sábado, maio 15, 2021

Gripen para o Brasil

Itália vai co-produzir SDBs

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

SDB

A Oto Melara e a Boeing Defense Space & Security assinaram um contrato de US$ 34 milhões para a co-produção na Itália de 500 Small Diameter Bomb I (GBU-39) e 50 casulos quádruplos BRU-61/A.

As SDB I são bombas de 250 libras de altíssima precisão, guiadas por GPS. Elas incorporam um invólucro de aço, uma ogiva explosiva de fragmentação e asas para aumentar seu alcance.

050929-F-0000R-001

050929-F-0000R-002

SAIBA MAIS:

- Advertisement -

6 Comments

Subscribe
Notify of
guest
6 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Eu não sabia

O dos franceses é melhor

Danilo

E o Brasil de AIM-9B !

pois é !

Bosco

Outra característica dessa bomba é ter uma espoleta de proximidade por RF integrada que possibilita a opção de explosão no ar, aumentando o efeito contra “alvos moles” de área. Fora que possui uma espoleta inteligente para impacto/penetração. Interessante que essa bomba foi concebida não para reduzir os danos colaterais e sim para que pudesse ser transportada em maiores quantidades, inclusive dentro do compartimento de armas do F-22 e do F-35. Embora seja leve (250 lb ou 113 quilos) ela tem um poder de penetração equivalente a da BLU-109 de 2000 lb. Também seu explosivo é 4 x mais energético que… Read more »

Hornet

aproveitando a deixa, um off-topic:

“Israel informou os Estados Unidos que compra o F-35 somente se metade dos aviônicos for de origem israelense”

http://pbrasil.wordpress.com/2010/01/20/israel-informou-os-estados-unidos-que-compra-o-f-35-somente-se-metade-dos-avionicos-for-de-origem-israelense/

abraços a todos

Goiano

Defesa: Americanos oferecem parceria com Embraer e adoção de penalidades “severas” se não transferirem tecnologiaBoeing melhora proposta para vender seu caça Cristiano Romero, de Brasília 21/01/2010 Texto: A- A+ Em clara desvantagem política na disputa pelo fornecimento de caças ao Brasil, a Boeing decidiu melhorar sua proposta ao governo brasileiro. Sem fazer alarde, a empresa americana apresentou à Força Aérea Brasileira (FAB), no dia 9 de dezembro, oferta para que uma nova geração de caças seja desenvolvida em conjunto com o Brasil. Além disso, comprometeu-se a adotar, no contrato de venda dos aviões, “penalidades severas” caso não haja transferência de… Read more »

Sirkis

Saudações!

Em vez de um A-7 como alvo, poderia ser um Rafale!

Boa Tarde!

Reportagens especiais

Cavanaugh Flight Museum – parte 2

Na parte externa o Cavanaugh Flight Museum tem aeronaves interessantes da Guerra Fria, como o F-105, F-104, MiGs 15,...
- Advertisement -
- Advertisement -