Semestre terá ‘megaoperação’ das Forças Armadas nas fronteiras

    77
    9

    Thiago Gomes

    As Forças Armadas brasileiras vão executar uma megaoperação nas faixas de fronteira, ainda no primeiro semestre deste ano, promovendo o monitoramento dessas regiões no período que antecede a Copa das Confederações, marcada para o mês de junho, no Brasil.

    Como a ação é feita a partir de dados obtidos pelos serviços de inteligência, o período e os locais para onde serão enviadas as tropas militares ainda não podem ser divulgados.

    “Será um pouco antes da Copa das Confederações, com uma antecedência que não interfira no fluxo de turistas que venham assistir ao torneio”, disse o ministro da Defesa, Celso Amorim, para quem a ação militar tem objetivo essencialmente “dissuasório”.

    FONTE: Diário do Estado, via Notimp

    9
    Deixe um comentário

    avatar
    9 Comment threads
    0 Thread replies
    0 Followers
     
    Most reacted comment
    Hottest comment thread
    7 Comment authors
    GBentoaldoghisolfiFabio ASCMAD DOGGiordani Recent comment authors
      Subscribe  
    newest oldest most voted
    Notify of
    Groo
    Visitante
    Member
    Groo

    Megaoperações só servem para propaganda, vão prender alguns desavisados e divulgar na imprensa enquanto os grandes contrabandistas e traficantes vão suspender as operações – eles agradecem o aviso.

    O importante policiamento diário vai continuar precário e as fronteiras continuarão a ser a casa da mãe joana.

    Ozawa
    Visitante
    Member
    Ozawa

    Até acho importante. Ação de presença, mostra de bandeira, demonstração de força, etc… “Ad Sumus” ! Mas, falar antes pra quê ? Mesmo não dizendo aonde, mas avisando que vai fazer…

    Não fala, cala a boca, vai lá e faz.. E demostra, assim, que pode voltar, em qualquer lugar, a qualquer hora, de qualquer maneira, pelo tempo que for necessário, sem aviso prévio.

    Mas da forma como se inicia, com matraquear publicitário de autoridade política e não de ação militar, deprecia a operação…

    Giordani
    Visitante
    Member
    Giordani

    Avisar para não pegar nenhum peixe graúdo…e para mostrar à população, aquela apreciadora de bbb e futebol, que a “Guarda Nacional” está garantindo a soberania nacional…

    MAD DOG
    Visitante
    MAD DOG

    … É isso q dá, um Ministro de Defesa, que não sabe fazer o “Ó com o fundo do copo” em relação a Defesa.

    Só com esse governinho descomprometido com o Brasil, o MD nas mãos de um civíl, totalmente despreparado para o CARGO, mais um mamão do pt.

    “… disse o ministro da Defesa, Celso Amorim, para quem a ação militar tem objetivo essencialmente “dissuasório””.

    “Dissuasório”, fala sério ele nem conhece o significado desse termo, um ABSURDO!!!

    Fabio ASC
    Visitante
    Fabio ASC

    Mesmo engodo das favelas do RJ.

    aldoghisolfi
    Visitante
    Member
    aldoghisolfi

    Só aqui, in terra Brasilis, que eu leio sore uma ação ‘dissuasória’ com meses de antecedência.

    Só aqui o agente secreto usa botão de identificação na lapela, a polícia chega poderosa, arrebentando com sirenes e luzes e brilhos e paetês… como que para espantar os bandidos.

    Amadorismo ridículo…

    GBento
    Visitante
    GBento

    Ozawa disse:

    “Não fala, cala a boca, vai lá e faz.. E demostra, assim, que pode voltar, em qualquer lugar, a qualquer hora, de qualquer maneira, pelo tempo que for necessário, sem aviso prévio.”

    O problema é justamente esse Ozawa; todos sabem que não se pode voltar a qualquer hora, pelo tempo que for necessário.

    E ninguem mais cairia nessa esparrela se tentassem passar essa impressão.

    Ozawa
    Visitante
    Member
    Ozawa

    Então GBento, reformulando…

    “Não fala, cala a boca, vai lá e faz… E demonstra, assim, que parece poder voltar, no lugar que der…, na hora que for possível…, da maneira que puder…, pelo tempo que for disponível…, mas sem aviso prévio…”

    GBento
    Visitante
    GBento

    Ozawa,

    Acho que agora ficou mais condizente com a (triste) realidade das nossas Forças Desarmadas.

    Creio que era pra rir, mas eu quase choro com isso!

    Saudações.