Home Tecnologia As principais diferenças do Gripen E, segundo o chefe dos pilotos de...

As principais diferenças do Gripen E, segundo o chefe dos pilotos de teste da Saab

502
24

Na exibição de Farnborough, realizada no mês passado, o chefe dos pilotos de teste da Saab, Richard Ljungberg, falou sobre a nova versão “E” do caça Gripen e suas principais diferenças em relação a versões anteriores. O vídeo, em inglês, foi publicado em 23/07/2014 pelo canal da IHS Jane’s do youtube e também divulgado, hoje, no blog oficial do Gripen.

Subscribe
Notify of
guest
24 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
5 anos atrás

EDITORES:

“MD chileno voa em F-5F Tigre III pilotado por oficial aviadora”

ESTÁ COM PROBLEMAS AO “LINKAR” …. VERIFIQUEM POR FAVOR ….

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
5 anos atrás

Role para baixo, entra outra matéria quando o Cmdte. voou F 16 com comentários de 2013.

Valeu Nunão, Obrigado

Veja Globo News ao vivo agora, se puder … outro assunto ….

Abs

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
5 anos atrás

Valeu Nunão, obrigado.

Marcelo Pamplona
Marcelo Pamplona
5 anos atrás

Prezados editores;

A notícia desta queda poderá ter muitos desdobramentos ainda, se for confirmado o que acabei de ler neste link:

http://noticias.terra.com.br/brasil/politica/eduardo-campos-estava-em-aviao-que-caiu-em-santos-diz-fonte-do-psb,fef829dd4ffc7410VgnCLD200000b2bf46d0RCRD.html

Gilberto Rezende
Gilberto Rezende
5 anos atrás

Para mim o mais interessante deste post é a argumentação militar e tática americana do porque usar uma aeronave biplace nos ataques a terra originados de um porta-aviões mesmo tendo disponível aeronaves monoplace. Esta argumentação vai ao encontro do que eu costumo defender sobre o desenvolvimento do Gripen F no Brasil deveria ser um projeto OBRIGATORIAMENTE de parceria da FAB com a MB. Dado ao imbróglio de que a SAAB não ter desenvolvido o projeto das 8 aeronaves biplace que TEM de fornecer no FX-2 e sequer a força aérea da Suécia tem interesse no Gripen F (e não vai… Read more »

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
5 anos atrás

Primeiro precisamos ter um NAe, sem ele …. são somente teorias, especulações, se, eu acho e por ai vai …..

Cadê o NAe ?

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
5 anos atrás

Nunão

latitude e longitude ?

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
5 anos atrás

Vocês conseguem entender com quem estamos lidando ?

Os verdadeiros Militares & Nós. conseguem entender ?

http://dinheiropublico.blogfolha.uol.com.br/2014/08/13/site-lancado-por-lula-usa-dados-ilusorios-para-dizer-que-pib-triplicou/

solskhaer
solskhaer
5 anos atrás

El partido UNIR propone la compra argentina de cazas Gripen!

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
5 anos atrás

No tienen plata para eso !

Gilberto Rezende
Gilberto Rezende
5 anos atrás

Nunão primeiro este meu comentário era para o post: Iraque: por que os F/A-18F lançaram as primeiras bombas Acho que errei a janela na hora da postagem. As reservas que faço a MB tomar este caminho são basicamente o que você explicou. É a versão Naval do “não assusta mais impõe respeito” do Saito. O Brasil tem muito pudor em exercer de FATO o poder militar regional como maior nação da América do Sul. A atitude brasileira sempre foi buscar uma liderança militar nominal aos vizinhos tanto por si só como por pressão americana em recusar-se a fornecer determinados itens… Read more »

Vader
5 anos atrás

No final das contas nem um único comentário sobre o tema do post… O Gripen E e suas diferenças para as versões anteriores. Até o delírio Sea Gripen e os futuros dois PAs da MB (???) apareceram, junto com a bobajada ufano-esquerdisto-lunática do Sr. Gilberto, sempre aproveitando pra falar mal do comandante da FAB. Lamentável srs. editores. Lamento mais ainda ficarem dando corda pros fora de tópico escabrosamente estapafúrdios do Giltiger. Pois bem, vai aqui algo relacionado ao post: O MFD único do Gripen-NG virou fumaça. Provavelmente a SAAB repensou e viu que operacionalmente é mais negócio não depender de… Read more »

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
5 anos atrás

É em 2022 !

Luiz Monteiro
Luiz Monteiro
5 anos atrás

Prezado Solskhaer,

Por falar na Argentina, a Fragata “Greenhalgh” e um helicóptero Esquilo da Marinha do Brasil e uma aeronave P-3AM da Força Aérea Brasileira estão a caminho da Argentina para participação na XXXII Operação Fraterno, no período de 15 a 25 de agosto.

A Operação contará, ainda, com o contratorpedeiro “La Argentina”, o submarino “Salta” e as corvetas “Espora” e “Rosales”, e algumas aeronaves da Armada Argentina.

Abraços

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
5 anos atrás

“….e algumas aeronaves da Armada Argentina.”

Entendi.

juarezmartinez
juarezmartinez
5 anos atrás

Vader, a não ser que um raio caia na Dirmab ou na Copac , oa aviônica de vôo do NG BR terá DNA Collins.

Grande abraço

Mauricio R.
Mauricio R.
5 anos atrás

“…oa aviônica de vôo do NG BR terá DNA Collins.”

Que assim seja e que acabe de uma vez por tdas esse papo de arrumarem serviço, que nem são assim tão necessários, p/ a AEL, digo Elbit; fazer.