domingo, junho 20, 2021

Gripen para o Brasil

Array

Quarenta F-18 por US$ 3,3 bilhões e trinta e dois F-35 por US$ 5,9 bilhões

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres
 

Nos Estados Unidos, Câmara aprova gastos de defesa de 649 bilhões de dólares para 2012

A Reuters informou que nesta sexta-feira, 8 de julho, o gasto em defesa de 649 bilhões de dólares foi aprovado com facilidade pela Câmara dos Deputados (House of Representatives) após quatro dias de debate em que os legisladores tentaram frear as operações de combate do Governo Obama, no Afeganistão e na Líbia. 

Aprovado por 336 votos a favor e 87 contra, na Câmara que é dominada por republicanos, a medida vai aumentar o orçamento básico do Pentágono do ano fiscal de 2012 em 17 bilhões de dólares, comparado aos valores atuais, num contexto de intensa pressão para reduzir o déficit norte-americano de 1,4 trilhão de dólares. O ano fiscal de em 2012 começa em 1º de outubro.

Ainda assim, foram cortados 8 bilhões de dólares do pedido de orçamento geral do Governo Obama. Dos 649 bilhões de dólares aprovados, 530 bilhões estão alocados ao orçamento primário do Pentágono e outros 119 bilhões para as guerras do Afeganistão e do Iraque. A conta não inclui fundos para programs de armas nucleares ou construções militares, que acrescentam 33 bilhões ao valor dos gastos.

A medida inclui 5,9 bilhões de dólares para a compra de 32 caças furtivos F-35, 15,1 bilhões para a construção de 10 navios para a Marinha dos EUA e 3,3 bilhões para 28 caças F-18 Super Hornet e 12 EA-18 Growler, de guerra eletrônica. O Congresso ainda tem algumas semanas para a aprovação final dos gastos militares antes que Obama assine a lei.

Nos quatro dias de discussão, mais de doze emendas foram discutidas. Legisladores que desejavam uma retirada mais rápida do Afeganistão, para os quais também não agradou a decisão de Obama de intervir no conflito da Líbia, tentaram forçar, sem sucesso, medidas para mudar as políticas de guerra dos EUA. Um dos representantes afirmou que a “Líbia é uma guerra que esta casa adora odiar, mas que odeia parar”.

Esforços para cortar bilhões de dólares de diversas contas de defesa não foram aprovados. O corte mais bem-sucedido foi de 120 milhões de dólares para bandas militares. Mesmo assim, o que a Reuters chamou de deu trabalho para deixar o orçamento para 200 bandas compreendendo 4.600 músicos e pessoal de apoio em 200 milhões de dólares.

FONTE: Reuters (tradução, adaptação e edição: Poder Aéreo)

FOTOS: Marinha dos EUA (US Navy)

- Advertisement -

12 Comments

Subscribe
Notify of
guest
12 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Nick

Na conta de padaria, US$190 milhões para cada F-35 e US$90 milhões para cada F-18E/Growler. Só o dobro.

[]’s

Almeida

Antes que alguém faça contas de padaria com o FX-2, lembrem-se que na proposta da Boeing estão inclusos armamentos, sobressalentes e a tal ToT necessária.

Baschera

Me disseram hoje que se não fosse esta “porquera” de ToT dita necessária…este FX-2 já tinha saído….. mas inventaram um monstrengo para apenas 36 aeronaves, o que assusta o poder político, que é quem cabe, nos final das contas, decidir. É a mesma magalomania que nos fez comprar quatro subs convencionais mais um estaleiro novocomo pedágio para ter acesso a um casco de sub nuclear…. Para a Copa do Mundo, não haverá nada no GDA para proteger o país…. os M-2000 já não valem o que custam…. e talvez por este motivo… devem ter uma decisão ano que vem…. ou… Read more »

Grifo

Me disseram hoje que se não fosse esta “porquera” de ToT dita necessária…este FX-2 já tinha saído….. Caro Baschera, não concordaria com isso. A FAB faz offset tecnológicos há muito tempo e como resultado temos uma bem sucedida indústra aeronáutica. Querer culpar isso agora é como dizer que o problema é termos indústrias nacionais, se não tivéssemos realmente tudo seria mais fácil…. No caso do FX-2 o processo correu muito bem e em dia, até um certo ministro se hospedar escondido em um castelo na França e decidir (por motivos insondáveis…) que a proposta mais cara e pior avaliada seria… Read more »

Almeida

Verdade Grifo. Tivesse o MinDef divulgado a análise da FAB, mesmo com a gafe do Lula no 7/9/2009, teríamos resolvido isso.

Mas não né? Era preciso outro “relatório”…

DrCockroach

Apenas p/ contextualizar. A politica economica do Obama eh um desastre! – O deficit fiscal dos EUA em 2009 for de 1.4 trillhoes de dolares, o equivalente ao deficit dos 5 anos anteriores combinados! Repetiu a dose em 2010 e propoe equilibrar o deficit em 2040…; – A divida acumulada eh o equivalente a 98% do PIB americano. Uma decada atras somente um marciano arriscaria dizer que os EUA poderiam dar calote e agora… e a emissao de dolares continua…: – As consequencias economicas p/ o brasil eu irei pular… O F-35: – Foi projetado p/ custar mais barato que… Read more »

Ivan

Dr.Barata, Aparentemente o maior problema do programa JSF – Joint Strike Fighter está no contrato (abjetamente fechado no sistema cost-plus) e não na aeronave. Peço permissão ao amigo e aos editores para usar o axioma de Bill Gates (CtrlC CtrlV) para postar um pequeno texto inglês que tenta definir o que é um cost-plus. Pode ser útil àqueles que ainda não o conhecem. “Cost-plus pricing The advantages of cost-plus pricing are that it is very simple and it guarantees margins — which type of margin it guarantees depends on which. The only information that it requires are costs, and these… Read more »

Ivan

O link do texto citado:
http://moneyterms.co.uk/cost-plus/

DrCockroach

Mercado garantido e Lucro garantido.

Para o vendedor é o melhor dos mundos.

Prezado Ivan,

Perfeito! Agora a pergunta de um milhao de dolares (ou bilhao…), como a gente faz p/ ser socio de uma empresa destas!?
E o nosso BNDEs aqui… nahhh, nao vale a pena.

[]s!

Vassili

Nesta “conta de padaria”, o preço unitário do Super Hornet sai por US$82.5 milhões. Bem superior aos 50 milhões propagados por aí……….

Quanto ao preço do F-35………. mais um pouquinho e alcança o patamar do F-22…….. cerca de 220 milhões por unidade. Espero que esse preço super elevado ocorra pq esse contrato é tipo um lote de pré produção.

Abraços.

Ivan

Dr. Barata, Tem um filme de ação de 1998 dirigido por John Frankenheimer chamado Ronin que eu gosto muito. Após uma cena em que os protoganistas escapam de uma emboscada o francês Vincent (Jean Reno) pergunta ao Sam (Robert De Niro) como ele sabia que era uma armadilha. Vincent pergunta: – “Under the bridge, by the river, how did you know it was an ambush?” (“Debaixo da ponte, junto ao rio, como é que você sabia que era uma emboscada?”) Sam responde: – “When ever there is any doubt, there is no doubt.” (Sempre quando há qualquer dúvida, não há… Read more »

Baschera

Grifo disse: 9 de julho de 2011 às 2:04 Grifo, faça as contas e use como base o ProSub, onde compramos…pagaremos ….”ad eternum” por apenas UM casco de submarino nuclear, que nem sabemos se poderemos, no futuro, saber fazer….. hoje sequer temos profissionais que saibam COMO fazer a solda deste tipo de material. Só que para nos “ensinar”, pagaremos uma fortuna, mais do que um F-35 (unidade)…vc sabia ??? Os caras da MB estão apavorados……. ToT irrestrita…. para 36 unidades ??? Custa mais barato vc comprar mais 36 aviões do que o que pagaremos por esta tal “ToT irrestrita” e… Read more »

Reportagens especiais

Procura-se os ‘guerreiros da internet’

Em 1997, Alexandre Galante e Sydney Rodrigues criaram o primeiro esquadrão virtual brasileiro no simulador de voo WarBirds, que...
- Advertisement -
- Advertisement -