Home Força Aérea Brasileira FAB recebe mais dois VANTs

FAB recebe mais dois VANTs

204
21

rq-450 (2)

A Força Aérea Brasileira recebeu no dia 30 de janeiro mais dois Veículos Aéreos Não-Tripulados (VANT). Os dois RQ-450, fabricados em Israel, estão em fase de montagem na Base Aérea de Santa Maria (RS) e os primeiros voos estão programados para março. As novas aeronaves já devem ser utilizadas nas próximas Operações Ágata, nas regiões de fronteira, e também durante a Copa das Confederações. O investimento foi de R$ 48 milhões.

Agora, são quatro unidades que fazem parte do Esquadrão Hórus. Dois RQ-450 já estavam em operação desde 2011. Apesar de serem do mesmo modelo, as aeronaves recebidas agora têm algumas melhorias, como câmeras diurnas e de infravermelho de melhor resolução e sistemas de comunicações aperfeiçoados. Também foi recebido um radar que permite fazer imagens mesmo através das nuvens.

Emprego Real

As primeiras experiências da FAB com aeronaves não-tripuladas ocorreram em 2010. No ano seguinte, com a criação do Esquadrão Hórus, houve a estreia operacional durante as Operações Ágata. Um RQ-450 também participou das ações de segurança durante a Rio + 20. Nestas missões, estas aeronaves fazem imagens tanto de dia quanto de noite e transmitem ao vivo para os Centros de Controle.

Além das operações reais, o Esquadrão Hórus também realiza missões de “desenvolvimento de doutrina”, quando são elaboradas táticas para uso militar de VANT em situações conflito. Na FAB, essas aeronaves são comandadas do solo por aviadores com experiência em aviões e helicópteros de combate, além de conhecimentos em missões militares e regras de controle do espaço aéreo.

RQ450

FONTE: Agência Força Aérea

Subscribe
Notify of
guest
21 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
eduardo pereira
eduardo pereira
7 anos atrás

Bacana ver que em alguma escala (mesmo pequeniniiiiiiissima ) esta havendo movimentaçao na Fab.
Espero confiante que o vant em desenvolvimento pela Fab junto a uma empresa nacional seja compativel(capaz) a levar armamentos assim como o Raptor do titio Sam,pois mesmo que tenhamos os A-29, nada melhor que poder finalizar a missao encurtando as etapas .

marciomacedo
marciomacedo
7 anos atrás

A encomenda total é de quantos?

marciomacedo
marciomacedo
7 anos atrás

Qual é o preço de um aparelho desses? Os da PF voltarão a voar em breve?

eduardo pereira
eduardo pereira
7 anos atrás

Foi mau ae O VANT É O “”PREDATOR””!!!

juarezmartinez
juarezmartinez
7 anos atrás

arciomacedo disse: 18 de fevereiro de 2013 às 18:44 A encomenda total é de quantos? Leia mais (Read More): FAB recebe mais dois VANTs | Poder Aéreo – Informação e Discussão sobre Aviação Militar e Civil Até junho, se o orçamento não for cortado chegam mais dois e até o final do ano outrod dois e será atiavado, provavelmente na BACG um novo esquadrão. Qual é o preço de um aparelho desses? Os da PF voltarão a voar em breve? Leia mais (Read More): FAB recebe mais dois VANTs | Poder Aéreo – Informação e Discussão sobre Aviação Militar e… Read more »

Vader
7 anos atrás

marciomacedo disse: 18 de fevereiro de 2013 às 18:45 “Os da PF voltarão a voar em breve?” Prezado, excetuado alguns vôos de demonstração, assim mesmo enquanto os israelenses vendedores estavam por aqui, os VANTs da PF JAMAIS voaram. Simplesmente porque não possuem autorização da FAB para voar. Quem concede autorização para vôo é a FAB, e a FAB ainda não dispõe de regulamentação para aeronaves civis (a PF é civil) não tripuladas sobrevoarem território nacional. Os VANTs da PF estão parados e irão continuar assim. O Comandante da FAB já avisou em “off” que se a PF botar no ar… Read more »

wwolf22
wwolf22
7 anos atrás

essa eu queria ver, a FAB abater os VANTS da PF…
ia dar muito o que falar e cabecas iriam rolar…
infelizmente o pessoal da PF nao tem coragem nem competencia pra tanto…

Vader
7 anos atrás

wwolf22 disse:
18 de fevereiro de 2013 às 21:22

Rapaz, também acho que não iria rolar, mas eu tô pra ver o louco de trucar. 😉

Baschera
Baschera
7 anos atrás

Vader disse:
18 de fevereiro de 2013 às 20:53

“E a gauchada ainda me elege o cabra governador do RS…”

Lord,

Me tira desta…. além de outros gaúchos…. mas infelizmente, nós realmente pisamos na bola….. assim como os paulistas da capital fizeram escolhendo aquele poste que o Rei-Sol-Caninha 51 colocou lá….

Pero….. este espaço é o que é por não se poder falar de política….

Segue o baile da Mariquinha….

Sds.

EDITOR: PEÇO ENCARECIDAMENTE QUE OS FORISTAS NÃO DISCUTAM POLÍTICA PARTIDÁRIA, ASSUNTO TOTALMENTE FORA DO CONTEXTO

Mauricio R.
Mauricio R.
7 anos atrás

Só pode se for:

A) da Embraer, independente da serventia.

B) da Elbit, e necas de pitibiriba de concorrência e/ou licitação.

c) se for francês, mas parece que esta opção, felizmente está cada vez mais em desuso.

Qnto ao baile, no meu tempo era o “da Dna Aurora”, aquele que começava assim:

“O baile da Dna Aurora…”
“…começa a zero hora!!!

E é melhor eu encerrar por aqui, o meu momento 8ª série, do curso ginasial.

Grifo
Grifo
7 anos atrás

Senhores, para a FAB abater alguma coisa ela primeiro precisa voar 😉 Para quem acha que regulamentar o uso de VANTs no espaço aéreo é fácil, os EUA estão trabalhando nisto desde 2008 e estimam que somente em 2015 devem ter regulamentação totalmente pronta. Hoje a FAA somente concede licenças temporárias e caso-a-caso depois de fazer uma inspeção detalhada de segurança. O maior problema é que até hoje *nenhum* VANT tem capacidade de detectar a presença e evitar a colisão com outras aeronaves na forma exigida pela regulamentação aeronáutica. Um excelente relatório do GAO (http://www.gao.gov/assets/650/648348.pdf) descreve em detalhes este e… Read more »

Giordani
Giordani
7 anos atrás

Grifo disse:
19 de fevereiro de 2013 às 1:04

Perfeito! Matou a charada! Quanto a FAB abater alguma coisa, ninguém na Força, NINGUÉM, tem culhão para dar a Ordem! Aquele que o fizer, estará no olho da rua no outro dia…ainda mais se for da “TAF” – Tar$o Air Force…

phacsantos
phacsantos
7 anos atrás

A FAB não abate nem os aviões do narcotráfico vai abater um Vant operado pela PF? No máximo vai protestar…

Conversa de botequim….

tiagobap
tiagobap
7 anos atrás

Grifo disse: 9 de fevereiro de 2013 às 1:04
“A questão portanto senhores não é a FAB abater o VANT da PF, e sim um vôo da TAM ou a GOL fazerem isso…”

Meu medo é justamente o contrário: um VANT da PF “abater” um vôo comercial…

edurval
edurval
7 anos atrás

Grifo,

Implementar um Transponter em um Drone é assim tão complexo?

Justin Case
Justin Case
7 anos atrás

Amigos, Um VANT é um avião não-tripulado. Mas ele tem controle e, embora possa fazer voo automático, pode ser pilotado como uma aeronave. Ou seja, na minha opinião, voa nas mesmas condições de uma aeronave tripulada que está sujeita às regra de voo por instrumentos (IFR). Se tiver sensores como radar, IR ou TV pode até ser mais seguro do que uma aeronave comum, ao enviar essa informação para o piloto remoto. Se perder link de dados, retorna para uma área segura, conforme planejamento. Se eventualmente for “capturado” por hackers, pode ainda ser destruído em voo. Então, VANT, comparado a… Read more »

Justin Case
Justin Case
7 anos atrás

Ainda, como comentado pelo Edurval, pode ser dotado de transponder até com modo S, para operação de TCAS.

Justin

Grifo
Grifo
7 anos atrás

Caros Justin Case e Edurval, TCAS não é item obrigatório em todas as aeronaves, e ao que eu saiba não é necessariamente item no-go nas aeronaves que o tem.

Requena
Requena
7 anos atrás

A pergunta que fica é:

Dá pra soltar uns “foguetinhos” deses Vant´s da FAB ou são só pra vigilância aérea mesmo?

Justin Case
Justin Case
7 anos atrás

Grifo, boa noite. Pelo que se informa, o TCAS realmente não seria obrigatório para TODAS as aeronaves. Também, para o seu funcionamento, é necessário que a outra aeronave envolvida tenha, pelo menos, o transponder ligado no modo A. Mesmo que o TCAS fosse obrigatório para todas as aeronaves, inclusive as que não sejam comerciais e pesem abaixo de 5700 Kg, não há exigência para que seja duplicado e não há impedimento de que seja desligado. Nesse caso, não faria sentido considerá-lo NO GO. Mas um transponder/IFF seria um item para aumentar a segurança da operação, inclusive para os narcotraficantes, que… Read more »

Optimus
Optimus
7 anos atrás

Putz… Só eu achei “salgado” R$ 48 milhões?!

Quanto tá um Predator ou Reaper, então?!

Requena, a impressão que passa é que se colocar um hellfire naquela asa, ela quebra! 😛