quinta-feira, outubro 21, 2021

Gripen para o Brasil

Embraer assumiria Saab, segundo revista

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

gripen-demo-copywright-gripen-international
copywright Gripen International-Jan Gustafsson Condesign Info Productions AB

 

Internacionalização – O voo alto da Embraer

Circula no governo um ambicioso projeto para tentar elevar a participação da Embraer no mercado internacional. Trata-se da compra da sueca Saab, responsável pelos caças Gripen, que estão na concorrência para o projeto FX-2 (sic), da Força Aérea Brasileira. O presidente da Embraer, Frederico Curado, ainda está com um pé atrás, mas já há gente do BNDES com um plano na manga para a operação. A Embraer faria uma troca de ações, assumindo o controle da empresa, sem desembolsar um centavo. Isso ficará em sigilo até que o governo defina o vencedor da concorrência do FX-2 (sic).

Fonte: IstoÉ Dinheiro – edição 604 de 6 de maio de 2009, versão digital 

Fotos: Saab, copywright Gripen International – no alto, o Gripen Demo, acompanhado de versão biplace operacional do Gripen. Abaixo: estrutura de caça Gripen, encomendado pela Hungria, na linha de montagem da Saab.

hungarian-gripen-assembly-at-saab-copywright-gripen-international

copywright Gripen International

Nota do Blog: a Embraer e a Saab chegaram a assinar um acordo em 2002 para a manutenção na Europa, por parte desta última, de aeronaves produzidas pela empresa brasileira. Já circularam também notícias sobre uma possível entrada da Denel SAAB Aerostructures como parceira de risco no projeto do C-390, agora denominado KC-390.

Quanto ao F-X2, a nota da IstoÉ surge praticamente no mesmo dia em que a FAB publica nota oficial sobre o recebimento das ofertas revisadas dos três concorrentes. O que se pode perceber é que, quanto mais se aproxima a fase de definição do F-X2, aumentam as notícias (ou boatos, num outro ponto de vista) sobre movimentações nos bastidores, como foi o caso de notícias nos periódicos Carta Capital e O Dia tratando de uma preferência da FAB e do governo pelo Dassault Rafale, e que levaram a FAB a publicar uma resposta em nota oficial. Convidamos os leitores a opinar aqui sobre o que acharam desta última nota da IstoÉ, lembrando que, até o momento em que este post entrou no ar, não havia nenhuma manifestação a respeito nos sites da Embraer ou da Saab. Os que acompanharam a movimentação da imprensa em geral, e especialmente o posicionamento das matérias da revista IstoÉ, durante o finado F-X, podem contribuir com essa memória para a discussão.

- Advertisement -

401 Comments

Subscribe
Notify of
guest
401 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
gaspar

eu ia postar justamente essa noticia… li ela hj cedo no NOTIMP…
incrivel o nivel de especulacao do processo FX2…
mas se for verdade…

transvasp

Só acredito quando acontecer.

A SAAB é muito mais que uma fabricante de aviões, ela faz parte do projeto de sobrevivencia da Suécia. Quem conhece o Gripen, a Flygvapnet, suas bases em rodovias, a infantaria que as protege e o eterno medo de ser invadido pela Russia não vai acreditar que a SAAB poderá ser entregue a um outro país por dinheiro algum…. Mas como a engrenagem do mundo é o dinheiro vamos ver o que acontece.

Sentando a Pua

Se for verdade acho uma operação muito boa ao passo que a EMBRAER tem sim um bom projeto de expansão.

RoLoUcO

seria um golpe de mestre!!!
nao posso acreditar que isso e verdade,,,BOM DE +!!!!

SMarcos

Interessante seria adquirir apenas o setor militar da SAAB.
O outro negócios da empresa não tem nem fundamento a Embraer comprar.

RoLoUcO

tbm axo meio dificil os suecos se desfazerem da saab assim!!!

Escrevente

Sei não. Por melhor que seja o negócio. Continuaríamos sem as principais peças, que são americanas.Prefiria um pouco mais de distância do nosso “irmão mais velho”.
O que não dá para negar é o interesse no FX2. Os concorrentes estão jogando cada vez mais pesado. Deveras interessante isso.

gaspar

sera que os americanos iriam aceitar essa venda ?? eles nao poderiam vetar a venda ja que a SAAB tem muita tecnologia exclusiva americana nesse setor ??
se for o setor militar inteiro da SAAB que o brasil ira comprar, estamos feitos… tanto de misseis, torpedos, comunicacao…
mas acho que eh somento o setor de aviacao mesmo…

Excel

Deus do céu, a oferta é tão boa que até eu comprava se tivesse dinheiro, mas é por isso mesmo, por ser boa demais, que eu não acredito nesta história.
Para mim está mais do que óbvio, é especulação do FX Brasileiro.

Felipe Cps

Acho que é boataria, mas se for verdade, já é Gripen NG…

Abraços.

FERNANDO

Caras eu nem sei o que comentar, se for verdade, olha o Brasil pode vir ser uma das maiores potencias do mundo. Mais será que é verdade?
Agora só faltava o Brasil comprar a NASA e resolvemos alguns problemas pontuais do Programa Espacial Brasileiro.
Olha se for verdade será a coisa mais estraordinaria, desde Moises abriu o mar.To louca para ver o final do FX2, esta novela mexicana no final ficou gostosa.

Zero Uno

Seria um GOLPE DE MESTRE da EMBRAER, do BNDS e do Governo Brasileiro… Se isso acontecer vai ser o máximo para nós!

Más vamos aguardar. Acho que os Franceses e Americanos vão ter uma síncope se esse negócio for realmente verdadeiro e por fim, concretizado.

Daríamos um salto tecnológico como nunca nesta área e neste país.

jack_the_ripper

Eh boato.

IstoE = Daniel Dantas.

Eles publicm qualquer coisa que voce queira, desde que pague direitinho.

Credibilidade negativa, como de resto de toda a grande imprensa em Pindorama.

Nao fossem os blogs…

Zeke A6M

Um amigo bem informado, conta que existe um estudo, para uma joint venture, que envolve desenvolvimento, produção e manutenção de aviões civis e de carga, mas que não existe nada de concreto a não ser na questão de manutenção.

CELIO ANDRADE

O RAFALE dançou…

Julian C

Papo furado. Essa revista nao tem credibilidade alguma.

Robson

Boato ou não são 5min que fazem sonhar alto….

João Curitiba

Caro Escrevente

Quem seria este “irmão mais velho”?

Henrique Sousa

Mirage 2000-Br já ganhou, Su-35 com canard já ganhou, Gripen, Rafale, Kfir, F-18SH, já ganharam, e por ai vai.

Expeculações vão sempre acontecer, só vai atrás segamente delas quem quiser.

A única coisa que me deixa tranquilo e a confiança na capacidade da FAB em conduzir o processo, lidando com varáveis que nem conseguimos imaginar.

Bronco

Isto É, Veja, Caras, enfim, são perfeitas pra banheiro de cachorro. E só.

SMarcos

FERNANDO.

O difícil não é comprar a NASA.
O difícil é manter a NASA.

Paulo

Essa noticia e falsa com certesa.
Ninguém se desfaz de sua industria de defesa. Talvez a SAAB esteja tentando fazer, o que a embraer tentou fazer no FX1. Isso é, vender ações para a embraer se tornar sua sócia, e assim abocanhar o FX2. Isso so dará certo, se a FAB quiser mesmo o Gripen. Porque no FX1, o tiro saiu pela culatra. A embraer se associou a dassaud tentando empurrar o Mirage BR, porém a FAB não queria o Mirage BR.
Vamos esperar.

T+

João Curitiba

Um negócio desta envergadura não vazaria de jeito nenhum. Tá parecendo boataria feita para tumultuar mesmo.
E se for por troca de ações, não precisa da participação do BNDES. Também gostaria de saber com que participação a SAAB ficaria na Embraer e se esta participação seria legal. O mesmo vale para a participação da Embraer na SAAB.
Além disso, conheço a história de inúmeras empresas que faliram aqui no Brasil porque foram atrás do governo federal com a promessa de apoio para aquisições mirabolantes como esta.

Zorann

Sempre que comentei neste blog, citei a grande possibilidade de haver uma parceria maior entre Embraer e SAAB do que a já existente hoje. São empresas que se completam e juntas teriam muito mais força no mercado internacional. A Embraer com seus jatos regionais que dominam o mercado e a SAAB com muita tecnologia na área militar. A Embraer que cresce num ritmo muito rápido, com fábricas em vários países do mundo, grande carteira de clientes e a SAAB precisando de parceiros para não ser engolida pelas gigantes do mercado de defesa. Exclarecendo também que boa parte das industrias suecas… Read more »

Pedro

Se isso for verdade com essa compra o Brasil saltaria direto da 3ª pra 5º geração. Além do Gripen NG, de 4.5ª geração, já há na SAAB um estudo em avançado estágio de um caça bi reator de 5ª geração. Teremos o excelente Gripen NG produzido aqui já nos próximos anos (ok é monoreator, mas tem supercruise testado e é o fino da bola em tecnologia, além de ser MUITO MAIS BARATO PRA ADQUIRIR E OPERAR) e angariamos a capacidade necessária pra construção de um vetor de 5ª geração em terras brasucas. Fora as eventuais compras externas dos dois vetores….… Read more »

Fábio Max

Em TODAS as ocasiões em que a imprensa brasileira não especializada resolve dar informações sobre a área de defesa, nota-se a desinformação, a falta de preparo e o achismo exacebado dos jornalistas. Segundo a imprensa brasileira, o FX1 seria vencido pelo Gripen e o FX2 já teria sido decidido pelo Rafale. O Brasil já operaria K-Firs se dependesse do achismo de nossa imprensa. Segundo a mesma imprensa, o Brasil já teria adquirido projetos de submarinos alemães e o SU-35 teria voltado à discussão do FX2 por interesses pessoais do ministro da defesa. Tudo ACHISMO, falsa informação lançada em notinhas despretensiosas… Read more »

Zorann

Quanto ao vazamento desses assuntos, isto acontece sim. Basta vermos alguns exemplos anteriores: houve vazamento de informação quando da compra da MDD pela Boing; também ocorreu no processo de fusão que deu origem a Airbus; ocorre também em outras áreas, como o ocorrido recentemente com a Imbev que comprou a Budweizer (cerveja dona de 50% do mercado americano), causando um enorme descontentamento no povo americano, tornando-se inclusive, assunto para discussão entre os candidatos McCain e Obama na última campanha eleitoral dos EUA. Portanto, vazar, vaza sim! Devemos considerar que a notícia foi veiculada numa revista de prestígio e credibilidade no… Read more »

Cronista

Sou fã da Embraer e acredito que o momento atual abre ótimas oportunidades para o Brasil, que está sim melhor que os outros nesta crise financeira. Contudo, me parece que este é um vôo ousado demais…A SAAB é um conglomerado forte e na imprensa nada apereceu que condenasse seu futuro… Talvez o que esteja em estudo seja uma cooperação mais ampla, com troca de ações e inciativas conjuntas. As duas empresas odem colocar na mesa projetos de peso, que fazem a diferença numa negociação. Ninguém duvida do sucesso dos projetos civis da Embraer e eu aposto muitas fichas no KC-390,… Read more »

Sandro

Bem que a Saab ja poderia ter uma versão naval do Gripen, ai sim ia fechar o negocio com chave de ouro..

Leo

Acho que tudo trata-se mais de especulação e possibilidades. É até possível que o governo esteja estudando esta possibilidade. O governo está se esforçando para usar politicamente a força empresarial da Embraer. Já demonstrou isto ao tentar fazer acordos “espúrios” com a Argentina para que a Embraer assumisse a FAMA. Agora vem com esta possibilidade de “aquisição da SAAB. A Embraer é gerida por grupos que analisam a parte técnica e financeira do negócio. Acredito que dificilmente vão se deixar envoler pelos projetos malucos dos políticos de plantão. O melhor exemplo é o KC390. A Embraer vai projetar o avião… Read more »

Esdras

Acho que a Embraer assumir a SAAB será muito bom para o Brasil e para a Suécia……assim a SAAB poderá ser salva.

Rodrigo Rauta

Vamos esperar os proximos capitulos…mas sei la…isso ta cheirando a uma puta boataria…so falta fazerem isso com o F-18!!!

Abraços!!!

Marlos Barcelos

Lembro que a dassault fabricante di Rafale é dona de 20% da embraer, parceria por parceria, teríamos boas opções entre gripen e rafale, neste caso gripen.

Everson

Sou leigo mas acredito muito mais em parceria do que aquisição…
Qualquer uma das duas já é muito boa pro Brasil….

____________________________________________________________________
Esdras

a SAAB está falindo?

Zero Uno

Zorann em 04 mai, 2009 às 11:32

Este seu post foi muito oportuno e elucidativo…
Meus parabéns. Se acontecer mesmo essa fusão (eu rezo para que aconteça), estaremos muito bem posicionados no mercado mundial de aeronaves militares e dando um salto qualitativo para ser um potência militar de respeito (mais ainda)…

Abraços.

Tiago Jeronimo

Impossivel saber se é verdade ou não, mas que seria demais seria, imagine nós donos da SAAB…

Henrique

Uma Joint-Venture seria viável sim mas assumir a SAAB é outra coisa. A SAAB faz parte de um complexo de indústrias SAAB, Scania, (não sei se já uniu-se à Volvo) e mais algumas dezenas de companhias o que seria, além da interferência dos EUA, questões impeditivas a tal processo.
Se acontecer, QUE BOM (nada é impossível) mas duvido muito!
Abraço.

Rogerfer

Como alguns já notaram, há um interesse muito grande neste processo de escolha do FX-2. Mas como eu já disse em outros tópicos, o interesse é muito maior do que parece. Enquanto eles (países desenvolvidos) enxergam muitas oportunidades no nosso END, nós ficamos ligados apenas no FX-2; caça novo, bonitinho, superioridade na AL, etc.
Sendo verdade ou não esta notícia, poderemos enfim ter reais oportunidades para desenvolver o nosso parque indústrial nos próximos anos, agora que já temos a END. Eu acredito bastante nisso.

Cantarelli

Sera que o capital da parte militar da SAAB é aberto? se for isso é viavel para o FX-2

Felipe Cps

Hehehehe, como mundo dá volta, em outros tempos a notícia seria “Saab planeja adquirir Embraer”, rsrsrs… Só vivendo para ver mesmo, rsrs… Quanto a vazar informações: quase todo negócio de grande vulto acaba vazando, porque o fator humano ainda existe e interesses inclusive internos (funcionários, executivos, etc.) acabam preponderando para o vazamento. O exemplo maior, que envolve o Brasil de certa forma, foi da compra da Budweiser pela Imbev. Mas há outros. Assim, podemos pensar em duas possibilidades: 1 – A notícia é “plantada” na mídia (com ou sem a conivência direta desta) para causar tumulto no FX2 ou servir… Read more »

Goiano

Caso seja verdadeira a notícia, tal vazamento de informações é extremamente prejudicial para o negócio, poderia jogar tudo por agua a abaixo. Foi no mínimo um irresponsabilidade publica-la na revista.

Felipe Cps

Marlos: consta que a Dassault não é mais acionista da Embraer, teria vendido suas ações quando melou o FX1…

Henrique: a Scania e parece que a Volvo já foram vendidas para a Volkswagen, e a Saab tem algum capital americano, mas não é preponderante. De mais a mais, o único jeito do americano intervir para ferrar a Embraer seria comprando ações da Saab, e me parece que, com a crise como tá, eles teriam outras prioridades para investir seus dólares… E seria um ótimo negócio também para os acionistas…

Se for verdade, “ninguém segura esse rojão”, rsrs…

GO GRIPEN!

Mineiro

Uma boa forma de verificarmos a verossimilhança das informações contidas na matéria, seria alguem aqui do blog ter acesso ao pregão das bolsas de valores dos respectivos paises. Se o mercado realmente vislumbrar esta compra, fusão e etc…, ventilada a matéria em espeque, então as ações de ambas as empresas estariam em elevada alta.
Será que alguem tem essa informação.
Cordialmente.

Zorann

Marlos Barcelos em 04 mai, 2009 às 13:03

Gostaria de informar que a Dassault não possue mais os ditos 20% da Embraer. A participação dessa empresa francesa na embraer foi vendida logo após do cancelamento do FX-1. Hoje o Governo Brasileiro é quem possue cerca de 20% das ações da Embraer, dadas ao BNDS como garantia de empréstimo .

Zero Uno em 04 mai, 2009 às 13:05

Muito obrigado por seu comentário. Parece muito clara a vitória do Gripen-NG, mesmo que esta negociação não vá adiante…

RJ

Nossa imprensa é uma piada!

Goiano

A noticia ja fez as acoes da Embraer baterem em +10,62% na Bovespa.

Zorann

As ações já subiram 10,62%…. hahahaha….

Agora se faltar dinheiro para o negócio, só a garantia patrimonial subiu 10%, permitindo uma maior alavancagem de dinheiro….

Não se esqueçam…. a revista é a ISTO É

RenanZ

“…sem gastar um centavo…” ?!?!?!?

Hhaa
Nem sonhando,
não existe almoço grátis !!!

Marcos Ricarte

Será que a Embaer junto com a Saab não poderiam substituir as peças que são fabricadas nos E.U.A?

jack_the_ripper

EMBR3 Embraer ON NM R$ 9,66 +9,15%

Últimas Notícias

Acompanhe a estreia do 1º episódio da websérie Colaboração Real 4 no YouTube

Em 21 de outubro, às 11h, estreia o primeiro episódio da quarta temporada da websérie Colaboração Real no canal...
- Advertisement -
- Advertisement -