sábado, junho 12, 2021

Gripen para o Brasil

T-50 Golden Eagle da RoKAF faz vôos de teste para a US Navy

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Calma, muita calma nessa hora: ainda não é um prenúncio vendas do treinador supersônico sul-coreano para os EUA, coisa que desde o início do projeto faz parte dos sonhos da Korean Aerospace Industries (KAI). Tratam-se de vôos realizados no âmbito do curso de pilotos de teste da US-Navy: o último desafio do curso é o teste de vôo de uma aeronave que os alunos ainda não conheçam, e a Escola de Pilotos de Teste da Marinha Norte-Americana este ano requisitou o KAI T-50 Golden Eagle junto à RoKAF (Republic of Korea Air Force – Força Aérea Sul-Coreana).

Os vôos foram realizados no mês passado e a RoKAF aproveitou a ocasião para trocar experiências e expandir a capacidade de seu próprio curso de pilotos de teste, e espera também trocar tecnologias com a sua contraparte norte-americana. A escolha do T-50 para esses vôos, segundo a RoKAF, também serve como chancela para mostrar qualidades da aeronave a futuros compradores externos. E para este editor, a notícia serve como gancho para mostrar mais algumas belas fotos desse treinador avançado supersônico, também planejado para ter uma versão Fighter Lead in Trainer, ou Lift (TA-50) com capacidade de ataque e combate ar-ar WVR e uma mais avançada (FA-50), com datalink, sensores e contramedidas mais sofisticadas, para substituir os F-5 E/F da Força Aérea Sul-Coreana.

Fonte e fotos: RoKAF Três vistas: KAI

Para saber mais sobre o T-50 Golden Eagle, acesse matéria do Blog do Poder Aéreo clicando aqui.

- Advertisement -

40 Comments

Subscribe
Notify of
guest
40 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Vinicius Modolo

F-5 E/G????? O f-5 G ñão seria o nome inicial do F-20 Tigershark, e no lugr do G não seria o F biposto..???

Esse t-50 tem os traços do F-16 e f-18, mas de lado é um Aermachi.

paulo costa

A FAB esteve por la,sondando para uma joint-venture,
o preço deve ser uns US$50 milhões de dolares.

Fernando_SP

Vinicius, que olho hein? Viu essa semelhança e isso tem uma razão. Esse avião foi feito na Coréia mas o projeto foi feito com a ajuda da
Northrop, que projetou o F18. E o F18 e F16, foram projetados baseados nos mesmos estudos aerodinamicos feitos pelo Governo americano. Então são meio primos né? (o T-50 e o F18 e F16).

Wolfpack

Deu na CNN que um F18 caiu em uma área residencial em San Diego na Califórnia, o piloto, ou os pilotos ejetaram, porém o caça caiu sobre casas e carros. Deve ser de Miramar.
Queda por queda o Rafale já teve sua bem estranha, porém realizada a noite com a morte do piloto. Dizem que foi por desorientação espacial. Sei lá.

nunao

Vinicius, obrigado por avisar. O “F-5 E/G” foi erro de digitação, era para ser “F-5 E/F”. Já corrigi.

Fernando, o projeto não tem nada a ver com a Northrop. O projeto foi feito com participação da Lockheed Martin (a matéria anterior do blog, com link disponível tanto no nome do caça quanto no final, no “clique aqui” traz essa informação).
A Lockheed Martin já colaborava com a KAI na produção sob licença do F-16, o que é uma das razões da semelhança com o Fighting Falcon.

Excel

A versão de ataque do T-50 esta enfrentando alguns problemas estruturais: 1) a inclinação pra baixo da fuselagem traseira expõe-a ao fogo expelido pelos mísseis embaixo da asa, 2) o lançanemto de bombas de queda livre poderiam colidir com outras bombas penduradas na asa, 3) os flaps da fuselagem maior colidem com as partes traseiras dos misseis maiores, comprometendo a sua livre movimentação, e 4) o trem de pouso colide com as bombas penduradas na asa. A Kai solicitou ajuda à Lockheed para solucionar o problema mas a Lockheed quis cobrar por isso. A Coréia não concordou com isso e… Read more »

nunao

Bem lembrado, Excel, já tinha lido que nos últimos tempos o relacionamento da KAI com a LM não estava exatamente florido, valeu pelos detalhes.

Nunão

Wolfpack, a notícia já está no Blog Naval, já que era um F-18 do USMC

Excel

Falou Nunão.

Hornet

Nunão,

não tem a ver com o assunto do T-50, mas só pra avisar e se caso vc achar que vale a pena postar depois…

Saiu uma nota hoje sobre os assuntos tratados pelo Jobim e pelo ministro francês (o tal do “nome errado” e que “mudou a agenda de última hora”):

http://g1.globo.com/Noticias/Mundo/0,,MUL915705-5602,00-JOBIM+DISCUTE+COM+MINISTRO+FRANCES+MODERNIZAR+FORCAS+BRASILEIRAS.html

http://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/2008/12/08/jobim+discute+com+ministro+frances+modernizar+forcas+brasileiras+3164955.html

um forte abraço

ps. Não tem muita novidade nesta visita do Hervé Morin (como era de se esperar), mas talvez fosse legal postar devido à informação errada passada pelo informe do JB…enfim, vc decide.

Hornet

Nunão, só pra completar as informações sobre a da visita do ministro francês…como não dá pra confiar totalmente no que é publicado no Brasil, fiz uma pesquisa rápida na imprensa francesa e na internacional. Mas desta vez elas estão batendo, estão falando a mesma língua…rs.rs.rs. Agora dá pra entender melhor o que o ministro da França veio fazer aqui no Brasil desta vez. Não tem nada que ver com o FX2 (como vc verá, o assunto tratado pelo ministro francês aqui no Brasil estaria melhor colocado no Blog Naval, na minha opinião, pois o assunto principal são os submarinos…mas tem… Read more »

Hornet

ops!…”imprensa francesa e na internacional”…pois é, fui pra Portugal, e depois fui pra Europa…hehehe…mas vc entendeu a idéia, né?

nunao

Valeu Hornet. Já avisei os outros editores sobre a sua pesquisa, já que hoje não terei tempo de postar. Saudações

nunao

Esqueci de acrescentar: bem lembrado – até hoje é bem comum portugueses dizerem, ao saírem da península, que foram à Europa. Acho que os espanhóis já superaram isso há mais tempo, mas nem todos…

Excel

Falando um pouco mais da KAI, parece que ela anda sem muita sorte mesmo ultimamente, pois acabou de perder uma licitação do governo coreano para desenvolvimento de UAV de reconhecimento de média altitude para a empresa Korean Air, que já tem experiência nesta área construindo uav’s menores para o exército coreano. O projeto prevê um aparelho que voe a 50.000 pés (15 mil KM) de altura por aproximadamente 24 horas. Seria parecido com o Predator MQ-1. A tecnologia SAR já foi desenvolvida no país. Mais detalhes do projeto: https://www.koreatimes.co.kr/www/news/nation/2008/12/205_35690.html Foto da possível aparência do UAV proposto pela Korean Air (muito… Read more »

Excel

Ops, O link da foto do UVA saiu errado. O correto:

http://www.emilitarynews.com/board/sboard.php?brd_code=b0007&no=22&mode=view

Ducca

Perdoem-me em usar esse espaço para voltar ao assunto da fraude no Concurso de Formação de Sargentos da Aeronáutica.Isso precisa ser levado bastante a sério, pois em vários segmentos estão formando quadrilhas especializadas nessas fraudes. Percebam que as vagas de milhares de pessoas que se dedicam um, dois, três anos, para alcançar a realização de um sonho, estão sendo preenchidas por pessoas sem escrúpulos e sem nenhuma qualificação. Isso no Executivo, no Legislativo e no Judiciário. Futuros Sargentos fraudarores, futuros Tecnicos do Judiciário fraudadores, futuros Juízes fraudadores, futuros Delegados fraudadores, dentre tantos outros. A Polícia Federal precisa fechar o cerco… Read more »

Aluisio

Só uma correção: o preço do avião é algo em torno de US$21 milhões.

Hornet

Ok, Nunão…já vi a matéria lá no Naval.

thanks!!!

[…] a esse treinador supersônico sul-coreano e suas versões mais “guerreiras”, clique aqui. Para matérias sobre outras aeronaves da categoria, como o M-346 italiano e o HAL Tejas indiano, […]

Vinicius Modolo

F-5 E/G????? O f-5 G ñão seria o nome inicial do F-20 Tigershark, e no lugr do G não seria o F biposto..???

Esse t-50 tem os traços do F-16 e f-18, mas de lado é um Aermachi.

paulo costa

A FAB esteve por la,sondando para uma joint-venture,
o preço deve ser uns US$50 milhões de dolares.

Fernando_SP

Vinicius, que olho hein? Viu essa semelhança e isso tem uma razão. Esse avião foi feito na Coréia mas o projeto foi feito com a ajuda da
Northrop, que projetou o F18. E o F18 e F16, foram projetados baseados nos mesmos estudos aerodinamicos feitos pelo Governo americano. Então são meio primos né? (o T-50 e o F18 e F16).

Wolfpack

Deu na CNN que um F18 caiu em uma área residencial em San Diego na Califórnia, o piloto, ou os pilotos ejetaram, porém o caça caiu sobre casas e carros. Deve ser de Miramar.
Queda por queda o Rafale já teve sua bem estranha, porém realizada a noite com a morte do piloto. Dizem que foi por desorientação espacial. Sei lá.

nunao

Vinicius, obrigado por avisar. O “F-5 E/G” foi erro de digitação, era para ser “F-5 E/F”. Já corrigi.

Fernando, o projeto não tem nada a ver com a Northrop. O projeto foi feito com participação da Lockheed Martin (a matéria anterior do blog, com link disponível tanto no nome do caça quanto no final, no “clique aqui” traz essa informação).
A Lockheed Martin já colaborava com a KAI na produção sob licença do F-16, o que é uma das razões da semelhança com o Fighting Falcon.

Excel

A versão de ataque do T-50 esta enfrentando alguns problemas estruturais: 1) a inclinação pra baixo da fuselagem traseira expõe-a ao fogo expelido pelos mísseis embaixo da asa, 2) o lançanemto de bombas de queda livre poderiam colidir com outras bombas penduradas na asa, 3) os flaps da fuselagem maior colidem com as partes traseiras dos misseis maiores, comprometendo a sua livre movimentação, e 4) o trem de pouso colide com as bombas penduradas na asa. A Kai solicitou ajuda à Lockheed para solucionar o problema mas a Lockheed quis cobrar por isso. A Coréia não concordou com isso e… Read more »

nunao

Bem lembrado, Excel, já tinha lido que nos últimos tempos o relacionamento da KAI com a LM não estava exatamente florido, valeu pelos detalhes.

Nunão

Wolfpack, a notícia já está no Blog Naval, já que era um F-18 do USMC

Excel

Falou Nunão.

Hornet

Nunão,

não tem a ver com o assunto do T-50, mas só pra avisar e se caso vc achar que vale a pena postar depois…

Saiu uma nota hoje sobre os assuntos tratados pelo Jobim e pelo ministro francês (o tal do “nome errado” e que “mudou a agenda de última hora”):

http://g1.globo.com/Noticias/Mundo/0,,MUL915705-5602,00-JOBIM+DISCUTE+COM+MINISTRO+FRANCES+MODERNIZAR+FORCAS+BRASILEIRAS.html

http://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/2008/12/08/jobim+discute+com+ministro+frances+modernizar+forcas+brasileiras+3164955.html

um forte abraço

ps. Não tem muita novidade nesta visita do Hervé Morin (como era de se esperar), mas talvez fosse legal postar devido à informação errada passada pelo informe do JB…enfim, vc decide.

Hornet

Nunão, só pra completar as informações sobre a da visita do ministro francês…como não dá pra confiar totalmente no que é publicado no Brasil, fiz uma pesquisa rápida na imprensa francesa e na internacional. Mas desta vez elas estão batendo, estão falando a mesma língua…rs.rs.rs. Agora dá pra entender melhor o que o ministro da França veio fazer aqui no Brasil desta vez. Não tem nada que ver com o FX2 (como vc verá, o assunto tratado pelo ministro francês aqui no Brasil estaria melhor colocado no Blog Naval, na minha opinião, pois o assunto principal são os submarinos…mas tem… Read more »

Hornet

ops!…”imprensa francesa e na internacional”…pois é, fui pra Portugal, e depois fui pra Europa…hehehe…mas vc entendeu a idéia, né?

nunao

Valeu Hornet. Já avisei os outros editores sobre a sua pesquisa, já que hoje não terei tempo de postar. Saudações

nunao

Esqueci de acrescentar: bem lembrado – até hoje é bem comum portugueses dizerem, ao saírem da península, que foram à Europa. Acho que os espanhóis já superaram isso há mais tempo, mas nem todos…

Excel

Falando um pouco mais da KAI, parece que ela anda sem muita sorte mesmo ultimamente, pois acabou de perder uma licitação do governo coreano para desenvolvimento de UAV de reconhecimento de média altitude para a empresa Korean Air, que já tem experiência nesta área construindo uav’s menores para o exército coreano. O projeto prevê um aparelho que voe a 50.000 pés (15 mil KM) de altura por aproximadamente 24 horas. Seria parecido com o Predator MQ-1. A tecnologia SAR já foi desenvolvida no país. Mais detalhes do projeto: https://www.koreatimes.co.kr/www/news/nation/2008/12/205_35690.html Foto da possível aparência do UAV proposto pela Korean Air (muito… Read more »

Excel

Ops, O link da foto do UVA saiu errado. O correto:

http://www.emilitarynews.com/board/sboard.php?brd_code=b0007&no=22&mode=view

Ducca

Perdoem-me em usar esse espaço para voltar ao assunto da fraude no Concurso de Formação de Sargentos da Aeronáutica.Isso precisa ser levado bastante a sério, pois em vários segmentos estão formando quadrilhas especializadas nessas fraudes. Percebam que as vagas de milhares de pessoas que se dedicam um, dois, três anos, para alcançar a realização de um sonho, estão sendo preenchidas por pessoas sem escrúpulos e sem nenhuma qualificação. Isso no Executivo, no Legislativo e no Judiciário. Futuros Sargentos fraudarores, futuros Tecnicos do Judiciário fraudadores, futuros Juízes fraudadores, futuros Delegados fraudadores, dentre tantos outros. A Polícia Federal precisa fechar o cerco… Read more »

Aluisio

Só uma correção: o preço do avião é algo em torno de US$21 milhões.

Hornet

Ok, Nunão…já vi a matéria lá no Naval.

thanks!!!

[…] a esse treinador supersônico sul-coreano e suas versões mais “guerreiras”, clique aqui. Para matérias sobre outras aeronaves da categoria, como o M-346 italiano e o HAL Tejas indiano, […]

Reportagens especiais

Uma morte espartana – testes de tiro real com mísseis ar-ar

Ninguém quer acabar sua carreira por baixo. Muitas vezes, os atletas profissionais vão se aposentar anos mais cedo para evitar...
- Advertisement -
- Advertisement -