Home Aviação de Caça US$ 7,4 bi para a Lockheed Martin modernizar os F-22

US$ 7,4 bi para a Lockheed Martin modernizar os F-22

259
10

Segundo informe do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, a Lockheed Martin está recebendo um contrato no valor de 7,4 bilhões de dólares para a modernização dos caças F-22. O contrato não detalha nem os prazos nem a quantidade de aeronaves, apenas o valor a não ser excedido (US$ 7,4 bilhões), sendo do tipo “indefinite-delivery/indefinite-quantity”.

Trata-se do desenvolvimento de atualizações (upgrades) de sistemas para requerimentos existentes, incorporação de novos requerimentos, de capacidades adicionais e de melhoria do desempenho do sistema de armas F-22. A atividade de contratação da Lockheed Martin, a única solicitada e também a única a submeter proposta, está a cargo do “HQ Aeronautical Systems Center ASC/WWUK, Fighter Bomber Directorate” da Base Aérea de Wright Patterson, de Ohio.

FONTE: Depto de Defesa dos EUA  FOTO: USAF

10
Deixe um comentário

avatar
10 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
8 Comment authors
ricardo_recifejoseboscojrMarcosVaderObservador Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
jacubao
Visitante
jacubao

Mas já????????

Ivan
Visitante
Member
Ivan

Já ???

Já não era sem tempo, pois há muito o que melhorar no F-22, mesmo sendo o melhor caça de superioridade aérea do mundo.

Sds,
Ivan.

Marcelo
Visitante
Member
Marcelo

acho que o que faz mais falta é um IRST…mas esse texto é muito genérico e não listou as melhorias. De qualquer forma, não acredito que o IRST será adicionado.

Observador
Visitante
Observador

Devem acrescentar alguns brinquedinhos desenvolvidos para o F-35 tais como material RAM mais durável, a suíte eletrônica e contramedidas.

Vão torná-lo mais barato, mais durável e muito mais letal.

Vader
Visitante
Member

DAS e IRST, pra começo de conversa. Deixar o Raptor em pé de igualdade com a ÚNICA aeronave do mundo que é mais moderna do que ele: o F-35 JSF.

Marcos
Visitante
Member
Marcos

Os japoneses tetaram comprar os F-22 e os americanos negaram.
Duas hipóteses: 1) os F-22 são tecnologicamente muito desenvolvidos; ou 2) os F-22 são tecnologicamente muito desenvolvidos e muito, muito, muito cheio de problemas: problemas no gerador de O2; falhas na abertura no canopi; ferrugem precoce; poucas opções de armamento. Bom… pelo menos isso é o que veio a público.

joseboscojr
Visitante
Active Member
joseboscojr

Se o F-22 permanecer como um caça interceptador por excelência, a opção seria instalar o DAS e compatibilizá-lo com o HMDS e com o AIM-9X Block 2. O IRST não seria necessário num caça com o DAS se esse tem como função primária o combate aéreo, porque o DAS já faz tudo que um IRST faz, e muito mais. O F-35 tem os dois (IRST e DAS) porque é multirole e seu TFLIR na verdade funciona no modo ar-ar de forma secundária, sendo a primária um sensor de ataque ar-sup, substituindo os casulos dedicados, como o Sniper, ATFLIR, Litening, etc.… Read more »

Marcelo
Visitante
Member
Marcelo

caro joseboscojr, permita-me discordar e também colocar uma questão: se a função primária do F-22 continuar sendo a de superioridade aérea, bastaria um IRST clássico como o do Rafale ou TYphoon, apenas à frente da cabine. O DAS, com seus sensores distribuídos (6?) não seria tão necessário. Agora a questão: no F-35 o sensor frontal (ATFLIR) fica abaixo do nariz, ao contrário dos exemplos citados (Rafale e Typhoon), isso não prejudica, no modo ar-ar, a visualização de alvos próximos, que estejam no quadrante superior? Se sim, isso mostra o quanto o F-35 Joint STRIKE Fighter é otimizado para ataque ao… Read more »

ricardo_recife
Visitante
Member
ricardo_recife

Todo mundo está modernizando. Typhoon, Rafale e Gripen. Por que não o F-22? Eles estão seguindo uma lógica clara, novas tecnologia tem que ser inseridas. Simples.

joseboscojr
Visitante
Active Member
joseboscojr

Marcelo, No meu modo de entender, qualquer modernização do F-22 seria para permitir que seja eficiente contra outros caças de 5ªG. Contra os de 4ªG e 4.5ªG ele não precisaria de um IRST, e apenas 1 IRST varrendo o setor frontal não ajudaria muito contra um inimigo igualmente furtivo, daí eu achar que o melhor seria o DAS, que combinado com o AIM-9X Block 2 o faria um caça com grande capacidade anti-stealth. O F-22 abrir mão de seu radar e confiar num IRST contra caças de geração anterior seria fazer o jogo do inimigo e em nada o ajudaria,… Read more »