quinta-feira, outubro 21, 2021

Gripen para o Brasil

Embraer poderá produzir aviões de passageiros na Rússia

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

ERJ-145

vinheta-clipping-navalA Embraer pretende fabricar aviões pequenos de passageiros na Rússia, disse à Reuters nesta sexta-feira o diretor do banco russo VEB Bank, Vladimir Dmitriyev.

A companhia brasileira pode fabricar os aviões em uma fábrica russa na cidade de Kazan e vendê-los ao mercado local, já que as empresas da Rússia não produzem esse tipo de jato.

“Estamos em conversações com nossos parceiros brasileiros sobre o projeto de aviões de passageiros com capacidade para até 50 assentos, para uso em rotas regionais russas. Não fabricamos esse tipo de avião na Rússia”, disse o diretor do banco, que é um parceiro em potencial para o projeto.

A estatal VEB estima os custos totais do projeto em “centenas de milhões de dólares”.

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) também está participando das negociações, afirmou Dmitriyev.

FONTE: Reuters, via Terra / COLABOROU: Eduardo dos Anjos

- Advertisement -

14 Comments

Subscribe
Notify of
guest
14 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Craveiro

Não iriram dar um furo n’água. Mas a questão fundamental é a dimensão do mercado russo. OUtra coisa. A produção ali realizada baratearia a aeronave.

Abraços

Fabio Mayer

Está nitidamente procurando opções de mercado para combater a concorrência, que está aumentando muito no seu nicho de mercado…

Alex

muito interessante, seria um mercado promissor devido exntenção da Russia.

Nick

Ótima notícia,

Fabricamos EMB-145 lá e eles fabricam o SU-50BR aqui.

Isso sim é parceria ganha-ganha 😀

[]’s

Audaz

“Ótima notícia,

Fabricamos EMB-145 lá e eles fabricam o SU-50BR aqui.

Isso sim é parceria ganha-ganha ”

diferente da tal parceria caracu, que algum tempo atrás comentaram por aq.. ehhehe

Carlito

“Ótima notícia,

Fabricamos EMB-145 lá e eles fabricam o SU-50BR aqui.

Isso sim é parceria ganha-ganha

[]’s”

Concordo contigo meu amigo!

Tito

Parceria “ganha-ganha”???

Mas os “pessual du pudê” só querem a “caracú”

O maior problema disso é que na hora de cumprir a parte deles nesse tipo de acordo, eles chamam a gente.

(to fora)

Amplexos

LBacelar

“Nick disse:
16 de abril de 2010 às 13:34

Ótima notícia,

Fabricamos EMB-145 lá e eles fabricam o SU-50BR aqui.

Isso sim é parceria ganha-ganha 😀

[]’s”

Seria Ganha -Ganha p/ gente e Caracú p/ eles hahaha

Nick

Caro LBacelar,

Não precisa dizer isso em voz alta =]
Aliás os franceses e alguns do GF também pensam que essa parceria francesa eh ganha-ganha(talvez para alguns sejam mesmo)…..rssss .

Sério, se eles(os russos) não tem um avião regional com design moderno, e as rotas deles carecem deste tipo de avião não vejo motivos para eles não fabricarem o EMB-145 lá, claro, tem que ter a contra-partida….. um SU-50BR com participação direta da Embraer e outras nacionais tá bom para você?

[]’s

BLACK PANZER

BOA TARDE ! hummmmmmmmmm ? não sei não isso esta meio estranho isso deve ser negociado igual aos SUPER TUCANOS p/ nós aqui não muda nada pois só vai entrar a receita e eles vão ser fabricados lá nos USA e não vai gerar EMPREGOS aqui no Brasil tendo em vista que talvez essa receita fique por lá mesmo na forma de uma nova FABRICA e isso não é interessante p/ nós .

Skill

Legal se sair esta parceria!

Talvez a troca o lance maior será a troca de conhecimento entre a Industria de aviões regionais (que dominamos) e eles em contrapartida nos fornece algum conhecimento de ambito militar.

Nós ganhamos e eles ganham….

ISto é interessante,…pois cala a boca de muitos que acham que o Brasil poderia ficar a mercê da França no quesito militar.

A plataforma poderia até ser francesa..mas a tecnologia embarcada poderá ser de desenvolvimento Nacional, de qualquer nação ou mista…

È uma hipotese….

The Captain

Excelente notícia. Parabéns à Embraer.

Mauricio R.

Para uma indústria c/ a capacidade de produzir Superjet 100 e Tu-334, além do ucraniano AN-148, a noticia é no mínimo estranha.

carlos alberto

Concordo com o Mauricio.
Um abraco a todos que participam do blog.

Últimas Notícias

Acompanhe a estreia do 1º episódio da websérie Colaboração Real 4 no YouTube

Em 21 de outubro, às 11h, estreia o primeiro episódio da quarta temporada da websérie Colaboração Real no canal...
- Advertisement -
- Advertisement -