domingo, maio 16, 2021

Gripen para o Brasil

Decolagem assistida por foguete

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

vinheta-especialDurante a Guerra Fria, a vulnerabilidade das bases aéreas aos ataques aéreos fez com que os estrategistas militares pensassem em soluções que pudessem tornar as aeronaves de combate independentes do uso de pistas de decolagem.

Além do desenvolvimento das primeiras aeronaves VTOL (vertical take-off and landing), outra abordagem mais criativa foi considerada: o uso de foguetes para auxiliar aeronaves na decolagem, sem o uso de pistas.

Foguetes “Jet-assisted take-off (JATO)” já vinham sendo usados para ajudar na decolagem de aeronaves mais pesadas e o projeto de foguetes auxiliares mais pesados não parecia ser um problema.

Republic F-84G Thunderjet ZELMAL

A ideia se materializou com o Programa “Zero Length Launch / Mat Landing (ZELMAL)”, visto na foto acima lançando um Republic F-84G Thunderje, em 1953. Foram realizados 28 lançamentos bem-sucedidos, mas o sistema de pouso numa espécie de tapete inflável foi um fiasco. A USAF abandonou o conceito por um tempo.

Mais experimentos

F-100 ZEL 1

A ideia de pousos em tapetes infláveis não funcionou, mas a decolagem com foguetes foi tentada novamente com o F-100 Super Sabre, que pesava mais que o dobro do F-84 e precisava de um motor foguete muito maior.

O conceito agora se chamava apenas ZEL e preconizava o lançamento de caças armados com uma bomba nuclear a partir de um caminhão. O caça atacaria seu alvo e o piloto voltaria para o território amigo, saltando de paraquedas.

F-100 ZEL 2

North American F-100D

Dezenas de testes com o F-100 correram bem, com o último ocorrendo em 1959, sem problemas. 146 jatos F-100 foram modificados para usar o ZEL e a Luftwaffe chegou a fazer lançamentos com um F-104G.

F-104 ZEL

A ideia embora fosse boa, não foi adiante por questões logísticas e de segurança e também pelo desenvolvimento dos mísseis balísticos e dos jatos VTOL.

Os russos também tiveram um sistema parecido com o ZEL, usando o MiG-19 (ver vídeo abaixo). As complicações do sistema russo foram maiores e o desenvolvimento também foi abandonado.

- Advertisement -

3 Comments

Subscribe
Notify of
guest
3 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
JACUBAO

Deve dar um tranco da bexiga, rs… Esse troço é antiecológico, faz muita fumaça.

Francisco AMX

Seria hoje esta idéia tão ruim, em caças como o Gripen, F-16, Rafales… caças leves… já que o controle FBW ajudaria em muito na segurança desta empreitada! pelo visto, o esquema me parece não tão complexo… se já funcionou naquela época, com a tecnologia de hoje seria muito mais simples… Já imaginaram… abre-se um clarão no meio de um reflorestamento, e decolam de imediato, com foguetes, sem uso de pistas, caças de defesa aérea armados apenas com mísseis ar-ar…rsrsrs o problema é pousar… vai ter que ser numa BR ou rodovia estadual, com pedágio baratinho, colocar num special/truck e devolver… Read more »

Francisco AMX

faltou o interrogação! para dar sentido… é uma pergunta…

Reportagens especiais

Visita ao National Naval Aviation Museum

O Poder Aéreo esteve no National Naval Aviation Museum, o maior museu de aviação naval do mundo, em Pensacola...
- Advertisement -
- Advertisement -