Home Sistemas de Armas F-16 chilenos: os novos que fazem bonito na foto…

F-16 chilenos: os novos que fazem bonito na foto…

489
138

f-16-block-50-foto-fach

…e os usados que continuam bem na fita.

f-16-mlu-formacao-foto-fach

Aviões novos e usados “zerados” são iguais a carros: quem compra faz questão de mostrar pros vizinhos. E para completar, circulam informações de que o Chile, além da aquisição de mais 16 modelos usados junto à Holanda, estaria planejando a compra de um novo lote de F-16 C/D Block 50 entre 2010 e 2012, o que poderia elevar a frota total de F-16 chilenos para além de 50 unidades.

Fotos: FACH

Subscribe
Notify of
guest
138 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Fábio Max
11 anos atrás

Pelo menos o Chile dá o recado: Chaves, não se meta a besta!

Claudio
Claudio
11 anos atrás

General chileno nega ter recebido dinheiro por compra de caças Plantão | Publicada em 19/01/2009 às 16h37m O Globo O ex-comandante-em-chefe da Força Aérea chilena, o general Ramón Vega, declarou sua inocência e descartou ter recebido quantias em dinheiro pela compra de 25 aviões Mirage recondicionados da Bélgica, no ano de 1994. “Nunca falei com uma autoridade belga. Nós fazemos informes técnicos, avaliamos os aspectos técnicos de um sistema de armas, não discutimos sobre as negociações, porque não nos corresponde legalmente, não fazemos acordos internacionais, tudo isso corresponde a autoridades do governo”, disse Vega ao jornal “El Mercurio”. As declarações… Read more »

Roberto
Roberto
11 anos atrás

Acho que é pra comemorar os 30 anos da quase guerra entre Chile e Argentina pelo Canal de Beagle.rs..

http://www.defesanet.com.br/missao/beagle/1.htm

Muito bonitos esses F-16 chilenos tanto os novos como os usados!
E por falar em chilenos,tem uma comitiva de oficiais chilenos no Brasil para conhecer nosso sistema de foguetes.
http://www.exercito.gov.br/revista/visit.htm

VirtualXI
VirtualXI
11 anos atrás

Mais um país humilhando o Brasil. Aliás, já virou rotina.

É muito interessante ver como o Chile vem se tornando e, principalmente, tem planos concretos e um planejamento para longo prazo para ser, se já não o são, a maior potência militar em quesito aeronáutico da América Latina. Depois de darem aquela humilhada no Brasil, agora se preparam para deixar somente pó a Venezuela na estrada do sucesso.

E o Brasil vai vivendo de FX-1, FX-2 , FX-3…

Roberto
Roberto
11 anos atrás

Acho que é pra comemorar os 30 anos da quase guerra entre Chile e Argentina pelo Canal de Beagle.rs..

http://www.defesanet.com.br/missao/beagle/1.htm

Muito bonitos esses F-16 chilenos tanto os novos como os usados!
E por falar em chilenos,tem uma comitiva de oficiais chilenos no Brasil para conhecer nosso sistema de foguetes.

Roberto
Roberto
11 anos atrás

OOPS!! foi duas vezes,acabei encostando na tecla sem querer,desculpem!!

sds.

Zero Uno
Zero Uno
11 anos atrás

Não vamos fazer julgamento antecipado a respeito desse General. Más devemos lembrar que as compras desses caças Mirage 50 foram feitas durante a ditadura militar chilena… Resta saber qual a posição dele nas forças armadas no momento da compra desses caças. Quanto aos F16 Chilenos acho que eles se equipam devido a 03 conflitos fronteiriços que por enquanto estão resolvidos: Perú e Bolívia : A Guerra do Pacífico foi um conflito ocorrido entre 1879 e 1881, confrontando o Chile às forças conjuntas da Bolívia e do Peru. Ao final da guerra o Chile anexou ricas áreas em recursos naturais de… Read more »

Zero Uno
Zero Uno
11 anos atrás

Devemos também lembrar que por força de uma Lei que está na constituição Chilena, os dividendos com as exportações de Cobre devem servir para reequipar as forças armadas do país. Por isso, eles têm dinheiro suficiente para o mesmo. Más já existem pressões no Congresso Nacional Chileno para suprimir essas lei das constituição do país. Se isso acontecer, acho que o Chile não terá dinheiro nem para manter esses caças voando… É o mesmo que acontece no Brasil. REVANCHISMO. Fazer o que…

WAR
WAR
11 anos atrás

Zero Uno em 21 jan, 2009 às 12:24
Amigo, não é revenchismo. É BURRICE! Abraço a todos.

Carlinga Carenada
Carlinga Carenada
11 anos atrás

INVEJA… não tem outro nome o que sinto… como patriota e admirador do meu País…

Leandro Furlan
Leandro Furlan
11 anos atrás

Esses F-16 da foto não são os Block 50/52, e sim os antigos MLU que a Royal Netherlands Air Force vendeu ao Chile.

Carlinga Carenada
Carlinga Carenada
11 anos atrás

Sobre os atritos do Chile com a Bolívia… veja se o cocalero humilha o Chile como fez com o Brasil no caso das refinarias da Petrobras… se pensar em alguma besteira nacionalista o porrete entra em ação pelo ar e por terra, haja vista que a Bolívia ficou sem acesso ao oceano… Chile 1 X O Bolívia, rsrsrsrs

Zero Uno
Zero Uno
11 anos atrás

War:
Concordo contigo. Só quis ser mais “educado”. rssss

Carlinga:
Invadir a Bolívia pura e simplesmente ou dar um ultimato militar não resolveria. Tínhamos que fazer como fizemos com o Equador: CHAMAR O EMBAIXADOR PARA CONSULTAS (isso no jargão diplomático é bastante grave), cortar os financiamentos de desenvolvimento e aquisição de bens e serviços, etc… Aí sim esse Evo Morales iria aprender.

Nunão
Nunão
11 anos atrás

Leandro, conforme identificação do site da FACH, os da foto de cima são os Block 50.

Os de baixo (facilmente reconhedidos pela camuflagem mas “tradicional” e pela pintura do leme) são os MLU.

Nunão
Nunão
11 anos atrás

…só complementando, o que não impede deles terem identificado errado no próprio site, é claro. Para conferir essas e outras fotos, basta acessar o link no final da matéria.

Erich Hartmann
11 anos atrás

Concordo com Zero uno no caso do “cocaleiro”,pois bastariam cessar projetos ou “fechar a torneira” de investimentos que o efeito seria mais efetivo que uma incursão militar de qualquer espécie. Sobre esses F16…realmente apesar de meio “balzaquianos” para efeito dos avanços da tecnologia estes caças super-versáteis estão fazendo bonito na foto….enquanto isso torramos boa parte de 80% do orçamento da aeronáutica em com “pensões de filhas” e ainda contamos com a total falta de cultura nacionalista ou patriotica(sem a exacerbação de um nacionalismo barato praticado por nossos vizinhos…) de nossos governantes e sociedade civil (des)-organizada.

M. Souza
M. Souza
11 anos atrás

O que me impressiona não são os motivos que o Chile teria para adquirir mais Vipers e sim o número deles: aproximadamente 60 aviões no estado-da-arte, enquanto que no Brasil, fazemos contas de 36 (ou 120, como queiram!)para termos uma Força Aérea dos sonhos!

Pena!

Zero Uno
Zero Uno
11 anos atrás

Olha M. Souza em 21 jan, 2009 às 15:48 Na minha opnião, o Brasil não tem problemas de fronteiras com nenhum dos seus vizinhos. O Chile ainda tem esses problemas. O Perú mandou retrofitar todos os seus MiG 29S para o padrão mais avançado desta aeronave o MiG29 SMS (SMT tem vetoração de empuxo). Vão trocar desde radares até sistemas mais sofisticados… Então, aí já há um motivo. O Perú também já está cogitando trocar seus Mirage 2000P más ainda não há um programa a respeito. Então… Quanto à Bolívia, lembremos que o Hugo Chaves tem um programa de cooperação… Read more »

Mauro
Mauro
11 anos atrás

A FACh é sem dúvida a melhor e mais bem preparada força aérea hoje do continente. Há razões políticas (potenciais rivais em todas suas fronteiras), geográficas (a característica do território chileco que obriga um rápido poder de resposta) e econômicos (as vantagens de ter verbas garantidas por lei para reequipamento). Além disso devemos entender a questão do planejamento. A compra dos F-16 novos e usados e as possíveis futuras compras do mesmo modelo, mostram um planejamento bem feito visando uma padronização de equipamentos e, consequentemente, um custo menor e melhor de operação. Se imaginarmos a FACh com 60 F-16 de… Read more »

marujo
marujo
11 anos atrás

Li que o Chile pretende operar um total de 54 F-16, entre novos e usados. Estão estudando a compra de mais 10 F-16 novinhos em folha.
É um assunto fora de lugar, mas vá lá: estão retrofitando sua única T-22 com canhão de 76mm, mísseis Harpoon e Barak (retirados de seus antigos contratorpedeiros Countys)e nova suíte eletrônica nacional. Vão ser bons assim lá longe.

Wolfpack
Wolfpack
11 anos atrás

Não é exagero falar que o Chile hoje apresenta as Forças Armadas mais bem estruturadas e armadas da América Latina. E fazem muita propaganda disso. Além do Cobre, o Chile é rico em Lítio, material fundamental as baterias que muito em breve vão estar presentes nos automóveis. Dizem ainda que é possível que a Europa e os Estados Unidos vão substituir a dependência do Petróleo pela do Lítio. Vamos ver. Os caras têm Leopard 2A4 novinhos e nós com os M60 e Leopard 1A5 usados. É uma vergonha sobre a outra.

Abrivio
Abrivio
11 anos atrás

O Chile tem suas forças armadas dimensionadas de acordo com a importância que o país tem ou pretende ter no cenário mundial, bem como para proteger sua soberania e interesses.

O Brasil, como visto recentemente, tem conflitos de interesses com quase todos os vizinhos (Itaipu, contrabando, brasiguaios, drogas… ), mas como já debatido incansavelmente neste blog, não tem forças aptas a garanti-los ou intimidar os candidatos a ditadores a nossa volta.

thiago
thiago
11 anos atrás

FACH NAO E A MELHOR FORÇA AEREA DO CONTINENTE

Hornet
Hornet
11 anos atrás

No meu modo de ver, hoje, o Chile é a mais bem equipada Força Aérea da AL. Seguido da Venezuela e tendo o Brasil disputando o terceiro e quarto lugares com o Peru. Ou seja, nós estamos longe da ponta. No entanto, essa questão é cíclica. Hoje está assim, amanhã ninguém sabe. Pode-se manter, alargar a distância entre os primeiros colocados e o Brasil, como também o Brasil pode se colocar em primeiro. Chile e Venezuela largaram na frente, no quesito rearmamento de suas FAs. Mas o modelo adotado foi basicamente o modelo de “comprador”. Não gosto deste modelo e… Read more »

Abrivio
Abrivio
11 anos atrás

O F-16 é uma plataforma válida desde que munido de armas modernas, empregado por pilotos treinados e com logística que garanta sua disponibilidade.

O SU-30 da Venezuela são uma plataforma melhor, mas a FAV é uma força semi-profissional quando comparada a FACh. Em um conflito hipotético haveria um score muito alto em favor dos chilenos.

A F-16 Chilenos são melhores ou iguais a qualquer aeronave em operação ou em vias de ser adquirida na américa latina.

Getulio - São Paulo
11 anos atrás

Ainda bem que não temos fronteira com o Chile.

Cinquini
Cinquini
11 anos atrás

Companheiro Hornet, Permita-me, pela primeira vez discordar da vossa análise. Eu acredito sim que apesar de todos os problemas enfrentados na nossa Força Aéra, nó ainda somos a Força Aérea número 1 do continente. Agora eu ireo explicar o porque que acredito nisso. Uma força aéra não é só composta de aviões de “caça”, nós somos a única força aéra da América Latina que tem condição de “alcançar” qualquer país pois temos aviões reabastecedores e o mais importante, temos aviões R-99 que são verdadeiras “armas” de eltrônica. O Chile pode ter melhor aviões de caça e mais modernos e em… Read more »

Cinquini
Cinquini
11 anos atrás

Me desculpem pelos erros de português causados pela digitação, desde ontem só estou digitando errado.

Hornet
Hornet
11 anos atrás

Cinquini, eu me referia a qualidade de equipamentos, e só isso. E nesse sentido acho o F-16 chileno e os Flanker venezuelano superiores aos nossos F-5 M, Mirage 2000 e AMX. No sentido global, levando-se em conta tudo o que uma Força Aérea precisa para um combate, não existe ninguém na AL que possa enfrentar a FAB. E a rigor, nenhum país latino americano tem poder para enfrentar o Brasil. A começar pelo poder maior de uma guerra: o poder econômico. Podem levar uma certa vantagem no varejo, mas no atacado perdem feio. abração ps. procura o Pasquale…kkkkkkk

Hornet
Hornet
11 anos atrás

Cinquini,

em tempo: eu também preciso do Pasquale, acho que mais que todos aqui, inclusive…hehehe

abração

Vassily Zaitsev
Vassily Zaitsev
11 anos atrás

Cinquini, E aquele B-707 chileno com nariz todo esquisito???? aquela aeronave é uma AEW ou Elint/Sigint? abraços. Hornet, TB acredito que a FAB ainda seja a number one da América Latina. Isso pq os SU-30 enezuelanos não podem fazer revo com C-130 ou B-707; muito menos a Venezuela tem AEW. Mas, logo-logo o Chapolin Descolorado terá reabastecedores aéreos provenientes da Rússia, e o mesmo se cogita de AEW, da mesma procedência. Neste ponto, quando esses vetores estiverem operacionais, se estivermos dotados somente com os F-5M, A-1M e F-2000, teremos perdido o posto de number-one. E, lembremos que o vencedor do… Read more »

Cinquini
Cinquini
11 anos atrás

Hornet,

Agora sim concordo completamente com a sua análise!
Eu não acreditei que vc, o “Hornet” que eu conheço ia entrar nessa torcida de “F-16 X F-5M” não existe uma briga assim, as batalhas são mais amplas e o cenário então é imenso. É bem mesmo como você:

“E a rigor, nenhum país latino americano tem poder para enfrentar o Brasil. A começar pelo poder maior de uma guerra: o poder econômico.”

Abração

Francisco AMX
Francisco AMX
11 anos atrás

Sobre os F-16: Ao meu ver a FACH trabalha em conjunto e sincronizada com o governo e o MD chileno, pois fez uma opção consistente, despretensiosa, econômica e, principalmente…ágil! estão no caminho certo! quando o Brasil começar a usar um vetor de igual capacidade de superioridade aérea (só se for o Rafale) os chilenos estarão anos luz em doutrina e experiência, pois aos amigos que acham que o F-5M, por ter uma aviônica “moderninha”, pode servir para manter elevado o conceito BVR, não é bem assim, com o F5M vamos estar preparados, em parte, para operação do sistema, que está… Read more »

Cinquini
Cinquini
11 anos atrás

Vassily,

Cara, nunca tive a oportunidade de falar isso mas, gosto muito das coisas que você escreve!

Respondendo a sua pergunta o Boeing 707 Cóndor está listado como AEW / AWACS, mas é apenas uma aeronave, que se for inutilizada, já era!

Lembro muito daquele ditado, quem tem um, não tem nenhum!

Abração

Hornet
Hornet
11 anos atrás

Cinquini e Vassily, Nós só estamos com um pouco de inveja dos vizinhos porque eles acabaram de comprar uma geladeira nova e a nossa ainda é aquela que já tínhamos desde outros carnavais (mas que gela do mesmo jeito, só não é tão moderna)…mas isso, em termos práticos, não quer dizer nada…. a questão não passa só pelos equipamentos que os vizinhos tenham ou ainda possam vir a ter…Pra enfrentar um país do tamanho (econômico, político, geográfico etc.) do Brasil, nossos vizinhos ainda têm que comer muito arroz com feijão…hehehehe abração aos dois

Ivan
Ivan
11 anos atrás

Amigos, Comparar as Forças Aéreas é difícil. A FAB tem um bom mix de aeronaves, Caças, Aviões de Ataque, Transporte Tático, REVO, Sensoriamento Remoto e, particularmente, AEW&C. A necessidade do Brasil é diferente, muito espaço aberto, fronteiras distantes, bases aéreas longe das fronteiras. A FACh tem um conjunto de vetores, o F-16 e seus armamentos entregues, superiores a tudo que voa na América Latina; inclusive são operacionais. Pela sua ordem de batalha está planejada e direcionada para lutar nas suas fronteiras, com bases próximas delas (pela “magreza” do país), daí o pequeno número de Transportes e, principalmente, REVO. A FAV,… Read more »

Ivan
Ivan
11 anos atrás

Francisco,
Eu tambêm gosto muito do F-16.
Ele já dobrou a curva de maturidade do projeto, voa hoje cheio de apêndecis, mas é um avião espetacular.
Se tivéssemos umas boas 3 dúzias valeria a pena modernizar…
Mas não temos e agora é melhor comprar um projeto mais moderno.

Ivan
Ivan
11 anos atrás

Mas que dá uma ponta de inveja…

Vassily Zaitsev
Vassily Zaitsev
11 anos atrás

Cinquini, Obrigado. Entendo bem pouco do assunto. Nunca fui militar (até me inscrevi em concurso público do CFN, mas nem compareci para prestar as provas). Moro pertinho de Campinas, e nunca fui visitar o ESPCEX. No trampo, tenho quatro colegas ex-militares (1 do 2º B LOG, dois do 28º BIB e 1 do ESPCEX). Todos alegam a mesma coisa como motivo de desligamento das fileiras: a total falta de incentivo do Governo para com a classe. Os únicos veículos militares que tive o prazer de ter contato na vida foram o M-113, O Cascavel, D-20 ambulancia e Mercedez toco (2,5… Read more »

Almeida
Almeida
11 anos atrás

E cá estou eu sentindo inveja de um país latinoamericano com PIB 10 vezes menor do que o nosso. De novo.

Francisco AMX
Francisco AMX
11 anos atrás

Hornet, porém nossa geladera não tem espaço para cerveja e nâo é “frostfree”, precisa de mais gente para dar manutenção! 🙂

Abração

Francisco

Francisco AMX
Francisco AMX
11 anos atrás

Ivan, o F-16B60, em termos de “modernidade” só perderia para o Rafale F-3, e olhe lá! o F-16 estava a frente do seu tempo quando entrou em serviço! um pequeno caça, com capacidades reais de enfrentar o F-15! na minha opinião é um caça completo e barato de manter, haja visto a quantidade de células pelo mundo! por isso prefiro o Rafale ao invés do SH.

Abraço
Francisco

Fábio Max
11 anos atrás

É aquela velha história.Equipamento por equipamento, Chile e Venezuela levam alguma vantagem inicial. Mas manter uma guerra depende muito da quantidade de equipamento, da disponibilidade dele e da capacidade ecpnômica do país, nisso o Brasil, apesar de todos os defeitos de nossas FA(s) leva vantagem.

Mas é fato que o Brasil não precisa se preocupar com o Chile… e nem é por conta dos equipamentos daquela nação, é que ela não pe beligerante, apenas defensivista!

Getulio - São Paulo
11 anos atrás

A situação do Chile é semelhante a de Israel, o país faz frente para o mar e parece uma linguiça. Seu potenciais inimigos já estiveram em combate, como o Peru. A Argentina e Chile há 30 anos, quase chegaram à guerra pela região antártica do Canal de Beagle. Tem a melhor frota de caças e de tanques da América do Sul. Acho que já vi isto por aqui, a melhor força aérea do mundo, etc…

Getulio - São Paulo
11 anos atrás

Em tempo:
Na guerra das Malvinas, o Chile de Pinochet apoiou a Inglaterra de Margareth Tatcher

Francisco AMX
Francisco AMX
11 anos atrás

Mauro, falou uma coisa importante! Num “irreal” combate entre FAB e FACH, o Brasil teria supremacia econômica! disso todos sabemos, porém ficaria sem força aérea! teríamos muitas mulheres de pilotos viúvas aqui no Brasil! 🙂 —- Poder Econômico não é nada se vc não tiver como defende-lo! Armas não são compradas detsa forma: “- Vamos ter uma guerra contra a Venezuela soldado! -quando Sr.? mês que vêm! -Posso comprar 36 caças Rafale ou SH ou Gripen + 250 MBTs, + 10 baterias de SAMs?? – Pode soldado! mas pede entrega por sedex 10! – Certo Sr! —- Ficamos criando coisas… Read more »

Ricardo
Ricardo
11 anos atrás

Gostaria de citar alguns pontos aqui. Muitos a alguns posts atraz citaram esta compra chilena como muito melhor que a modernização dos F-5 e o FX-2. Pois bem. Os f-16 MLU, logo terão de ser substituidos, não é atoa que estes caças estão sendo vendidos, pois eles não tem mais a capacidade necessária para combater contra Rafales, Gripens NG, F-35, Su-35 dentre outros. Os F-16 MLU não podem lançar AIM-120 C e sim o AIM-120 B, ou seja os misseis BRV chilenos são inferiores aos nossos R-Darter, que se comparam aos AIM-120 C. Com excessão dos 10 novos block 50.… Read more »

Francisco AMX
Francisco AMX
11 anos atrás

Ricardo tu és do MD? do PT? ou da FAB? 🙂 brincadeira! Cara tu é o meu lado oposto! otimista demais e eu pessim… hauhauhauh Bom, deixando a brincadeira de lado, vamos falar mais sério: O Brasil não usa o R-Darter, que não existe operacionalmente ainda, e não tem nada de comprovado na suas capacidadedes, mas é certo que não será superior aos seus pares Americanos e Russos! o Brasil utiliza o Derby Israelense, com alcance de 60km, menor que o AMRAM 120B. Quanto ao hipotético e irreal conflito entre Brasil e Chile, serve apenas para ilustrar as capacidades de… Read more »

Francisco AMX
Francisco AMX
11 anos atrás

Mais uma coisa: Está quase certo que os SU-30 do chaves estão equipados com os R-77 e R-73, vamos pagar para ver??? o Radar do SU-30 é quase igual em capacidades de detecção ao do R-99, porém tem um missel que pode travar no R-99 a uns 120km de distância! os F5M precisariam estar a 60km de distância do SU-30 para lançar seus derbys, e nesta situação eles certamentes já teriam sido derrubados ou debandados! O SU-30 carrega 12 misseis AA, com arranjos de “vários sabores”! as vezes fico pasmo com os colegas que esquecem que um vetor não vive… Read more »

Walderson
Walderson
11 anos atrás

Parabéns aos bastante equilibrados comentários dos amigos Hornet, Cinquini, Mauro e Ricardo. Fácil comparar um país com população, problemas, região, enfim, tudo menor que o nosso. Muito fácil. Penso até que alguns aqui deveriam se candidatar a Presidente da República, pois têm a solução para todos os nossos problema: estalar os dedos, mas só os dedos mágicos. Engraçado. Não vi ninguém dessa vez falar que temos uma lei que mandar dar uma porcentagem dos royalties do petróleo para a MB. Essa é a única semelhança entre os dois países. Temos a lei, mas temos tantos problemas que ninguém procurou resolver… Read more »