quarta-feira, abril 14, 2021

Gripen para o Brasil

Fulcrums, Hornets e Eagles combatem sobre a Malásia

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

MiG-29 Malaysia

É o exercício “Cope Taufan”, que vai de 9 a 20 de novembro

Nos próximos dias, pilotos dos EUA e da Malásia vão combater nos céus malaios no exercício “Cope Taufan”. Os F-15 Eagles do 67º Esquadrão de Caça (67th Fighter Squadron) que opera atualmente a partir da Base Aérea de Kadena, no Japão, deslocaram-se para TUDM Butterworth, na Malásia, para exercícios com os  MiG-29 Fulcrums e F/A-18 Hornets da Real Força Aérea Malaia. Além dos combates, serão trocadas experiências técnicas e de procedimentos para reforçar a interoperabilidade e cooperação entre as duas forças.

F-18 Malaysia

O Tenente Coronel Novotny, comandante do 67th FS, admite que para vários pilotos do esquadrão será a primeira vez em que voarão junto a caças malaios e que “treinar contra o MiG-29 é uma experiência única na vida”. Exercícios conjuntos das forças do Pacífico da USAF com a Real Força Aérea Malaia vêm desde o início da década de 1980.

F-15C 67th Fighter Squadron

FONTE / FOTO DO F-15 (67th FS em Nellis): USAF

NOTA DO BLOG: o site da Revista Asas informou, recentemente, que a Malásia deverá vender seus MiG-29 em 2010. Notícias de dificuldades na manutenção da frota já haviam sido publicadas na Alide. No informe da USAF sobre o exercício na Malásia, nada foi citado sobre os Su-30 MKM, também operados pela Força Aérea Malaia, e que já foram notícia no Blog do Poder Aéreo (clique nos links desta nota para acessar as notícias citadas).

- Advertisement -

6 Comments

Subscribe
Notify of
guest
6 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
carl94fn

Mig-29, Su-30 e F-18 nada mal é uma força área para se respeitada!
Mas vejamos como vão se sair contra os F-15.

(tomara que o Su-30 participe também)

sds

Felipe Cps

O Fulcrum é lindo, uma das mais belas aeronaves jamais projetadas.

E quem disse que um país não pode ter armas soviéticas e americanas ao mesmo tempo?

Sds.

PS: Sem querer ser preciosista, mas acho que não é possível pluralizar o substantivo “Fulcrum” sem passá-lo para o vernáculo. Da forma que está (“Fulcruns”) entendo estar errado, o mais correto em meu ver seria “Fulcrum´s”.

Justin Case

Concordo com a solução, Nunão.
Gramaticalmente, em Português, abreviaturas (entre estas os acrônimos) não têm plural.
Em Inglês, ao contrário, utiliza-se o ‘s para indicar o plural quando se usam abreviaturas e acrônimos.
Das palavras por extenso, como Fulcrum, os plurais são os normais de cada língua.
Obs.: alguns termos oriundos do latim podem receber tanto o plural do latim como plural na forma nacional: datum – data
Abraço,

Justin

Como você disse, voltemos aos aviões e ao exercício…

(Justin Case supports Rafale)

casag

Nunão,

Este Cel. Novotny tem o mesmo nome de um dos maiores ases da Alemanha na Segunda Guerra. Uma verdadeira lenda só terminada a fase viva a bordo de um Me 262.

Aliás, dizem, os ingleses “amaldiçoaram” o próprio camarada que o abateu.

Será um parente?

Combates Aéreos

EUA querem saber se Paquistão usou jato F-16 para derrubar MiG-21 indiano sobre a Caxemira

A demanda segue o alívio de tensão na região disputada da Caxemira Os Estados Unidos estão tentando descobrir se o...
- Advertisement -
- Advertisement -