Home Indústria Aeronáutica Embraer vence disputa para fornecer 20 aviões para Força Aérea dos EUA

Embraer vence disputa para fornecer 20 aviões para Força Aérea dos EUA

317
71

DSC01016 cópia

A Embraer (EMBR3) venceu a norte-americana Beechcraft em uma disputa para fornecer 20 aviões leves de apoio para a Força Aérea dos Estados Unidos, que serão utilizados por militares do Afeganistão para treinamento e contra-insurgência.

A Embraer e sua parceira norte-americana, Sierra Nevada, ganharam o negócio de US$ 427,5 milhões, anunciou o Pentágono nesta quarta-feira (27).

As duas empresas ganharam um contrato de US$ 355 milhões inicial em dezembro de 2011, mas o negócio foi desfeito depois de ser questionado pela Beechcraft, então conhecida como Hawker Beechcraft.

Entenda o impasse
No fim de 2011, a Força Aérea dos Estados Unidos definiu que a Sierra Nevada e a Embraer tinham ganhado o contrato para venda de 20 aviões Super Tucano A-29, assim como treinamento e suporte. De acordo com a licitação, as aeronaves da Embraer seriam fornecidas em parceria com a norte-americana Sierra Nevada Corporation (SNC) e seriam utilizadas para treinamento avançado em voo, reconhecimento e operações de apoio aéreo no Afeganistão.

Entretanto, a licitação foi paralisada em janeiro, quando a Hawker Beechcraft entrou na Justiça questionando a decisão.

Na época, a Força Aérea norte-americana disse que a seleção tinha sido justa e transparente.

“A concorrência e a avaliação de seleção foram justas, abertas e transparentes. A Força Aérea está confiante nos méritos de sua decisão de concessão do contrato e espera que o litígio seja rapidamente resolvido”, divulgou, na época, em nota John Dorrian, porta-voz da Força Aérea norte-americana.

Porém, em meados de fevereiro de 2012, a Força Aérea informou ter cancelado o contrato, citando problemas com a documentação.

FONTE: Uol Economia

71
Deixe um comentário

avatar
69 Comment threads
2 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
33 Comment authors
Mauricio R.IvanJustin CasejuarezmartinezRenato Oliveira Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Lyw
Visitante
Member
Lyw

Isto está realmente confirmado?

Diegolatm
Visitante
Diegolatm

Deus Existe!

Só espero que não haja mais uma palhaçada de cancelamento ou discussão judicial…

Vamos ver se Dilma dessa vez abre o bolso

Roberto Bozzo
Visitante
Member
Roberto Bozzo

Será que a chefa estava só esperando a decisão do LAS para anunciar os F18 ??

Nick
Visitante
Member
Nick

Ei Ei Bitchcraft, vai…… 😀

Finalmente, vamos ver se não vai ter mais mimimi da HB, no mais SuperTucano Superior!!!

[]’s

eduardo pereira
Visitante
Member
eduardo pereira

Todo mundo ja sabia que nao se comparam os concorrentes, o Tucanao bate o aviaozinhu da quebradinha beach com folga e novamente ganhou, e creio que nao vai ter mais besteirou nao, cabeças devem ter rolado .
Agora é só a Dilminha dar um tapa no escorpiao do bolso dela onde fica o NOSSO dinheiro e acabar com a quase trilogia FABULAS X 1…2…e comprar logo uns 72 SH .rs Sonhar e´gratis!!!

eduardo pereira
Visitante
Member
eduardo pereira

Agora sai viaozinhu novo para nooooooosa alegria, E DA FAB É CLARO !!!!!!!rs

Galeão Cumbica
Visitante
Galeão Cumbica

Será que a Boeing vai conseguir colocar algum produto deles ai!?

GC

Baschera
Visitante
Member
Baschera
Leonardo Crestani
Visitante
Leonardo Crestani

Sera que e uma troca entre os dois paises??? Super tucanos pra la e SH pra ca???

Baschera
Visitante
Member
Baschera
Baschera
Visitante
Member
Baschera

Os Super Tucanos serão montados nos USA. Não vão gerar nenhum novo emprego no Brasil. Mas o ganho em marketing é imenso além de ser uma poderosa vitrine do produto. Abaixo, matéria quentinha do DefenceNews: SUPER TUCANO WINS AFGHANISTAN LIGHT AIR SUPPORT BID WASHINGTON — The Afghan military will receive 20 of the A-29 Super Tucano as their new light air support vehicle, the U.S. Defense Department announced. The Super Tucano, a joint program from U.S. firm Sierra Nevada Corp. (SNC) and Brazil’s Embraer, has been awarded the contract, beating out competitor Beechcraft and its ATS. The firm-fixed-price contract is… Read more »

juarezmartinez
Visitante
Member
juarezmartinez

Senhores! Acima de tudo vitória da Embraer, daquelas pessoas que acreditaram e persisitiram na busca de mostrar que possuimos o melhor produto para esta missão. Agora eu quero ver aquele jornalista vagabundo de quinta categoria, fake de anão do mesalão(alô Lord Vader vamos lá nessa comigo) que bradou varios mantras e se nãos e legislações, criou, mentiu e inventou histórinhas paa boi dormir de que “jamé” o ST seria comprado pela USAF. Taí seu charlatão, vitória do Brasil, das pessoas sérias, da melhor PROPOSTA TÉCNICA, Tio Sam mandou os politicos do kansas a m……..a e comprou a aeronave que pode… Read more »

Justin Case
Visitante
Member
Justin Case

Amigos, boa noite.

É uma ótima notícia para o Brasil e para a Embraer.
De parabéns estão também a FAB e aqueles que trabalharam no Projeto ALX.
Tenho certeza que a Boeing vai tentar tirar o máximo proveito dessa decisão ao relacionar o assunto ao F-X, mas, ao mesmo tempo, temos que reconhecer que esta segunda decisão (como foi a primeira) é resultante das comprovadas qualidades do Super Tucano para cumprir este tipo de missão.
Abraços,

Justin

birut@
Visitante
birut@

T-50 já 🙂

birut@
Visitante
birut@

T-50 já 🙂

Baschera, não era melhor você colocar o link da matéria ? Abraços.

Giordani
Visitante
Member
Giordani

So’ acredito vendo!

birut@
Visitante
birut@

Baschera, não era melhor você colocar o link da matéria ? Abraços.

Giordani
Visitante
Member
Giordani

So’ acredito vendo!

thomas_dw
Visitante
thomas_dw

Este é apenas o primeiro lote – o programa contempla outras encomendas.

Vader
Visitante
Member

Parabéns à Embraer, à Sierra Nevada, a FAB e à USAF. Venceu o melhor. E eu queria ver agora a cara daquele tal pseudo-jornalista de araque, pelego de PeTralha, que assina em outros blogs sob o pseudônimo de “ilha-num-sei-do-quê” que afirmava aos quatro ventos que a USAF jamais escolheria uma aeronave de origem brasileira. Taí seu trôlha! Tomou papudo? Engula agora tudo que você disse e prove pra galera que você não passa de um maldito TROLL! Seu babão de uma figa… 🙂 E por aí afora estão detonando a Beechcraft como se ela fosse uma fabriqueta mequetrefe. Não é:… Read more »

Almeida
Visitante
Almeida

YYYYYYESSSSSSSSSSS!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

ST pra lá e, Dona Dilma, SH pra cá! ASAP!

jairo boppre sobrinho
Visitante
jairo boppre sobrinho

Caros
Parabéns para a Embraer, realmente é uma excelente noticia – e seria um sonho ver os vespões descendo em Anápolis – mas eu não acredito nem um pouco que uma coisa esteja atrelada a outra – embora fosse demais se fosse!
Abs a todos

juarezmartinez
Visitante
Member
juarezmartinez

Caro Vader! Faço minhas as tuas palavras, e Deus a de nos permitir encontrar aquela ratazana chupacabra travestida jornalista expert em defesa, e enfiar aquela soberba esquerdopata goela abaixo daquele sem serventia.
O LAS não tem nada a ver com o FX 2, mas tem tudo a ver. A costura desta vitória tem a mão da Boeing, que mehor do que qualquer um, conhece os meandros do Pentagono e dos politicos do congresso americano.
Vamos ver se a gente faz anossa parte agora, Tio Sam cumpriu aquilo que prometeu.

Grande abraço

Vader
Visitante
Member

A verdade que esse episódio prova é a seguinte: ao contrário do que a corja esquerdopata apregoa por aí a fora, é só saber jogar o mesmo jogo com os americanos que a gente se dá bem. Americano não é marciano: é só jogar nas mesmas regras, sem tentar inventar “jeitinho brasileiro”, sem tentar “virar a mesa”, sem tentar dar o golpe, que a gente “ganha” dos caras. Não tem erro. Só não vale tentar “dar jeitinho” porque gringo não cai em conto do vigário como nosotros acá. Gringo não está nem aí pra blábláblá: se o “baguio” funciona eles… Read more »

Rogério
Visitante
Member
Rogério

Vader e Juarez, concordo com vcs, esses dias vi um comentário de um desses troll de bunker a soldo de ParTido, que vive reclamando do “imperiodomal” e exaltando o nosso GF, contente com uma possível vitória do SH, pois assim, segundo ele, poderá ser verificado as suas fraquesas diante dos Pantsir. Logo ele que vivia dizendo que o Rafale já estava acertado… e que a END dizia isso….e o NJ aquilo… kkk, ele até deu a sua versão do relatorio do gen Alain Silvy. Nessa que se vê que esse pessoal não tem nada de entusiasta, são apenas trolls profissionais.… Read more »

Soyuz
Visitante
Member
Soyuz

Este é um caso onde realmente venceu o melhor produto. O Super Tucano é superior ao Beechcraft por um motivo bem simples. Foi projetado para isto e não apenas “modificado”. Eu acredito que também venceu um certo bom senso dentro do governo dos EUA de que o Super Tucano embora produto da Embraer é um avião que uma enorme extensão de itens é basicamente americana, do alumínio, passando por uma série de subsistemas até seu grupo moto propulsor que é o sistema individual mais caro de uma aeronave. Então uma boa parte destes US$ 427,5 milhões voltam para empresas dos… Read more »

Mayuan
Visitante
Mayuan

Achei uma ótima notícia mas ainda sigo esperando pelo comentário, sempre negativo quando o assunto é Embraer, do xará do Botelho.

MAD DOG
Visitante
MAD DOG

Parabéns BRASIL!!! A maior Força Aérea do Mundo, escolheu um produto desenvolvido aqui!!! Em País sério é assim!!! Quero o melhor produto para proteger meus meninos em solo e PONTO! Dna. Dilma, perceba agora como um País que leva à sua DEFESA a sério, resolve suas necessidades, independente de IDEOLOGIA ou outras questões. … Siga o exemplo dos EUA e compre logos os SH, que sem dúvida é a melhor proposta!!! … Sem politicagem, propinas e o melhor os EUA são sérios em seus negócios!!! … Chega de demagogia e fecha logo esse negócio do FX, com os Americanos, o… Read more »

Baschera
Visitante
Member
Baschera

O Secretário de Defesa interino dos USA, Ashton Carter, “ligou há pouco para o ministro da Defesa, Celso Amorim, para comunicar que o consórcio brasileiro formado pela Embraer/Sierra Nevada Corporation foi o vencedor da licitação realizada pela Força Aérea norte-americana (USAF)…”

E a PresidentA também já foi informada…..

https://www.defesa.gov.br/index.php/ultimas-noticias/8601-27-02-2013-defesa-amorim-diz-que-venda-de-avioes-super-tucano-aos-eua-e-vitoria-da-industria-nacional

Sds;

Optimus
Visitante
Optimus

Venceu o Melhor! Vitória da Competência!

Parabéns para a Embraer e para a FAB!

Agora, desculpem minha descrença sobre um assunto: só vai ter é ST pra lá… pra cá não vem SH, e nem coisa alguma…

Sds.

ricardo_recife
Visitante
Member
ricardo_recife

Ate o LAS saiu primeiro, que vergonha.

Com certeza o vencedor do projeto F/A-XX vai sair antes do FX-II millenium.

Como é o mote desta desta e da anterior administração, nunca dantes neste país ….. Bando de …..

Parabéns a competência da empresa privada Embraer.

Abs,

Ricardo

Vader
Visitante
Member

Rogério disse:
27 de fevereiro de 2013 às 23:19

“Logo ele que vivia dizendo que o Rafale já estava acertado… e que a END dizia isso….e o NJ aquilo… kkk, ele até deu a sua versão do relatorio do gen Alain Silvy”

Hehehe Rogério, talvez você não saiba, mas esse aí é outro que foi expulso aqui do Aéreo por xingar os outros. A “versão” dele do relatório Silvy é absolutamente incrível, kkkk, acho que nem a mãe dele acreditou naquilo, rsrsrs…

Abs.

champs
Visitante
champs

Será uma boa vitrine para a Embraer pois o Super Tucano tem grandes chances de entrar em combate de forma frequente mostrando toda sua capacidade, isso abrirá o mercado para as nações de ponta militarmente e o ST pode vender até mais que o seu antecessor o Tucano. Sobre o FX-2 continuo com a mesma opinião de que um caça médio como o Super Hornet e o Rafale não é a melhor opção para a FAB, não do jeito que ela pretende operar, com um único caça multifuncional. Simplesmente não haverá orçamento para 72 muito menos 120 Super Hornets. O… Read more »

Vader
Visitante
Member

champs disse:
28 de fevereiro de 2013 às 8:20

“Simplesmente não haverá orçamento para 72 muito menos 120 Super Hornets.”

Amigo, já NÃO HÁ orçamento nem para 36 Super Hornet/Gripen/Rafale.

Quanto a essa história de 120, esqueça isso… Nunca serão! 😉

Corsario137
Visitante
Member
Corsario137

HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAAHA

EMBRAER WINS!

Era só uma questão de tempo meu povo. A raça de incrédulos agora chora a vergonha da sua parlapatice putrefa.

A Embraer venceu porque foi indômita, não esmoreceu nos obstáculos que se seguiram, não se acovardou diante da covardia, não se perdeu em meio a adversidade do cenário.

Este será o ano de Ouro da Embraer, falta pouco pra isso.

E tem mais: abram alas que a Boeing está vindo de carrinho e chuteira de trava!

andreas
Visitante
andreas

Corsario137 disse:

28 de fevereiro de 2013 às 12:00

“E tem mais: abram alas que a Boeing está vindo de carrinho e chuteira de trava!”

Amém! Tomara mesmo! Condições políticas para isso agora estão mais do que favoráveis! Poderia reunir nesse final de semana mesmo a Comissão de Defesa e bater o martelo pelo F-18! O Obama e a Dilma até poderiam aparecer na mesma foto, assinando junto os contratos!!!!!!

Vader
Visitante
Member

“E tem mais: abram alas que a Boeing está vindo de carrinho e chuteira de trava!”

Deus te ouça Corsário meu filho. Porque só Jesus salva o FX2… 🙂

cristiano.gr
Visitante
cristiano.gr

Tomara que NÃO venha F/A-18. É de longe o de menor raio de ação dos finalistas. O raio de ação é muito pequeno, tanto que o custo a mais de manutenção e hora de voô do Rafale compensaria. Mas entre os finalistas o melhor para a FAB é mesmo o Gripen, pelo raio de ação e custos, a realação custoxbenefício dele se torna insuperável.

Parabéns Embraer! Brasil.

Ivan
Visitante
Member
Ivan

Soyuz, “Competir em nicho não é vergonha alguma, pelo contrário é a única forma de países (ou empresas) mais fracas ter uma atuação global, quem vê e explora nichos de mercado são visionários de alta capacidade empresarial. Tem um livro interessante, com bem mais de duas décadas da primeira publicação, chamado Marketing de Guerra, de Al Ries e Jack Trout. Indicado por um professor ainda na faculdade, fiquei impressionado com as semelhanças entre a vida empresarial e as campanha militares. No capítulo 10 (salvo engano) os autores tratam dos Princípios da Guerrilha na guerra empresarial pelos mercados. São 3 (três):… Read more »

Corsario137
Visitante
Member
Corsario137

Vader,

Sei que vivemos na Terra do Nunca onde não se pode esperar nada porque o mais provável é que nada mesmo aconteça (!) porém… Desde o ano passado a Boeing vem se movimentando muito em SJC, seja com a Embraer (como aqui noticiado), como junto a outras empresas menores, isso sem falar das investidas políticas amplamente divulgadas. Meu palpite era até que algum coelho saísse da cartola em Dezembro passado, mas ainda não desisti e, além da torcida, tenho sérias razões para acreditar que a Boeing será a vencedora do FX2.

O LAS trouxe fôlego as nossas esperanças.

joseboscojr
Visitante
Active Member
joseboscojr

Cristiano, Isso de que o SH é o que tem o menor raio de ação é duvidoso, e em sendo verdade, é insignificante a diferença entre os 3 concorrentes. Há de se saber antes de tudo o que vem a ser “raio de ação” já que não há padronização dos fabricantes quando divulgam esse tal “raio”. Se dividirmos o raio de ação em raio de combate (ar-ar) e raio de ataque (ar-sup) a coisa já complica, já que como disse, não há uma configuração padrão. Por exemplo, seria interessante se soubéssemos quanto longe vai os tais caças com uma mesma… Read more »

Guilherme Poggio
Editor
Famed Member

Bosco disse: Há de se saber antes de tudo o que vem a ser “raio de ação” já que não há padronização dos fabricantes quando divulgam esse tal “raio”. O Bosco abordou bem o assunto “automonia”, mas a FAB e qualquer força aérea descente não está interessada em saber se A, B ou C vai mais longe, voa mais rápido ou carrega mais armas. Isso é coisa de Super Trunfo. Toda força aérea que se preza possui seus próprios requisitos operacionais. Se você tem condição, você desenvolve uma aeronave que atenda ou supere os requisitos. Se não tem condição, procura… Read more »

Vader
Visitante
Member

Cara, eu já ouvi reclamar de tudo do Super Hornet, mas de pouco raio de ação foi a primeira vez…

Corsario137
Visitante
Member
Corsario137

Me too…

Ainda mais se tratando de um caça embarcado e que teve sua capacidade de combustível consideravelmente aumentada em relação ao Hornet.

Isso me lembra a campanha rusófila do Suhkoi: “o único capaz de cruzar o Brasil de norte a sul sem reabastecer…” É a vitória do Super Trunfo?

E pior ainda é imaginar que a Navy, a Navy!!!, tenha escolhido essa aeronave para ser a espinha dorsal da sua defesa aérea.

joseboscojr
Visitante
Active Member
joseboscojr

A quantidade de estações molhadas subalares varia de caça pra caça.
A capacidade dos tanques externos também varia.
A quantidade de combustível interno idem.
Seria interessante, e nisso o Ivan é impar, se soubéssemos qual a distância máxima que seus caças conseguem “entregar” uma carga semelhante (por exemplo: 4 bombas de 500 lb + 2 SRAAM + 2 MRAAM) com o máximo de combustível possível (interno e externo) e logicamente, sem REVO.

Ivan
Visitante
Member
Ivan

Bosco, Não dá para calcular a distância, pois envolve questões como aerodinâmica (enflechamento das asas, área alar e outros), consumo específico dos motores e até mesmo qual o regime de voo de cada aeronave. Mas dá para comparar em termos percentuais o total do combustível transportado com o peso total de uma aeronave na configuração proposta. Uma fração simples assim: …… peso total de combustível …… … ——————————————– … …… peso total da configuração …… Sua proposta de armas, considerando Sidewinders e AMRAAMs, está pesando em torno de 3,050 libras. Acrescente 250 libras para pilones. Fica uma carga paga de… Read more »

Ivan
Visitante
Member
Ivan

Bosco,

Em tempo.

Gripen E, Rafale C, Super Hornt e Typhoon possuem 5 (cinco) estações molhadas, embora o Gripen não possa usar todas ao mesmo tempo.

O Legacy Hornet C, mais antigo, possue apenas 3 (três) estações molhadas.

Abç.,
Ivan.

Guilherme Poggio
Editor
Famed Member

Ivan disse:

Gripen E, Rafale C, Super Hornt e Typhoon possuem 5 (cinco) estações molhadas

Tanto que a configuração de reabastecimento em voo do SH é conhecida como “five wet”. Mas isso vai diminuir em função da redução de custos e da otimização das aeronaves.

Observador
Visitante
Observador

Corsario137 disse: 28 de fevereiro de 2013 às 17:15 Meu caro, você tirou as palavras de minha boca. Como podemos conceber que o SH, o caça naval por excelência, tenha “perna curta” ?! Não foi exatamente para ampliar o alcance e a carga do Hornet que nasceu o Super-Hornet? Tal deficiência implicaria em trazer o Carrier Strike Group inteiro para perto da costa inimiga, onde é mais mais fácil de ser localizado e atacado. Quem quer por defeito no SH só pode falar que o avião é caro para o orçamento de fome da FAB, que só tem dinheiro mesmo… Read more »

joseboscojr
Visitante
Active Member
joseboscojr

Ivan,
Mas e pra resumir, qual a sua opinião?
Se houvesse um desafio entre os 3 caças para saber qual “entregaria” uma carga de 4 Mk-82 (ou 2 Mk-83) mais longe e voltasse à base original, estando os 3 armados com 4 AAMs (2 e 2), sem revo e não importando a configuração/disposição dos tanques externos e todos com perfil de voo hi-lo-lo-hi idênticos.
Não enrola. rsrrsss
Um abraço.

joseboscojr
Visitante
Active Member
joseboscojr

Ivan,
Só lembrando que o SH pode levar 2 AIM-9x nas pontas das asas, 2 Amraams dorsais, 5 tanques externos e duas bombas Mk-83 nos cabides externos. rsrsrss

Renato Oliveira
Visitante
Member
Renato Oliveira

SH com perna curta… Tá, perto de F-16, B-52, F-15, vá lá, mas perto do Gripen-E e da jaca… não, não cola. Isso é papo de rafalete. Quanto ao FXn, o que é melhor não sei, mas o pior é fácil de achar. Russos não fazem ToT. Taí a Índia para provar. Produtos de qualidade inferior, mas pelo menos são mais baratos. Armas de padrão próprio. França, idem. Os dois únicos países que conseguiram algo a mais dos Mirage foram Israel e África do Sul. Ambos sob embargo. Não tinham outra escolha. Produtos carésimos. Armas de padrão próprio. União Europeia.… Read more »