Home Operações Aéreas Belos deltas sobre o belo Báltico

Belos deltas sobre o belo Báltico

354
61

M-2000 no báltico - foto Armee de lair

Por ocasião da visita do Secretário de Estado para Assuntos Europeus, Monsieur Pierre Lellouche à Lituânia e à base de Šiauliai, o Armée de l´air (Força Aérea Francesa) publicou mais fotos dos caças Mirage 2000 C do esquadrão 1/12 “Cambresis”, desdobrados naquela base para a operação “Air Baltic 2010”. Parte das fotos é do Ministério da Defesa da Lituânia.

Como se vê, o inverno tem sido rigoroso no Norte da Europa. Para saber mais sobre o revezamento de forças da OTAN na defesa do espaço aéreo dos países bálticos, missão atualmente a cargo dos caçadores franceses, clique nos links mais abaixo.

M-2000 no báltico 3 - foto Armee de lair

M-2000 no báltico 4 - foto Armee de lair

M-2000 no báltico 5 - foto Ministerio da Defesa da Lituania e Armee de lair

M-2000 no báltico 6 - foto Ministerio da Defesa da Lituania e Armee de lair

FOTOS: Força Aérea Francesa e Ministério da Defesa da Lituânia

VEJA MAIS:

61 COMMENTS

  1. podem falar o que quiser mas
    se eles fosem a nossa platarforma de supremacía(ums 80 caças) .
    hj a comversa sobre FX-2 seria um caça de 5° e não
    haveria tanto medo do Chavez.

  2. grifo em 27 fev, 2010 às 1:25

    Foi o primeiro a ter a autorização amigo, mas não me leve a mal, vamos deixar o assunto FX2 para as matérias sobre FX2 por favor, afinal assim como eu tem muita gente que não aguenta mais ouvir falar no assunto.

    Forte abraço

    voltando ao assunto…

    que belo avião é esse delta!

  3. Caros Amigos.:

    Um belo avião “monomotor” e se tivéssemos uns 72 caças “Mirage 2000-5” (60 Monoposto e 12 Biposto) divididos em 6 esquadrões, como o amigo já comentou no parágrafo acima nós não iriamos ter medo de vizinho nenhum.
    Bela foto e um belo avião de combate.

    Abraços.

  4. Caro Edmar,

    Talvez seu sonho de uns 80 Mirage 2000 esteja mais próximo que você imagina …
    Eu particularmente sou contra, visto que eles não agregam superioridade aérea contra um SU-30 ou F-16B50. Seria mais a favor de uns 80 Gripen C/D….

    []’s

  5. A terceira foto é muito bacana mesmo!

    Nick, o M2000-5/9 está em pé de igualdade com o F-16B50, e em alguns aspectos tem superioridade, sobre o SU-30 é que complica, porém sendo em número elevado (80) seria superioridade garantida contra qualquer país das americar, fora USA…

    mas como insistem em dizer alguns, ele é caro de manter…, o que eu acho uma bobeira pois se vc precisa de algo que saia do eixo “USA” and Friends, ele é/era um alternativa consolidada, comprovadamente.

    eu sempre achei o F-16 o melhor custo benefício que existe, acho que ele deveria ter side mais “explorado” na nossa concorrência…

    Hoje, penso eu, se os EAU quisessem se desfazer dos seu M2000-9, e pedissem não mais que 25 milhas USD, deveríamos considerar seriamente, para os próximos 10 anos, umas 50 células, 2 reservas, para 4 esquadrões, talvez, contratando a DAssault, já que estaríamos alavancandoo a venda do Rafale aos EAU, conseguindo os códigos do M2000-9 e podendo integrar outros armamentos… com um custo “absorvido” pela Dassault…

    e Daqui a 10/15 anos poderíamos colher os frutos de uma real parceria, hoje, com um caça de 5/6 geração! quem sabe o SU-50 esteja aberto a “investidores”…

    Gastaríamos menos, hoje, 1,2 bilhões, teríamos caças do nível do F-16B50, bem novos, podendo colocar os outros 9 bilhões num projeto e compra de um novo produto! de geração atual! desenvolvido para nossa FA…

    Sonho meu….

  6. pensando do seu modo francisco acho coerente o que vc pos no pos ai em cima mesmo nao sendo fan dos produtos franceses belo modo de pensa!
    sera que tem gente da defesa vendo o blog?
    abraços!

  7. Caro FrancisoAMX,

    Tenho minhas dúvidas da capacidade Mirage2000-5/9 sobre o F-16 B50. Os radares se equivalem RDY x APG68, mas os F-16B50 atuais recebem tratamento de redução de RCS, com 1,2 m2. O Mirage 2000, possui 3,3 m2. Os F-16 atuais operam AIM9-x+AMRAMM C-7, os Mirage 2000-5/9 operam MICA. Ou seja, eu diria que os F-16 possuem um certa vantagem sobre os M2000-5. Mas nada que um melhor doutrina e treinamento não resolvam. Fora que os caças em SI são apenas parte de um Sistema de Defesa.
    Agora, é claro que se recebermos os -5/9 a preço de banana fica dificil recusar. É tudo uma questão de ajustar o Orçamento de Custeio da FAB (bem mais para cima).
    O F-16B50 teria sido uma boa pedida no FX-2, mas alguma coisa deve ter pegado. Especialmente na Tots mesmo que limitado a Fabricação de Asas e partes da célula. Imagine a quantidade de F-16 voando pelo mundo, com o Brasil sendo capaz de produzir sobressalentes para eles…é um grande mercado, que acho que a LM não quis abrir mão.
    Já no F-18 E SH esse problema não ocorre porque só existem 2 operadoes: USNavy e Austrália, ou seja não problemas de o Brasil produzir componentes para o F-18E, só existiria mercado para os produzidos no Brasil mesmo.

    []’s

  8. Caro ChicoAMX , só complementando:

    Apoio seu raciocionio de que deveriamos comprar um caça custo-beneficio agora para o FX-2 e com a diferença, investir pesado em 5ª geração; através de uma parceria Brasil-Russia-India ->PAKFA, Brasil-China -> J-XX, Brasil-Suécia,-> 5ª Geração sucessor do Gripen, ou até mesmo um Brasil-Estados Unidos com o F-35 ou uma versão Stealth do F-18E , o UltraHornet.
    Só preferia uma solução custo-benefício de prateleira, mas nã usados de 2ª mão. Aliás essa solução deveria ser amarrada com o 5ª geração. Nesse caso, se fossemos de F-16 iriamos ou de UltraHornet ou F-35. Se fosse a Russia a Parceria, iríamos de MIG35 para depois ir no PAKFA, se fosse a Suécia, iriamos de Gripen C/D e depois no sucessor. Se fosse a França, iríamos de Mirage2000-9 e depois em um 5ª geração(problema é que não há projeto de 5ª geração com os Franceses).

    []’s

    []’s

  9. O Super Hornet e o Gripen NG tem autorização do governo americano para serem vendidos para o Brasil.

    Ué, o Gripen não era a “escolha independente”?

  10. Essas fotos são mesmo lindas.
    Mas fiquei curioso se essa camuflagem é eficiente no Brasil. Será que não teria sido melhor aplicar a pintura escura dos MirageIII nos F2000?

  11. Uma coisa que me irrita é a falta de padronização de nomenclatura na FAB, MB e EB. Afinal, A1 seria o AMX, daí vem a MB e usa a mesma sigla, sem falar na falta de critério para os aviões da FAB… F2000 para os Mirage2000 foi um exagero, sem falar no C105 para os C-295. Acho que chegou a hora do MD definir uma padrão para a designação das aeronaves de nossas aeronaves.

    que tal uma discussão sobre isso, torcendo para que alguém no MD tome a iniciativa?

  12. “Ué, o Gripen não era a “escolha independente”?”

    Qualquer um dos três tem que pedir a benção ao Tio Sam. Mas o Tio Sam não via abençoar o Rafale se a França tentar ganhar com gol de mão.

  13. Qualquer um dos três tem que pedir a benção ao Tio Sam. Mas o Tio Sam não via abençoar o Rafale se a França tentar ganhar com gol de mão.

    Se é assim por que os americanos simplesmente não proibem a França de vender o Rafale? Daria menos trabalho do que ficar trazendo porta-aviões para cá.

  14. Chicão,

    se o problema é dar a benção, eu tenho um potinho de água benta aqui, benzida e tudo o mais…hehehe

    brother, virou comédia isso aqui.

    Eu me esfoço para só continuar na pipoca e não comentar muito, mas tem hora que não dá pra perder a piada…hehehe

    abração bro!

    ps. Mas vou voltar pra pipoca (em duas semanas, mais ou menos, o FX2 se resolve…depois combinamos aquele churrasco….não esqueci, não. E o Thierry já prometeu a Champagne “nacional”, diretamente de Paris…hehehe)

  15. Hornet em 28 fev, 2010 às 2:01

    “vou voltar pra pipoca (em duas semanas, mais ou menos, o FX2 se resolve…depois combinamos aquele churrasco….não esqueci, não. E o Thierry já prometeu a Champagne “nacional”, diretamente de Paris…hehehe)”

    Boa Hornet. Como bom gaúcho, sou parceiro para a churrascada.
    Na Páscoa devo ir passar uns dias de descanso no RJ.
    Abrs.

  16. Tales,

    sem dúvida que vc estará na churrascada!

    Eu sou do interior de SP, quando vier para essas bandas, dá um aviso que combinamos uma cerveja, ok?

    abração bro!

  17. “Se é assim por que os americanos simplesmente não proibem a França de vender o Rafale? Daria menos trabalho do que ficar trazendo porta-aviões para cá.”

    Caro Fsinzato, no dia em que a França conseguir vender um Rafale, aguarde o pedido de exportação de componentes chegar para aprovação no congresso americano. Ou você acredita que o Rafale é “100% francês”?

    Claro que negar permissão de exportação é um algo muito sério, ainda mais para um país aliado como a França. Mas o Jobim foi lembrado que se ele tinha planos de escrever o seu relatório “técnico” desclassificando o SH e o Gripen NG por terem componentes americanos, que pensasse duas vezes.

  18. Caro Francisco AMX, o tempo é o senhor da razão. Quando dizíamos aqui que o Rafale tinha ficado em último no relatório da FAB, que era tecnicamente o pior caça, que o custo total era duas vezes maior, que a transferência de tecnologia era para lá de restrita, me lembro de você rindo da mesma forma. Aí as coisas aparecem…

    Não duvido que logo mais a imprensa publique uns dois ou três componentes do Rafale que precisam da benção do Tio Sam. Aí vamos poder brindar com Caracú mais uma mentirinha francesa aparecendo.

  19. Perfeitos comentários meu caro Grifo. De fato, o tempo, o senhor da razão, até hoje só contrariou a turminha da JACA, rsrsrs… E virão mais por aí.

    Sds.

  20. Grifo, até agora só saiu boato! diz que me disse! me prova o contrário!? conversa mole isso sim tem bastante! além do mais não dei risada nenhuma! até critiquei bastante, dando algum crédito, e tenho feito isso desde então, “contrariando” até um dos editores…
    Na boa se tu acha que a FAB é capaz de classificar caças magnificamente, dando “uma voltinha” como fez, sem nunca na história deste país ter possuído um caça de desempenho e equipagens similares aos concorrentes, tu é muito inocente! a India que está acostumada com caças de alto desempenho está fazendo um trabalho minucioso, testando exaustivamente as aeronaves! aqui a FAB já vem de carta marcada faz tempo… qual a intenção dela? eu sei e vou guardar para mim! não sou mais “menino” criado a Ovomaltine! faz tempo… também tenho minhas fontes meu amigo!

    Felipe, uma hora o GF é corrupto, agora, as fontes que tu confia, estão dizendo que o NJ jogou a toalha pq os franceses não melhoraram o preço??? então o NJ é um estadista??? é isso! o cara não é mais corrupto??? te decide! pois a “turminha” aqui está confusa!

    Saudações !

  21. Caro Grifo provavelmente os engenheiros franceses fizeram o uso de algum “chip” americano, simplesmente porque servia e estava disponível. Mas se for por esse lado a maioria das armas e equipamentos americanos também não seriam 100% “made in usa”, pois há muitos “chips” e componentes fabricados em outros países. Só como exemplo, durante muitos anos os “chips” do sistema de guiagem dos ICBMs americanos eram fabricados no Japão e aparentemente isso nunca preocupou os americanos.
    Além disso boa parte dos “chips” já pode ser considerada uma commodity. Em projetos meus de eletrõnica, quando comprava os “chips” às vezes estes vinham de Taiwan, outras da Malásia, China… Até os russos usam “chips” de tecnologia americana em alguns de seus misseis, mas “chips” comerciais, que seriam até complicados para os americanos embargarem para algum país, por terem amplo uso comercial. Além de em muitos casos fabricados também em outros países.
    E mesmo que os americanos embargassem algum componente do Rafale, vc acha acha que os franceses não seriam capazes de desenvolver um substituto? Caso fosse necessário?
    E por último seus argumentos mostram que o sapo barbudo está certo em querer limitar ao máximo a dependência tecnológica dos americanos, para não ter que ficar pedindo “benção” ao congresso americano como aconteceria com o SH e a “pulga” sueca. Só lamento que tenham tirado o Su-35 da disputa.

  22. “E por último seus argumentos mostram que o sapo barbudo está certo em querer limitar ao máximo a dependência tecnológica dos americanos, para não ter que ficar pedindo “benção” ao congresso americano como aconteceria com o SH e a “pulga” sueca. Só lamento que tenham tirado o Su-35 da disputa.”

    Grifo, com esta vc tem que rever seus conceitos! rsrsrsrs

    Perfeito Fmonteiro! todo o coment! mas eles sabem disso! é que estes argumentos são os que eles mais temem! a SAAB, hoje, é uma mera montadora de caças! uma EMBRAER nórdica!

  23. “Caro Grifo provavelmente os engenheiros franceses fizeram o uso de algum ‘chip’ americano, simplesmente porque servia e estava disponível.”

    Não, nada disso.

    “E por último seus argumentos mostram que o sapo barbudo está certo em querer limitar ao máximo a dependência tecnológica dos americanos, para não ter que ficar pedindo ‘benção’ ao congresso americano como aconteceria com o SH e a ‘pulga’ sueca.”

    Caro FMonteiro, a única forma de se reduzir dependência tecnológica é ter uma indústria nacional forte. No entanto o que está se planejando é dar uma “banana” para a indústria brasileira de defesa e nos tornarmos totalmente dependentes da França – e sem deixar de pedir a benção para o Tio Sam.

  24. Francisco AMX em 28 fev, 2010 às 12:36

    Não esquenta gaudério…
    QUASE NADA do que foi publicado até agora tem confirmação OFICIAL…
    Os únicos fatos incontestáveis, por terem sido publicamente postados nos comentários foram:

    1º) O Felipe manifestou e propagandeou sua postura anti-PTralha salvacionista;
    2º) O Felipe revelou certa simpatia com o Rafale;
    3º) O Zé veio falar em escala…
    4º) Depois que o Lula anunciou a aquisição do Rafale em 07 de set., o Felipe passou a ser contra o mesmo, chamando-o que “queijo fedido”;
    5º) O Zé veio falar em escala…E no Hornet e SH…
    6º) O Felipe saiu do armário e confessou ser um “ex-comunista”(existe isso?), ex-filiado a partido de esquerda radical;
    7º) O Zé veio falar em escala DE NOVO…
    8º) Concomitantemente, muitos começaram a questionar o preço e o valor da manutençãodo Rafale, principalmente a grande expert da “FALHA” de SP (a CanCan…);
    9º) O Zé veio falar em escala DE NOVO…
    10º) o Bosco, que já tinha manifestado uma simpatia com o Rafale, passou a defender ferrenhamente o SH, inclusive sustentando – com alguns bons argumentos, diga-se de passegem, como no caso do AIM-120C – e outros nem tanto, como no caso do RCS, que o F-18 era superior ao F-3 na arena ar-ar);
    11º) o Gripinho, que vinha perdendo simpatizantes até do velhaco F-18, começou a ganhar força e uma legião de adeptos, entre os quais o Felipe e o Grifo – claro – mais o Sirkis;
    12º) Pareceu o Lecen apoiando a MONARQUIA (tudo a ver com um blog de aviação) e o F-15 para o FX-2 (vai gostar de coisa velha assim em museu…rsrsrsrs).
    13º) o Felipe mudou a designação do Rafale para “JACA”;
    14º) o PAK-FA voou e o Felipe quase teve um ataque, um piripaque ou um surto: PROMETEU VOTAR NA DILMA ESCOPETA caso a ministra comuna escolhesse o protótipo russo!!!
    15º) como a Dilma Escopeta não se manifestou, o Felipe passou a defender a extinção do FX-2;
    16º) o Grifo continuou a defender o gripen, mas adotou o avatar que ele entende como sendo aquele que representa a parceria estratégica Brasil-França: o rótulo da cerveja CARACU;
    17º) o Galante, fã do vespão, disse que não ia mais postar sobre o FX-2;
    18º) o Sirkis ainda não deixou as ironias de lado, nem revelou suas pretensas e “importantes” fontes, mas avisou que ia jogar a toalha…
    19º) O Zé não apareceu mais pra falar em escala…

    POIS É: numa coisa essa turma está certa: O TEMPO É O SENHOR DA RAZÃO…

  25. Hornet em 28 fev, 2010 às 7:02

    “Eu sou do interior de SP, quando vier para essas bandas, dá um aviso que combinamos uma cerveja, ok?”

    É meio difícil eu aparecer por Campinas ou pelo interior de SP. Apesar de eu não conhecer a cidade, costumo ter outras preferências de destinos turísticos.
    Mas, talvez, algum dia eu vá conhecer Campos da Jordão e compará-la com a nossa Serra: Gramado/Canela/Caxias do Sul/Bento Gonçalves.
    Mas se tu vieres a PoA qq hora, avise-me que vou te levar na melhor churrascaria daqui, por minha conta!
    E vais ter que experimentar um “costelão de 12horas” e um “javali com creme de amoras”…
    Abração!

  26. Tales,

    hehehe…o melhor comentário que li aqui no blog este ano. Fantástico! Muito bem colocado e muito bem humorado. Parabéns!

    abração

  27. Tales,

    com certeza, quando eu for para o sul eu lhe aviso (e ao Chico também) e combinamos algo.

    Voltando ao seu comentário anterior: parabéns de novo! Muito bom!!!

    abração

  28. Caros Amigos.:

    O “Mirage 2000-5/9” é superior ao “F-16 B50” e também posso dizer que em até em termos de manobrabilidade o “Mirage 2000-5/9” é melhor.
    Esses “Mirage 2000-/9” seriam temidos no cenário sul-americano.
    E digo mais, os “SU-30” da Venezuela são bons aviões (sem dúvida) mas, eles são a versão mais simples da família “SU-30”.

    Abraços.

  29. Grifo, sei que não temos nenhuma desavença, e quero pactuar assim! estou numa campanha de “boas relações”, então, para não sairmos do prumo, quero que fique claro! se teus argumentos forem os que ficarão consolidados, assim como os do Felipe entre outros, serei o primeiro a parabenizá-los, e não vou, de forma alguma exorcisá-los se for o contrário! continuem com sua luta! assim aprenderemos mais! não pensem que não aproveito algo dos seus posts! nunca acreditei na verdade absoluta de como os homens operam e usam seus meios! prefiro ficar no fato concreto mesmo! e neste caso considero Rafale a melhor aeronave e o melhor para o Brasil! menos riscos! é mais caro, sim, mas vale cada centavo! porém, se o SH levar não ficarei triste… pelo contrário… um alinhamento com o tio Obama me agrada! e mesmo se der o NG vai ser o caça mais show que não existe do mundo! pode apostar!

    Saudações amigo!

  30. “Grifo, sei que não temos nenhuma desavença, e quero pactuar assim!”

    Caro Francisco AMX, como dizia o saudoso Tancredo Neves, “não são os homens, mas as idéias que brigam”. Ou no caso aqui, são os vetores que brigam 😉

  31. Hehehe, Tales, muito bom seu comentário (divertido), mas eu sempre defendi o Gripen, e nunca fui simpático ao Rafale para o Brasil. Gosto do Rafale como aeronave, apenas. Mas que ele é uma jaca, isso é. Pra mim é como o DeLorean, um carro fantástico, fora de série, à frente de seu tempo, mas que por isso mesmo se transformou numa JACA para os que o compraram, apesar da propaganda do Spielberg.

    Quando da Lulada do 07/09 achei que a coisa tinha finalizado, até parabenizei o Chicão e outros rafalecheiros. Mas quando veio o desmentido do NJ, verificou-se que o FX2 limpo e exemplo pro mundo, que todos nós esperávamos, não existia mais (se é que existira).

    Por fim, falei que votava na Escopeta se ela comprasse T-50 por pura brincadeira, rsrs. Mas se ela comprar F-35… 🙂

    Abs.

  32. Felipe Cps em 01 mar, 2010 às 13:14

    (…)

    Por fim, falei que votava na Escopeta se ela comprasse T-50 por pura brincadeira, rsrs. Mas se ela comprar F-35…

    (…)

    O voto é secreto. Não confio no lado negro da força! Seu sith! 🙂

    []s

    PS: brincadeira Felipão…

  33. Felipe Cps em 01 mar, 2010 às 13:14

    Flw Felipe.
    Política à parte, é sempre BOM que alguém faça algum contraponto.
    Afinal, como dizia o Nelson Rodrigues: toda unanimidade é burra.
    Se qq dia destes apareceres por estas “plagas distantes”, avise que o churrasco é por minha conta!
    Abrs.

  34. Francisco AMX em 01 mar, 2010 às 12:46

    Abraço do tamanho do Rio Grande gaudério.
    Curiosidade: tu és vermelho? (Não estou me referindo ao comunismo…ehehheh)

  35. Felipe Cps em 01 mar, 2010 às 13:14

    “Por fim, falei que votava na Escopeta se ela comprasse T-50 por pura brincadeira, rsrs. Mas se ela comprar F-35…”

    Deixando as brincadeiras e os convites de lado, CONCORDO PLENAMENTE contigo quando afirmas que o F-35 terá algumas tecnologias muito interessantes, superiores, inclusive, em MUITOS aspectos ao F-22.
    A questão que tem que ficar clara em relação ao F-35 é o grau de comprometimento da sua furtividade, dependendo do ângulo de aspecto (lembras daquele estudo australiano – publicadao aqui mesmo no blog – afirmando que somente o RCS frontal e lateral do F-35 eram do mesmo nível do F-22?).
    Pois é… Aí pode estar um calcanhar de Aquiles. Mas que é uma “baita” máquina ninguém duvida. Superior a qq vetor dos 3 finalistas do FX-2.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here