segunda-feira, novembro 29, 2021

Gripen para o Brasil

Array

Emirados convidaram Eurofighter para fazer contra-oferta ao Rafale

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Segundo reportagem da AFP, os Emirados Árabes Unidos (EAU), que estão nos estágios finais de conversações com a França para a aquisição de caças Rafale, convidou o consórcio Eurofighter a fazer uma contra-oferta. A informação foi dada pelo consórcio no domingo.

O grupo Eurofighter afirmou que os EAU solicitaram ao Reino Unido, que utiliza o Eurofighter Typhoon, que mandasse informações sobre as capacidades da aeronave, e esse “briefing” aconteceu no dia 17 de outubro.

Em pronunciamento, o consórcio disse: “Nós recebemos, na sequência, um requerimento de proposta (RFP – Request for Proposal) para um possível fornecimento do Typhoon. Estamos agora trabalhando duro para mandar uma resposta.” Não foram revelados detalhes adicionais, como a número solicitado de aviões e o cronograma para uma decisão.

No mês passado, o Ministro da Defesa Francês Gerard Longuet disse que as negociações para que os EAU comprassem o Rafale, considerado o orgulho da francesa Dassault Aviation, estavam nos estágios finais. Tanto o Rafale quanto o Typhoon estiveram envolvidos, recentemente, em operações de combate sobre a Líbia. O Rafale foi voado tanto pela Força Aérea (Armée de l’air) quanto pela Marinha (Marine Nationale) da França, e o Typhoon pela RAF (Força Aérea Real Britânica).

Os dois caças também estão nos estágios finais de uma importante competição na Índia, para atender a um requerimento para 126 aviões de combate multitarefa de porte médio para a Força Aérea do país. As propostas finais foram abertas no início deste mês, e uma decisão é esperada para as próximas semanas.

A Dassault procura pelo primeiro cliente de exportação para seu Rafale “omnirole”, enquanto o consórcio de quatro países europeus do Eurofighter espera construir uma base de consumidores que já inclui as nações parceiras – Alemanha, Itália Espanha e Reino Unido – além de dois clientes internacionais, a Áustria e a Arábia Saudita.

FONTE: AFP via IC (tradução, edição e adaptação: Poder Aéreo)

FOTOS: Eurofighter e Força Aérea Francesa

Colaborou: Grifo

NOTA DO EDITOR: no sábado, 12 de novembro, o consórcio Eurofighter divulgou nota sobre a participação de dois caças Typhoon no Dubai Air Show 2011, em que o consórcio vai demostrar uma seleção das capacidades do caça, o que inclui o radar AESA (varredura eletrônica ativa) e as vantagens associadas à sua instalação num nariz mais volumoso e à sua inovadora capacidade de reposicionamento para ampliar o ângulo de aquisição em mais de 200 graus. Também serão apresentados o HMSS (Helmet Mounted Symbology System – sistema de simbologia montado no capacete), o míssil ar-ar Meteor, o míssil ar-mar Marte, assim como os bocais de vetorização de empuxo (Thrust Vectoring Nozzle  – TVN) dos motores EJ200. O consórcio também divulgou a sequência de manobras que serão apresentadas pelo Typhoon em suas exibições aéreas (programadas para todos os dias do evento):

Mais uma vez, os Emirados usam o artifício de “colocar o bode na sala” em sua longa negociação para adquirir o Rafale. Ou melhor, colocam o camelo na sala (simpático animal que, não obstante, fede tanto ou mais que um bode – além de ser bem maior).

- Advertisement -

16 Comments

Subscribe
Notify of
guest
16 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Alfredo Araujo

Jogaram agua no champagne dos franceses !! audhssduhadsuh

Já pensou a jaca perder nos EAU e na India ?

Grifo

Caro Nunão, obrigado pela simpática menção nos créditos. Se me permite, só um reparo na tradução: O grupo Eurofighter afirmou que os EAU solicitaram ao Reino Unido, que utiliza o Eurofighter Typhoon, que mandasse informações sobre as capacidades da aeronave, e esse “briefing” deverá acontecer no dia 17 de outubro. Na verdade, o briefing obviamente já aconteceu no dia 17 de outubro. Não deixa de ser interessante ver que neste dia enquanto os EAU estavam reunidos com a EADS e pedindo uma proposta do Eurofighter, a Dassault ainda estava divulgando para imprensa que a venda do Rafale era “iminente”. A… Read more »

Nick

Seria desastroso e até mesmo traumático para os franceses e Rafaletes em geral, se o Typhoon virar o jogo aos 47 do segundo tempo nos EAU. 🙂

[]’s

ricardo_recife

Com certeza o ministro francês da defesa foi pego numa tremenda mentira. Lembram que poucos dias ele indicou que o Rafale seria vendido na Dubai Air Show 2011, a manchete era “Primeira exportação do Rafale pode ser anunciada na próxima semana”. Como alguns aqui observaram, novamente os franceses colocavam na boca dos compradores que a compra já estava feita. Mentira pura!!! Desinformação ou auto-ilusão, acho que é o último. Os franceses ainda não caíram na real!!! O anuncio do Typhoon realmente coloca o Rafale em uma saia justa bem apertada. A bola está do lado dos ingleses e alemães. Se… Read more »

Guilherme Poggio

É.

Comprar caças hoje em dia já não é mais como antigamente.

Antonio M

Ô jaca indigesta !

Luis

Quem mandou a França sair do projeto do Eurofighter? Agora aguentem!

Mauricio R.

É, pretender falar pelo provável cliente, não é das melhores práticas de condução de negócios.
Mas será que o provável, 2º lote de Typhoons sauditas, teria a ver algo c/ isto???
Em um momento em que a mais recente venda de F-15 ao país do OM, corre alguns riscos de não mais se realizar???

Mauricio R.

Link do site Defense News a respeito:

(http://www.defensenews.com/story.php?i=8237155&c=EUR&s=AIR)

Mauricio R.

Vale a leitura, mais más notícias p/ a Dassault, hip-hip- hurra!!!

(http://www.flightglobal.com/blogs/the-dewline/2011/11/dxb11-certain-victory-for-rafa.html)

Vader

Ahahahahaha, quer dizer que eu e o Maurício estávamos certo? Era apenas a Dassault fazendo seu habitual lobby junto à imprensa? Que lamentável esses franceses… O que será que eles esperam? Que algum comprador irá comprar seu caça só porque eles pagam a imprensa e a esgotosfera pra afirmar que “já está vendido”? “Ganhar no grito”? Oras franceses, o desespero e a desfaçatez de vocês dão “vergonha alheia”… 🙂 Todo mundo está careca de saber: o Rafale pode ser um bom caça (e nada mais do que isso), mas está defasado, perdeu seu “timing” e, acima de tudo, é CARÍSSIMO… Read more »

Grifo

Decisões erradas, empáfia, arrogância e fracasso, seu nome é Rafale! Caro Vader e amigos, o jornal francês La Tribune oferece hoje um relato extenso do fiasco do Rafale nos EAU. Para os francófonos, o link é http://www.latribune.fr/entreprises-finance/industrie/aeronautique-defense/20111113trib000663712/l-eurofighter-defie-le-rafale-aux-emirats-arabes-unis.html, vale a leitura. Traduzo abaixo um pequeno trecho, que mostra que “Le Jaca” é caro até para príncipe árabe nadando em petróleo: Em Abu Dhabi a incompreensão aumenta mais e mais. A tal ponto que o agora furioso príncipe herdeiro de Abu Dhabi [e ministro da defesa dos EAU], Sheikh Mohamed Bin Zayed Al Hanyan, com a impressão que os franceses não o… Read more »

Rogério

Moral da historia, se eu tivesse 200 milhoes de reais, eu comprava um Rafale, desmontava e guardava suas peças por 30 anos, depois eu vendia, seriam as peças mais raras de um caça operacional.

[]s

DrCockroach

O texto mencionado pelo Grifo traz uma informacao nova muito interessante. Nao eh somente a questao do produto Rafale (preco, potencia,…) eh o pessimo, p/ ser generoso, trabalho de venda deles.

O atual comandante da FA dos Emirados disse que um acordo serah anunciado durante o Dubai Airshow, eh provavel que seja um acordo p/ compra de material de reposicao…

[]s!
P.S.: mensagem do NJ p/ o principe: “O Importante eh a ToT, eh a ToT!!!!”

Mauricio R.

No Dew Line falaram em mais alguns (30?) F-16E/F, o que diminuiria o tamanho da encomenda de Rafales, se essa por fim sair.

Últimas Notícias

O Gripen E vai igualar e, em muitos casos, ser melhor do que os atuais caças de quinta geração, afirma o Chefe da Força...

A Saab apresentou os seis primeiros Gripen E produzidos em série e que em breve ficarão prontos para a...
- Advertisement -
- Advertisement -