segunda-feira, abril 12, 2021

Gripen para o Brasil

Produção do Gripen para a Suécia chega ao último lote

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

gripen_394277_flight_090216_360-foto-per-kustvik-condesign-via-gripen-internationalNa foto, a primeira aeronave do terceiro e último lote encomendado pela Força Aérea Sueca decolando, pela primeira vez, da pista da Saab em Linköping nesta segunda-feira, 16 de fevereiro.

No manche, o comandante de operações de voo da empresa, Anders Håkansson. Na linha de produção, outros 30 exemplares esperando a sua vez de decolar e serem entregues, de um lote de 31 aviões encomendados em 2007.

E no futuro?

Esta é a pergunta do Blog do Poder Aéreo aos frequentadores deste espaço: o que reserva o futuro para essa linha de montagem? No presente, compartilhando o teto com o último lote da encomenda sueca, há aeronaves sendo produzidas para a África do Sul e a Tailândia. No ar, há o protótipo de uma nova versão, o Gripen NG. No futuro próximo, espera-se o resultado de concorrências internacionais importantes, como as da Índia, da Suíça e do Brasil. E representando o passado não tão distante, há o revés recente na Noruega, além de dezenas de exemplares das versões iniciais do Gripen estocados, aguardando destino.

Fonte e foto: Gripen International

- Advertisement -

82 Comments

Subscribe
Notify of
guest
82 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Felipe Cps

O Futuro? Grifo Nova Geração detonando as concorrências de Brasil, Suíça e, se o lobby soviético não falar mais alto, Índia.

GO GRIPEN!

Lecen

Alguém poderia me responder se o avião Su-35 que a Rússia está oferecendo ao Brasil é a versão original ou a mais moderna BM?

Carlos Augusto

Este é o caça para o programa FX2, bom de preço, bom de supercruiser, bem ao gosto da nossa FAB.

Rodrigo

se o gripen for o escolhido, eles poderiam emprestar essa antigos pra fab até o ng ficar pronto, seria legal.

Excel

Mas a SAAB não foi adquirida pela BAE? Alguém pode me tirar esta dúvida?

welington

Lecen em 19 fev, 2009 às 12:45
Su-35 BM (Bolshaya Modernizatsiya – Grande Modernização)Gulla.

Edmar

Bem, será que o Brasil vai querer o “Gripen”?

Qual será o vencedor do FX2…, será divulgado em Agosto deste ano o vencedor do FX2…

Eu gostaria que fosse o “Rafale F-3”.

J Mitchel

Futuro é um só: “Encerramento da linha e museu”
At
JM

Carlos Augusto

Com o preço do Rafale F3 talvez dê para se comprar 2 Gripen NG e devido o peso do Gripen NG com algumas modificações ele poderia ser o caça certo para o Nae São Paulo, outra atenuante interessante esse caça também é operado pela Força aerea da Africa do Sul, o que vem também para beneficiar a FAB com os seus missil A-darter. Se houver trasnferência de tecnologia esse caça vai ser a melhor pedida para a FAB.

Mirage

Todo mundo fala em mais barato, da pra comprar 2 Gripem em detrimento de um Rafale F3 e bla bla bla. Qual o valor do dois hoje??

Zero Uno

J Mitchel…

F16 também? Mesmo destino? Mesmo participando de diversas concorrências mundo afora?

Abraços.

Rodrigo Marques

Só avisando: quem tem medo de componentes americanos pode ir perdendo o entusiasmo pelo Gripen… Apesar de tudo acho essa iniciativa da Suécia formidável:Para chegar ao Gripen, passaram pelo Draken e pelo Vigen.

Zero Uno

Olha Mirage… O Gripen é monoreator e o Rafale é bierator. Só por esses dois fatores é claro que o Gripen é mais barato. Más acho que não é só isso que importa. O ciclo de vida no uso da aeronave, seus sistemas, armas e sensores influem em muito no preço final da aeronave seja ela qual for. O mais importante meu velho é o que esse caça trará para a industria aeroespacial brasileira e para a doutrina e ordem de batalha da FAB. Más poderíamos colocar como off-set para esses concorrentes o C-390 não é mesmo? Se vamos compara… Read more »

Southamericaneagle

Caro Zero Uno,

Muito boa sugestão, quem sabe o C-390 decola do papel?…rs..rs.rs..

Saudações!

Paulo Renato

O Gripen é um caça que atende perfeitamente a FAB, mas o SU 35 é bem superior, como a proposta da Rússia como noticiado aki mesmo no blog está vindo pra detornar acho que o Gripen fica em segundo plano, no máximo que pode acontecer e ter o dois juntos no FX2, que tb não seria ruim.
Mas tudo não passa de especulção, teremos mesmo é que esperar o resultado final.
Fico na minha opinião de que o SH eo Rafale estarão fora desse FX2, a dúvioda está entre o Gripen e o SU35.

staremos muito bem obriggado !!!!

Mabill

Pode até ser uma boa este off-set sugerido por vc Zero Uno; mais acho que a FAB esta mais interessada é nos materiais compostos e tecnologias semelhantes (parece que os russos incluiram algumas delas na nova oferta); a EMBRAER seria muito beneficiada e poderia aplicar na construção não somente do C-390 mais de toda uma nova geração de aeronaves. Esses Gripen-NG estão surpreendendo com o cruiser e a relação custo/benefício o que as tornou muito atrativas !!!
Sds.

Carlos Augusto

Segundo o site do http://www.aereo.jor.br/?p=1461 – 71k 45.ooo Milhões de Euros para o Gripen NG e 75.000 a 80.000 Milhões de Euros para o Rafale F3. Entendo a sua duvida Mirage porque até o seu nome aqui no blog ja diz tudo. “Mirage”
Abs. Carlos

Zero Uno

Mabill.

Concordo contigo. Más dependendo das negociações acho que um off-set no C-390 seria bem vindo também. Aliás esses mesmos materiais que vc citou pode perfeitamente entrar no programa de transferência de tecnologia na construção e projeto do C-390 pricipalemente a tecnologia de fabricação de materiais em carbono…

Abraços.

Francisco AMX

ALGUÉM FALOU EM OFF-SET????
sou gráfico, e se tiver off-sets eu quero uma pra mim! 🙂

(para quem não entende de gráfica, off-set é o sistema de impressão que predomina no mundo gráfico)

Abraços!

dumont

2.7 bi zero uno? Essa é sua estimativa p/ 36 Gripens ou vc ta sabendo de alguma mudança no orçamento da FAB (cuidao porque é capaz do pessoal do blog ter que te eliminar :-))

Qto aos off-sets realmente seria bom ter um produto da Embraer operado pelos suecos… compramos uns 60 Gripens e eles nos compram 10 C-390, 40 s. tucanos e 5 verções novas de AWACS baseados no E190 e com uma antena mais potente…

agente devia dar consultoria! 🙂

abrs

Zero Uno

Francisco AMX…

Tá querendo levar o seu? kkkkkkk

Zero Uno

Dumont…

Será que com essa crise o governo chega aos U$$ 3.5 bi prometidos??? Sei não hein?

Abraços.

Zero Uno

Aliás…

R$$ 60 mi X 36 = U$$ 2.160.000.000 não é mesmo?

Então podemos ir às compras!!!!!!!!!!!!

dumont

Por um lado eu acho vão existir dificuldades sim, mas por outro… realmente acho q não é mais possível postergar essa decisão, o pais é importante demais para não ter vetores minimamente modernos. Não sei se vão ser os 36 mas acho alguma coisa tem que sair.

abrs

Fábio Max

O gripen é um caça com caracteristicas que a FAB já opera: Monoturbina, pequeno, hora de vôo barata. Eu penso que ele substituiria os A-1, os F5M e os Xavante por um preço convidativo, com a padronização dos meios que a FAB pretende. Se eu fosse escolher um dos aviões do FX2, escolheria o F18 Super Hornet. Mas a FAB sabe do seu orçamento e do que precisa, e pode optar pela opção que implique maior número de unidades, melhor padronização e melhores custos de operação. Por isso o Gripen é forte no FX2. Se a FAB for vencida na… Read more »

Wolfpack

O futuro é muito incerto para o Gripen. O projeto está ficando defasado, os negócios no caso da Hungria e Africa do Sul foram baseados em leasing. Está difícil a situação deste caça.

dumont
Wolfpack

Agora se formos escolher a melhor relação custo/benefício, sem dúvida o melhor é o SAAB J39 Gripen NG. Em situações de crise pode ser a aposta da FAB.

Rodrigo Cesarini

Alguem falou em África do Sul?

“A Darter” successfully ground-fired:
http://www.defenceweb.co.za/index.php?option=com_content&task=view&id=1134&Itemid=350

Patriota

Fabio Max Eu pessoalmente não concordo quando se fala que o gripen é caça para paises pequenos pelos seguintes motivos: 1- O raio de ação do Gripen NG é de 1.850 KM ou seja maior que a dos demais concorrentes 2-seu alcance operacional que é de 4.070 Km tambem supera com folga os demais concorrentes. 3- Apresenta dimensões reduzidas e capacidade de operar em pistas despreparadas 4-Capacidade de super cruiser 5- menor custo de aquisição 6-menor custo operacional ,o gripen hoje está sendo adquirido por uma quantidade consideravel de paises e com ampliação da logistica e manutenção teremos um custo… Read more »

Rodrigo Cesarini

AS turbinas do Super Hornet e do Gripen são as mesmas? Se forem, seria o perfeito Hi-Lo, unificando as 3 cadeis logísticas de manutenção hoje existentes (A-1, F-5 e M2000).

Patriota

Wolfpack

Pelo que eu sei a Africa do Sul comprou 28 gripens e com transferencia de tecnologia não tô sabendo de leasing não.
saudações a todos.

Zorann

se sair algum FX-2,o vencedor disparado será o Gripen NG
Abraços

Robson Br

O FX-2 já está decidido. O Brasil está tentando conseguir vantagens na negociação. Os Russos entraram de gaito. A parte deles eles já levaram nos helis. Se forem mais espertos aindam levam mais um lote, isso dependendo é claro de como a FAB achar dos helis. Desde o final do ano passado os americanos estão botando panos quentes em nós e a declaração do Jobim foi uma em parte uma ameaça para marcar posição brasileira na negociação. Ou do nosso geito ou vamos com o outro. A espera da MB na modernização dos A4 pode estar relacionada com isso. Vamos… Read more »

Roberto

Se o FX-2 der Gripen NG,será que não compensariam a FAB adquirir por meio de leasing as versões iniciais do Gripen que estão estocadas aguardando destino,modernizando-as até a chegada dos NG? Enquanto discutimos o FX-2,Chavez e Morales estão indo as compras. Chavez comprou radares e aviões de treinamento chineses. No dia 11 de fevereiro, o chefe do Comando Estratégico Operacional (CEO), Jesús González, anunciou a chegada nos próximos meses de 11 radares e 18 aviões de treinamento K-8 de origem chinesa. González disse na ocasião que os radares estarão operando a partir de março deste ano, enquanto os primeiros seis… Read more »

Fábio Max

55 F5(considerando que nem todo estão modernizados ainda) + 54 A1 + 25 AT26Xavante = 134 aeronaves Essa é a conta, segundo as informações que temos, e que pode variar para menos em umas 15 aeronaves, mas não para mais! Ou seja, para substituí-las o Brasil precisa adquirir entre 120 e 140 aeronaves novas. O Gripen leva alguma vantagem por ser mais barato e ter a hora de vôo mais barata. Se na conta ele também for adquirido para substituir os Xavante, seria um negócio muito bom para a FAB e para a SAAB (que não declarou insolvência, foi a… Read more »

Rodrigo Marques

SAAB em vias de falência:
http://www1.folha.uol.com.br/folha/dinheiro/ult91u507073.shtml

Não acredito que o governo da Suécia deixe, mas que causa um enorme desconforto, isso é inegável.

Vassili Zaitsev

Sempre defendi o Su-35 (admito, sou uma das viúvas), e fiquei intrigado com a notícia de que os russos pretendem reapresentalo à FAB no segundo semestre.

Mas, se formos ver pelo lado financeiro, o Gripen NG ganha essa concorrência de lavada. Isso pelo fato de ser monorreator, fato esse que diminue bem os custos de “hora voo” e manutenção.

abraços.

Hayabusa

Amigos,estamos jogando com números repassados pela SAAB,nem ela própria pode garantir isso.O NG não existe ainda,estamos no mundo da fantasia dos suecos!O fato dele ser monomotor,a princípio,podemos deduzir que seu custo operacional é mais baixo.Mas pensemos se formos os únicos operadores do NG,será ele tão compatível assim com os Gripens de linha?!Segundo a SAAB sim….agora,acreditar no vendedor fica difícil!Se formos os únicos com NG o custo operacional vai ficar bem próximo dos bimotores,afinal,vão ser poucas unidades do NG e mantê-las vai ser um pesadelo logístico.Vai ser o AMX II,o pesadelo voltou!!!
Já tô suando frio só de pensar….
ABS….

Alfredo Oriente

O problema pessoal não é somente comprar os caças, mas o principal é o custo da manutenção desses caças. O que adianta comprar o melhor caça do mundo e depois deixar virar sucata!!!! Temos que pensar a médio e a longo prazo. Daqui a 100 anos nenhum dos que aqui deram a sua opinião estarão vivos, mas a Força Aérea Brasileira estará presente. Ela estará bem treinada e equipada, espero que sim! De maneira geral nós brasileiros somos muito imediatistas, queremos já e agora, não temos tradição em planejamento a longo prazo. O governo federal esperou a FAB virar uma… Read more »

[…] Aérea Sueca estrearam o uso de NVG (Night Vision Googles – óculos de visão noturna) no caça Gripen. Trata-se do esquadrão 212, cujos pilotos reconhecem que, em comparação com a nova realidade, é […]

Felipe Cps

O Futuro? Grifo Nova Geração detonando as concorrências de Brasil, Suíça e, se o lobby soviético não falar mais alto, Índia.

GO GRIPEN!

Lecen

Alguém poderia me responder se o avião Su-35 que a Rússia está oferecendo ao Brasil é a versão original ou a mais moderna BM?

Carlos Augusto

Este é o caça para o programa FX2, bom de preço, bom de supercruiser, bem ao gosto da nossa FAB.

Rodrigo

se o gripen for o escolhido, eles poderiam emprestar essa antigos pra fab até o ng ficar pronto, seria legal.

Excel

Mas a SAAB não foi adquirida pela BAE? Alguém pode me tirar esta dúvida?

welington

Lecen em 19 fev, 2009 às 12:45
Su-35 BM (Bolshaya Modernizatsiya – Grande Modernização)Gulla.

Edmar

Bem, será que o Brasil vai querer o “Gripen”?

Qual será o vencedor do FX2…, será divulgado em Agosto deste ano o vencedor do FX2…

Eu gostaria que fosse o “Rafale F-3”.

J Mitchel

Futuro é um só: “Encerramento da linha e museu”
At
JM

Carlos Augusto

Com o preço do Rafale F3 talvez dê para se comprar 2 Gripen NG e devido o peso do Gripen NG com algumas modificações ele poderia ser o caça certo para o Nae São Paulo, outra atenuante interessante esse caça também é operado pela Força aerea da Africa do Sul, o que vem também para beneficiar a FAB com os seus missil A-darter. Se houver trasnferência de tecnologia esse caça vai ser a melhor pedida para a FAB.

Combates Aéreos

A perda dos ases iraquianos

  Muitos pilotos iraquianos de Mig-21 ganharam notoriedade durante a guerra com o Irã. O mais conhecido foi Tenente (mais...
- Advertisement -
- Advertisement -