segunda-feira, maio 17, 2021

Gripen para o Brasil

Corsairs in Action

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

- Advertisement -

6 Comments

Subscribe
Notify of
guest
6 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Penguin

Lockheed P-38 Flight Characteristics (1943):
http://www.youtube.com/watch?v=gq_2UmiCoJk

Marcos

prefiro um FW190

Ivan

O Corsair tem muitas histórias para contar. Para começar a asa de gaivota ivertida, sua marca registrada, aparentemente foi consequência da necessidade de afastar o nariz do chão por conta de sua enorme hélice. Outra marca era seu canopi alto e recuado, na metade da aeronave, que permitia uma excelente visão em vôo mas era um terror em terra ou embarcado, principalmente nas aterrisagens. A US Navy inclusive havia resistido a embarcar os Corsair, sendo os primeiros entregues aos Marines que usavam em terra. Mas a Royal Navy – Fleet Air Arm, que precisava desesperadamente de caças, ‘deu um jeito’… Read more »

shipbuildingbr

É Seo Alexandre…pegou pesado!!!

Meu aviãozinhum preferido da 2ºGM e um dos meus preferidos de todos os tempos 🙂

HRotor

Pois é Ivan (“Outra característica de respeito era sua velocidade máxima acima dos 700km/h…”), na Oshkosh 2011, quando se comemorou o centenário da US NAvy, era impressionante ver um Corsair voando muito bem na ala de um F-18…

Giordani RS

Penso que o Corasir foi o mais poderoso caça da 2ª GM, mas ele chegou no final, aonde o japoneses já não possuíam mais uma capacidade tecnologica capaz de criar “Belerofontes” e a Alemanha definhava…tería sido interessante um embate F4U vs Me-262…
O Corsair ao meu ver foi o limite dos projetos de aviões propulsados por hélices.

Reportagens especiais

Poder Aéreo visita o ‘The National WWII Museum’ em New Orleans

Nova Orleans, cidade no estado americano de Lousiana, foi o lar do historiador e autor Stephen Ambrose, que escreveu...
- Advertisement -
- Advertisement -