domingo, maio 9, 2021

Gripen para o Brasil

Acordo Embraer com banco chinês para financiamento de aviões – a visão portuguesa

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

vinheta-clippingA Embraer anunciou um acordo com o China Development Bank (CDB) para financiamento de aeronaves, que poderá ascender a 2,2 mil milhões de dólares (1,48 mil milhões de euros), nos próximos três anos.

O acordo tem como objectivo aumentar as oportunidades de aquisição de aeronaves da Embraer, “focado no desenvolvimento da aviação regional na China”, salientou o fabricante brasileiro num comunicado.

O memorando de entendimento foi assinado entre o CDB Leasing, com sede em Shenzhen, a maior companhia financeira de leasing do CDB e uma das mais importantes instituições internacionais de financiamento de aviação.

Recorde-se que a Embraer é, em consórcio com a EADS, o maior accionista da portuguesa OGMA, detendo ambos 65 por cento do capital daquela empresa portuguesa.

O Estado português detém os restantes 35 por cento da OGMA, através da “holding” Empordef.

FONTE: Opção Turismo

SAIBA MAIS:

- Advertisement -

2 Comments

Subscribe
Notify of
guest
2 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
motta_eiras

2,2 mil milhões = 2,2 bilhões é isso ou os mil estão sobrando?

Sds

Fernando "Nunão" De Martini

Sim Motta, é bilhões. Língua portuguesa do outro lado do Atlântico.

Reportagens especiais

Apresentação do Gripen E na Suécia: por hoje, vamos de maquete

Amanhã, mostraremos o avião de verdade, o protótipo 39-8 da nova geração do caça da Saab - Fernando "Nunão" De Martini Por volta...
- Advertisement -
- Advertisement -