sexta-feira, abril 16, 2021

Gripen para o Brasil

O francês perdeu pontos

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

A escolha do caça supersônico que deverá equipar a Força Aérea Brasileira voltou a ficar embolada. Depois de um anúncio prematuro do presidente Lula dando como certa a opção pelo Rafale, da francesa Dassault, as exposições feitas na semana passada por todas as concorrentes em duas audiências no Congresso fez com que o favoritismo dos franceses voltasse a ser questionado.

A Dassault, que afirmava que seu avião era 100% francês e que estaria disposta a fazer uma ampla transferência de tecnologia foi defrontada com alguns dados inconvenientes. Claramente municiados pela sueca Saab, que produz os caças Gripen, alguns deputados questionaram dois pontos importantes. O representante da Dassault teve de admitir que seu avião utiliza componentes suecos e disse que só seria viável fabricar os aviões no Brasil se a encomenda fosse superior a 120 unidades. Os suecos dizem que podem fabricar os Gripen aqui com a encomenda prevista de 36 aeronaves.

Já o representante da Boeing colocou em dúvida o alcance da transferência de tecnologia oferecida. Brincando, disse que o governo brasileiro pode ter acesso a toda a tecnologia dos F-18, desde que compre a Boeing. Falando sério, alertou para o perigo de concentrar em um único país todo o fornecimento de seu material bélico. A França acabou de assinar a venda de submarinos e helicópteros para o Brasil.

No governo comenta-se que, em sua viagem à Suécia, Lula teria gostado do que foi mostrado pela Saab para vender os Gripen. Mesmo assim, os Rafale, por motivos políticos, seguem como favoritos. Mesmo que, tecnicamente, a Força Aérea tenha se mostrado mais favorável ao F-18 da Boeing e a Embraer, futura parceira tecnológica de quem vencer a licitação, prefira o sueco.

FONTE: Marcelo Onaga / Portal Exame / COLABOROU: Menezes

- Advertisement -

75 Comments

Subscribe
Notify of
guest
75 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Rodrigo

No fim só quer o Rafale o Lula e o NJ. Será que só eu vejo que tem algo errado nisto ?

Soldier

Que rolo… Más é assim mesmo. Um decisão dessas…

boa-vida

Considerando que no FX-2 a FAB definiu exatamente que tecnologias ela quer ter acesso, falar sobre o assunto é meio desnecessário para quem não conhece o teor do pedido. Os três fabricantes, seguramente, estão dispostos a pelo menos “garantir” que a FAB terá acesso ao que pediu. E isso é o “tudo” a que eles se referem, seja “irrestrito” ou “necessário”. Algumas tecnologias podem até não ser sobre o caça em si. Agora, é bastante óbvio que cada uma das escolhas pode ir além e naturalmente nos dar um pouco mais (ou menos) do que pedimos, pela própria natureza de… Read more »

R. Delilian

Sinceramente… Já acho que o Lulla deve ter se arrependido de anunciar o suposto vencedor, sem antes, ver até onde as concorrentes chegariam, e sem antes ouvir os tecnicos do processo. O Principal ponto quanto a transferencia de tecnologia, já vinha sendo questionado neste blog, pois já era sabido que o Rafale tinha tecnologia de outros paises, entre eles os EUA e a Suécia, ou seja, o termo irrestrito dos Franceses nunca foi pra valer… Em um outro post nao me lembro qual agora um leitor já havia sabiamente falado sobre o risco do Brasil deixar a França como seu… Read more »

CorsarioDF

O F-X 2 é o famoso samba do Crioulo Doido!!!

Esse é o Brasil!!!!

Agora se a informação anterior que o EUA comprariam 150 ST e 50 (+100 opções) do KC-390, não há nem o que discutir… Se bem que entre os três eu prefira o Grippen. Mas sou uma viúva confessa dos Sukhoy!!!

Sds.

Paulo Renato

Caro R. Delilian em 20 out, 2009 às 14:55, Belo comentário, se for isso mesmo que vc menciona no seu comentário sobre os componentes que compõe o Rafale não são exclusividade da França, fica claro que eles não são confiáveis. Então se for realmente verdadeira a proposta da Boeing, então podemos concluir que o FX2 já está definido para os EUA. Que nãos eria problema algum para a FAB, acho que o s EUA não vão qualquer embargo em relação ao Brasil até pq temos vários equipamentos militar americanos por aki há vários anos. Como já foi noticiado a pressa… Read more »

FN

É claro que os franceses perderam muitos pontos com as propostas dos outros 2 concorrentes, que de fato parecem bem melhores. Mas a proposta americana não é oficial (ainda), e a proposta da Suécia é de um caça de papel (ainda) que ninguém sabe se vai te compradores além do Brasil caso seja feito o acordo, ninguém sabe mesmo!!!

No final até agora é a França quem tem mais pontos, com todo seu pacote estratégico helicópteros, submarinos, e talvez muito mais, e isso é um pequeno fato.

E sds a todos nós petralhas-bolivarianos, mesmo que nós não sejamos…

RenanZ

Lá vem a pizza…..

Erich Hartmann

Os franceses se acomodaram com anúncio de 7/09/2009…e os concorrentes estão “comendo pelas beiradas” e já indo para o centro do bolo…infelizmente(embora Grippen NG talvez forneça uma boa parceria..) para a nossa independência como nação que almeja de fato ser um dos pilares do desenvolvimento econômico mundial neste século (Chamados BRICS).

Luiz Antônio Cavalcanti

Galera, Continuo em dúvidas sobre a utilidade do KC-390 para os EUA. Eles transportam muito material em cada missão logística, será que o futuro cargueiro da Embraer vai adiantar pra eles? Qto aos ST, até acho que seja útil, sim, nas operações aeronavais costeiras, e eles já estão testando um ST há um ano. Acho que daqui a pouco eles vão dizer até que vão comer purê de jiló e que os Irmãos Wright não eram de nada, só pra poder vencer esse FX-2… Vai ser um jogo cada vez mais pesado. Até o Gripen está no páreo ainda. Fortes… Read more »

Leo Rezende

Quanta patifaria…agora o gato subiu no telhado! Que vontade de ver um HI-LO com SH e Gripen,vendendo produtos embraer para ambos, absorvendo tecnologia Gripen e vendendo e se tornando fornecedor dos E.U.A., e o melhor de 2 mundos. Essa papagaiada de que um pais vai ser mais bonzinho do que o outro , nos dando determinada vantagem em TT e conversa p boi dormir. Paises tem interesses , não amigos. E do nosso interesse aviões multirole em quantidade suficiente pelo melhor preço.Alguem duvida que isso significa HI-LO SH/GRIFO??? So as viuvas do SU 35(belissima aeronave!) e os apreciadores de escargot(… Read more »

ze

SENHORES, JÁ ESTÁ MAIS DO QUE CLARO QUE O ABACAXI VOADOR FRANCÊS VAI GANHAR.

NÃO PORQUE É O MELHOR, MAS SIM PORQUE O LULA ASSIM QUER.

LEMBREM-SE: QUEM MANDA NESTA JOÇA É O PRESIDENTE DA REPÚBLICA.

O CONSELHO SÓ SERVE PARA EXPOR SUAS IDEIAS PARA O LULA E MAIS NADA.

Wesley

Vcs criticam o Lula mas não adianta nada comprar os aviões e não levar a questão politica em conta, ela é tão importante quanto a técnica, não estou defendendo o governo só acho que deve-se olhar os dois lados.

Marcelo Tadeu

Pessoal,

Nenhum avião é 100% de um único país. Esta história de comprar 150 ST e KC-390 é balela. Como disse o meu amigo Cadu. O anúncio dos Rafales foi pra mexer nas propostas, todo mundo baixou a bolinha. No fim vai dar RAFALE no valor que a Força Aérea Francesa comprou.

SDs,

Esdras

Uma coisa certa que o Lula está fazendo, é colocar o assunto para apreciação do congresso, porque irá livrar ele de acusações de “gastos desnecessário” como alguns politicos gostam de jogar na midia leiga para leitores leigos.
Da forma atual a decisão fica em grupo o que dá mais sustentação ao governo e menos questionamento.

Caetano

Eh impressionante o poderio bélico americano até na batalha de informações, pois a cada dia que passa surge uma nova informação na imprensa com o objetivo claro de desmerecer o vetor francês. O qual segundo essas matérias tendenciosas, só têm defeitos…” não é 100% francês, pois têm tecnologia americana, inglesa, sueca, marciana, e sei lá mais o que…e o Sh tornou-se o melhor vetor americano de todos os tempos, o que apresenta a manutenção mais barata, o mehor radar, etc… Eh claro que o Sh é um excelente vetor, o Gripen tbm eh e o NG será melhor ainda, e… Read more »

storm

OFF Topico: Chile sedia operação Salitre II com participação da FAB, e o “Peru não gosta” O exercício aéreo Salitre II teve início no norte do Chile, com a participação de mais de 400 soldados das forças aéreas de Argentina, Brasil, Estados Unidos e França, além de 1.400 oficiais chilenos. Salitre II, que terminará no dia 30 de outubro, simulará uma coalizão internacional, sob mandato das Nações Unidas, realizando operações combinadas para obrigar um país que violou as normas internacionais a respeitar a regulação, segundo a Força Aérea do Chile (FACH), em seu site. Algumas autoridades peruanas interpretaram o exercício… Read more »

Tanus

Todas as propostas são ótimas, mas me parece que escolher qual é a melhor para nós passa pela seguinte questão: quais são os nossos planos?

O governo fala que a transferência de tecnologia é para construir um caça nacional, mas quando vamos construir o caça?
Daqui 10, 15, 20 anos?

Vamos construir sozinhos ou queremos um parceiro?

Será um caça stheal?
Será um UCAV?

Justamente estas informações estão faltando. A proposta mais adequada só será considerada nestes termos em função do que desejamos fazer depois.

E então quais são os nossos planos?
Alguém tem essa informação?

Paulo Renato

Acho que pode se mudar a visão sobre os Rafales !!! O Presidente pode ter sua opinião final e quem decide tb é ele, mas quem sofre pressão tb é o Presidente. Se os americanos apresentarem uma boa proposta e o a comissão achar que o SH é o melhor acho que o Presidente pode ceder. Não sabemos na verdade o que foi proposto para o Governo Brasileiro, mas se for verdade o que foi postado é uma proposta muito boa e ainda digo que mesmo que os EUA não compre o KC390 pode muito bem oferecer para os Países… Read more »

emerson

Me incomoda o partidarismos (ou antipartidarismo em relação ao PT) de muitos comentaristas desse blog. Temos que olhar para trás e entender o processo do FX2. Me parece que quando Sarkozy veio ao Brasil, tanto Saito quanto Lula e Jobim já sabiam que as propostas poderiam ser melhoradas. Lula, com apoio de Saito e Jobim conseguiu que a Dassult refizesse a sua proposta, ao indicar claramente que era muito cara, a despeito da qualidade do aparelho. Sarkozy rapidamente se movimentou e redirecionou a proposta francesa. Isso fez com que tanto a Saab quanto a Boeing também apresentassem novas propostas, muito… Read more »

R. Delilian

Paulo Renato em 20 out, 2009 às 15:07 Sim… o Rafale, é totalmente produzido na França, porem algumas partes e algumas tecnologias sao importadas… o sistema de navegação é americano, esta no sitema “by wire” nao sei se escrevi certo, mas a grosso modo eh uma parte do conjunto de sistemas que dá estabilidade ao avião…. Não que a França nao tenha capacidade de assimilar e produzir tal teconlogia, simplesmente não foi viável economicamente para eles. Tambem não quer dizer que a Suécia irá vetar tais pontos por vingança, mas os EUA… Caetano em 20 out, 2009 às 15:54 Seu… Read more »

FN

De fato existe tecnologia americana nos Rafales, mas aí tenho algumas perguntas: 1 essa tecnologia pode se substituída? 2 os americanos ousariam fica entrem duas grandes nações Brasil e França, pra depois sofrerem retaliações, dos dois?! 3 os americanos estão dispostos a mais um grande vexame perante o mundo, ao interferirem em um provável acordo Brasil/França, estão prontos para o desgaste político? Tudo é muito relativo eles já não tem aquele poder todo, ou melhor os outros é que aumentaram seu poder… o mundo não é tão simples como na guerra fria, agora as coisas devem se pensadas muito bem… Read more »

JP

Da Folha Online Comandante da Aeronáutica diz que decisão sobre caças sairá em novembro MÁRCIO FALCÃO da Folha Online, em Brasília O brigadeiro Juniti Saito afirmou nesta terça-feira que a decisão do Comando da Aeronáutica sobre as propostas de caças ao Brasil sairá em novembro. “Já estamos ultimando as conversas. A decisão fica para novembro”, disse ele ao chegar para a cerimônia de posse de José Múcio Monteiro como ministro do TCU (Tribunal de Contas da União). Segundo ele, a comissão que elabora um relatório final de análise técnica das aeronaves concorrentes ainda não entregou sua avaliação. Os três concorrentes… Read more »

paulo victor

E a novela continua…

sonic wings

Luiz Antonio, Agora vc lembrou de um ponto importante nesta negociação: [os Irmãos Wright não eram de nada] Pra fechar com os Yankees, deverão se desculpar por escrito de toda essa baboseira de que foram eles os inventores do avião, reconhecendo publicamente em assembleia da ONU que o avião voado por eles foi catapultado, com condições de vento acima do reconhecido e ainda com apenas 5 muleques assistindo a “façanha”. Enquanto que nosso Santos Dummont sobrevoava Paris em vôo homoogado e acompanhado por auditores com condições climaticas ideais e sem o uso de catapultas. Sem isso, nada de Super Hornet… Read more »

FN
Chacal

Com catapulta até vaca “avUa”!!!!!!

FN

Acho que isso é sem o novo radar e com o míssil mica… Mas sinceramente não tenho certeza!!
sds

sonic wings

Este é o projeto de um amigo meu, réplica que segue as mesmas especificações e materiais do projeto original, agora pergunta se tem alguma pipa dos Wright que voam nestas condições.

Abs

http://www.youtube.com/watch?v=0Jk0haC3-oQ&feature=related

Felipe Cps

Xiiii, como antevisto, ficou para novembro…

Paulo Renato

Meu caro R. Delilian em 20 out, 2009 às 16:16, Meu caça de escolha é o SU35 sou uma viúva Russa, mas entre os 3 não gostaria de ver o Rafale. Não sei se os Americanos vão querer realmente fazer algum embargo em relação ao Brasil sabendo que somos uma nação pacífica. Eles tem grandes interesses em energia e outros recursos e podemos ser grandes fornecedores deles por muito e muitos anos. A França tb não poderia fazer algum embrago ao Brasil, acho que sim !!! Não acredito muito nos Franceses, como não acho certo ficar totalmente nas mãos dos… Read more »

sonic wings

Voltando ao POST acho que toda a demora em se concluir o tal relatório final tem prejudicado todo o processo.

Lula convocou pra proxima semana uma reunião como o CND e mais uma vez não discutirão a aquisição dos caças pq segundo Saito o relatório não ficará pronto a tempo. Depois querem reclamar do presidente que quer fechar logo a conta, mas assim fica difícil.

Abs

Paulo Renato

Será que a mudança do anúncio se dá ao acordo que está sendo feito entre Brasil e EUA ???

Será que vai continuar o Rafale como o escolhido realmente ????

Vamos aguradar as cenas do próximo capituli, com fortes emoções.

rs..rs..rs..rs..

Abs.

Tanus

O Saito disse que o foco será nos softwares operacionais e sistemas de integração de armas.
http://www.aereo.jor.br/2008/11/07/fx-2-decisao-sai-em-2009-primeiro-aviao-chega-em-2015/

Assim acho que o Gripen ainda tem muita chance.

Ronaldo

ainda que seja verdade aquela improvavel oferta milagrosa do outro post, que a maior potencia militar do mundo, vai comprar alguns ST e alguns “carrinhos de mão voador” – na visão deles – (vamos ser francos pelo tamanho das empreitadas dos EUA e a capacidade KC390 eles dariam umas trocentas mil idas e voltas so pra levar alguns blindados), pelo qu pude analisar o Brasil so montaria os SH como quem monta um guarda-roupa novo, tranferir tecnologia pra fazer asa, turbina e tal mesmo que seja daqui a 20 anos nem em sonhos os EUA irião passar para um país… Read more »

sonic wings

Em marketing temos uma máxima, quanto maior a expectativa criada mais dificil será atendê-la.

Creio que seja isso o que está acontecendo com a França, no começo transferem 100% de tudo a melhor parceria do mundo. Na hora da verdade não é bem assim, tem que ver com os Suecos e Americanos primeiro e coisa e tal.

Já os americanos que não prometiam nada, negavam tudo e na hora H oferecem contraparidas para comprar uns brinquedinhos, que estavam precisando mesmo, se torna a melhor proposta.

Marketing, tudo é marketing.

Abs

Leandro

Emerson, muito bem comentado!
Condordo plenamente com as suas observações…
Fica aqui uma dúvida para os amigos do fórum:
1º – O apoio logistico dos americanos é superior ao dos franceses? Há alguma mudança na atual doutrina ao adotarmos o caça francês ou o americano?

2º – O caça escolhido pelo FX-2 pode ser vendido pelo Brasil (desde que produzido aqui, seja total ou em partes) à nações interessadas, como Argentina e Colombia por exemplo?

Jonas Rafael

Lenadro, tentando responder às suas perguntas:
1- Dizem que a americana é melhor. Mas isso também provém de termos utilizado aeronaves americanas com bom número produzido, o que não vai ser o caso de nenhum dos três.
2- No caso do Rafale e do Gripen, sim, não tenho certeza se o S. Hornet também, mas parece que o Bob Gower falou algo a esse respeito. (se bem que duvido que possamos vender pra Venezuela por exemplo). Agora na real mesmo, duvido que alguém na América do Sul possa comprar algo que não seja o Gripen. E olhe lá…

Chacal

Bob Gower só vai permitir a comercialização dos SH se comprarmos a Boing e ponto final.

E a TT dos EUA vai ser até onde eles acharem que está bom, e a embraer sabe disso,pois prefere os Suecos como parceiro para desenvolvimento!

Luiz Antônio Cavalcanti

Sonic Wings,

Ainda faltou o jiló. Quem vencer o FX-2 terá que provar algumas iguarias típicas da cozinha regional brasileira no almoço da cerimônia de assinatura do contrato. Ou isso, ou não leva os US$ 7 bi do projeto… He, he, he!

[]s

Luiz

alexandre

Ninguem vai dar a transferência de toda a aeronave pois o valor de 36 aviões não viabiliza. A suécia propos fabricar 80% da estrutura do avião no brasil, isso inclui asas,carnopi,flaps e etc… nada como radar,aviônicos,turbina e etc… O francês propos um pouco de cada item, ou seja asas, flaps, módulos do radar aesa,sistemas de vôo e entre outros. Os EUA vão entrar com partes da aeronave, integração do armamento, manutenção e etc… Resumindo dos 3 ninguem vai dar 100%, o que o Bob Gower falou não deixa de ser verdade e o que o diretor da dassault falou também… Read more »

Guga

Esses caras estão me confundindo… Antes eu estava com o Rafale, depois migrei de opinião para o Gripen, agora eu estou meio que pro SH… Escolhe logo essa bagaça, pô!

Challenger

Ainda continuo apostando no Rafale.

Não é financeiramente viavel pra nenhum dos tres fabricantes fabricar ou transferir know how ao Brasil com a compra de apenas 36 unidades, como disse o Brig Saito a FAB planeja adquirir pelo menos 88 aeronaves, ou + quem sabe.

Não pensem que a SAAB aceitaria fabricar no Brasil o Gripen NG que ainda é um Demo, no Brasil se coisa não fosse grande, a Boeing idem.

Gostaria de saber se os 28 Gripens C/D vendidos a Africa serão fabricados lá, ou na Suecia?

Francisco AMX

Esta matéria é mais uma encomenda dos concorrentes do Rafale! nada de mais!
Se o SH estivesse na dianteira, estaríamos ouvindo “encomendas” da França e Suécia, e da Suécia o mesmo dos outros 2! isso é coisa para quem tem nervos e culhão de aço! contra-propaganda e difamação andam de mãos dadas onde os bilhões balançam!

Fernando "Nunão" De Martini

Challenger,

Os Gripens da África do Sul estão sendo montados na Suécia, mas os sulafricanos estão participando do programa com componentes de sua indústria aeroespacial (off set).

As entregas já começaram.

Paulo Cezar

A frase em negrito é estapafurdia e imparcial. Vergonhoso.

Paulo Cezar

Estapafurdia e PARCIAL.

Robson Br

Francisco AMX

Também tenho a mesma idéia. Tá muito grande esse off set americano. Duvido que seria assim. realmente existe um acordo militar em andamento entre USA x Brasil, mas não deve abranger os caças do FX2.

Challenger

O F-18, é capaz de pousar em pistas curtas, como o Gripen e o RAFALE?

Aviãozinho

Jonas Rafael em 20 out, 2009 às 17:15

Na segunda colocação está certo, se eles choram para comprar turbohelices, que dirá jatos.

Combates Aéreos

Dogfight: F-16 Block 52 turco e Mirage 2000-5 grego

 O vídeo acima mostra parte de um 'dogfight' entre um caça F-16 Block 52 turco e um Mirage 2000-5...
- Advertisement -
- Advertisement -