Por quanto tempo os F2000 da FAB ainda podem voar?

    417
    154

    Segundo o parecer no relator do projeto (PDC 1.937/05) na Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional, deputado André de Paula, os mesmos poderiam voar por pelo menos mais dez ou quinze anos (isso em 2005). Será?

    Leia o texto abaixo extraído do Jornal da Câmara de novembro de 2005.

    O Plenário aprovou ontem o Projeto de Decreto Legislativo 1.937/05, que contém o Acordo entre o Brasil e a França para o Fornecimento de Materiais e Serviços no âmbito da Aeronáutica Militar, assinado em Paris, em 15 de julho de 2005. O objeto do acordo é a compra de 12 aeronaves do tipo Mirage 2000C para substituírem os aviões Mirage III, atualmente em uso no País há cerca de 35 anos.

    Segundo o relator do projeto na Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional, deputado André de Paula (PFL-PE), as novas aeronaves estão em plena atividade na força aérea francesa e em diversos outros países e são adequadas ao uso em missões de defesa aérea, podendo voar na Força Aérea Brasileira por pelo menos mais 10 ou 15 anos.

    O acordo inclui as 12 aeronaves, itens de suprimento, treinamento para pilotos e para o pessoal de manutenção, bem como intercâmbio operacional. A matéria irá para votação no Senado.

    NOTA DO BLOG: é possível manter os F2000 da FAB até a chegada do futuro F-X2 ou será necessário um novo “caça-tampão”?

    LEIA TAMBÉM:

    154
    Deixe um comentário

    avatar
    153 Comment threads
    1 Thread replies
    0 Followers
     
    Most reacted comment
    Hottest comment thread
    42 Comment authors
    Felipe Cpsbarracuda mocambicanatyrionURUTAULBacelar Recent comment authors
      Subscribe  
    newest oldest most voted
    Notify of
    Giordani RS
    Visitante
    Giordani RS

    O Mirage 2000(F2000 é o “ó” do borogodó!) pode voar na FAB mais 40 anos! Por quê? Simples, os pilotos não podem “puxar” forte a máquina, as aeronaves não fazem nenhuma surtida de instrução com carga real e o que a FAB mais adora: que seus vetores voem muito, mas muito pouco! Assim é fácil…e tudo se encaminha para um outro caça tampão até o FX-20…Rafaele´s usados da França…hahahahhaha…tem que rir, pra não chorar…

    Guga
    Visitante
    Guga

    Um tampão do tampão?

    Felipe Cps
    Visitante
    Felipe Cps

    É possível manter Mirage-2000 voando pra lá de 2014? Creio que sim, mas os custos seriam altíssimos. Talvez não valha a pena. E sobretudo, a FAB não quer. Ponto, parágrafo. ________________ ON-TOPIC: Ontem tive oportunidade de falar com minha fonte, o “Primo da Vizinha do Office-Boy do Ministério da Defesa”, e ouvi algumas coisas interessantes sobre os destinos do FX2: 1. Os franceses bateram o martelo: não abaixam mais o preço da JACA; 2. O Ministro Jobim já jogou a toalha: não negocia mais, e se a Dassault não chegar no preço que ele quer ele enrolará o processo até… Read more »

    ComAir
    Visitante
    ComAir

    Felipe CPS,

    O Gripen é ainda o favorito da FAB/Embraer?

    Certamente é o meu favorito, mas se vier o F-18 está muito bom. Penso como a FAB-Embraer, Rafale nunca.

    []s!

    Robson Br
    Visitante
    Member
    Robson Br

    Giordani RS em 28 fev, 2010 às 9:17

    Concordo contigo. No FX-1 o preferido era o caça da “”””EMBRAER””” o MIRAGE 2000 só com o novo radar RDY. O FX-1 foi cancelado, e o caça escolhido pela “”AERONÁUTICA”” para substituir os velhos mirage III foram justamente os “”MIRAGE 2000″” só com o radar RDI com menos capacidade. Por falta de capacidade de escolher um caça e de fazer no mínimo uma lista coerente o caminho parece ser esse mesmo.

    Ricardo_Recife
    Visitante
    Ricardo_Recife

    Poder voar pode, mas o custo operacional vai aumentar, e muito.

    Felipe Cps
    Visitante
    Felipe Cps

    ComAir em 28 fev, 2010 às 9:41:

    “O Gripen é ainda o favorito da FAB/Embraer?”

    Foi, é e será sempre. O que não significa que não tenha muita gente, especialmente no alto-comando, que sinta frêmitos pelo Super-Hornet e a proposta gringa… 🙂

    Sds.

    Fuzila
    Visitante
    Member
    Fuzila

    Enquanto isso na MB chegam fragatas, navios patrulha, submarinos convencionais e nucleares, helicopteros, uma nova base naval, …

    Tudo sem alarde e fofocada …

    E a FAB e seus relatórios vazados não consegue fechar a compra de 36 aviões, há mais de 9 anos …

    Eterna novela …

    Robson Br
    Visitante
    Member
    Robson Br

    Felipe Cps em 28 fev, 2010 às 9:33 CONCORDO CONTIGO “”O Ministro Jobim já jogou a toalha: não negocia mais, e se a Dassault não chegar no preço que ele quer ele enrolará o processo até a sua entrega do cargo (e aí não sai mais FX2 nesse governo)””; ACHO QUE A FRANÇA NÃO ESTA AJUDANDO MUITO. No caso dos subs não teria muito jeito, pois para chegar onde a MB quer tem que ter quem ajude e tem que ter custos. O que não é o caso da FAB que necessia de imediato de um caça. SE A OPÇÃO… Read more »

    Alex
    Visitante
    Alex

    ano de eleição, e a escolha do caça francês, esta com muitas controvérsias,e os lulista em ano de eleição, não vão querer se meter em controvérsia. afinal oposição vai falar e com fatos, porque gastar tanto, se poderia investir em outro caça.

    Robson Br
    Visitante
    Member
    Robson Br

    Decisão política “”Coggins reconheceu que Brasil e França têm uma longa parceria estratégica e disse que há um elemento político na decisão. Lembrou que outras autoridades americanas visitaram ou vão visitar o Brasil nos próximos dias, como o procurador-geral. Eric Holder, a secretária de Estado, Hillary Clinton, e o secretário de Comércio, Carlos Gutierrez, indicando que todos devem pressionar em favor da proposta americana. Coggins também lembrou que Hillary, o secretário de Defesa, Robert Gates, o Congresso e o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, deram garantias aos brasileiros de transferência de tecnologia.”” PODE ESTAR AÍ O MOTIVO DE TANTO… Read more »

    Rafael
    Visitante
    Rafael

    Duas perguntas: ate quando um caça de 4,5 geraçao é importante e capaz no cenario de hoje? Esquecendo que existe aquele comite soviete chamado de ministerio de relaçoes exteriores e conselhos, acho que seria uma boa oportunidade para o ultimo voto de confiança nos EUA, se eles forem fieis, fazemos o acordo estrategico, se não, tchau e bença e EUA nunca mais aqui.

    Wolfpack
    Visitante
    Wolfpack

    Dependendo da escolha no FX2 sim, será necessário não somente um, mas vários caças tampão e por muito tempo.

    Ricardo
    Visitante
    Ricardo

    Robson Br em 28 fev, 2010 às 10:02 Ainda acho que vai dar RAFALE e os preços já estão definidos. Como também acho que se for o Rafale, as coisas já estão combinadas na FAB, principalmente que muita genta vai vestir o pijama este ano. Pode não dar Rafale, e se não der, não será nenhum outro. Agora, que vai ter uma turma vestindo o pijama vai. E mais, Acho que a Embraer só fica no pareo se o governo tiver direito a ações. Chega de ficar jogando dinheiro para a Embraer para depois ela ir buscar fornecedor na Europa… Read more »

    Darkman
    Visitante
    Darkman

    Não vai ser nenhuma surpresa nessa reta final o SH levar esse FX2.
    OS americanos estão aí batendo na porta para fazer pressão ao nosso GF, tendo em vista o preço alto da Dassault.

    Mas vindo os SH e no futuro o F35 está bom demais.

    Boa Noticia Feleipe CPS !!!!

    Abs.

    JapaMan
    Visitante
    JapaMan

    Gente, 2010 é ano de eleeíção, muita gente nos bastidores movimentando interesses, O DILMÃO não esta assim com essa moral toda junto ao eleitorado, é bacana debater a questão aqui, levantar hipóteses mas… o filme ja foi escrito e tem final.

    FX2 VAI SER EMPURRADO PARA O PRÓXIMO GOVERNO.

    abraços.

    JapaMan
    Visitante
    JapaMan

    ops.. “Eleição”

    Esdras
    Visitante
    Esdras

    Cancelar o atual processo seria atrasar uma coisa que já esta atrasasda em termos reais a 11 anos, e as necessidades de 20 anos. A hora é de fazer o que a FAB está fazendo mesmo, que é brigar pelas suas decisões.
    Acho que o Gripen seria uma oportunidade impar para a FAB e o Brasil.
    Agora com que o Lula vai se explicar?

    th98
    Visitante
    th98

    Proponho uma TT a mais para a FAB, mas a fonte dessa não é Francesa americana ou sueca, é nacional.
    A FAB precisa urgente de um curso de capacitação em compras com a MB. principalmente nos quesitos
    >compras de oportunidade
    >Definição de focos e prioridades
    >Sigilo
    >”Navegação de acordo com a maré”

    grifo
    Visitante
    Member
    grifo

    “A FAB precisa urgente de um curso de capacitação em compras com a MB.”

    Deve ser um curso imperdível. Quem vai ser o instrutor, o cara que comprou o NAe São Paulo ou o que comprou os A-4?

    th98
    Visitante
    th98

    grifo
    o que comprou os submarinos, aumentou o efetivo,esta negociando as patrulhas e a modernização dos aviões da marinha

    th98
    Visitante
    th98

    não, quem vai ministrar o curso é o cara que comprou os submarinos, que esta organizando a segunda frota, a compra das patrulhas, o aumento do efetivo, a compra dos helicópteros, a modernização dos aviões etc….

    th98
    Visitante
    th98

    hi postei duplamente sem querer, onde é que apaga?????????????

    Justin Case
    Visitante
    Member
    Justin Case

    Amigos, bom dia.

    Os Mirage 2000 da FAB estão em condições de voar por muito tempo, pois foram comprados com uma vida disponível de, pelo menos, 15 anos.
    Operacionalmente, no entanto, é impensável operar por mais dez anos sem data-link e sem mísseis mais adequados ao cenário atual.
    Terão que ser realizados investimentos adicionais para voá-los com eficácia além de 2015.

    Mas, por outro lado, é bom que o Governo pense que eles já estão “no osso”. Isso pode evitar que seja sequer cogitado “empurrar com a barriga” ou cancelar o F-X2.
    TAMPAX NUNCA MAIS
    Bom domingo,

    Justin

    “Justin Case supports Rafale”

    grifo
    Visitante
    Member
    grifo

    th98, esse aí vai ter que dar a “aula” dele primeiro lá para o TCU e o Ministério Publico…

    th98
    Visitante
    th98

    grifo
    pq???
    h´[a alguma irregularidade nas compras da marinha?????

    grifo
    Visitante
    Member
    grifo

    Nenhuminha th98. É que esse pessoal vai querer saber como funciona a tal “navegação de acordo com a maré” que você estava falando.

    Na falta dele, minha sugestão seria chamar para dar o curso o almirante Janot, renomado expert em compras da MB.

    th98
    Visitante
    th98

    almirante Janot, não foi o que comprou um barco infinitas veses mais caro do que o que ele podia comprar???

    Ricardo_Recife
    Visitante
    Ricardo_Recife

    A modernização dos 12 Mirages vai sair muito, muito caro. É uma coisa fora de cogitação mesmo utilizando a dupla Embraer/Elbit.

    entusiasta
    Visitante
    entusiasta

    Alguem poderia me dizer ,e se fosse decidido pelo f-18 e o Gripen?

    Poderia ser dividido da seguinte forma os f-18 para o porta-aviões o atual e também visando o nosso futuro porta-aviões claro,e também alguns esquadrões em bases estratégicas.E o Gripen NG por ser um caça de custo mais baixo, e ter a vantagem de pousar e decolar em pistas curtas , pode ser usado com mais prioridade na região norte,em especifico a Amazônia!
    Existe alguma chance disso acontecer,ou é mais fácil nevar no Sergipe e de quebra ainda montarmos uma equipe de bobsled!

    Bronco
    Visitante
    Bronco

    Será que Anápolis vai ver de volta os Xavante e Tucano com casulos de metralhadora na função de interceptadores de primeira instância?

    Seria cômico se não fosse trágico, mas seriam os mesmos substitutos para aeronaves de mesmo nome, só que de gerações diferentes (Mirage III BR e Mirage 2000).

    Pobre FAB… =/

    grifo
    Visitante
    Member
    grifo

    Bronco, ao que eu saiba o plano seria deslocar F-5M. Os M-2000 dificilmente chegam a 2014 e é certo que vai haver um gap.

    Mauricio R.
    Visitante
    Mauricio R.

    “É uma coisa fora de cogitação mesmo utilizando a dupla Embraer/Elbit.

    A Dassault não permite, nem c/ reza brava.”

    E depois prá que se preocupar, tem bem uns 100 Gripen C/D dando sopa na Suécia, sem contar a imensa reserva americana.

    Troca a FAB, inteira.

    Gunsalmo
    Visitante
    Gunsalmo

    Olha pessoal, é muita precipitação esse negócio de apresentar as compras da Marinha como modelo a ser seguido pela FAB. Só o futuro dirá se a maneira que MB está realizando seu reequipamento será ou não um sucesso. No caso do sub nuclear, um futuro muito, muito distante. Por falar em sub nuclear, torço bastante por esse projeto, que aliás acho que é o mais importante das 3 armas, mas considero que seu processo de seleção foi atípico, pois não haviam muitos condidatos dispostos e habilitados a colaborar. Em condições normais, a concorrência/licitação é sempre o melhor modo de fazer… Read more »

    Francisco AMX
    Visitante
    Francisco AMX

    Nunão não vais puxar a orelha dos que estão saindo da linha? é só comigo mesmo! depois ainda “sugere” que estou com mania de perseguição!??? tá bom… to vendo que tem nego aqui mais “igual” que outros!

    Sds!

    th98
    Visitante
    th98

    Gunsalmo
    nos paises desemvolvidos empresas nacionais tocam o projeto, não estrangeiras

    Nick
    Visitante
    Nick

    Caro Felipe Cps em 28 fev, 2010 às 9:33

    Realmente deve ser dificil engolir uma JACA 😀

    Na minha opinião, ou da RAFALE ou NADA. O Governo está totalmente comprometido com essa venda, não tem como voltar atrás. No caso do NADA, as possibilidades de F-16C/D , Gripen C/D e os M2000-9 dos EAU sobem muito. E sobem as chances de um vetor de 5ª geração para 2025.

    []’s

    Fabio
    Visitante
    Fabio

    Acho que os americanos levam essa. DUVIDO que eles deixarão os hornets perderem pros Gripen “KIT REVELL” dos suecos… Espero que o bom senso prevaleça e o melhor caça seja adquirido. Se é pra fazer parcerias que seja com quem domina, OS EUA !!! eles tem avião de 5ª, tem tecnologia Stealth. Ninguem melhor do que eles para se fazer parcerias. E o SUPER HORNET atende perfeitamente as necessidades do Brasil e teriamos um OTIMO caça a disposição da FAB. Pela primeira vez voariamos com um equipamento otimo. Repito: DUVIDO que os americanos perderão essa para os GRIPENs de papel…… Read more »

    Paulo Costa
    Visitante
    Paulo Costa

    Logo apos a compra dos F-2000 da FAB,surgiu na internet que outros paises estariam interessados em comprar o M-2000,como o Brasil,mas como a França retirou 28 M-2000C,B S3,e somente 14 estariam em condições de voo,o resto já era fonte de peças,sendo assim compramos 12 aviões,com 5000 horas de voo em media,com mais 2000 horas disponiveis se usassem o tanque centerline ,se fosse os de 2000l das asas cairia para 1000 horas,sem contar a revisão geral na epoca,antes da entrega.Para fazer um upgrade,bom ai depende, a Grecia ja passou para -5 parte dos seus,o Peru esta interessado, a India vai tambem… Read more »

    Gunsalmo
    Visitante
    Gunsalmo

    th98 em 28 fev, 2010 às 12:24

    Quando falo em países desenvolvidos, não me refiro apenas aos EUA, mas também países europeus, Austrália, Canadá, etc.
    Os americanos podem se dar ao luxo de comprarem apenas de empresas nacionais (as vezes em consórcio com estrangeiras), pois possuem uma industria militar autosuficiente em todos os setores. De qualquer modo, a concorrência é sempre a regra, com disputas acirradas, e ás vezes conturbadas como está acontecendo agora com o KC-X, que, num primeiro momento foi “ganho” pela Airbus, mas posteriormente contestado na justiça pela Boeing.

    JapaMan
    Visitante
    JapaMan

    Eu acredito, independente do FX-2 ser cancelado ou não, que até isso tudo ser resolvido, seria necessário, infelizmente a compra de mais tapas buracos, mesm que o processo do FX-2 saia, ainda sim levaria algum tempo para começar a se produzir, e a chegar, estamos sucateados até o tutano. Pergunto pra vocês: Porque não comprar alguns f-16 por enquanto até se resolver isso tudo? não seria uma boa? a galinhas mortas (f16)do cemitério la do deserto americano, não serviriam por um tempo?

    Darkman
    Visitante
    Darkman

    JapaMAn,
    Os M2000 terão vida para uns 10 a 15 anos esse tempo é o suficiente para cobrir o tempo do FX2 até sua entrega do primeiro lote de 36 caças, isso na escolha do Rafale ou do GripenNG.
    Em relação aos Super Hornet poderiam começar a ser entregues logo em 2011.

    Para haver uma compra de caças tampão somente se for adiado novamente o FX2.

    Abs.

    Galileu
    Visitante
    Galileu

    concordo com quem disse que os caças da FAB duram tanto tempo:

    – Quando que a FAB ou a MB exigiu o máximo de seus vetores, NUNCAAAA.

    Porque o chevette ainda voa na FAB e a Brasilia na MB, parecem aqueles pobres que tem uma carroça e não tira da garagem com medo de gastar pneu ou por não ter dinheiro pro combustível, no caso da FAB E MB são os 2……..

    Leo
    Visitante
    Leo

    O GF quer o Rafale que é sim o melhor avião(todos sabem disso mas é claro, muitos não podem admitir por variados motivos). Mas há uma questão que devemos analizar: compramos equipamentos franceses (Helis e Subs), compramos equipamentos russos(Helis, Sistemas de defesa anti-aérea???), estamos comprando embarcações italianas, está faltando comprarmos algo de quem para ficarmos de bem com todos??? O Super Hornet pode estar vindo aí.

    emerson
    Visitante
    emerson

    Estou cansado do FX2. Me nego a comentar os comentários sobre o programa e principalmente sobre a eleição de 2010. Vou esperar os 20 dias e só comentarei a partir de fatos concretos, não de vazamentos. Sobre os F2000, parabéns pelo post. Pensava exatamente nesse problema. Me parece que os F2000 foram adquiridos para voar até até 2015, no limite porque imaginava-se que até lá o FX2 estaria definido. Se no contrato do FX2 definir a chegada dos novos caças até 2015, acho que os F2000 sobreviverão até lá. Caso o Rafale seja escolhido, talvez exista a boa vontade da… Read more »

    Sirkis
    Visitante
    Sirkis

    Saudações!

    Turma, é possível sim manter o F-2000 por mais uma década. O problema é dimdim. Hoje o F-2000 custa quase 20.000 dólares a hora de vôo para 6 aviões. Só temos canhão e míssil de curto alcance. O de médio ainda tá entrando… Para manter o F-2000 por mais tempo encarem isso como mais dinheiro. Será que vale a pena investir rios de dinheiros em um caça temporário? Só a turma do governo acha que sim.

    Boa Tarde!

    Paulo Silva
    Visitante
    Paulo Silva

    A verdade seja dita: estes M2000 são inferiores aos F5 modernizados. O radar não presta, não tem data-link, não pode fazer ataque ao solo e os mísseis não são os top de linha. Bom, então teremos 12 M2000 para voar em todo 7 de setembro.

    Abraços

    Paulo

    emerson
    Visitante
    emerson

    A questão não é manter um caça temporário ou não. Claro que a melhor escolha é um caça novo. O problema é como manter o GDA ativo até a entrada do FX2, em como fazer isso em função dos diferentes modelos considerados pela FAB e o que fazer com o GDA se o FX2 for cancelado. 1) A maioria dos frequentadores (eu me incluo) gostariam que o FX2 fosse concluido. Assim, existem três opções de caças, sendo que o F18 e o Rafale poderão entrar em serviço rapidamente, já o Grippen ainda necessita de desenvolvimento. 2) O F2000 pode ter… Read more »

    emerson
    Visitante
    emerson

    Poxa Paulo, Claro que sabemos que o F5M esta superior ao F2000 exatamente por causa do datalink e por causa do armamento. Mas como o F2000 foi adquirido para servir de tampão até a chegada do FX2, não havia necessidade de modifica-lo. Ainda assim, cada F2000 de Anápolis é superior à maioria dos caças de nossos vizinhos, e é para isso que serve Anápolis. Se for necessário estender a vida dos F2000, talvez seja mesmo necessário uma reforma. Isso faz me lembrar de meu pai e seu carro usado. Ele me diz que não irá comprar pneus novos porque pretende… Read more »

    emerson
    Visitante
    emerson

    Segundo uma noticia que encontrei, em Taiwan o custo da hora de vôo do Mirage2000-5 é de 24.0000 dolares, o que pode confirmar o valor de 20.000 do F2000.

    Agora, não entendi a referencia a 6 caças. Os outros seis estão em manutenção ou estão efetivamente inoperantes?