada tem a ver com TT. A HAL deve ter sido subcontratada, apenas isso.

Ricardo_Recife
Visitante
Ricardo_Recife

Porta para canhão vulcan não é nenhum mistério, é mais propaganda que ganho real.

Concordo com as palavra de URUTAU. Não adianta a Boeing fazer o melhor contrato de transferência tecnologia do mundo, a burrice política é sempre e em qualquer situação ficar longe dos EUA.

Jakson Almeida
Visitante
Jakson Almeida

“o contrato em andamento com a HAL não tem nenhuma relação com a concorrência internacional MMRCA”
Porcaria como parceira, eu queria uma encomenda dessas em minha empresa.

PilotoVirtual
Visitante
PilotoVirtual

Pelo menos os indianos levaram alguma coisa da Boing…
E agora eu pergunto:
Nós levamos algo???
Sim, levamos sim…
Uma bela rasteira dos nossos “amigos e parceiros franceses”…

PilotoVirtual
Visitante
PilotoVirtual

Não que eu seja contra o Rafale, mas do jeito que este FX(???) tá se encaminhando, já tá mais para FX-2… 3…4…5…

Caipira
Visitante
Caipira

Piloto virtual

Gosto de aprender coisas novas aqui na trilogia, você poderia me expor por favor qual foi a resteira que a Boeing nos passou?

PilotoVirtual
Visitante
PilotoVirtual

E aí, caro Caipira…
Não foi a Boing que deu uma rasteira no Lula, e sim o seu amigo presidente da França, o Nicolas Sarkozy, que não apoiou o Brasil na questão do Irã. Isso que é parceiro estratégico… (RsRsRsss)

Caipira
Visitante
Caipira

Me desculpe, interpretei mal seu primeiro coment….li com desatenção…

osorio
Visitante
osorio

É pode até ser apenas uma reles portinhola,mas que tem indiano gamhando para fabricala aaaaaaa isso tem.

André Castro
Visitante
André Castro

Kawasaki não fabrica mais as asas, a fabrica de asas foi assumida pela a Embraer ,a Kawasaki atrasou as entregas isso gerou varios problemas.

http://noticias.uol.com.br/economia/ultnot/valor/2007/03/23/ult1913u66539.jhtm

Raptor
Visitante
Raptor

Caro Urutau, Há apenas duas alternativas: Ou os EUA e o dólar cai (junto o valor das empresas incluso Boieng a valores muito baixos), ou os EUA vão superar a crise monetária (a qual nem mais os chineses acreditam). Para que fazer contrato com a Boieng (que não seja prateleira) se temos condições de abocanhar boa parte de suas ações na baixa (transfere-se patentes – ToT real e inquestionável)? Acredito que o Congresso Americano ficaria mais tranqüilo com a preservação da empresa e postos de trabalho por brasileiros do que por chineses. Segundo a fórmula do prêmio nobel de economia,… Read more »

Raptor
Visitante
Raptor

Prêmio Nobel – Paul Krugmam (ele eu garanto que não faz parte do Foro de São Paulo e sim do outro).