Les Echos: após ações dos Rafales na Líbia, EAU diminuem exigências

    123
    17

    Jornal francês informou que nova proposta será apresentada este mês

    A Dassault Aviation deve apresentar uma oferta comercial final para os Emirados Árabes Unidos (EAU) ainda no início do mês de setembro para a venda de sessenta aviões de combate Rafale, informou nesta quinta-feira o jornal francês Les Echos.

    Em função da experiência da Líbia, que permitiu que o Rafale mostrasse a sua versatilidade, Abu Dhabi teria revisado para baixo de forma significativa os seus pedidos de mudanças na tecnologia. Agora, o emirado não exige mais um aumento na propulsão do motor e melhorias no sistema de guerra eletrônica, segundo o jornal.

    FONTE: Reuters

    NOTA DO BLOG: o Rafale foi o primeiro dos três “Eurocanards” a sobrevoar a Líbia em missão real no conflito.  O desempenho do Rafale sobre os céus da Líbia foi tema de matéria especial publicada na revista Forças de Defesa 2.  A matéria apresenta os diferenciais do Rafale e dos dois outros “Eurocanards” em missões realizadas nos últimos meses sobre a Líbia.

    Para adquirir o seu exemplar, clique num dos botões abaixo. Use o PagSeguro para gerar um boleto pagável em qualquer banco e o PayPal para pagar com cartão de crédito. Ao efetuar a compra por estes botões, favor informar o endereço completo para o envio. Para dúvidas sobre outras formas de pagamento e demais informações, envie um e-mail para revista@fordefesa.com.br. Ao comprar a revista, o leitor torna-se assinante dos sites das Forças de Defesa, podendo postar comentários após o seu cadastramento.











    17
    Deixe um comentário

    avatar
    17 Comment threads
    0 Thread replies
    0 Followers
     
    Most reacted comment
    Hottest comment thread
    11 Comment authors
    IvanJokerMauricio R.LuisLuppusFurius Recent comment authors
      Subscribe  
    newest oldest most voted
    Notify of
    Giordani RS
    Visitante
    Member
    Giordani RS

    Que coisa…não?

    ivanildotavares
    Visitante
    Member
    ivanildotavares

    Off-Topic

    Paguei a revista e estou aguardando sem problemas (recebi o e-mail de confirmação de pagamento).

    O problema é:

    Eu quero fazer a minha contribuição trimestral e não estou conseguindo porque não estou vendo o esquema de antes na tela, somente para a compra da revista, embora haja a informação de que essa compra torne o leitor um assinante. Tá, então com apenas R$19,00 eu tenho a revista e ainda deixo de doar os R$ 30,00 de antes?

    GUPPY

    edcreek
    Visitante
    Member
    edcreek

    Olá,

    Noticia importante a se confirmar, nada como operações reais para mostrar a verdadeira capaçidade de um caça.

    Vamos aguardar, mas como os Indianos(que voaram os Rafales) agora os EAU devem ter fatos relevantes a se considerar. Quem vooa gosta…

    Abraços,

    Franco Ferreira
    Visitante
    Franco Ferreira

    Off-topic

    GUPPY – Passei pela mesma situação. Falei com o Galante que CONFIRMOU ser esta a intenção atual dos editores. Contrariei verbalmente a intenção demostrada, mas fui vencido. Se Você achar o “link” da contribuição trimestral, diga-me onde está que eu também “entro nesta”.

    Forte abraço – Franco Ferreira

    ivanildotavares
    Visitante
    Member
    ivanildotavares

    Off-Topic

    Caro Franco Ferreira,

    Diante do expoxto, a minha vingança será “malígrina”. O Galante não escapará. Vou adquirir outra revista e, quando chegar, vou doar à Biblioteca do Instituto de Matemática e Estatística da UFF, onde trabalho.

    Abração,

    GUPPY

    Vader
    Visitante

    “Agora, o emirado não exige mais um aumento na propulsão do motor e melhorias no sistema de guerra eletrônica, segundo o jornal”

    Ou seja, mais uma vez se confirma a entrevista do Brigadeiro Alain Silvy. 😉

    LuppusFurius
    Visitante
    LuppusFurius

    EAU …Não exigem , Mas Não Compram…..
    India de Typhoon…
    Réquiem de Lê Jakê!!!!!!!

    Luis
    Visitante
    Luis

    Quem voa gosta. => Não na hora de assinar o cheque.

    Mauricio R.
    Visitante
    Mauricio R.

    “…o Rafale foi o primeiro dos três “Eurocanards” a sobrevoar a Líbia em missão real no conflito.”

    Ficou esperando, enquanto os Tomahawks faziam o serviço sujo.

    edcreek
    Visitante
    Member
    edcreek

    Olá, Guilherme Poggio, vejo que não tem como comparar com a India eles testaram exaustivamente os caças, aqui os pilotos fizeram uma passeio apenas. A realidade é que quem voou os 4.5G preferiram os caças mais novos. Vader nunca duvidei das exigencias iniciais e prematuras, assim como nunca duvidei que a turbina é otima, decola de NAe com 8 ton de carga, para achar a turbina fraca só torçedores como vc e mais alguns. Torçida não se discute, mas o caça a cada dia prova que hoje é um dos melhores 3 caças 4.5G e será o melhor de todos… Read more »

    Joker
    Visitante
    Joker

    Edcreek,

    dessa forma quer dizer que nossos pilotos em especial aqueles do COPAC não tem como dar um parecer qualitativo porque foi um passeio e todo o processo de avaliação dos mesmos deve ser descartada e basearmos-nos outros fatores e informações, tais como as informações passadas pelo indianos que “verdadeiramente” testaram as maquinas?

    Ivan
    Visitante
    Ivan

    ivanildotavares disse:
    1 de setembro de 2011 às 17:18

    Franco Ferreira disse:
    1 de setembro de 2011 às 17:44

    Off-Topic

    Guppy e Franco,

    Eu comprei a revista e consegui realizar uma contribuição, pois acredito que a renda da revista vai ficar apertada para nossos amigos.

    Acredito que Dinair Alves, que cuida da parte da comercialização das revistas pode ajudar vocês e tantos outros que pretendam colaborar, como me ajudou.

    Sds,
    Ivan, do Recife.

    edcreek
    Visitante
    Member
    edcreek

    Olá, Joker nesse caso sem duvida, o pareçer Indiano está bem melhor embasado que o Brasileiro, os pilotos não tem nada haver com isso mas sim a como e onde foi feito: -Na India os aviões tiveram que ir voando para lá; -O uso do radar AESA foi obrigatorio em teste de voo( deve ser por isso que o gripado foi excluido 😉 ) -Lá os caças foram testados em varias temperaturas e altitudes; -Lá foram semanas e semanas de testes com os caças lá na India; Não dá para comparar um coisa seria, com a palhaçada e briga de… Read more »

    Ivan
    Visitante
    Ivan

    Mossieur Ed, Vc escreveu: “-O uso do radar AESA foi obrigatorio em teste de voo( deve ser por isso que o gripado foi excluido.” Pelo que eu li, os únicos concorrentes do M-MRCA que poderiam se apresentar com radar AESA operacional era o Super Hornet e F-16IN, pois os demais ainda não estavam voando com as novas antenas, inclusive os finalistas Typhoon e Rafale. Assim sendo NÃO era necessário o uso do radar AESA nos testes, sendo uma exigência para a entrega do produto final. Quanto ao meu Gripen, que vc insiste em chamar de “gripado”, acredito que não teria… Read more »

    ivanildotavares
    Visitante
    Member
    ivanildotavares

    Ivan disse:
    2 de setembro de 2011 às 10:13

    Off-Topic

    Ok, Ivan. O Galante já entrou em contato comigo, mesmo assim obrigado pela dica.

    Abraços

    Mauricio R.
    Visitante
    Mauricio R.

    Não é demérito, mas limitação mesmo, como tdo o restante do pacote europeu, tiveram que esperar o “abre alas” americano passar, p/ somente depois poderem operar em segurança.