Home Sistemas de Armas Raytheon vai integrar mira no capacete para o F-16 e A-10

Raytheon vai integrar mira no capacete para o F-16 e A-10

578
4

A Raytheon ganhou um contrato de US$ 12,6 milhões para a integração inicial e a qualificação do sistema integrado de mira montado no capacete, para os jatos F-16 e A-10 voados pela USAF e Air National Guard, informou a empresa no Farnborough air show.

O potencial de mercado do sistema montado no capacete estende-se a uma frota de até 1.000 caças F-16 voados pela USAF e além deles, para até 4.000 caças F-16, contando com os operados por forças aéreas estrangeiras.

Sob o contrato, a Raytheon vai integrar o sistema de mira Visionix Scorpion da companhia Gentex, nos sistemas do cockpit do A-10C e o do F-16 block 30/32, disse Wayne Iurillo, o vice-presidente dos serviços técnicos da companhia.

“O sistema vai rastrear o movimento do capacete para mostrar imagens precisas, independentemente da direção da cabeça do piloto e será compatível com os sistemas padrão de visão noturna aerotransportados dos forças americanas”, disse a companhia.

A fase 1 do contrato é parte de um programa de cinco opções de produção de um ano, para até US$ 50 milhões.

A Raytheon ganhou o contrato após competição internacional que incluiu outros concorrentes americanos, bem como uma firma da Europa e outra de Israel.

A Raytheon está aguardando o resultado, com vencimento em setembro, de outra concorrência para os F-16 da Air National Guard. A companhia concorre com seu “central pedestal display”, que é um grande display multifuncional, que permite ao piloto chavear entre diferentes telas de informação, incluindo um mapa móvel.

O display é projetado como uma interface para várias unidades de processamento, ocupando o mesmo espaço de antigos mostradores analógicos. O potencial de mercado consiste no upgrade de 400 a 500 caças F-16 da frota da Air National Guard.

FONTE: DefenseNews

SAIBA MAIS:

Subscribe
Notify of
guest
4 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Latino
10 anos atrás

Á alguma posibilidade de termos equipamentos semelhante no nosso super tucano ?

sds

Clésio Luiz
Clésio Luiz
10 anos atrás

“…para até 4.000 caças F-16 operados por forças aéreas estrangeiras. ”

Se foram fabricados menos de 4.500 F-16 e com toda certeza os EUA compram muito mais de 1000 deles, essa frase da notícia precisa ser reformulada.

Deivid
Deivid
10 anos atrás

O capacete JHMCS tem a mesma função,pensei que a USAF fosso utiliza-lo……..

J. Claro
J. Claro
10 anos atrás

E o Rafale F3BR usará qual avionica?