Home Guerra eletrônica DoD* certifica aquisição de 124 Super Hornets e Growlers

DoD* certifica aquisição de 124 Super Hornets e Growlers

252
90

050818-N-3488C-286

Na última sexta-feira, 14 de maio, o Departamento de Defesa dos EUA certificou, ao Congresso do País, que a aquisição multianual de 124 aeronaves F/A-18E/F e EA-18G atendeu aos requisitos legais, incluindo substancial economia. O acordo proposto compreenderá quatro anos, do ano fiscal de 2010 ao de 2013.

Cabe agora ao Depatamento da Marinha continuar o trabalho junto ao Congresso dos EUA para entrar no contrato multianual, para completar as aquisições pretendidas de 515 F/A-18E/F Super Hornets e 114 EA-18G Growlers.

O pedido orçamentário da Marinha dos EUA (USN) para o ano fiscal de 2011 (enviado ao Congresso em 1º de fevereiro), inclui 1,9 bilhão de dólares para a compra de 22 Super Hornets e 1,1 bilhão de dólares para 12 Growlers (respectivamente, os valores aproximados em reais são 3,5 bilhões e 2 bilhões). No ano fiscal de 2012, a USN pretende adquirir mais 24 Growlers e um Super Hornet. E, no ano fiscal de 2013, mais 25 Super Hornets).

FONTE:* Departamento de Defesa dos EUA

FOTO: USN (Marinha dos EUA)

VEJA TAMBÉM:

Subscribe
Notify of
guest
90 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Caio
Caio
10 anos atrás

e tudo isso pq o SH é uma jaca como dizem aki…

Sirkis
Sirkis
10 anos atrás

Saudações!

E ainda falam que o SH não tem escala de produção…

Boa Tarde!

shungria
shungria
10 anos atrás

UUU Lá Lá.. E quantas Rafake, Rafajaca, Rafail o departamento de defesa FRANCÊS anunciou que vai comprar??? Acorda Brasil, tem gente te traindo por um punhado de milhões de dólares!!! Vão comprar a Jaca de qq jeito! Nem adianta qq outro caça, nem de graça, o que a propina já comprou tá comprado.. Se não é B.. no ventilador.. Não tem volta. É jaca na cabeça! Carregados com mísseis JETONS, derrubam qq soberania!!!

shungria
shungria
10 anos atrás

OOOPSSS, desculpem punhado de milhões de EUROS…

Edu Nicácio
10 anos atrás

Ficariam lindos nossos céus com uns 15 esquadrões como o da foto! Uns 180 F-18 estariam de “bom tamanho” (não ótimo). Será que não rolaria trocar uns Super Hornet pela retaliação aos EUA? Se são 500 e poucos milhões/ano em produtos, bem que poderíamos receber uns 10 a 12 aviões/ano, por pelo menos 10 anos. Lula, anuncie logo o vencedor do FX-2!!! E entre de uma vez no PAK-FA!!! E pare com essa balela de transferência de tecnologia!!! Se o Brasil não transfere a tecnologia das ultracentrífugas, por que a Rússia, a França, a Suécia ou os EUA deveriam transferir… Read more »

Vader
Vader
10 anos atrás

Ora, ora, e não é que a “lata-velha”, o “Super-Lento”, a “sucata-gringa”, o “velho”, o “lixo” do Super-Hornet garante mais algumas vendinhas? 🙂

Só mais 124 só… Só… CENTO E VINTE E QUATRO… só… 🙂

(Ai ai ai, a realidade não cansa de contrariar certos cabras mesmo…)

Enquanto isso na JACALÂNDIA… produção limitada a 5 aeronaves por ano… Uma verdadeira “Ferrari” mesmo… 🙂

Sds.

Rogério
Rogério
10 anos atrás

Uma verdadeira “Ferrari” mesmo…

Ferrari série limitada.

[]s

Alex
Alex
10 anos atrás

aiaiai, e tem gente que acha 36 brinquedos, vamos fazer frento ao mundo, acorda gente….Temos que fazer alinça estratégicas e não se isolar…

ZE
ZE
10 anos atrás

Nada mau para um caça “velho” (na verdade, é contemporâneo do Gripen e do Rafale).

Nada mau para um caça em “fim de vida” (se o Super Hornet está em fim de vida, o Rafale já nasceu morto).

Mas, como eu disse no outro post:

O que é bom para a França, é bom para o Brasil.

Viva a “parceria estratégica” !!!

[ ]s

Rodrigo
Rodrigo
10 anos atrás

124 é mais que o nro de Rafales fabricados até hoje.

ZE
ZE
10 anos atrás

” …a aquisição multianual de 124 aeronaves F/A-18E/F e EA-18G atendeu aos requisitos legais, incluindo substancial economia”.

Substancial economia ?????

Por que será ?????

[ ]s

Sérgio Araújo
Sérgio Araújo
10 anos atrás

Nem os franceses querem os Rafales.

Rogério
Rogério
10 anos atrás

Seria escala ZE? rssss

[]s

Nick
Nick
10 anos atrás

Que eu me lembre na proposta da Boeing a Embraer iria participar na produção inclusive dos SuperHornets para a USNavy.

Se bobear só essa produção já pagava o FX-2….

[]’s

ZE
ZE
10 anos atrás

Super Hornet e Growler:

Para o ano fiscal de 2011, haverá a compra de 22 Super Hornets e de 12 Growlers.

No ano fiscal de 2012, a USN pretende adquirir mais 24 Growlers e um Super Hornet.

No fiscal de 2013, mais 25 Super Hornets.

Rafale:

Para o ano fiscal de 2011, haverá a compra de 10 Rafale.

No ano fiscal de 2012, haverá a compra de 7 Rafale.

No ano fiscal de 2013, haverá a compra de 4 Rafale.

[ ]s

Marcelo Martins
Marcelo Martins
10 anos atrás

Alguém aqui do blog disse uma vez que o SH estava saindo de linha, que a US Navy iria aposentar o caça……huá, huá, huá, huá, huá, huá, Acorda Jobim e Lula……..a US Navy tá comprando mais SH, a Austrália comprou SH e depois falam que o avião é ultrapassado. Só os tontos não enchergam que a Dassault precisa recuperar a montanha de dinheiro gasto com o Rafale, por isso que ele é tão caro, mas isso é uma faca de 2 gumes: Só abaixa o preço se vender mais. Como o Rafale não emplaca nem na França direito, a coisa… Read more »

ZE
ZE
10 anos atrás

Pôxa Rogério, os defensores do Rafale falam que tanto faz. Assim, 4 Rafale produzidos ao ano (o que dá uma assombrosa média de 1 caça feito a cada 3 meses) não prejudicará a competitividade do referido caça. Espere para ver, no futuro, quando eles vierem a fazer o seu midlife upgrade. Espere para ver, no futuro, o “grande” fluxo de peças de reposição que eles irão ter. Amigo, os Estados Unidos terão 629 aviões Super Hornet/Growler até 2015. Isso sem falar nos 24 vendidos à Austrália. Essa encomenda de 124 Super Hornet/Growler por si só, é maior do que o… Read more »

emerson
emerson
10 anos atrás

Olá Amigos, Devagar com as palavras. O que leio bastante no blog é que o F18SH é um excelente caça, mas que será substituido pelo F35 no futuro. Nunca li que o F18 seja um caça com problemas. O que alguns costumam escrever é que não haverá continuação de seu projeto pois tanto a Marinha americana quanto os atuais usuário do F18SH estão envolvidos no desenvolvimento do F35. Sei que muita gente não gosta do Rafale por motivos técnicos ou por razões ideológicas ou partidárias. Mas gostaria de lembra-los que nunca li nesse blog uma crítica ao F18 em relação… Read more »

Wolfpack
Wolfpack
10 anos atrás

Antes de pensarmos em Super Hornets devemos cobrar uma área de livre comércio a nossos produtos agrícolas com o Tio Sam… Quero livre comércio para o algodão, o soja, o arroz, o milho, o etanol, o cacau, o açúcar… Quero uma relação de igual para igual com o Tio Sam. Se querem vender avião aqui devem baixar suas barreiras comerciais e ponto final. Sem a queda dos subsídios agricolas nos Estados Unidos nada de compra de caça americano e Sueco também pois este é um agregado de soluções americanas e Européias. Melhor para a compra do SAAB Gripen Paper NG… Read more »

Rogério
Rogério
10 anos atrás

1.500 F-414 vs 360 M-88, e tem alguns que acham que a manutenção tem o mesmo preço.

[]s

ZE
ZE
10 anos atrás

Rogério, na verdade são 200 M-88 (motor do Rafale), e não 360.

Atualmente, há 1000 (mil) motores F-414 (motor do Super Hornet, Growler, Gripen NG) já produzidos.

O F-404 (motor do Hornet e do Gripen) equipa os HAL Tejas (novo caça indiano).

Atualmente, existe uma concorrência para o fornecimento de 140 motores para os HAL Tejas.

Os concorrentes são o:

F-414 (motor do Super Hornet, Growler e Gripen NG).

EJ-200 (motor do Typhoon).

Dizem que o F-414 é o favorito na competição (até porque o atual motor do HAL Tejas é o antecessor do F-414, o F-404).

[ ]s

RobsonMBr
RobsonMBr
10 anos atrás

emerson disse:
17 de maio de 2010 às 19:21

Boa meu amigo.
Quando os comentários são de caráter profissional, o resultado é um texto imparcial e de qualidade como o seu.

O F-18 SH é um caça que só vende para a USN. Não pelas qualidades e sim por falta de opção, pois o F-35 está muito atrasado.

A demanda é muito grande, pois os EUA estão sempre em guerra e o número de porta-aviões é muito elevado.

parabéns meu amigo.

RobsonMBr
RobsonMBr
10 anos atrás

ZE disse: 17 de maio de 2010 às 19:56 Presta atenção em uma coisa: O F-18 Super Hornet só foi vendido para a Austrália como um caça tampão, apesar que deve ficar mais tempo que o previsto, pois o F-35 está muito atrasado. Isto é FATO. É o mesmo motivo da última compra deste caça para USN. Se o programa F-35 estivesse em dia, estas compras não se realizariam. Chega de 1+1. ESCALA não é isso. Ele só é produzido hoje em dia pela necessidade imediata dos EUA, pois número de operações são muito grandes. A pespectiva de exportação é… Read more »

RobsonMBr
RobsonMBr
10 anos atrás

UAI SÔ.
Desistiram do SAAB Gripen NG.
Pularam a cerca.
Isto é um sinal que era mesmo tudo fachada e a grana da SAAB tá curta para propaganda na impensa.

rsrsrsr

Clevston
Clevston
10 anos atrás

E o Brasil com esta novela toda para ter 36 cacinhas, só mesmo rindo, se fosse pelo menos uns 180 aí sim…Agora temos que contentar somente com 36 e tem gente chorando custos de operação é assim que querem defender a nação…

Vader
Vader
10 anos atrás

emerson disse: 17 de maio de 2010 às 19:21 “O que leio bastante no blog é que o F18SH é um excelente caça, mas que será substituido pelo F35 no futuro. Nunca li que o F18 seja um caça com problemas.” “Mas gostaria de lembra-los que nunca li nesse blog uma crítica ao F18 em relação à sua incapacidade de atender à FAB hoje” Bem meu amigo, então acho que você não tem acompanhado o blog muito amiúde. Te sugiro então, por exemplo, dar uma olhada nos comentários mais recentes de um leitor em especial, o Paulo Rick. Ele afirma… Read more »

ZE
ZE
10 anos atrás

“RobsonMBr disse: 17 de maio de 2010 às 20:35 ZE disse: 17 de maio de 2010 às 19:56 Presta atenção em uma coisa:” Presta atenção uma outra coisa: NÃO importa se o Super Hornet já foi exportado (bem, ele já foi). NÃO importa se o Super Hornet foi exportado para 1, 2 5,7 países. O que IMPORTA é o número total de vetores construídos. É isso que vai garantir a ESCALA de um caça ou não. É isso que vai garantir a manutenção por preços mais baixos. É isso que vai garantir preço, prazo, viabilidade econômica para o midlife upgrade… Read more »

ZE
ZE
10 anos atrás

“A pespectiva de exportação é tão pequena e até menor que do Rafale”.

Exportação ?

Rafale ?

Perspectiva de exportação do Rafale ?

Que exportação é essa ?!?!?!

[ ]s

Gunsalmo
Gunsalmo
10 anos atrás

Não acredito nesse negócio de caça tampão. Isso é “achismo” de quem defende o Rafale. Do mesmo modo que a entrada em serviço do F-22 não interrompeu o desenvolvimento da dupla F-15/F-16 (vide silent eagle e F-16IN), o SH também continuará a receber upgrades e novas tecnologias paralelamente ao F-35. Ainda assim, se a USN ou RAAF decidir aposentar prematuramente uma parte de seus Hornets, tanto melhor pois isso só fará com que haja uma maior oferta de peças no mercado, diminuindo ainda mais o custo de manutenção de quem estiver utilizando o avião, do mesmo modo que ocorreu com… Read more »

Vader
Vader
10 anos atrás

Perspectiva de exportação do Rafake? Pra onde? Pros Venusianos Ocidentais? Ou seria pra Província Cis-Marciana? 🙂

Forçou hein Robson? Hehehehe…

ZE
ZE
10 anos atrás

Aliás, exportar 36 caças para o Brasil não iria mudar a situação CRÔNICA de FALTA DE ESCALA do Rafale.

A França quer um otári… quero dizer parceiro para dividir os custos (leia-se, prejuízo) do fracassado programa do Rafale.

O caça é um “sucesso” tão grande, mas tão grande, que em 2013 só 4 Rafale serão construídos.

[ ]s

Sirkis
Sirkis
10 anos atrás

Meu Deus…

É só aparecer a Jihad francesa dos Mártires de Rafah para o nível cair…
Vader, me explica qual o segredo da sua paciência de mestre porque eu quero aprender também.

Boa Noite!

rafael tunes
rafael tunes
10 anos atrás

Daqui a pouco até o Eurofighter vem para o FX 2. Já estão igualando o preço aos do f 16 para a Romênia; possuem inúmeros fornecedores (para aquele receio de saber quem faz o que nos caças) e acaba por ser “um pouco mais avançado” que SH, Rafale e Grippen.

Justin Case
Justin Case
10 anos atrás

Amigos,

Só para divertir um pouco:

http://www.youtube.com/watch?v=bW2zqJJQ9Z4

Abraços,

Justin

“Justin Case supports Rafale”

Nick
Nick
10 anos atrás

Hahaha ,

Bom video Caro Justin 😀

[]’s

emerson
emerson
10 anos atrás

Olá Vader, amigo Robson, Vocês tem razão. Existem muitos comentários contra o F18, mas acho que tenho prestado pouca atenção ao blog. Realmente não consigo acompanhar tantos comentários. Mas acho que na média, os comentários são mais elogiosos ao F18 do que contrários a essa máquina formidável. Inclusive, acho que esse novo lote do F18 é por mesmo causa do atraso no projeto do F35, mas mesmo assim os americanos garantirão com essa aeronave sua supremacia a partir dos porta-aviões. O problema da Boeing e LM como competidores é correto, mas não vejo a Boeing trabalhando em um substituto do… Read more »

Alexandre
Alexandre
10 anos atrás

Pq a us navy compra o sh:

Primeiro pq é americano
segundo pq é o único caça naval made usa ainda operacional
terceiro pq o f-35 está super atrasado

Agora para os colegas gripeiros, uma pergunta que não quer calar.
Quando o governo sueco vai tomar vergonha na cara e comprar uns 60 ng, pois fica feio ficar esmolando para outros paises.

Paulo Rick
Paulo Rick
10 anos atrás

Os azulados ficam a beira do delírio coletivo, essas quantidades são o mínimo para os NAe´s que a US Navy possui. É só fazer a conta, são de 10 a 12 NAe´s, cada um com 90 aeronaves. Na verdade a US Navy está reduzida a compra de um único tipo de caça, o F-18E, assim a quantidade pretendida é para todos os usos possíveis, e dado que o F-35 está atrasado, e o desgaste dos F-18C, só resta a US Navy compra mais Tijolões, a outrora US Navy com 600 navios e F-14, A-6, F-18A/C virou essa que conhecemos hoje… Read more »

Alexandre
Alexandre
10 anos atrás
Alexandre
Alexandre
10 anos atrás

Agora avião por avião americano sou mil vezes o f15 ou f16 do que o super lento.

Rogério
Rogério
10 anos atrás

“Agora para os colegas gripeiros, uma pergunta que não quer calar. Quando o governo sueco vai tomar vergonha na cara e comprar uns 60 ng, pois fica feio ficar esmolando para outros paises.” A Suécia tem quase 200 Gripen C/D, agora a França tem 82 Rafales, quando a França vai substituir seu Mirages pelo Rafale ao invés de modernizá-los AD ETERNUM? Sim porque se modernizam caças quando não se tem substituto, mas quando os tem, prioriza-se o equipamento novo, para o bem da indústria, então se isso não acontece eu acho que nem a França quer o Rafale. []s

Pedro
Pedro
10 anos atrás

Não seria este número que o Brasil, gostaria de comprar de Rafales ao todo? Tipo de 36 iniciais, pularia para 120 no total?

Sei lá, não sei mais de nada, se o Diabo do norte ou os cozinheiros da europa, fazem bem a nós… Vai lá todos de uma vez. Assmi alguém no final nós entrega seus produtos, com a nacionalização e transferência de tecnologia.

Abraços.

Vader
Vader
10 anos atrás

emerson disse: 17 de maio de 2010 às 22:15 “Vocês tem razão. Existem muitos comentários contra o F18, mas acho que tenho prestado pouca atenção ao blog.” Pois é, eu te disse, logo acima tem um. Acho que o amigo tem observado com olho clínico a “insensatez” de um lado, mas não observa bem a do outro lado… “Acho que a Boeing vai ganhar novos lotes de F22 para manter sua linha de defesa ativa.” O amigo me desculpe de novo, mas isso é especulação pura e simples. Até porque a Lockheed-Martin também é a main contractor do F-22 e… Read more »

Brandalise
Brandalise
10 anos atrás

Isso sim eh que eh encomenda! E nao aqulo que nos temoos lah em Brasilia!

Nao entendo como, com menos de 100 exemplares, pode-se falar em ToT, producao nacional e/ou versao Br…
😉

emerson
emerson
10 anos atrás

grande amigo Vader, Na verdade, tenho tentado contornar a insensatez em todos os lados, sem preferência nem mesmo olho clínico. Se há algo que não ocupa minha prioridade é a busca clínica da insensatez. Acho que me faz melhor à saúde vislumbrar cenários de maior ou menos probabilidade, o que pode parecer especulações sob um olhar clínico. Sobre o F22, tenho a impressão que a Boeing também está envolvida no projeto, por isso imagino que a despeito das noticias sobre o fim da linha de produção do Raptor, acho que veremos mais lotes dessa máquina pelos próximos anos, apesar de… Read more »

Tito
Tito
10 anos atrás

Vendo esta matéria chego a duas conclusões:

1- O “Império do Mal” está falido, só mais 124 aviões? Até a França compra mais do Super Ultra Hiper Mega Plus Rafale 2.0i 16v Total Flex.

2-O Super Hornet não tem escala de produção, portanto não devemos compra lo, o melhor é o Super Ultra Hiper Mega Plus Rafale 2.0i 16v Total Flex, esse sim é produzido aos montes, e o melhor, vende mais que pão quente.

Abraços amigos, vou dormir que eu já estou delirando. 🙂

Paulo Rick
Paulo Rick
10 anos atrás

Tito você está comemorando o quê? O fato de os EUA gastarem em armas aumentando de forma brutal seu déficit nas contas públicas? Olha é por isso que eu digo, tem gente que só nasceu no Brasil, mas é na verdade nacional de outros países. Nós não devemos comprar os F-18E vários motivos, e nenhum deles, jamais teve haver com escala de produção porque se assim fosse, compraríamos o F-16 e o Gripen NG não teria sido aceito para o FX-2, e não o Tijolão. Mas como isso não altera o principal, nada de ToT´s, nada de não inteferência interna… Read more »

Tito
Tito
10 anos atrás

Não, não, meu amigo, só estou sendo irônico com os profetas do fim do mundo e com os Ralaletes da vida. Sou Brasileiro, não sou Americano, Cubano, Franciano (é assim que se escreve?) ou qualquer outro ano.
Um abraço verde,amarelos,azul e branco.( Mas vermelho não viu!!!)
🙂

RobsonMBr
RobsonMBr
10 anos atrás

O F-18 SH so vende por falta de opção. Aliás a USN tá numa sinuca de bico, como diz o Emerson. Engoliu o F-18 SH e agora vai ter que levar o F-35 que nunca foi a escolha dela. Sinal dos tempos.

Quanto a turma da “”ESCALA””:

O F-18 SH não vende;
O Gripen NG não vende;
O Rafale não vende.

se for pela esacala de venda, nós não compramos.

Edcreek
Edcreek
10 anos atrás

Olá, O Super Hornet está longe de ser sucesso internacional sendo exportado apenas para Australia. É apenas para voçês voltarem para realidade. No fim isso não importa já que os EUA garantem a escala do caça, mas é para provar que ele não passa nem de perto de ser um sucesso internacional. O avião que tinha serios problemas de manobrabilidade era o F/A-18 Hornet seu irmão mais velho. Esses problemas foram minimizados ou deixaram de existir no F/A-18 Super Hornet, o avião é muito bom e está maduro e pronto full, agora. Ele vai ter vida longa, todo falam do… Read more »