Home História da Aviação Como voar um ‘avião espião’ Lockheed U-2?

Como voar um ‘avião espião’
Lockheed U-2?

796
12

U-2 and FrancisGaryPowers

Ótima notícia para os entusiastas de aviação: a CIA desclassificou o manual de voo do Lockheed U-2 de 1959. O livreto de 259 páginas dá todos os detalhes da operação do avião e traz avisos, especificações, diagramas e procedimentos do avião que revelou os segredos dos russos durante a Guerra Fria.

Mesmo após a derrubada de um U-2 em 1 de maio de 1960, pilotado por Francis Gary Powers (foto acima), o U-2 continuou operando e voa até hoje em versões muito mais modernas.

O U-2 não era um avião fácil de pilotar e fazê-lo chegar a 70.000 pés exigia um voo cuidadoso. Vários detalhes interessantes aparecem no manual, inclusive a teimosa fumaça no cockpit que podia assustar os pilotos novatos.

Para baixar o manual de voo do Lockheed U-2, clique em um dos links abaixo. O arquivo PDF tem 18Mb.

Subscribe
Notify of
guest
12 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Guilherme Poggio
Editor
8 anos atrás

Um avião cujo cockpit solta fumacinha não pode ser considerado normal.

Deveria haver alguma informação sobre isso no manual. Algo como “olha, se você observar qualquer fumacinha aqui dentro não se assuste. Mas se for um fumação é melhor puxar essa alça amarela e preta”.

asbueno
asbueno
8 anos atrás

Seria fumaça ou condensação?
Todavia não importa. Como o Poggio escreveu deveria estar prevista no manual, já que era parte integrante. Rsss…

Giordani
Giordani
8 anos atrás

Interessante são os desenhos no manual…curiosamente divertido, ainda mais em se tratando de algo secreto…bom senso de humor de quem o escreveu…

https://i.dailymail.co.uk/i/pix/2013/01/09/article-2259423-16D21567000005DC-493_634x664.jpg

Marcos
Marcos
8 anos atrás

Em altitude a velocidade de cruzeiro e a velocidade de stol tinham diferença menor que 5 kt.

Giordani
Giordani
8 anos atrás

Marcos disse:
11 de janeiro de 2013 às 12:46

Conhecido como “Cone da Morte”…

Marcos
Marcos
8 anos atrás

Interessante que os engenheiros utilizaram a mesma solução aerodinâmica na ponta da asa do U-2 que os engenheiros alemães usaram no Heinkel Salamander.

Giordani
Giordani
8 anos atrás

Marcos disse:
11 de janeiro de 2013 às 15:27

1+1=2 em qualquer parte da Galáxia…

Marcos
Marcos
8 anos atrás

Giordani:

De fato!
Mas no caso em questão, acho que a coisa andou mais para o lado de utilização de uma solução já encontrada anteriormente.

HRotor
HRotor
8 anos atrás

Muito legal, valeu “garimpeiro” Galante!!!

Justin Case
Justin Case
8 anos atrás

Giordani disse: 11 de janeiro de 2013 às 14:13 Marcos disse: 11 de janeiro de 2013 às 12:46 Conhecido como “Cone da Morte”… Amigos, é interessante conhecer a teoria referente ao voo em grandes altitudes. O “coffin corner”, como citado pelo Giordani, é um ponto interessante para o início de uma pesquisa na internet. Mas não é só o U-2 que voa próximo a esses limites. Qualquer avião que esteja voando próximo ao seu teto de serviço pode se encontrar em situação que a velocidade de estol esteja muito próxima ao Mmo – velocidade máxima autorizada em número de Mach.… Read more »

Edcarlos Prudente
Edcarlos Prudente
8 anos atrás

Recordo-me vagamente de alguns fatos sobre o U-2, pois assisti um antigo documentário onde foi informado que esta aeronave era desprovida de acento ejetor e não possuía paraquedas. Outra coisa, era a falta de um radio para comunicação. Ou seja, depois de decolar para a missão era impossível aborta-la, se a aeronave fosse abatida ou tivesse qualquer pane seria, também, o fim do piloto.

Corrijam-me se eu estiver errado!

ROBINSON CASAL
2 anos atrás

Projetado especialmente para espionagem, o U-2 era furtivo e de pilotagem extremamente complexa.
https://www.youtube.com/watch?v=c4Wl-QfsOFs