terça-feira, abril 13, 2021

Gripen para o Brasil

Planejamento do Exercício Salitre II

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

antofagasta

A Força Aérea Brasileira (FAB), representada por militares do Estado-Maior da Aeronáutica (EMAER) e pelo Centro de Comando e Controle de Operações Aéreas (CCCOA) e Terceira Força Aérea (III FAE), organizações subordinadas ao Comando-Geral de Operações Aéreas (COMGAR), iniciou na última segunda-feira, dia 3, o planejamento para a segunda edição do Exercício Salitre, na Base Aérea de Cerro Moreno na cidade de Antofagasta – Chile. Os trabalhos seguem até o próximo dia 7.

O exercício tem como objetivo o treinamento coordenado de equipagens de combate e mantenedores em missões aéreas realizadas de forma combinada com as Forças Aéreas da Argentina, Brasil, Chile, Estados Unidos e França e acontecerá entre os dias 18 e 31 de outubro nos céus da segunda região do Chile (Antofagasta), em uma área entre o Oceano Pacífico, a Região de Atacama, a Região de Tarapacá e a Cordilheira dos Andes.Base Aérea de Cerro Moreno – Antofagasta – Chile

A FAB participará do Exercício Salitre com 79 militares e empregará as aeronaves A1 (Falcão) do Terceiro Esquadrão do Décimo Grupo de Aviação (3°/10° GAv), Esquadrão Centauro, que cumprirá missões de Ataque, juntamente com as demais Forças Aéreas envolvidas, e terá o apoio do Primeiro Esquadrão do Primeiro Grupo de Transporte (1°/1° GT) e do Segundo Esquadrão do Segundo Grupo de Aviação (2°/2° GAv) para os deslocamentos entre o Brasil e o Chile.

O Exercício Salitre proporcionará o treinamento do Estado-Maior da instituição na execução de planejamentos de operações combinadas com as Forças Aéreas estrangeiras, a fim de aprimorar a sua capacidade de aplicar meios aéreos diversos nos moldes utilizados nos mais recentes conflitos internacionais.

Aeronave A1 – Falcão da FAB

Fonte: CECOMSAER

Veja também:

…e começam os preparativos para a Operação Salitre 2009

- Advertisement -
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
the_aviator

A1 “FALCÃO”?

p.s. muito boa a foto!

Bronco1

A-1 pra “brigar” com os F-16 do Chile e sabe-se lá o que dos EUA e Franceses? Se pelo menos já estivessem modernizados… Pelo jeito faremos o papel de “atacantes” dentro de plataformas sem radar e contra aviões com capacidade BVR. =/ Uns 6 F-5M com R-99 não iriam mal, hein? Colocar os Pampas do 1°/14° pra mostrar bandeira é sempre bom, pelo menos um vetor mais capaz de não fazer feio frente aos bichos que devem vir por aí (França, EUA…) Nossos vizinhos todos, sobretudo os mais exaltados, estarão de olho nesse exercício. E a FAA? Na pindaíba que… Read more »

Bronco1

Ah, um detalhe só pra complementar: duvido que os F-16 do exercício sejam os MLU. Provavelmente enfrentaremos os C/D Bloco 50.

Será um osso duro de roer.

Sopa

E impressão minha ou os M2000 nunca participaram de exercícios conjuntos ?

Att.

Rodazol

Me pergunto o que diabos o A-1 vai fazer la no meio… levar porrada só se for… não questiono a capacidade dos pilotos mas a capacidade da aéronave em sí, alias nem foram modernizados ainda…
Queria saber também, pq nunca empregam os M2000?

fernando

seria melhor se nao fosse ninguem, ou os a1 vao servir de alvos
para os misseis dos atacantes,e o mais provavel….que bela porcaria….

José

Senhores, é humilhante a nossa Força Aérea ir lá com aéronaves muito inferiores.
Eles vão servir de alvo para os Chilenos, Americanos e Franceses.
Os nossos Deputados e Senadores que robam tanto, desviam tanto dinheiro. Se não tivesse isso, o Brasil iria ser um país de ponta.

Só o que o Sarney roubou dava para comprar um Rafale F-3.

RJ

Pessoal, isso vai servir de experiências para levantar mais pontos para se melhorar do A-1 pro A-1M.
E não está na hora, ainda, de se comparar os F-5M com os F-16 chilenos.

Eleazar Moura Jr.

Há muitos meses já havia afirmado neste blog que a FAB iria de A-1 do 3º/10º. Obtive esta informação em off ainda na CRUZEX-08 quando, com muito orgulho, participei da Operação como membro da imprensa (olha a pirataria, pois não sou jornalista, apenas entusiasta rssss, mas participei dando apoio ao pessoal do Spotter).
Pena que que os A-1 modernizados só estarão operacionais lá por 2011, pois seria a primeira “prova de fogo” dos “novos” A-1 após o extenso upgrade a que serão submetidos na EMBRAER.

FD

O A-1 vai fazer sua missão com maestria. Ataque a baixa altura!
Brigar com F-16 somente em último caso.

Eleazar Moura Jr.

Acho que os A-1 não vão fazer dogfight. Pois sua missão será o ataque. Como deverá fazer parte da Força Aliada os Centauro farão os ataques devidamente escoltados pelos caças F-16 da USAF e da FACH. Não sei quais F-16 o Chile colocará como aliado ou como agressor, se os F-16 block 50 ou MLU. Creio que os block 50 integrarão a Força Aliada e, dessa forma, os nossos A-1 estarão muito bem escoltados. Sim, tinha me esquecido dos Tiger III. Também eles poderão aparecer como agressor e -aviso aos navegantes- são duros de serem batidos em teritório chileno. Para… Read more »

Lucas Calabrio

Prezado Eleazar Moura Jr.
A superioridade do F-16 frente ao A-1 depende da altitude. Li recentemente um artigo na internet de um piloto americano que ficou surpreso com a manobrabilidade em baixa atitude. Concordo contigo que a sua função básica é o ataque.
Abraço

madvad

pessoal, não tem algo errado no post? Cita o A-1 como “Falcão” e a foto do post é de um F-16.

Lucas Calabrio

Prezado madvad
Bela observação. É o F-16 mesmo
sds

Wolfpack

O Agresso de Miramar vai fazer bonito neste exercício. Ele ainda não é a plataforma que desejamos para nossa Marinha, mas o FX2 nos ajudará nisso, eu espero.

Azul&branco

Excelente! O Brasil deve se aproximar cada vez mais dos PAÍSES SÉRIOS da America Latina, como CHILE, COLÔMBIA e PERU.

Caon

O A-1 (AMX) com certeza vai executar sua missão (ataque a baixa altitude) muito bem, e certamente escoltado por aeronaves aliadas, combate ar-ar só em último caso

Abraços

Eleazar Moura Jr.

Uma correção em relação ao meu segundo post: F-14 e F-18 da US NAVY e não da USAF, of corse…..foi mal!!!!!!!

Wolfpack

O F16 da foto é da República Tcheca… e eu errei confundi os A1 esquadrão falcão como os falcões da MB A4 (este o agressor de Miramar).

Luís Aurélio

Com toda certeza, a FAB quer avaliar as reais possibilidades do emprego do A1 frente a aviões mais modernos. Também, obter dados para orientar a sua modernização.

sonic wings

Faz todo sentido Luís, vale lembrar que estes serão os últimos vetores a se aposentar dando lugar ao FX-2.

Abs

plinio

vamos fazer bonito de novo

Stoof

Very nice photograph, but in fact it is a Dutch F-16 shortly after take off from Kabul AP in Afghanistan. The photo has nothing to do with Salitre II. Adios.

madvad

pessoal, não tem algo errado no post? Cita o A-1 como “Falcão” e a foto do post é de um F-16.

FD

O A-1 vai fazer sua missão com maestria. Ataque a baixa altura!
Brigar com F-16 somente em último caso.

José

Senhores, é humilhante a nossa Força Aérea ir lá com aéronaves muito inferiores.
Eles vão servir de alvo para os Chilenos, Americanos e Franceses.
Os nossos Deputados e Senadores que robam tanto, desviam tanto dinheiro. Se não tivesse isso, o Brasil iria ser um país de ponta.

Só o que o Sarney roubou dava para comprar um Rafale F-3.

Lucas Calabrio

Prezado Eleazar Moura Jr.
A superioridade do F-16 frente ao A-1 depende da altitude. Li recentemente um artigo na internet de um piloto americano que ficou surpreso com a manobrabilidade em baixa atitude. Concordo contigo que a sua função básica é o ataque.
Abraço

the_aviator

A1 “FALCÃO”?

p.s. muito boa a foto!

Bronco1

A-1 pra “brigar” com os F-16 do Chile e sabe-se lá o que dos EUA e Franceses? Se pelo menos já estivessem modernizados… Pelo jeito faremos o papel de “atacantes” dentro de plataformas sem radar e contra aviões com capacidade BVR. =/ Uns 6 F-5M com R-99 não iriam mal, hein? Colocar os Pampas do 1°/14° pra mostrar bandeira é sempre bom, pelo menos um vetor mais capaz de não fazer feio frente aos bichos que devem vir por aí (França, EUA…) Nossos vizinhos todos, sobretudo os mais exaltados, estarão de olho nesse exercício. E a FAA? Na pindaíba que… Read more »

Rodazol

Me pergunto o que diabos o A-1 vai fazer la no meio… levar porrada só se for… não questiono a capacidade dos pilotos mas a capacidade da aéronave em sí, alias nem foram modernizados ainda…
Queria saber também, pq nunca empregam os M2000?

RJ

Pessoal, isso vai servir de experiências para levantar mais pontos para se melhorar do A-1 pro A-1M.
E não está na hora, ainda, de se comparar os F-5M com os F-16 chilenos.

Eleazar Moura Jr.

Há muitos meses já havia afirmado neste blog que a FAB iria de A-1 do 3º/10º. Obtive esta informação em off ainda na CRUZEX-08 quando, com muito orgulho, participei da Operação como membro da imprensa (olha a pirataria, pois não sou jornalista, apenas entusiasta rssss, mas participei dando apoio ao pessoal do Spotter).
Pena que que os A-1 modernizados só estarão operacionais lá por 2011, pois seria a primeira “prova de fogo” dos “novos” A-1 após o extenso upgrade a que serão submetidos na EMBRAER.

Eleazar Moura Jr.

Acho que os A-1 não vão fazer dogfight. Pois sua missão será o ataque. Como deverá fazer parte da Força Aliada os Centauro farão os ataques devidamente escoltados pelos caças F-16 da USAF e da FACH. Não sei quais F-16 o Chile colocará como aliado ou como agressor, se os F-16 block 50 ou MLU. Creio que os block 50 integrarão a Força Aliada e, dessa forma, os nossos A-1 estarão muito bem escoltados. Sim, tinha me esquecido dos Tiger III. Também eles poderão aparecer como agressor e -aviso aos navegantes- são duros de serem batidos em teritório chileno. Para… Read more »

Lucas Calabrio

Prezado madvad
Bela observação. É o F-16 mesmo
sds

Azul&branco

Excelente! O Brasil deve se aproximar cada vez mais dos PAÍSES SÉRIOS da America Latina, como CHILE, COLÔMBIA e PERU.

Eleazar Moura Jr.

Uma correção em relação ao meu segundo post: F-14 e F-18 da US NAVY e não da USAF, of corse…..foi mal!!!!!!!

Bronco1

Ah, um detalhe só pra complementar: duvido que os F-16 do exercício sejam os MLU. Provavelmente enfrentaremos os C/D Bloco 50.

Será um osso duro de roer.

Sopa

E impressão minha ou os M2000 nunca participaram de exercícios conjuntos ?

Att.

fernando

seria melhor se nao fosse ninguem, ou os a1 vao servir de alvos
para os misseis dos atacantes,e o mais provavel….que bela porcaria….

Wolfpack

O Agresso de Miramar vai fazer bonito neste exercício. Ele ainda não é a plataforma que desejamos para nossa Marinha, mas o FX2 nos ajudará nisso, eu espero.

Caon

O A-1 (AMX) com certeza vai executar sua missão (ataque a baixa altitude) muito bem, e certamente escoltado por aeronaves aliadas, combate ar-ar só em último caso

Abraços

Wolfpack

O F16 da foto é da República Tcheca… e eu errei confundi os A1 esquadrão falcão como os falcões da MB A4 (este o agressor de Miramar).

Luís Aurélio

Com toda certeza, a FAB quer avaliar as reais possibilidades do emprego do A1 frente a aviões mais modernos. Também, obter dados para orientar a sua modernização.

sonic wings

Faz todo sentido Luís, vale lembrar que estes serão os últimos vetores a se aposentar dando lugar ao FX-2.

Abs

plinio

vamos fazer bonito de novo

Stoof

Very nice photograph, but in fact it is a Dutch F-16 shortly after take off from Kabul AP in Afghanistan. The photo has nothing to do with Salitre II. Adios.

venicio

Eis ai uma situação simulada de combate, para uma analise das nossas autoridadeS, principalmente da FAB, de como vão se comportar esses aviões, que provavelmente os Americanose e Franceses vão tentar mostrar, para vende-los ao Basil.
um abraço a todos amantes da viação

Combates Aéreos

VÍDEO: Simulador Command Modern Operations

O Command: Modern Air Naval Operations (CMANO), conhecido como simplesmente Command, é um simulador de guerra aeronaval desenvolvido pelo...
- Advertisement -
- Advertisement -