Qaher-313: uma maquete de plástico?

    710
    11

    Qaher 313 - foto 4 via RT

    Poucas semanas após o controverso anúncio do resgate de um primata supostamente enviado ao espaço num foguete do programa espacial iraniano, o governo do presidente Mahmoud Ahmadinejad é alvo de nova acusação de forjar exemplos de sua capacidade tecnológica e militar. Dessa vez, a polêmica envolve o novo caça iraniano stealth (com tecnologia para dificultar a detecção por radares e sonares) Qaher-313, segundo jato desenvolvido no país. Blogueiros descobriram que a imagem do avião foi aplicada sobre uma foto de paisagem de montanhas, manipulada por meio de Photoshop.

    Especialistas já haviam expressado suas dúvidas sobre o Qaher-313, quando ele foi anunciado com pompa e circunstância no início do mês em uma cerimônia militar com a presença do próprio Ahmadinejad. De acordo com especialistas, o jato, uma mistura de tecnologias usadas pelos caças americanos F-35 e F-22, não teria como voar por ser muito pequeno e feito de plástico. Sem rebites e parafusos, o avião na verdade parecia ser um modelo em miniatura ou, no máximo, um protótipo.

    ‘uma maquete de plástico’

    irannoflyfake - foto gizmodo

    Logo depois do evento, o site Khouz News publicou uma imagem do Qaher-313 voando majestosamente sobre uma cadeia de montanhas, mas blogueiros perceberam que a imagem do avião era idêntica àquela divulgada no dia 2 de fevereiro durante a cerimônia em Teerã. O ângulo do avião, o reflexo da luz e as sombras eram exatamente as mesmas. A única diferença era o fato de a imagem ter sido aplicada sobre um fundo em que aparecem as montanhas Damavand, no Irã, tirada do banco de imagens do site PickyWallpapers.com e ligeiramente clareada.

    Jahan-news-Qaher-313 - foto harsaat

    Ahmad Vahidi, ministro da Defesa do Irã, afirmou que o avião tem capacidade de voar baixo e evitar radares, e pode carregar armamento. Ele acrescentou que o jato foi construído com material de alta tecnologia.

    No entanto, a foto forjada do voo confirma a opinião de céticos como David Cenciotti, autor de um blog especializado em aviação. Ao analisar a primeira imagem divulgada, ele afirmou que a cabine do piloto parecia ser muito pequena para acomodar uma pessoa. Além disso, estava repleta de controles “do tipo que se encontra em aviões civis de pequeno porte”. A aeronave parecia ser “nada mais que uma grande maquete feita de plástico”, sem os “característicos rebites e parafusos comuns em qualquer aeronave, inclusive as do tipo stealth”.

    Kahir313_Kokpit1_zps7a187389 - foto slyahgribeyaz

    “As entradas de ar são extremamente pequenas, ao passo que a área do motor não possui qualquer tipo de nariz”, afirma Cenciotti.

    A revista de aviação “Flight International”, por sua vez, afirmou que a má qualidade da imagem do avião voando divulgada pelo Irã sugere uma aeronave sob controle remoto, camuflada para parecer o Qaher-313.

    “É muito pouco provável que tal jato tenha espaço para carregar equipamento eletrônico, radares, máscaras de oxigênio e, o que é mais importante para um caça, armamento que tornem um caça moderno stealth efetivo”, diz John Reed, especialista em temas militares e de defesa da revista “Foreign Policy”.

    manipulações em série

    A publicação da foto no Khouz News, um site especializado em notícias da província do Sudeste iraniano Khuzestan, sugere que o regime de Ahmadinejad está principalmente preocupado em impressionar um público interno, com sinais de avanço científico. Diante das críticas, o governo do Irã reagiu e sustentou que se trata de “propaganda inimiga”.

    Embora a república islâmica possa ainda estar longe de construir um perfeito caça stealth, está aperfeiçoando a manipulação de imagens. Recentemente, o Irã foi pego quando autoridades do país incluíram um quarto míssil numa foto de 2008 de um teste de mísseis.

    Também o anúncio do governo de Teerã de que conseguiu enviar com sucesso este mês um macaco ao espaço foi questionado, depois que dois primatas distintos foram apresentados em fotos divulgadas pela imprensa estatal como sendo o mesmo animal.

    No ano passado, o Irã anunciou haver construído o Koker 1, o primeiro drone (veículo aéreo não tripulado) de lançamento vertical. Após um meticuloso exame das fotos, o piloto e blogueiro Gary Mortimer concluiu que o design tinha uma incrível semelhança com um veículo construído e lançado por uma equipe da Universidade de Chiba, no Japão, em 2008.

    No caso do quarto míssil, a foto divulgada pela Guarda Revolucionária e distribuída pela France Presse, mostrava quatro mísseis voando no céu, na tentativa de demonstrar ao mundo a potência militar iraniana. Um exame minucioso, porém, mostra que o terceiro míssil é idêntico ao primeiro, o que foi provado depois que a Associated Press divulgou sua versão da foto, recebida de outra fonte. A revelação chegou tarde demais para alguns jornais europeus e americanos, que publicaram a versão manipulada.

    FONTE: O Globo, via resenha do EB

    FOTOS: na sequência de cima para baixo: via RT; Kouznews via Gizmodo; harsaat.com; Syiahgribeyaz

     VEJA TAMBÉM:

    Subscribe
    Notify of
    guest
    11 Comentários
    oldest
    newest most voted
    Inline Feedbacks
    View all comments
    aldoghisolfi
    aldoghisolfi
    7 anos atrás

    Aliás, tirando a análise feita da manipulação da foto sobre a montanha, a maioria absoluta dos detalhes foram apontados pelos blogueiros no mesmo dia e instante da publicação da notícia aqui no site. Isto mostra a cuidade de todos nós e do site.

    Giordani
    Giordani
    7 anos atrás

    A picaretagem foi tanta que esqueceram de retirar justamente a fita com a informação: remova antes do voo…

    E sobre o símio, dizem que mandaram o macaco pro espaço e voltou o armadinejah…

    Vader
    7 anos atrás

    Coisa ridícula.

    Mas mais ridículo ainda é ver trolleiro antiamericano por aí afora dizendo que a imagem é de verdade, e outros “torcendo” para que seja.

    Marcos
    Marcos
    7 anos atrás

    Enquanto isso, em país sério…

    Saab e o Governo da Suécia assinam contrato para o efetivo desenvolvimento do novo Gripen.

    Baschera
    Baschera
    7 anos atrás

    Shame, Shame, Shame….

    Nenhuma surpresa para quem acompanhou o desenrolar dos comentários aqui mesmo no P.A. ….. só não se nominou os aviônicos…. e não se discutiu a tal foto do Q-313 “voando”…..o que teria sido fácil, pois nem turbina havia nas fotos apresentadas…e quanto ao vídeo divulgado, nós mesmos dissemos se tratar de um aeromodelo.

    Em matéria de fotoshop estes persas são péssimos !!

    Em Israel virou piada….. tem oficial da IAF hospitalizado….de tanto rir !!

    Sds.

    Giordani
    Giordani
    7 anos atrás
    andreas
    andreas
    7 anos atrás

    Pessoal, o que achei engraçado nessa história é o Irã usar programa de computador do “Grande Satã” para a manipulação, hahahaha, é muita ironia!!!!!!

    E Bascherra, chorrei de rir com a sua última frase, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.

    Blind Man's Bluff
    Blind Man's Bluff
    7 anos atrás

    Só um iraniano para acreditar numa montagem de baixo nivel como essa.

    Galeão Cumbica
    Galeão Cumbica
    7 anos atrás

    Talvez se o iran fizesse igual a china e nao fizesse uma cerimonia passaria
    Desapercebido por mais tempo.

    GC

    ricmoriah
    ricmoriah
    7 anos atrás

    essa aeronave isteauti é mais uma obra do governo Serra, especialista em inaugurar e lançar maquetes por aí….