Home Aviação de Caça Canadá estuda alternativas ao F-35

Canadá estuda alternativas ao F-35

152
8

Segundo informado, Boeing e o consórcio Eurofighter receberão RfI em breve

 

O governo conservador do Canadá sinalizará que está falando sério em estudar uma alternativa à compra do caça F-35, solicitando aos concorrentes do jato informações sobre o custo e a viabilidade dos seus produtos, segundo revelado por fontes da indústria de defesa.

O pedido formal de informações (RfI) será emitido para empresas rivais como a Boeing, que produz o Super Hornet, e o consórcio que faz o Eurofighter Typhoon, solicitando a disponibilidade das aeronaves e a que custo, caso o governo canadense decida abandonar a tumultuada compra do F-35.

O pedido de informações sobre preços e disponibilidade a ser feito pelo Canadá chega próximo da formalização de uma concorrência internacional, mas fontes do governo disseram que a “análise de mercado” enviará um sinal aos eleitores e à indústria de que está levando a sério o relatório do Auditor-Geral lançado no último verão (do Hemisfério Norte) que criticou severamente o processo de aquisição, que culminou com a escolha do F-35.

FONTE: National Post (tradução e adaptação do Poder Aéreo a partir do original em inglês)

FOTO: Lockheed Martin

Subscribe
Notify of
guest
8 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Vader
7 anos atrás

Ué, esqueceram do Dassault Rafale? Achei que já estava “tudo acertado”… 🙂

Concorrência sempre é boa. E é bom que o Canadá jogue pressão na LM.

Mas o Canadá é parceiro nível 3 do Joint Strike Fighter, no nível de Austrália, Turquia e outros.

Ainda que acabe comprando outra aeronave antes (como fez a Austrália, por exemplo, com o F/A-18-E/F), as chances do Canadá desistir da aquisição do F-35 são baixas, porque fazer isso seria dar um tiro no próprio pé e perder dinheiro.

Mauricio R.
Mauricio R.
7 anos atrás

E no Canadá, nada de Le Jaca.
Talvez c/ o presidente Hollande interferindo nos assuntos internos do Brasil, algo possa mudar:

(http://www.defesanet.com.br/toa/noticia/8823/Foto-do-Dia—Hollande-e-o-Indigenismo)

Mas nem eu creio nisso, quer dizer na mudança, afinal a petralhada somente usa o Brasil.

Adriano Bucholz
7 anos atrás

Compra uns F-5 e traz pra nós dar uma “chapeada” que ta resolvido o problema pois se isso serve pra 6º ou 7º (sei lá o que é) economia, deve servi pra eles também!! hehehe

Nick
Nick
7 anos atrás

Uma alternativa é fazer o mix: Hi-Lo:

F-18E agora, e mais tarde os F-35, mas em menores quantidades. Sair totalmente do F-35 seria um prejuízo muito grande.

[]’s

Observador
Observador
7 anos atrás

Vespão forever.

Baschera
Baschera
7 anos atrás

Enfim…coisa de político…..

Comprometo-me com um…. gasto os tubos…depois cancelo ou adquiro outro…ou os dois…. sei lá o $$$$$$ é do povo mesmo….. fuck you !!

O Canadá é um pais dividido em duas culturas: a parte francesa e a parte inglesa…. será que a “duas” conversaram ??

Ter um vetor concorrente só da parte inglesa e não ter um da parte francesa…. e pior, uma dos “usamericanu bobo e feiu” pode dar xabú….

Quero ver o Sr. Hollande ir lá e dar pitaco….

Sds.

paulsnows
paulsnows
7 anos atrás

Não seria a primeira vez que os canadenses fazem isso.
Na época do projeto Arrow, o avião estava pronto. Mudou o governo, cancelaram tudo, mandaram destruir os desenhos e os protótipos. Só sobrou uma cabine por que alguns funcionários, desesperados com o que aconteceu, esconderam ela!
O cara que era responsável pelo projeto foi pra a Lockheed e projetou o F-111.

Mauricio R.
Mauricio R.
7 anos atrás

“O cara que era responsável pelo projeto foi pra a Lockheed e projetou o F-111.”

O F-111 era produto da General Dynamics.