terça-feira, abril 13, 2021

Gripen para o Brasil

Array

USAF não quis levar F-22 para Le Bourget

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Suspeita de monitoramento eletrônico pelos franceses pode ter sido a razão

f22_raptor

vinheta-clippingA USAF decidiu não enviar o seu mais moderno caça para a feira aeroespacial de Le Bourget este ano, citando outros compromissos, informou Christopher Trippick, o porta-voz da empresa Lockheed Martin Corp, fabricante do Raptor.

O funcionário da empresa norte-americana disse ainda que o F-22 também não participará da Royal International Air Tattoo, que ocorrerá no próximo mês no Reino Unido.

O Raptor foi uma das sensações da feira de Farnborough no ano passado, fazendo uma apresentação de 12 minutos. Ele também foi apresentado na Royal International Air Tattoo de 2008.

Executivos das indústrias européias no entanto disseram que os EUA, assim como Lockheed, estão apreensivos quanto à exposição da aeronave a varreduras de radar, revelando seus segredos.

História semelhante teve o F-117, que fez uma aparição da feira de Paris em 1991 e dois anos depois o governo Clinton proibiu a apresentação do mesmo e de qualquer aeronave militar dos EUA a edição de 1993 daquele evento.

Segundo um fonte da indústria aeroespacial, que pediu anonimato, o governo francês estaria utilizando radares com frequência extremamente baixa, de longo alcance, para monitorar e avaliar aeronaves furtivas em fase final de aproximação, levantando suspeitas norte-americanas.

Com informações da Reuters do Reino Unido.

FOTO: Joe McNally

- Advertisement -
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Igo

Papo furado!! Todo mundo monitora todo mundo. Agora os americanos viraram santos. Então eles não fizeram nada disso com os Sukois Indianos. Balela!!

Marlin

hummmmmmmmmm

nao se pode culpar ninguem….

nem os que querem descobrir os segredos e nem os q querem mante-los escondidos.

Felipe Cps

Franceses não são confiáveis…

Gerson

Eh felipe CPs…só os santos americans….você confiaria sua filha a um deles?…rsrsr

Gostei do sub-título:
“Suspeita de monitoramento eletrônico pelos franceses pode ter sido a razão ”

Oh povo burro esses franceses…não sabe nem fazer espionagem, vao fazer isso numa fera com alta visibilidade, onde estarão vários profissionais da área, com toda imprensa especializada, e isso sem nemhuma discrição, acho que eles deveriam vir aqui no Brasil aprender conosco o jeito tupiniquim de fazer espionagem 🙄 .

Jotapecosta

Lamentável. Um avião de guerra tem que ser temido e não ter temores. Só quero ver o que vai ser da linhagem desse caça daqui a alguns anos, da forma que todos se previnem em relação a ele. Redoma de vidro no bicho!

Alecsander

No campo militar não basta fabricar a arma mais potente, ela tem que ser capais de rivalizar com seus oponentes. Os franceses estão certos de querer copiar qualquer coisa dos americanos, assim os americanos adquirirão os Sukhoi SU-27, e os russos os F-14.

Igor

Essa história não e nova, franceses têm essa fama mesmo.

Bosco

Derrubaram o F-117 depois dele realizar 4000 missões de combate e desde então criou-se uma lenda no mundo da aviação de guerra e principalmente entre os entusiastas no assunto que freqüentam blogs e fóruns de discussão. A lenda é que os radares de baixa frequência detectam todo e qualquer aeronave stealth. Ou seja, um “cabeça de bagre” fez o seguinte exercício de “raciocínio lógico”: “Um F-117 foi derrubado. Ele era stealth. No processo foi usado um radar de baixa frequência. Portanto, radares de baixa frequência detectam aviões stealths. O B-2 é stealth. O F-22 é stealth. O F-35 é stealht.… Read more »

Fernando "Nunão" De Martini

Os americanos já adquiriam Su-(não lembro qual tipo), e foram 2 aparelhos. Pelo que lembro foi aqui no blog que li a notícia dessa aquisição. O aparelho foi comprado com o objetivo de avaliar suas fraquezas e virtudes. Como já foi dito acima com outras palavras, os americanos também não são de confiança e menos ainda santos. Burrice não fazer assim, os “amigos” de agora muito bem poderão ser os inimigos do amanhã. Aos poucos os segredos desse caça vão vazando. Mês passado computadores do Pentágono foram invadidos e informações secretas a respeito do F22 foram copiadas. Fato esse admitido… Read more »

Cor Tau

“159.9 milhões de dólares, esse é o custo por unidade, de um raptor. O custo do projeto chega a 62 bilhões de dólares” Esse caça só pode ter sido beijado pelo sapo….Questionam…….se ele é isso ou aquilo…Se presta… Se tem futuro a tecnologia empregada nele…Se ele é o melhor…custando esses valores….sim…ele “deve” ser isso no minimo..custando tudo isso ele deve ser o melhor no minimo…não acham?…ja pensou se não fosse?…valores de um submarino nuclear balistico intercontinental(casa)…….ele deveria ser de longe custando tudo isso…………Esse é o problema …Os outros….alguns caças apresentam recursos e desempenho proximos a ele..aos dele…isso sem falar dos… Read more »

Jotapecosta

Olha Bosco, gostei muito da sua abordagem sobre esse tópico. O que você diz realmente faz grande sentido. Vale lembrar que quem conseguiu derrubar o Nighthawk foi a equipe daquele general sérvio na guerra do Kossovo. E isso remete muito mais os feitos da espionagem do que qualquer outra coisa. Tanto que bastou pra restringir severamente as operações do F-117 até a sua definitiva retirada de serviço. O regime subsônico e as características de vôo dessa aeronave eram fatores que limitavam severamente sua capacidade de autodefesa, além do fato de nem carregar armamento pra isso. Também era sabido que a… Read more »

Hornet

Na minha opinião o Gerson e o Bosco foram certeiros em seus comentários. E como eles dois já desfizeram alguns dos “mitos” que a matéria do blog poderia levar a acreditar ser verdade, acabei de ler uma nota na Alide que pode esclarecer ou apontar um caminho para o entendimento da não ida do F-22 a Le Bourget. Não tem nada que ver com essa coisa de acharem que franceses não “são confiáveis”, ou que o F-22 precise de uma “redoma”. Isso não existe. Nem uma coisa e nem outra. a nota da Alide diz o seguinte: “O F-22 era… Read more »

Jotapecosta

Veja bem, se de um lado existe o alto executivo, do outro existe o Pentágono. A Casa Branca quer diminuir despesas com orçamento militar o máximo que puder e os militares querem proteger a todo custo a sua arma de guerra aérea mais preciosa. Imagine você gastar rios de dinheiro numa máquina de fabricação restrita e que passa a ser alvo de todo tipo de especulações, assim como a tecnologia que é usada nela? É óbvio que eles vão resguardar o Raptor, afinal eles estão no direito deles. Estão fazendo isso desde que o caça foi lançado, não é apenas… Read more »

Hornet

ops! “os defensores do programa F-22.” = os defensores da CONTINUIDADE do programa F-22. Os defensores da aquisição de mais F-22…

acho que assim fica mais claro.

abs.

Hornet

Jotapecosta,

não tiro o mérito de sua análise, ela procede também.

Só acho que o Pentágono, salvo engano, tem o secretário de defesa como “chefe” e o presidente dos EUA como “chefe do chefe”, vamos dizer assim…

Nesse sentido, talvez exista as duas coisas…uma disputa política por um lado…e um possível resguardo do F-22 por outro…

Mas a disputa política, comentada na nota da Alide, procede e deve ser pesada.

abraços

Hornet

Jotapecosta. e só complementando: a questão não é só “resguardar” o F-22, mas sim a iminência de deixar de produzí-lo (além dos já produzidos)…acho que é esse o “nó” maior. Creio que este possível “resguardo” esteja dentro deste mesmo contexto. O que era pra ser a espinha dorsal da USAF se transformou numa arma secreta. O que era pra ser “banal”, o “arroz de festa” (o caça que equiparia a grande maioria dos esquadrões da USAF), se transformou (ou está se transformando) numa carta debaixo da manga…num trunfo que só deve ser usado em casos especiais. Uma coisa talvez esteja… Read more »

paulo

Primeiro: Avião totalmente invisível ao radar “non ecxissste!” como diria Padre Quevedo. O que existem são projetos que reduzem a assinatura do vetor e contramedidas eletrônicas que “distorcem a visão” do radar. Mas um pontinho que seja sempre vai aparecer na tela. Se o radar for dotado de um programa de reconhecimento (que vai “iluminar” todo “pardal” voando a mais de 200 milhas) então babau. Só as contramedidas eletrônicas vão poder salvar a aeronave. Segundo: todos os estudos que os franceses tinham que fazer já fizeram na Red Flag. E só iríamos ver se eles fizeram direito em caso de… Read more »

paulo

Vou concordar, enfim, com o Hornet.
Só o Pak-Fa pode salvar o F22.
Afinal, se ninguém mais desenvolver algo desse “naipe” porque ter trocentos em reserva? E ainda em momento de crise!
Bastam uns 200 e tá muito bom, afinal seu custo o torna proibitivo e é desnecessário usar uma nave espacial pra fazer o serviço que os bons F15 e F35 já fazem e farão por muito tempo ainda, com um pé nas costas.

Sopa

Desse história podemos tirar a seguinte lição; o Brasil tem logo que adquirir um sistema de defesa(SAM)com radar de baixa frequência !
Tem que fazer igual a Irã, o Irã não tem peito pra enfrentar o EUA, mas o EUA tb não tem peito pra topar o Irã,isso por uma das causas o sistema de defesa deles ! e entrar e ter perdas consideraveis !

Sds.

Cmdt. Felix

Isso demonstra que o F-22 é muito vulnerável para um caça que custa 200Mega.

marlos barcelos

Bosco os f-117 fizeram 4.000 missões de combate contra quem? russos? franceses? israelenses? japoneses? chineses? ora fizeram contra panamenhos que não tem força aérea nem misseis sam, Iraque após destruirem a força aérea e as baterias anti-aéreas, e iuguslavia, onde um radar da década de 60 localizou o modernissimo f-117 e o derrubou com um míssil também da década de 60, missil esse que segue radar, ora grande tecnologia essa. Os radares de baixa frequencia localizam stealths, e isso foi descoberto na guerra da Iuguslávia e confirmada na guerra do Iraque, por isso os f-117 sairam de ação. Os materiais… Read more »

Francisco AMX

Esse aí de cima é o F-22 do Batman?

QUE CAÇA LINDO! pena.. vou ter que cancelar minha ida a feira de LeBurget.. ia só para ver este “bichin”… fica pra próxima…

Joaocuritiba

Caro Hornet

O PAK-FA pode ser não apenas a salvação do F-22 mas das finanças dos EUA. Imagine ele em produção e sendo exportado. Com desempenho igual ou superior ao F-22. É só os EUA importarem um bom número deles, a um custo um terço do F-22 e estaria tudo resolvido.
Simples assim.
Abraços

Jotapecosta

Eu concordei com o Bosco no que ele dizia em sentido da tecnologia stealth não ser um tigre de papel. Realmente não é, e o Lockheed comprovou isso no grande nº de missões efetuadas por ele. Ponto. O que acontece, é que depois que sua presença foi descortinada, foi feito um tamanho esforço pra frustrar as suas ações, que acabou tendo eficácia um dia. Eu pergunto, quem que ficaria tranquilo contra uma arma que pode entrar atacando incólume a qualquer alerta? O F-117 foi o precursor dessa tecnologia, sendo pequeno e fácil de operar, levando cargas de extrema letalidade. Imagine… Read more »

Cor Tau

paulo em 23 jun, 2009 às 11:16

paulo em 23 jun, 2009 às 11:20

Cmdt. Felix em 23 jun, 2009 às 12:02

“marlos barcelos em 23 jun, 2009 às 16:59”

Faço das palavras de vcs as minhas………..

Gosto dos comentarios de vcs…

Abraços….

Cor Tau

Francisco AMX em 23 jun, 2009 às 17:11

Concerteza……….Visto de tras~De frente tambem decolando parece um astronave extraterrestre…Não foi a toa que tal tecnologia veio da area 51….

marlos barcelos

Se os radares de alta freqüência usarem supercomputadores também poderão localizar os stealths, reduzindo os ruidos dos radares. Basta dizer que uma andorinha voando a 600km/h é un caça, mas isso é muito caro ainda.

Cor Tau

Certa manhã, quando dirigia-se ao mercado, Nasrudin viu alguns cegos e, fazendo tilintar as moedas em sua bolsa, disse em voz alta: – Amigos, amigos, peguem estas moedas. Tu, toma esta, tu, esta, e vocês repartam o resto – e enquanto fazia isso, fazia tilintar as moedas em sua bolsa.É evidente e seria até demais esclarecer, que não repartiu um só tostão. Produzida a cena, afastou-se para observar a seguinte situação: Os cegos começaram a precipitar-se uns sobre os outros, exclamando e gritando: ” deu tudo para ti”. Ou então:” Vocês ficaram com tudo ao invés de repartir”. Ou: ”… Read more »

Cor Tau

marlos barcelos em 23 jun, 2009 às 18:54

Concerteza barcelos….

Cor Tau

Um homem foi até a loja de comestíveis de Nasrudin e lhe perguntou qual era o preço das nozes.
– Duas peças de ouro por quilo – respondeu Nasrudin.
– Esse é um preço escandaloso! – queixou-se o cliente – Você não tem nenhuma sombra de consciência?
– Sinto muito. – replicou o Mullá – mas não tenho este artigo em estoque.

Conto Sufi….

Alecsander

Tem cada uma… Pessoal, que vocês não gostam de produtos americanos tudo bem, mais menosprezar a tecnologia militar americana é no minimo ingenuidade(ou total falta de conhecimento cientifico), não confundam ideologia com ciência. Os Estados Unidos tem os maiores investimentos de todos os tempos no campo cientifico e militar, os melhores e maiores laboratórios, o maior contingente de pesquisadores do mundo, seja tanto em qualidade quanto quantidade, a melhor e maior vangarda tecnológica e cientifica, etc. Com relação a tecnologia stealth, não é apenas um desing, a furtividade de uma aeronave esta muito mais relacionada com a ciência empregada do… Read more »

Alecsander

Só mais uma coisa, se fosse tão simples assim neutralizar a furtividade de caça stealth, porque Russia e China estão gastando alto e buscando parceiros para criar caças stealth, e Japão e Israel estão dispostos a tudo para ter uns F-22. Acho que investir dezenas de bilhões em uma tecnologia que supostamente seria obsoleta, seria como se um cara vestido de papai-noel enganar um grupo de univercitarios e passasse batido por crianças de 5 anos.

Alecsander

A tecnologia stealth não parou de evoluir, ela não é a mesma dos primeiros F-117 que entraram em operação em 1982, ela esta muito mais aprimorada e continuara se aprimorando e evoluindo.

Bosco

Marlos, eu te devolvo a pergunta. Contra quem os EUA usou os seus 51 F-117 por 4000 vezes? Foi contra a China, Rússia, França? Se não foram contra estes países como você pode afirmar tão categoricamente que eles são facilmente detectáveis pelos radares VHF? E se forem, o que te dá a certeza que outros vetores stealths (como os F-22, os B-2 e os futuros F-35 e mais futuros ainda T-50) também o são? Se não há avanço na tecnologia stealth porque não pararam no F-117. Será que os “idiotas” dos EUA e da Rússia são tão estúpidos que insistem… Read more »

Bosco

ue não consegue fazer frente às novas ameaças e ainda gastam bilhões no processo?
Um abraço meu caro amigo.

Apertei uma tecla e tive uma ej—–ção precoce. Rsrsrs…..

Bosco

Se não há avanço na tecnologia stealth porque não pararam no F-117?
Faltou uma “?”

marlos barcelos

Bosco O Panamá não tinha como interceptar nem os helicopteros americanos, nenhuma aeronave americana foi derrubada no Panamá. No Iraque os Países aliados derrotaram a força aérea iraquiana bo chão, não adiantava localizar os stealths, iam fazer o que? só ver onde despejariam suas bombas, nenhum bombardeiro americano foi derrubado, nem os b-52, nem os f-111 nem os f-117, portanto nenhum desses inimigos foi parametro, porque nem os aviões que não eram stealths e eram uma bola de basquete no radar como o caso dos b-52 eles conseguiram derrubar. Há relatos que a Inglaterra e a França conseguiram acompanhar os… Read more »

marlos barcelos

Bosco não pararam no f-117 porque o f-117 era um tijolo voador, manobrava mal, carregava pouco armamento, a manuntenção eram caríssima, maior até que a dos f-22, não tinha capacidade de combater ar-ar, era subsônico e na guerra da Iuguslávia pedaços dos f-117 foram pegos pelos russos, o que fizeram retirar a tinta dos caças novos já que os russos analizaram a tinta absorvente, que era fabricado pelo Japão. Os stelths atuais são bem manobráveis (inclusive com empuxo vetorado), manutenção mais barata, maior capacidade de carga, capacidade de combate ar-ar, são aviões supersônicos e com supercruiser, tudo isso tornou os… Read more »

marlos barcelos

Alecsander A tecnologia stealth tem 30 anos e ninguém consegue detetar um stealth? Os FLIRs e radares de baixa freqüência detectam, mas os radares de baixa freqüência só existem em solo, o que torna os caças stealths bem melhores, principalmente nos combates contra navios, ou contra forças que não tem radares de baixa freqüência ou radares comanados por supercomputadores, que são a grandiosissima maioria dos países do mundo. o Brasil acho que não tem radar de baixa freqüência, os russos e chineses tem em grande quantidade face aos stealths, principalmente após 1992, quando pegaram todos os pedaços dos f-117, alpem… Read more »

Cor Tau

Barcelos…….Continuo fazendo de suas palavras as minhas…..Não compreendem que as coisas não são para sempre…Não são insuperáveis….Não existe nada absoluto…Tudo é relativo…Por isso devemos julgar de acordo com as circunstâncias…O Tempo É O Senhor Da Razão……….

Não sei nada com certeza a não ser que ver as estrelas me faz sonhar……………

Bosco

Marlos, o maior responsável pela redução do RCS (80%) de uma aeronave é a “forma”. Ela reduz o RCS independente do tipo de radar que está sendo usado simplesmente por “desviar” o retorno do feixe para longe da antena. Ou seja, se uma aeronave é um legítimo stealth ele tem sua reflectância radar reduzida independente de qual radar o esteja “iluminando”. Ele pode ser detectado em algumas circunstâncias sem dúvida nenhuma, mas com certeza um outro que não incorpore a “forma” que possibilite uma redução do RCS nominal será detectado muito antes seja por um radar de alta ou baixa… Read more »

Jotapecosta

Ainda vai haver muita celeuma em torno do F-22. Aguardem.

marlos barcelos

Como todos os futuros caças americanos serão stealth, exercícios como o red flag, em mais ou menos 1 década, será com caças stealth americanos, e aí saberemos realmente o potencial dessa tecnologia, porque enquanto os americanos tiverem caças sem serem stealths eles não treinarão com os caças europeus como gripen, rafale e thyphoon, por medo de não sei o q, desconfio da tecnologia por isso, não há evidências de que o que os americanos falam seja verdade, não se usam os caças stealths para demonstrar sua tecnologia, assm sem um teste real contra outros modernos caças temos que desconfiar de… Read more »

Cor Tau

Bosco em 23 jun, 2009 às 22:52 “eu concordo com seu comentário e inclusive acho que ele é uma via de mão dupla, servindo tanto para ilustra o meu ponto de vista quanto a do amigo Barcelos” “acho que ele é uma via de mão dupla” Sim…Foi minha intenção…É dificil mas é o que tento fazer…Porque no ponto de vista de vcs sinceramente sempre me surpreendo concordando de alguma forma….Em algum aspecto….Encontran-se certos de alguma forma…Em algum aspecto…Nada esta~encontra-se absolutamente errado…Mesmo sendo opiniões opostas….Mesmo não concordando em alguns aspectos…As vezes..Não ouso absolutamente e radicalmente ir contra muita gente aqui…Creio para… Read more »

Bosco

Mais essa pra encerrar. rsrsr…. Nós e o resto do mundo “emprestam” para os EUA seus submarinos convencionais para que a USN faça uma “biblioteca” com as características dos submarinos de países alheios. Isso é feito com a maior boa vontade. Azar o nosso e dos outros que o fazem caso algum dia tenhamos que enfrentar os EUA. Hipótese que considero pouco provável num período previsível, vale salientar. Os EUA são os únicos usuários dos F-22 e provavelmente não irão vendê-lo nem aos seus maiores aliados. Ou seja, eles são um trunfo na manga. Seria idiotice que as características do… Read more »

Bosco

Cor Tau,
valeu meu caro!
E um abraço pra você também e boa noite.

Cor Tau

O que se gasta naquele pais não é brincadeira…….Pretendem aplicar tal tecnologia(stealth) em tudo como em Tanques…Helicopteros…Navios……Aquele pais tem padrinhos magicos…Só pode ser isso…….

Alecsander

marlos barcelos Mais uma vez você ignora a ciência e se apega a boatos e especulações. Que um caça stealth não é 100% invisivel aos radares isto é verdade, mais não ser 100% invisivel não que diser que seja obsoleto, principalmente com os grandes investimentos em pesquisas a todo o vapor. Se fala muito do abate do caça F-117 naquela sircustansia, mais não se fala que os E.U.A levarão mais de uma desenha caças F-117 que voarão na aquela guerra, porque não detectarão os outros? Você aja mesmo que depois de terem abatido o primeiro caça stealth os americanos depois… Read more »

Igo

Papo furado!! Todo mundo monitora todo mundo. Agora os americanos viraram santos. Então eles não fizeram nada disso com os Sukois Indianos. Balela!!

Marlin

hummmmmmmmmm

nao se pode culpar ninguem….

nem os que querem descobrir os segredos e nem os q querem mante-los escondidos.

Combates Aéreos

Vídeo: USAF mostra como será o combate aéreo na década de 2030

Assista no vídeo acima a partir dos 3 minutos, como a USAF imagina o combate aéreo na década de...
- Advertisement -
- Advertisement -