quarta-feira, julho 6, 2022

Gripen para o Brasil

Coreia do Sul compra 20 jatos FA-50

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

A Coreia do Sul começou bem o ano de 2012, valorizando sua indústria local e aumentando seu poder aéreo. O governo assinou um contrato de US$ 600 milhões com a Korea Aerospace Industries (KAI) para o fornecimento de 20 jatos de caça e ataque leve FA-50 Golden Eagle, baseados no LIFT T-50.

A KAI disse que vai entregar as aeronaves entre 2013 e 2014 e acredita que a Coreia do Sul no futuro poderá adquirir 60 jatos para substituir os 150 caças Northrop F-5 operados atualmente.

O FA-50, propulsado por um motor General Electric F404, será equipado com Link 16, radar pulso doppler Elta Systems EL/M-2032, RWR e NVG. O jato poderá ser equipado futuramente com o mesmo radar AESA que vai equipar os F-16 da USAF.

O FA-50 pode levar uma carga de cerca de 4 toneladas de armamnento, incluindo as bombas JDAM e CBU-97, além de um canhão de 20mm e mísseis ar-ar.

- Advertisement -

9 Comments

Subscribe
Notify of
guest
9 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Renato Oliveira

“O jato poderá ser equipado futuramente com o mesmo radar AESA que vai equipar os F-16 da USAF”

Imagina então com motor F-414, poderia virar caça de 1a linha.

Nick

Levando-se em consideração que tanto o FA-50 quanto o Gripen C tem a mesma motorização, me parece que caça Sueco é superior em design.

Mas parabéns aos coreanos pela realização (mesmo com boa ajuda da LM).

Isso faz lembrar que no começo dos anos 90 tínhamos condições de ter evoluído o AMX, e ao mesmo tempo ter entrado na fabricação sob licença do F-20.

Imagina a FAB com o F-20 e um AMX avançado no lugar dos atuais F-5EM e A-1…. 🙁

[]’s

Mauricio R.

Não vejo o que a Embraer pudesse fazer c/ o AMX, sem os italianos por perto. Fabricamos somente 1/3 da aeronave, nem a FAB e menos ainda a Embraer de então, tinham ou tiveram acesso ao projeto completo. Algo semelhante ao que se passa c/ a HAL na Índia, fabricando um Flanker exclusivamente seu, mas sobre o qual os russos mantém total controle dos know why do design; limitando os indianos ao know how de produção. Bem diferente da KAI, em que pese a limitação imposta pela LM qnto as capacidades da aeronave, pois os sul coreanos dominam por completo… Read more »

jacubao

Esse bixinho tem linhas muito suaves e elegantes, sem falar que é um belíssimo avião.

Nautilus

Um belo avião que poderia vir a ser o futuro LIFT (na versão T-50) para a FAB (24 a 36 unidades), com algumas unidades adicionais do FA-50 como caça leve e parte low de um eventual Hi-Lo mix do F-X2, considerando que a escolha do GF recaia sobre o F/A-18E/F Super Hornet ou mesmo o Gripen NG. Mesmo usando um motor GE 404, em vez da GE F414 do Super Hornet e do Gripen NG, os dois motores compartilham a mesma filosofia de desenvolvimento e alguns componentes.

Mauricio R.

OFF TOPIC…

…mas nem tanto, afinal tb é sul-coreano:

Fiquem olhando pro aviãozinho, que vcs não vão perceber o submarino vindo.
E que submarino!!!

KS 500A

(http://newpacificinstitute.org/jsw/?attachment_id=9090)

Integrated Motor Propulsor???
Ou será que a “largata” do “Outubro Vermelho”, finalmente virou realidade???

Daglian

A Coréia do Sul está se desenvolvendo muito rápido, é impressionante a competência deles, estão fazendo tudo direitinho. E são um país minúsculo. Poderíamos fazer uma parceria simultânea com a Coréia do Sul e com a Suécia para desenvolver algo, talvez um caça de quinta geração.

Vassili

Impossível não lembrar do F-16 ao avistar esse lift sulcoreano. Dá pra ver mesmo que é “obra” da LM.

abraços.

Almeida

O FA-50 está ficando melhor que nossos F-5M, tanto em performance quanto em sistemas e armamentos. E custam apenas 25 milhões de dólares na versão TA-50 e um pouco mais, por volta de 30 milhões, nesta versão FA-50. Seriam, como mencionou outro colega do blog, um ótimo LIFT e caça leve/low para a FAB. A melhor alternativa, sem sombra de dúvidas e sob diversos aspectos, à compra e modernização de mais aeronaves usadas. E uma ótima oportunidade de começar a trabalhar com os sul coreanos, temos muito o que aprender com eles. 36 FX-2 (Gripen E/F ou F/A-18 E/F), 24… Read more »

Últimas Notícias

Base Aérea de Anápolis inaugura prédio do Primeiro Grupo de Defesa Aérea

O prédio simboliza um marco na operação do novo vetor da FAB, o F-39 Gripen A Base Aérea de Anápolis...
- Advertisement -
- Advertisement -