domingo, janeiro 16, 2022

Gripen para o Brasil

Array

Rafale deverá estar na Aero India 2011

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Segundo o site Livefist, a Dassault confirmou neste domingo, 16 de janeiro, a presença do Rafale na Aero India 2011. Dois caças Rafale M, da Marinha Francesa, deverão ser mandados para o evento que ocorrerá no mês que vem, na Base Aérea de Yelahanka (Bangalore) da Força Aérea Indiana. A empresa também deverá mandar um Falcon 7X e um Falcon 2000LX à Aero India.

O Livefist também afirma que, conforme informações recentes, o Rafale passou para o topo das preferências na concorrência MMRCA, para a compra de 126 caças a 11 bilhões de dólares. Aparentemente a menor exposição do caça à mídia indiana, comparado aos demais competidores, foi uma estratégia deliberada, segundo o site.

FONTE: Livefist FOTO: Marinha Francesa (Marine Nationale)

- Advertisement -

8 Comments

Subscribe
Notify of
guest
8 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Rodrigo

Tem cara que perde o amigo, mas não perde a piada.

Darkman

“O Livefist também afirma que, conforme informações recentes, o Rafale passou para o topo das preferências na concorrência MMRCA”

Sinceramente não acredito nessa notícia, informações plantadas na mídia.

Abs.

Mauricio R.

O que interessa não é a exposição á mídia, mas a avaliação que a força aérea entregou ao ministério da defesa local.
O resto é que nem conversar sobre o tempo, se vai chover, se o Curintia vai ser campeão, etc, etc, etc…

ZE

Então os franceses devem ter cortado o preço do Rafale em uns 30%, pois é seguramente o caça mais caro da concorrência.

Lembrem-se que o principal critério é o MENOR PREÇO !

Ou essa notícia é uma bobagem, ou os franceses conseguiram o maior milagre desde Jesus ter andado sobre as águas.

[ ]s

Grifo

Os franceses estão sempre na frente, até a hora em que a decisão sai e eles perdem. Vamos ver. Enquanto isso, a Reuters tem uma importante matéria hoje (com larga repercussão na França) dizendo que a Dilma vai “começar de novo” o processo de avaliação das ofertas, e que não tem nenhuma preferência por qualquer um dos concorrentes. http://ca.reuters.com/article/topNews/idCATRE70G0ZC20110117 Abaixo alguns trechos traduzidos: Exclusivo: Rousseff “Começando de Novo” na Compra de Caças no Brasil BRASILIA (Reuters) – A nova presidente do Brasil Dilma Roussef decidiu adiar a decisão de um contrato multi-bilionário para caças da Força Aérea e reavaliar as… Read more »

Grifo

Repercussão no Estadão: http://www.estadao.com.br/noticias/geral,dilma-vai-recomecar-processo-de-escolha-de-cacas,667199,0.htm Dilma vai recomeçar processo de escolha de caças A presidente Dilma Rousseff decidiu adiar a escolha do fornecedor de jatos de combate da Força Aérea e vai reavaliar todas as ofertas finalistas para buscar novas garantias e acertar questões sensíveis como transferência de tecnologia, disseram fontes com conhecimento da decisão à Reuters. A decisão marca uma reviravolta no processo, uma vez que o antecessor de Dilma, Luiz Inácio Lula da Sailva, repetidamente expressou preferência pela oferta da francesa Dassault e seus jatos Rafale. Mas Lula deixou o governo sem tomar uma decisão, deixando-a a cargo de… Read more »

Mauricio R.

A Presidência da República poderia aproveitar essa disposição de “começar de novo” não somente em relação ao FX-2, mas nos demais programas que os militares desejam desenvolver. Então certos programa deveriam passar por um banho de realidade, no sentido de beneficiar o país e não somente certos grupos industriais. Nesse sentido creio eu, que os melhores candidatos seriam: 1-) a rematada asneira de reformar os A-4 da MB, é um beco sem saída e o upgrade não vai melhorar isso. 2-) a outra rematada asneira da MB, a reforma dos Trackers, p/ funções totalmente estranhas ao design original, das quais… Read more »

Observador

Esta Aero Índia é uma feira de aviação?

Bom para o Rafale, porque se fosse um exercício como a Cruzex, ele desta vez ia virar alvo dos MIG-21 modernizados da Força Aérea Indiana.

Para quem já foi “abatido” por F-4 alemães e F-5 brasileiros, não seria nenhuma novidade.

Últimas Notícias

A noite em que 21 OVNIs foram perseguidos por caças da Força Aérea Brasileira

A BBC Brasil publicou extensa matéria sobre a famosa "Noite Oficial dos OVNIs" no Brasil. A seguir, publicamos os...
- Advertisement -
- Advertisement -