terça-feira, dezembro 7, 2021

Gripen para o Brasil

Array

MMRCA: abertura de propostas pode ficar para novembro ou dezembro

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Ministério da Defesa Indiano estaria “atolado” com questões a resolver, como a depreciação da moeda e as propostas de compensações

Segundo o jornal indiano Deccan Herald, a abertura das propostas comerciais para o programa indiano de aquisição de um avião de combate multitarefa de médio porte (MMRCA) poderá ser adiada para novembro ou dezembro. A princípio, essa abertura estava programada para meados/final de outubro, mas o Ministério da Defesa estaria “atolado” com questões que deve resolver.

Fontes no Ministério da Defesa disseram que as propostas dos dois concorrentes finais ao programa, o Dassault Rafale e o Eurofighter Typhoon, vão expirar em dezembro. Assim, as propostas deverão ser abertas no mínimo para evitar mais atrasos no processo, na medida em que a meta é introduzir as primeiras aeronaves na Força Aérea Indiana já no início de 2014. Segundo o Deccan Herald, assim que as propostas forem abertas, serão iniciadas as negociações comerciais com a que apresentar o  custo mais baixo.

O Comandante do Estabelecimento de Testes de Aeronaves e Sistemas (Aircraft and Systems Testing Establishment – ASTE), comodoro do ar B R Krishna, dissse que “os dois foram selecionados para a lista final pois cumpriram os mais de 600 parâmetros estabelecidos nos Requisitos Qualitativos (Air Staff Qualitative Requirements – ASQRs).”

Recentemente, o Comandante da Força Aérea Indiana, o marechal do ar N A K Browne disse que as propostas poderiam ser abertas em meados de outubro. Porém, as fontes do Deccan Herald indicam que o processo poderá tomar mais tempo pois o assunto voltou ao Conselho de Aquisição de Defesa (Defence Acquisition Council – DAC) porque algumas questões precisam ser resolvidas antes.

Entre essas questões que deverão ser discutidas no encontro do DAC, agendado para 7 de outubro, estarão em destaque os efeitos da queda do valor da moeda indiana, a otimização do preço e as propostas de compensações (offset) do acordo. Dessas três questões, o Deccan Herald destacou a da depreciação da moeda, pois caso o acordo seja executado neste ano deverá haver uma escalada de custos considerável, mesmo com os preços atuais.

FONTE: Deccan Herald (tradução, adaptação e edição: Poder Aéreo)

FOTOS: Ministério da Defesa da França e Ministério da Defesa do Reino Unido

- Advertisement -

2 Comments

Subscribe
Notify of
guest
2 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Antonio M

Pelo “alto” número de comentários e já passados tantos outros artigos, fica claro o desinteresse pelo MMRCA indiando, que se revelou um teatrinho para encobrir outros interesses. Uma pena.

Vader

Essa novela é tão enrolada, corrupta e suja quanto a nossa própria. Por isso que ninguém que seja sério dá mais a mínima pro MMRCA.

No mais, bela foto do caça mais poderoso da Europa, carregado de ARMAS, e não de tanques, como seu “rival”.

Aliás, até pelo ângulo das fotos serem parecidos, se nota claramente que o Typhoon tem uma capacidade de carga bastante superior ao “Ventinho”.

Últimas Notícias

Alto oficial da Força Espacial diz que a China está desenvolvendo capacidades ‘duas vezes mais rápido’ que os EUA

Para o general David Thompson, China pode ultrapassar os EUA em capacidades espaciais em 2030 O vice-chefe de Operações Espaciais...
- Advertisement -
- Advertisement -