terça-feira, abril 13, 2021

Gripen para o Brasil

Canadá fecha acordo para compra de 15 Chinook

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Chinook O governo do Canadá firmou um contrato para a aquisição de 15 novos helicópteros CH-47F Chinook. O valor divulgado do contrato é de 1,15 bilhão de dólares. Também como parte do acordo a Boeing (fabricante da aeronave) se associará com empresas canadenses com investimentos em torno de 500 milhões de dólares. As entregas deverão ocorrer entre 2013 e 2014.

Os CH-147 (como os canadeses designam o CH-47F) receberão modificações para atender às condições ambientais do Canadá, incluindo uma motorização mais potente composta por duas turbinas Honeywell T55-L-714A de 4.733 hp. As aeronaves serão capazes de transportar mais de 9525 kg de carga. Estas mesmas turbinas foram selecionadas pelo Reino Unido para modernizar toda a frota de Chinook da RAF.

- Advertisement -
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Andre

Ao ler “atender às condições ambientais do Canadá” entenda-se “para operações no norte do pais”, alvo de uma disputa territorial q tah comecando a esquentar, com Russia, Noruega e ateh mesmo a UE em bloco. Area riquissima em rec. naturais (minerais e oleo).

Paulo Renato

Seria interessante que o nosso EB tivesse uns helis desses heim ou até mesmo os MI26T Russos, são helis de muita utilidade e podem ajudar em muito em caso de ajuda humanitária dentro do Brasil em caso de tragedias.

Quem sabe essa proposta que a Boeing fez não estaria uns Chinook desses seria muito bom.

Abs.

Paulo Renato

Seria interessante que o nosso EB tivesse uns helis desses heim ou até mesmo os MI26T Russos, são helis de muita utilidade e podem ajudar em muito em caso de ajuda humanitária dentro do Brasil em caso de tragedias.

Quem sabe essa proposta que a Boeing fez não estaria uns Chinook desses seria muito bom.

O bicho é bonito !!!

Abs.

Fábio Max

Há uns 6 anos havia um projeto para aquisição de 5 helicópteros grandes pela FAB, para uso na Amazônia. Não lembro a sigla.

Mas foi abortado.

Giovani

No Brasil ainda faz falta um Helicóptero pesado.

Jonas Rafael

Ainda sou mais o CH-53. Sou fã do desenho e da capacidade dele.

Eleazar Moura Jr.

Fabio Max: o nome do projeto era o CHX e visava, realmente, a aquisição de helicopteros de grande porte para a FAB. Preferiram investir nos UH-60, EC-725 e Mil-mi 35. O CH-47 sempre foi meu “sonho de consumo”. Quando o analisava, no final dos anos 80, sempre dizia: taí o helicoptero que o 7º/8º-Esquadrão Harpia-Manaus-AM necessita. Acho que ainda haveria espaço para ele. Dá prá operar no esquadrão os UH-60 (para C-SAR, SAR, tranporte de tropas, cargas mais ou menos pesada), um helic. de ataque e escolta e ainda os CH-47D nas funções de transporte pesado (radares, blindados, deslocamento de… Read more »

Andre

Ao ler “atender às condições ambientais do Canadá” entenda-se “para operações no norte do pais”, alvo de uma disputa territorial q tah comecando a esquentar, com Russia, Noruega e ateh mesmo a UE em bloco. Area riquissima em rec. naturais (minerais e oleo).

Paulo Renato

Seria interessante que o nosso EB tivesse uns helis desses heim ou até mesmo os MI26T Russos, são helis de muita utilidade e podem ajudar em muito em caso de ajuda humanitária dentro do Brasil em caso de tragedias.

Quem sabe essa proposta que a Boeing fez não estaria uns Chinook desses seria muito bom.

Abs.

Paulo Renato

Seria interessante que o nosso EB tivesse uns helis desses heim ou até mesmo os MI26T Russos, são helis de muita utilidade e podem ajudar em muito em caso de ajuda humanitária dentro do Brasil em caso de tragedias.

Quem sabe essa proposta que a Boeing fez não estaria uns Chinook desses seria muito bom.

O bicho é bonito !!!

Abs.

Fábio Max

Há uns 6 anos havia um projeto para aquisição de 5 helicópteros grandes pela FAB, para uso na Amazônia. Não lembro a sigla.

Mas foi abortado.

Giovani

No Brasil ainda faz falta um Helicóptero pesado.

Jonas Rafael

Ainda sou mais o CH-53. Sou fã do desenho e da capacidade dele.

Eleazar Moura Jr.

Fabio Max: o nome do projeto era o CHX e visava, realmente, a aquisição de helicopteros de grande porte para a FAB. Preferiram investir nos UH-60, EC-725 e Mil-mi 35. O CH-47 sempre foi meu “sonho de consumo”. Quando o analisava, no final dos anos 80, sempre dizia: taí o helicoptero que o 7º/8º-Esquadrão Harpia-Manaus-AM necessita. Acho que ainda haveria espaço para ele. Dá prá operar no esquadrão os UH-60 (para C-SAR, SAR, tranporte de tropas, cargas mais ou menos pesada), um helic. de ataque e escolta e ainda os CH-47D nas funções de transporte pesado (radares, blindados, deslocamento de… Read more »

Combates Aéreos

Um difícil começo

Traduções inéditas por Roberto F.Santana A primeira unidade da IDF/AF a operar o Shahak (Skyblazer), como o Mirage III ficou...
- Advertisement -
- Advertisement -