domingo, junho 13, 2021

Gripen para o Brasil

Array

Os riscos do Gripen NG (segundo o consórcio Rafale Internacional)

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Gripen NG Demo decolando de Malmen - 5

(…) em função de estar em fase inicial de projeto (é apenas um demonstrador de conceito), o custo final do desenvolvimento do Gripen NG é totalmente desconhecido, podendo se tornar um verdadeiro “saco sem fundo”. Alguns países que fecharam negócios semelhantes no passado acabaram por desistir do projeto após centenas de milhões de dólares de investimento, como ocorreu com o Japão e Israel com aeronaves que incorporavam tecnologias dos próprios países e norte-americanas.

Noruega e Dinamarca, nações economicamente sólidas e parceiras históricas da Suécia, não quiseram assumir o risco financeiro do projeto do Gripen NG. Além do risco de custo, existe risco elevado quanto ao prazo de entrega. No caso do Rafale, o custo de produção está estabilizado. Não há risco quanto ao custo e prazo. (…)

FONTE: Rafale Internacional

LEIA TAMBÉM:

- Advertisement -

173 Comments

Subscribe
Notify of
guest
173 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Misael

Avaliando pela lógica de mercado, é a opinião de um concorrente. Sem mais… 😉

Tito

Mais uma da categoria “contra lobby”. 🙂

E realmente o custo de produção do Rafale esta estabilizado, já é um saco sem fundo.

Marcos

Caro Tito

Parabéns, disse bem.
o RaFAIL, já era, o que resta a eles é falar mal dos concorrentes.

DrCockroach

A verdade eh que da concorrencia na Noruega (e Dinamarca) nem a Dassault nem a Eurofighter quiseram participar; mais do que isto, a Eurofighter desistiu no ultimo momento criticando a Noruega por conduzir um processo com ganhador escolhido antecipadamente: http://www.reuters.com/article/idUSL2123657220071221 A SAAB entrou na “concorrencia” e viu calcularem seus custos com um numero diferente de jets, diferente numero de anos, com pressuposto que quase metade deles seriam desativados em 30 anos, etc, etc.. Pior, projetaram os custos ascendentes do Draken e do Viggen p/ projetar is custos do Gripen, quando na verdade os custos tem sido descendentes para os Gripens… Read more »

ZE

Vamos lá: “(…) em função de estar em fase inicial de projeto (é apenas um demonstrador de conceito), o custo final do desenvolvimento do Gripen NG é totalmente desconhecido, podendo se tornar um verdadeiro “saco sem fundo”. Bem, o Gripen NG não é um avião novo. O Gripen NG é uma grande atualização do já consagrado Gripen C/D. Portanto, não se trata de um projeto totalmente novo, mas sim um grande upgrade. Desse modo, os riscos são muitíssimo menores do que seriam em um projeto totalmente novo. Aliás, o Gripen NG tem cumprido à risca o seu roadmap. Não há… Read more »

Andre_Oliveira

Os três caças tem vantagens e desvantagens e qualquer um deles será destaque numa arena de combate real…Estou agora na base da mulher com mais de 30 que não casou.. Qualquer coisa tá valendo e o que interessa é o matrimônio…o f-18 é comprovadíssismo em combate, o Rafale onde foi testado não fez feio e o Gripen segue a mesma linha… A QUESTÃO FUNDAMENTAL AGORA É TORÇER PARA QUE O PROGRAMA NÃO SEJA ADIADO, OU MESMO CANCELADO E NÃO SE O VENCEDOR SERÁ O CAÇA A, B OU C… Além do que se os caças saírem será necessário um investimento… Read more »

ZE

Permita-me só esclarecer algo: Eu NÃO sou homofóbico ou algo que o valha !!! Acredito que todos (heterossexuais e homossexuais) têm o direito de casar, adotar e herdar. O exemplo que dei, me veio à cabeça de uma certa curiosidade à epoca. Certa vez, eu estava em Madrid, e comecei a dançar com duas garotas autríacas. Dança vai, dança vem, eu comecei a beijar as duas garotas. Uma delas, após certo tempo, só quis ficar olhando eu beijar a sua amiga. Depois, elas começaram a se beijar também. Na minha curiosidade, eu perguntei se elas eram gays. Para a minha… Read more »

Eduardo

Excelente analise do Zé, sensacional mesmo! Brasil deveria ir de Gripen NG!

Mas zé, essa sua viagem a madri, eu rachei o bico aki! uAHUAHUAHu

DrCockroach

Maravilha de caso ZE, digo, a das austricas! Conta mais… Posso falar das Suecas. Estive uma vez numa festa e uma Sueca nao sabia quem agarrava primeiro, eu ou minha esposa, parecia uma crianca vendo sorvete… 🙂 No fim, so ganhei uns beijinhos tb porque o marido ciumento dela tirou ela da festa porque acho que ela jah tinha bebido demais (imagina?! uma vaia p/ ele: Buuuu!) O que isto tem a ver com o FX2? Ora, que se o Gripen ganhar todos os gripeiros aqui terao direito a uma festa com Suecas (Ou suecos, porque, como o ZE, eu… Read more »

Hornet

Pensei que o Chicão fosse escrever o post… Mas até que ele comente aqui, deixo uma crítica um pouquinho mais consistente que as palavras de vendedor do Merialdo que o blog reproduziu. Antes disso, só pra lembrar: não existe o “risco em si”, existe o risco para este ou aquele país, dentro dos processos de escolhas que ocorrem e tal. No nosso caso, dentro das nossas especificações para o FX2 e para o jogo político que queremos jogar, existem vários “senões” que pesaram para o NG ter sido preterido. E ainda sobre os “riscos”, uma questão que deve ser colocada… Read more »

Hornet

Sobre a questão de quantos NG a SAAB precisaria vender pra viabilizar este projeto, saiu no Defese News, tempos atrás, uma análise interessante. Estou reproduzindo trechos (traduzidos): “Vários executivos da indústria concordam que seja necessária uma grande encomenda para ajudar o desenvolvimento completo do Gripen próxima geração (NG), observando que o jato sueco tomou um baque pesado quando os noruegueses escolheram o F-35 Joint Strike Fighter (JSF). Richard Aboulafia, analista do Teal Group, disse que de todos os fabricantes de caças ocidentais, a Saab é “especialmente vulnerável”. O Gripen está enfrentando um momento crítico. Um mercado interno fraco e uma… Read more »

Hornet

E completaria com uma visão minha de mais um risco que correríamos, caso comprássemos (o que não vai ocorrer) o NG: não obter totalmente o prestígio perdido, que o FX2 também tem no horizonte, dentre as FAs da América do Sul. O que o NG pode fazer, por exemplo, contra um SU-35 (que a Venezuela pretende comprar)? Não vejo o NG em condições de “enfrentar” o SU-35 BM, e se o Chile modenizar os F-16 (basta colocar um AESA no F-16, não precisa muito), ou comprar o Typhoon (como corre o boato) o NG ficará devendo também, pois o Gripen… Read more »

grifo

Em todo programa de desenvolvimento, existe três riscos básicos: – Custo: o programa sair mais caro do que o estimado inicialmente. – Prazo: o produto ficar pronto depois do que o estimado. – Qualidade: o produto final ficar aquém dos objetivos desejados. Por exigência do governo brasileiro o custo do programa é fixo para o Brasil, o que reduz consideravelmente o risco para o país neste item. Note que ao mesmo tempo o preço cobrado aumentou, porque essencialmente a SAAB tem que fazer hedge do seu lado, mas isto não é problema para os suecos porque ainda assim ficaram com… Read more »

Nick

Caro Hornet, Eu perguntaria: O que um Rafale pode fazer contra um Su-35BM? Ou um F-35? Porque contra um Su-30MKV ou F-16C B-50 Qualquer um dos 3 concorrentes dão conta tranquilamente em um embate ar-ar. Sinceramente, eu fico mais preocupado com um embate Rafale X Su-35Bm do que um embate Gripen BR x Su-35BM. O Gripen por suas caractrísticas, permite uma consciencia situacional multiplicada por até 4 coisa que em nenhum lugar li sobre o Rafale. Nenhum mesmo, e pesquisei bastante sobre isso. O Gripen por suas características tem um rcs menor o que permite maior aproximação em relação ao… Read more »

Marcos

Ze

Só na cabeça das RAfaletes que esta coisa Horrivel é de 5ªG, e mais stealth, é forçar a amizade né?
Se fossemos fazer uma inspeção rigorosa nessa “Coisa”, ele não passaria de uma 3ª (Se he que existe).
No mais como disse o Drcockroach, rachei o bico de tanto rir com sua historia em Madri.

Sds

Jorge

ZE disse:
21 de junho de 2010 às 1:08

Vamos lá:…

BRAVO !!!

curvo

grifo 21 de junho de 2010 às 4:52

Concordo contigo, por isto defender dobradinha F-18 S/H e Gripen N/G, pois aí (na minha humilde opinião de leigo) teríamos o melhor dos mundos !!!

Poderia ser 36+ 36 (não me importo), assim fugiríamos do “Risco Rafale” (= Rainha de hangar !!! hehehehe) e do Risco de prazos !!!

O único senão é de que será que teríamos bala na agulha de forma consistente e segura (ou seja Din-Din) ?

Com a palavra o Zé (aliás parabéns pelo ótimo post !!!) !!!

Drcockroach adorei o teu texto, dei muita risada ….. 🙂

Alexandre Galante

Hornet, eu acho engraçado você dizer que o Gripen não pode fazer nada contra o Su-35BM. Você não leu nada sobre RCS? Não tem ideia de como funciona o data-link do Gripen? Não sabe que o Gripen operando com AEW e com radares desligados tem vantagem sobre qualquer caça, mesmo stealth? Hornet, combate aéreo não é filosofia, tem que se levar em conta dados técnicos e não achismos. A Suécia não é o Brasil, seu sistema de Defesa foi feito para combater caças russos e vencê-los. Lá em cima é ameaça real todos os dias! É triste ver que depois… Read more »

ZE

Eduardo disse:
21 de junho de 2010 às 2:07

DrCockroach disse:
21 de junho de 2010 às 2:24

Marcos disse:
21 de junho de 2010 às 10:04

Jorge disse:
21 de junho de 2010 às 10:33

curvo disse:
21 de junho de 2010 às 10:37

Obrigado, pessoal !!!

E olha que não se trata de nenhum “causo”, mas sim da pura verdade !!

[ ]s

NOTA DOS EDITORES:
ZE, REPETINDO NOTA COLOCADA TAMBÉM NO COMENTÁRIO DE DRCOCKROACH: HISTÓRIAS BASTANTE DIVERTIDAS AS SUAS, MAS VAMOS VOLTAR A TRATAR DOS RISCOS PARA O NG, E NÃO DOS RISCOS PARA O MATRIMÔNIO.

curvo

Hornet, Só um detalhe, o mundo tem uma dinâmica toda própria, as notícias que você postou são antigas, você teria notícia mais nova para dar embasamento às suas idéias ???? Eu não acredito nos mesmos pontos de vista, antes eu era francamente À favor do F-18, mas lendo os posts daqui (não quero jogar confete À toa, pois são realmente muito bons) e os comentários, aprendi algo e vi a possibilidade concreta do Gripen, não apenas promessas vagas !!! Este debate tá virando algo assim : Ou você é corinthiano, ou é contra o Corinthians (ridiculo !!!), existem muito mais… Read more »

Vader

Parabéns ZE e Dr. Barata pelos excelentes comentários. Rafalechetes e “insiders-fakes”: parem de “contra-lobear” e nos brindar com toda sua “sabedoria supertrúnfica”, ao dizer que o Gripen não seria páreo para um Su-30/35… John Boyd PROVOU com o F-16 que tamanho não é documento quando se trata de caças, pelo contrário. Em suma, pesquisem aqui no blog, estudem, se informem antes de falar m. e desinformar aos pobres leigos. Aliás, comecem analisando os dados de RCS de um de outro: o Gripen tem RCS de 0,001m2, ao passo que o RCS dos Su´s deve ser do tamanho de o de… Read more »

Vader

Alexandre Galante disse:
21 de junho de 2010 às 10:39

Discordo Galante, não deveria lhe dar tristeza não: isso aí não é ignorância, pois burro o sujeito não é: isso aí é AGENDA em movimento. “Contra-lobby”, como ele mesmo definiu certa feita. Apenas isso.

É de se lamentar que alguém se preste a isso. Mas é assim. Não se entristeça não. Só lamente.

Abs.

william

Putz….falar que o Rafale não daria conta contra o su-35….ñ acredito que eu li isso… O rafale é seperior tecnologicamente ao Gripen N inguem G arante… O Rafale é equipado com um poderoso sensor IRST OSF (Optroniques Secteur Frontal) fabricado pela Thales/Sagen que detecta de forma passiva, pela radiação infravermelha, um avião inimigo à até 70km, que permite manter o radar desligado, dificultando para o inimigo sua identificação e ainda podendo monitorar a posição do seu adversário. De fato o Rafale foi projetado para ser difícil de se detectar, mas sem a capacidade furtiva do F-22, mas com maior poder… Read more »

Hornet

Galante, Li sim. E por isso mesmo que acho que o NG não chega nem perto do SU-35 BM, que tem RCS diminuído drasticamente além de contar com uma série de outras contra-medidas e materiais que estão sendo (ou estarão) usados no PAK-FA. E não disse combate aéreo, disse prestígio. Pra combate a FAB conta com mais opções (que não se resume ao caça usado) que a Venezuela, mesmo hoje, com a Venezuela com o SU-30 e o Brasil sem o FX2. Mas o SU-30 não é o F-5 M. Em termos de prestígio a Venezuela está na frente da… Read more »

hms_tireless

Caro Hornet:

Já que sob a sua ótica, e em que pese as abalizadas respostas do Galante e do Vader explicando categoricamente as reais possibilidades do Gripen em derrotar os SU-35 BM, o Gripen seria “inferior”, quais motivos o levam a crer que a donzela Francesa poderia ter bom desempenho?

Hornet

hms_tireless,

já disse acima: tem maior resistência em combate.

além de equipamentos eletrônicos embarcados mais sofisticados.

abração

william

A Lockheed Martin simulou seu F-35 contra o Su-35BM em 2008. O resultado foi 4 X 1 em favor do F-35.
Agora me digam se o F-35, que e um caca de quinta geracao, fez 4 X1, porque o Gripen NG faria 6 X 1.

Mistérios da JABULANiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii

Vader

william disse:
21 de junho de 2010 às 11:52

Pode nos postar um link que comprove tal simulação F-35 X Su-35? Porque eu confesso que nunca ouvi falar dela.

Mas posso estar enganado, claro…

william

Air Tactical Leadership Course (DPAC) que segundo foi noticiado seria a reunião da “Elite” da caça mundial,o exercício teve como terreno os Emirados Árabes Unidos e foi efetuado entre 15 novembro – 9 dezembro de 2009. Tudo corria relativamente em sua normalidade até entrar em operação o Dassault Rafale que de posse de sua moderna suíte Optoeletrônica fez com que o jogo mudasse rapidamente. O Rafale pode identificar visualmente alvos nas metas de 30/40 km, enquanto a identificação de defesa aérea provida pelos demais vetores ficou na casa dos habituais 3/5 km. O Rafale teria ainda detectado emissões provenientes de… Read more »

Alexandre Galante

Hornet, nunca o Su-35BM terá menor RCS que o NG, a começar pelo tamanho das aeronaves. Por mais RAM que se coloque no Su-35BM, ele não consegue chegar ao RCS do Gripen. É uma impossibilidade técnica.

E quais são os “equipamentos eletrônicos mais sofisticados”? Dá pra detalhar?

DrCockroach

“WAR OF WORDS: RAFALE VS TYPHOON After the Dubai Air Shows on the web circulated a series of unofficial reports about exercises held in the UAE with both Rafales and Typhoons. The fact that these reports are unofficial could be a sign of our French competitor frustration in not having signed the much anticipated contract with UAE or possibly even to fulfil a basic need to develop positive stories about the currently unexported fighter. The unofficial reports were circulated using French Air Force Rafale pilots who used their blogs to say that Rafale won 4 vs 1 engagements with RAF… Read more »

william

É logico que a eurofighter vai tentar tirar o “dela” da reta….rsss
Isso é fato…rsss

Alexandre Galante

Complementando o Dr. Barata.

Quem fica fazendo comparação de desempenho de aeronaves de caça em exercícios como o Red Flag e similares (Caça X ganhou de caça Y por 7 x0) não tem a menor ideia de como esses exercícios se realizam.

Cada esquadrão recebe uma missão, fazendo parte de um “pacote” maior. Muitas vezes um esquadrão é enviado para uma missão mais difícil, para funcionar como chamariz, enquanto outros podem agir mais livremente e com menos atrição.

Tanto que nesse tipo de exercício nunca se diz que tal esquadrão perdeu e outro ganhou.

william

Rafale no Red Flag e na Suíça Quatro caças supersônicos Dassault Rafale da Armée d’Lair (Força Aérea Francesa) completaram recentemente nos EUA um circuito com duração de um mês participando de exercícios de intercâmbio na Base Aérea de Luke, no estado do Arizona, e tomando parte na Red Flag 2008 na Base Aérea de Nellis, estado de Nevada. De acordo com fontes da Dassault, nenhum Rafale foi “abatido” durante os exercícios e os oficiais da USAF ficaram impressionados com a precisão das bombas Sagem AASM, cujo híbrido sistema de guiagem INS/GPS/Laser propicia um erro máximo em torno de 1 metro… Read more »

Alexandre Galante

Willian, nenhum AMX da FAB também foi abatido no Red Flag, ou seja, o AMX é tão bom quanto o Rafale no ataque ao solo.

Hornet

Galante, o tamanho não é mais tão importante hoje em dia e você sabe disso. O SU-35 BM incorpora materiais compostos usados no PAK-FA. Seu RCS é menor ou igual aos melhores caças de quarta geração ocidentais, ainda que o SU-35 seja bem maior que eles. E sem falar da eletrônica embarcada no SU-35, do TVC, do IRBIS, da capacidade de carga, do alcance etc. que o transforma num oponente difícil até mesmo para um F-35, para um NG seria brincadeira a comparação. No caso da eletrônica do Rafale, seus sistemas de detecção e de contramedidas integrados são muito superiores… Read more »

Alexandre Galante

Hornet, para caça tamanho sempre foi e sempre será fundamental. O RCS do Su-35BM pode ser menor que os caças de quarta-geração, mas nunca será menor do que o do NG. O NG sempre verá o Su-35 primeiro e vai disparar primeiro.

Hornet, apresente dados técnicos que comprovem a superioridade dos sistemas de contramedidas do Rafale contra os sistemas do Gripen. Não vale ficar usando marketing da Dassault.

Os sistemas no máximo se equivalem. Não há nada no Rafale que o Gripen não tenha no mesmo nível tecnológico.

william

c não pode fazer comparação em exercicio….então devemos obter a comparação em que?
Super Trunfo?
Cara ou coroa?
Não acredito!

william

O AMX tbm é um ótimo vetor VOLTADO para o ataque ao solo.
Adoro o AMX!
A FAB faz um exelente trabalho.

DrCockroach

“The Gripen fleet flew 95% of its planned sorties during the Red Flag Nellis exercise”

http://www.flightglobal.com/articles/2008/10/07/316841/nato-exercises-test-gripen-credentials.html

Qual seria o percentual do Rafale? Um numero por favor.
“Secret Defenses” eh aquele Blog Frances? Nao consegui fazer o upload.

[]s!

CAL

A história que o Hornet contou, lembra a nossa Engesa, que foi a falência por falta de investimento do próprio país. Mas acredito que os Suecos devem ter feito um bom planejamento estratégico e uma boa análise financeira e econômica, analisando possiveis cenários em relação a esta venda.
Acredito que nem mesmo o Brasil faria negócios com a SAAB, sem analisar a situação dela.
Alguém do blog já viu alguma demonstração contábil (DRE, BP, DFC, EBIT, EBITDA), ou calculou alguma VPL, TIR ou Payback sobre o negócio?
Pois sem isso, não tem nenhum embasamento técnico, é dedução pura, nada mais!

hms_tireless

“Hornet disse:
21 de junho de 2010 às 11:51
hms_tireless,

já disse acima: tem maior resistência em combate”

O Gripen pode levar até 08 mísseis ar-ar ao passo que o Rafale leva, no máximo, 06 mísseis. Então não vejo como o Rafale pode ter maior persistência em combate com menos mísseis.

“além de equipamentos eletrônicos embarcados mais sofisticados.”

Desculpe a franqueza mas isso revela total desconhecimento acerca do Gripen, em especial sobre suas capacidades de Datalink e NCW (Guerra centrada em redes). Quanto ao “fabuloso” SPECTRA, é tão somente um jogada de marketing da Dassault

abração

Fuzila

Alexandre Galante disse: 21 de junho de 2010 às 12:19 Hornet, nunca o Su-35BM terá menor RCS que o NG, a começar pelo tamanho das aeronaves. Por mais RAM que se coloque no Su-35BM, ele não consegue chegar ao RCS do Gripen. É uma impossibilidade técnica. E quais são os “equipamentos eletrônicos mais sofisticados”? Dá pra detalhar?” Se menor tamanho = menor RCS, eu juro que não entendi nada do que eu li até hoje … O B1 e o B2 que o digam … O desenho da aeronave e os materiais compostos que são importantes, não ? Galante, poderia… Read more »

william

No papel eu acredito que o RCS do Su-35 seja maior….
Ainda mais c ele estiver todo armado…..
Mas ñ podemos esquecer que o RCS varia com chuva….calor….frio….resumindo, fatores externos tbm são fundamentais para detectar um inimigo.
No papel é uma coisa, mas na pratica………………………………

william

hms_tireless.
O gripen foi testado em guerra?
O Rafale já….E foi muito bem elogiado.
O “fabuloso” SPECTRA é fato comprovado.
Agora…e o gripen?

Alexandre Galante

Sim, o Rafale foi testado contra a força aérea talibã e foi muito elogiado.

O “fabuloso” SPECTRA nada mais é que você pegar um RWR, um MAWS, LAR e ECM e integrá-los, com um nome bonitinho. Nada demais.

hms_tireless

Willian:

Como você espera que eu, o Galante, o Vader e outros foristas possamos acreditar no Secret defenses, um blog francês; Rafale 7x1Typhoon? ainda mais quando conhecemos a rixa entre França e Grã-Bretanha e também que o Eurofighter já conseguiu ser exportado, ao contrário da Donzela Francesa?

Nick

Caro Hornet, Em um hipotético 1×1 , O SU35-BM leva vantagem sobre Rafale, Typhoon, F-18E e Gripen. Em teoria, levando-se em consideração que seu rcs foi diminuído para algo em torno de 1m2, radar de 400km de alcance, seu OLS e sistemas de EW atualizados. Como citei, eu aposto mais no Gripen em relação ao Rafale por sua capacidade de compartilhamento de sensores e dados. É um fator multiplicador que não pode ser desconsiderado. Com relação aos sensores do Rafale, não veria grandes vantagens não. Rafale tem OSF? Gripen terá IRST. Rafale tem o DDM-NG? Gripen terá o MAWS. Ambos… Read more »

Alexandre Galante

Nick, o RCS “conhecido” (estamos falando de dados classificados) do Gripen é de 0,1m2, no NG será menor ainda. 400km de alcance para o radar do Su-35BM é só pra alvo de superfície do tamanho de um porta-aviões, contra caças de 4a. geração é menos da metade disso. É preciso lembrar que hoje em dia em combate aéreo o que se evita justamente é ligar o radar do caça, pois quando este faz isso, revela sua posição aos RWR dos caças inimigos. A aparente vantagem do grande alcance do radar do Su-35, na verdade pode ser um chamariz para ser… Read more »

william

Exatamente Fuzila.

william

Devo acreditar na eurofighter…..
Dá no mesmo.

Fuzila

“hms_tireless disse:
21 de junho de 2010 às 12:50

Quanto ao “fabuloso” SPECTRA, é tão somente um jogada de marketing da Dassault

abração”

Vocês falam do Hornet mas soltam algumas informações sem embasamento técnico ou sem mencionar fonte …

Em todos os exercícios aéreos que foram disponibilizadas informações, o SPECTRA teve um papel determinante no combate aéreo aproximado …

E nenhuma outra fonte desmentiu essas informações.

Um abraço.

william

Rafale é equipado com um poderoso sensor IRST OSF (Optroniques Secteur Frontal) fabricado pela Thales/Sagen que detecta de forma passiva, pela radiação infravermelha, um avião inimigo à até 70km, que permite manter o radar desligado, dificultando para o inimigo sua identificação e ainda podendo monitorar a posição do seu adversário. Ainda o Rafale é equipado com um sistema DVI (Direct Voice Imput) onde muitas funções podem ser executadas por simples comando de voz do piloto, agilizando e facilitando o trabalho de pilotar um avião em combate. O canhão do rafale é realmente bom apesar de ser voltado mais pro ataque… Read more »

william

Alexandre, não me venha com ironia quando faltar argumentos….
O rafale é amplamente elogiado em suas missões….
C vc quiser eu posso colocar um monte de link aqui……
Mas uma outra hora pq eu to no trabalho. 🙂

Alexandre Galante

Willian, vc que usou de ironia quando disse que o Rafale foi testado em combate e elogiado.

Não precisa mandar links, aqui no Poder Aéreo temos dezenas de notícias e informações já publicadas sobre o Rafale, é só puxar no campo busca.

E o post trata dos riscos do Gripen NG e não do Rafale.

Reportagens especiais

Mock-up do AMX, fabricado pela empresa Aermacchi em 1984, apodrece em ferro velho em São Paulo

O fotógrafo Anderson Kindermann registrou ontem imagens do "mock-up" do jato de ataque AMX, fabricado pela empresa AerMacchi em...
- Advertisement -
- Advertisement -