Home Indústria Aeroespacial Dassault Aviation informa resultados do primeiro semestre

Dassault Aviation informa resultados do primeiro semestre

126
30

Segundo nota do jornal francês ‘La Tribune’, as perspectivas da companhia preocupam o mercado

A Dassault Aviation anunciou seus resultados do primeiro semestre, segundo nota do jornal francês La Tribune desta manhã de quinta-feira, 29 de julho. O lucro operacional foi de 104% (248 milhões de euros) e o lucro líquido foi de 37% (170 milhões de euros). O volume de negócios aumentou 44%, indo a 1,9 bilhão de euros. A companhia informou duas novas encomendas de aeronaves Falcon, assim como a entrega de 45 desses jatos executivos, além de cinco aviões de combate Rafale (no primeiro semestre do ano passado foram entregues sete Rafale).

É esperado que o volume de negócios no ano de 2010 se mantenha estável, com a entrega de 85 Falcons e de 11 Rafales. Porém, a companhia informou que não vê perspectivas de recuperação do mercado de aviação comercial no curto prazo. Segundo o La Tribune, o mercado não gostou dessa notícia, com os títulos perdendo 1,29%, cotados a 600,16 euros às 10h21 (horário local).

Para acessar as notas divulgadas pela Dassault Aviation em seu site (textos em inglês e francês, assim como fotos e vídeos da coletiva de imprensa), clique aqui.

Subscribe
Notify of
guest
30 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Vader
Vader
9 anos atrás

Éééééé… pois é…

SABRE
SABRE
9 anos atrás

Vê-se que a saida da França do Eurocaça foi boa estratégicamente para o país que desenvolveu muitas capacidades, mas um dessastre financeiro para a Dassault!

ZE
ZE
9 anos atrás

Bem, eu posso falar a verdade ou a mentira (independente da nota publicada nesse blog). Resolvi falar a verdade. E ela não é tão rosácea assim. Vou resumir a situação da Dassault: ELA ESTÁ COM A CORDA NO PESCOÇO !!!!!! As encomendas do Rafale estão quase paradas (isso é custo para eles). O mercado de jatos executivos está a cada dia mais competitivo. Basta ver o que vem por aí de jatos executivos, que serão brevemente colocados no mercado. As Forças Armadas Francesa estão, pelo SEGUNDO ano consecutivo, cortando custos. A cada dia, haverá menos e menos dinheiro. Vários programas… Read more »

Marcos
Marcos
9 anos atrás

Pois é,
Se não “vencer aqui” (Só Falta anunciar está falcatrua de fx 2), ela ira ficar com aquilo nas maos, já que o GF Frances anuncio o corte de 10% nas verbas este ano.

Marcelo
Marcelo
9 anos atrás

deixa eu poupar o tempo do pessoal do Gripen:
QUEIJO PODRE e JACA FRANCESA !!!
pronto, agora não precisam mais escrever isso, mas acho que mesmo assim alguns vão escrever…queria perguntar à estes, como eles se sentem quando alguns jornais esportivos argentinos chamam os brasileiros de macaquitos?

Marcos
Marcos
9 anos atrás

Caro Marcelo

O mesmo quando alguns Franceses mentirosos, vem aqui falar de TT 100%, de Vetor 100% Frances, de baixar os custos de manutenção, de vetor de ultima geração, de vetor de 4.5 Geração, e por ai vai ….

Orion_paris
Orion_paris
9 anos atrás

Dear William The results of Dassault Aviation are not too bad, not as strong as Dassault Systemes which is a wonderfull company, but this is not a surprise, -1,28% is nothing since the 2010 performance is about +14,32%. Anyway, only a few part of DA’s share capital is on the market, it’s hard to compare with a classical stock. At least the Groupe Dassault is always very strong. The most interesting is what is coming next. The industrial french defense landscape will be moving the next few months. The french gov wants the 3 french great defense companies to merger… Read more »

Ricardo_Recife
Ricardo_Recife
9 anos atrás

Enquanto a Dassualt vai mal das pernas com risco real da produção do Rafale parar a Sukhoi e a Embraer vão bem obrigado, expandindo suas vendas para o mercado executivo (Embraer) e de jatos regionais (ambas). O que sustenta as pernas da companhia francesa ainda são as vendas do jato Falcon e o subsidio dado pelo governo francês no caso do Rafail.

A-Bomb
A-Bomb
9 anos atrás

Nós salvamos a dessault.
Afinal o Brasil é um pais de milionários.
Basta olhar a nossa carga tributaria.

Jakson Almeida
Jakson Almeida
9 anos atrás

HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA!A jaca esta apodrecendo.

Carlito
Carlito
9 anos atrás

Como diria o saudoso Mussum, “Cacildis!”

A coisa está feia por lá, e se o Mollusco não anunciar logo a salvação da lavoura francesa, o futuro da Dassault passará por dias tenebrosos.

Marcelo, os argentinos chamavam os brasileiros de macaquitos no tempo em que eles tinham alguma importância. E pensar que hoje em dia a economia dos nossos vizinhos é completamente atrelada e dependente à nossa. A verdade é que a Argentina, enquanto nação, está minguando cada vez mais e mais e mais…

Nick
Nick
9 anos atrás

O principal mercado da Dassault é aviação executiva, no segmento Highend. A aviação militar com encomendas mínimas da AdlA é apenas para manter a linha de produção aberta. Se a aviação executiva vai mal, ou se a Dassault perder mercado, um abraço. O problema que vejo é que o Rafale apesar de ser um belo produto, entrou tarde no mercado, e em termos conceituais está obsoleto aos olhos de muitos. O pior é que a Dassault não tem capital como a Boeing para fazer um Silent Rafale, depende de capital do governo francês ou algum país estrangeiro. Nesse caso como… Read more »

godzila
godzila
9 anos atrás

querem mais uma ? se continuar assim ea Dasssalt entrar mais ainda no vermelho ou quase falencia , é bem capaz da Embraer entrar de socia c/ a Dassalt!

Rodrigo
Rodrigo
9 anos atrás

Sempre me traz muito prazer ver notícias da Dassault indo para o brejo.

Orion_paris
Orion_paris
9 anos atrás

Agree with Nick,

One point : I was thinking about a relationship between Embraer and Zodiac (or EADS, i forgot to mention this one) but this is a pure personal speculation.

Regarding the Rafale, this program needs export before 2012 known opportunities are : Brazil (of course), Switzerland, UAE, koweit, India (probably already won by the US). In the futur we may speak about UK and others… I remain optimistic.

Tito
Tito
9 anos atrás

Rodrigo disse:
29 de julho de 2010 às 14:52

Rodrigo, não sinta tanta raiva da Assalt (ops! 🙂 ), eles só estão vendendo o peixe deles, a picaretagem esta do lado de cá do Atlântico.

Mas que dá prazer, a isso dá.

grifo
grifo
9 anos atrás

É difícil analisar estes resultados porque, como não se trata do balanço anual, a empresa só divulga o que quer e em geral colore as coisas dos tons mais positivos possíveis. Por exemplo, no relatório de resultados do primeiro semestre de 2009 a Dassault optou por não divulgar os números de vendas por linha de produto. Depois se soube o porquê: a linha Falcon foi massacrada por cancelamentos durante a crise, e a Dassault usou os bons números da linha de defesa para encobrir o quão ruim a coisa estava. O relatório traz duas boas notícias para os “rafaletes”. Finalmente… Read more »

luiz otavio
luiz otavio
9 anos atrás

na minha opinião é uma pena, pois é um grande avião, desenvolveram sozinhos, mas não dá lucro à Dassault.

bulldog
bulldog
9 anos atrás

O caça é bom…mas não pra nós! Por isso acho hoje que o NG seria a melhor opção…poderíamos matar TRÊS coelhos com um só tiro. Adiquirir um caça de menor custo de manutenção e que atende ao País* ; Mostrar pra França que estamos descontentes com o fato de um país que não é parceiro estratégico (Suécia) ter oferecido um offset mais abrangente e interessante (só pra me ater às questões técnicas); E de quebra, ajudar a mandar a Dassault (concorrente da Embraer) pro buraco. * A meu ver…as futuras ameaças a soberania do Brasil exigem aprimoramento dos seguintes meios:… Read more »

Francisco AMX
Francisco AMX
9 anos atrás

Mas que empresa quebrada é essa que dá lucro?

vai entender a opinião de alguns não é…

Sds!

Nick
Nick
9 anos atrás

Caro FranciscoAMX , Em termos de resultados não está mal não…. mas em termos de MERCADO, sim está mal. E o mercado sempre olha o futuro. E o futuro aponta o que? Uma diminuição do Faturamento. Isso ocorrendo é prejuízo. Onde deveria vir a ajuda(Governo Francês) os cofres estão vazios. Não se pode por exemplo, acelerar a entrega de Rafales para a AdlA para compensar que de receita de Falcons. Ao contrário, como já disse ae em cima, eles vão paralisar a linha de produção por 2 anos caso não haja pedidos novos por clientes estrangeiros. Não estávamos preocupados com… Read more »

Nick
Nick
9 anos atrás

errata:
“compensar que” = compensar queda

[]’s

grifo
grifo
9 anos atrás

Mas que empresa quebrada é essa que dá lucro?

Caro Francisco AMX, você está naquela situação do sujeito que pula do alto de um prédio, e quando está passando pelo terceiro andar pensa “até agora tudo bem!”.

A Dassault no momento não está vendendo nada (ok, vendeu DOIS aviões net) e está tendo por isso uma queda vertiginosa em sua cateira de encomendas, perdendo 30% do total em 18 meses. O presente continua bem, mas o futuro parece muito negro.

pp_muscimol
pp_muscimol
9 anos atrás

P_____…as oportunidades estao todas do vosso lado ….
começam na California
http://www.jornaldenegocios.pt/home.php?template=SHOWNEWS_V2&id=437409

e passam pela europa …no fim ainda conseguem comprar uns raptors do Uncle Sam.

pp_muscimol
pp_muscimol
9 anos atrás

….”por__”…. é palavrao no Brasil?
…bom este nivel de censura està um pouco exagerado…em todo o caso voces bem que poderiam comprar jà de prateleira e desenvolver algo vosso para mais tarde.

Fuzila
Fuzila
9 anos atrás

Nick disse:
29 de julho de 2010 às 14:40

Perfeita sua análise !

Um abraço.

Heyarth
Heyarth
9 anos atrás

Não acredito que o Governo Frances deixe a Dassaut se fundir com uma empresa estrangeira(Embraer), acho mais fácil fundir com aquelas empresas de lá, thales, Safran…

Alexandre
Alexandre
9 anos atrás

Bom a dassault está na dela ,tem o governo francês para manter seu programa rafale em operação e ainda tem o mercado de jatos comerciais para ajudar suas finanças. A verdade é que o mercado de aviação comercial e militar está restrito. Agora eu gostaria de ver as finanças da saab, depois da turquia a mesma não vendeu nada. O mercado de jatos comerciais dela é quase nulo o que sobra é a militar, fora que a mesma não tem ajuda do governo sueco para alavancar as vendas do ng. O que sobra são as modernizações dos gripens mais antigos… Read more »