domingo, junho 13, 2021

Gripen para o Brasil

Array

Raios! Raios duplos!

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

P-38 e F-35 lado a lado - foto USN de 2006

Interessante foto, de 2006,  mostrando um P-38 “Lightning” da II Guerra Mundial ao lado de um protótipo do F-35 “Lightning II”.

Se ao lado deles estivesse estacionado o interceptador Mach 2 “Lightning”, que operou na RAF de 1959 a 1988, seriam “raios triplos”.

FOTO: USN

- Advertisement -

26 Comments

Subscribe
Notify of
guest
26 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Pegasus

Senhores

Como disse a musica “A Canção do Senhor da Guerra” do Legião Urbana “…uma guerra sempre avança a tecnologia, mesmo sendo ela santa, quente, morna ou fria…”

Dito isso vejam a diferença tecnologica entre essas duas maquinas de guerra conseguido em 65 anos, que para periodos historicos seria curto demais, gerou esse abismo entre essas duas formas de luta aerea.

Imaginem o que estara voando daqui a 65 anos!!!

Antonio M

O P-38, tenho um kit Revell 1/32.

E tremenda máquina ao seu tempo. Hoje em dia uma versão atualizada mesmo como turboélice ainda seria capaz de muito estrago como aviãoleve de ataque e poderiasse dizerdizer que o Pucará seria essa tal atualização. mas acho-o muito grande e menos ágil que o P38.

MatheusTS

olhando assim o F-35 fica pequeno =/

Top Gun

Raios quádruplos: O codinome do YF-22 era lightning tb!

Skywalker

E a FAB, com o “raio” do Mirage 2000. . .

Brandalise

Mesmo tendo sido superado por outras aeronaves antes do final da WWII, o P-38 eh para mim o caça mais bonito desta epoca. Se eu tivesse de escolher um para voar, seria o P-38. Declaro aqui meu amor incondicional pelo bichinho! Realmente Matheus, o F-35 fica pequeno… ———————— Skywalker disse: “E a FAB, com o “raio” do Mirage 2000. . .” HAUSHAUSHAUSHAUSHAUSHAUSHAUSHAUSHAUSHAUS! 😀 Muito boa essa! ———————– “(…) o Pucará seria essa tal atualização. mas acho-o muito grande e menos ágil que o P38” SUPER-TRUNFOOOOOO! Acho que o Pucara eh a versao atualizada do Stuka, isso sim! Na 2a guerra… Read more »

vassili

O preço do F-35 ficou tão alto que mais parece um dos projetos do Dick Vigarista e sua Esquadrilha Maluca…………..

Peguem o pombo…………………

Ambas as aeronaves são lindas………… mas ainda sou mais um ME-109.

abraços.

Ricardo_Recife

Skywalker disse: “E a FAB, com o “raio” do Mirage 2000. . .”
Essa foi ótima!

O English Electric Lightning era um ótimo caça. Desenho um tanto ultrapassado, mas dois motores fantásticos.

Icaro

Skywalker disse:
29 de maio de 2010 às 13:28

E a FAB, com o “raio” do Mirage 2000. . .
_____________________

Poderia ser pior, em vez de M2000C poderiamos tar usando Xavantes pra defesa aerea! Mesmo assim ngm merece M2000C fazendo a defesa aerea de 1ª linha, deveriamos tah com uma aeronave muito melhor, ms politicagem eh F@%$#!!!

Almeida

Sé eu acho irônico que os dois aviões homenageados pelo F-35 sejam bimotores e ele não? Sinal dos tempos!

Fábio Mayer

As dimensões do F-35 são pequenas…pensei que era bem maior.

kwhvelasco

Realmente… faltou o – me amarro nesse nome – English Electric Lightning!!! Era uma época em que a imagem não dizia, antes, gritava o que veio fazer… Faltou mesmo ele ali, só pra reforçar a questão do tamanho relativamente pequeno do F-35 e manter uma mística do nome… E sim, o P-38, o Lightning (sem codename, siglas… só o “made in kingdom ver. x”…) sendo bimotores traz aquela estranheza… poxa, o F-35 monorreator???? E, Ricardo_Recife, o projeto do BAC é muito moderno, sendo ele do inmício da década de 1950… Veja que é a mesma técnica de conformação aerodinâmica do,… Read more »

Ricardo_Recife

kwhvelasco, você tem toda a razão na comparação entre o MIG 21 e o English Electric Lightning (putz, que nome lindo!). Eu não conheço em profundidade sobre os projetos dos anos 50, sei que a evolução da indústriacorria a olhos vistos. Baseei minha informação nas datas de projeto e primeiro vôo do Mirage e do Draken. O Lightning fez seu primeiro vôo em 54, o sueco um ano depois e francês em 59. E eles entraram em operação em suas respectivas forças aéreas também em datas próximas. Neste sentido, acho o desenho do inglês inferior aos outros caças europeus. Isto… Read more »

Invincible

O pessoal as vezes escreve besteira por não saber… O P 38 tinho turbo compressor voava bem em qualquer altitudo e tinha uma razão de subida fenomenal… Um caça nato e verdadeiro que voava muito rápido… Para um piloto fugir de um dog fight com o P 38 era so tacar manete e subir que ninguém pegava. O Pucará não é nem um décimo do que foi o P 38 ou mesmo o Stuka. Ele não carrega a mesma quantidade de armamento 40 anos depois. Não se compara batata com repolho. P 38 caça-bombardeiro o Ju-87 era um bombadeiro de… Read more »

Brandalise

Larga de bobagem, Invincible! Que argumento fraco! Eh soh por os dois voando e ver o que dah! Ou entao comentar o desempenho de forma inteligente. Qntas vezes na nossa historia avioes “nao comparaveis” se encontraram nos ceus? No Paquistao X India os Gnats, que eram bem inferiores, deram um couro nos F-104. Ateh o final da WWII, os bons pilotos de Zero ainda davamn um bom trabalho pros Corsair. No Vietnam teve A-4 abatendo Mig-21 c/ foguetes, mesmo o Mig-21 sendo supersonico. Qnto a capacidade de armas dos Stuka, que eu saiba ela eh inferior a 500kg de bombas.… Read more »

Ricardo_Recife

Brandalise, para reforçar: na Guerra do Vietnã dois pilotos de A-1 Skyraider derrubaram dois Mig´s 17, um em 1965 e outro em 1966 com canhões.

Na Guerra do Yom Kippur vários pilotos israelenses com A-4 derrubaram Mig´s 21 com canhões (livro: Israeli A-4 Skyhawk Units in Combat, a foto da capa já diz tudo!).

Não sei se os P-38 combateram os Stuka na Europa, mas sei que combateram os BF-109.

Invincible

Brandalise,

Se você se acha tão bom quem sou eu para dizer alguma coisa…

O Stuka não tem quase história… quem tem mesmo é o Pucará…

Para quem faz esse tipo de comparação ja diz tudo….

E eu não estava me referindo ao seu comentário… mas se serviu…

Invincible

E outra coisa… Comparar P-38, Stuka e Pucará não cabe… são tempos completamente distintos. E nos seus devidos tempos os dois primeiros foram LENDAS. Quanto ao P38 encontrar o Stuka pode ser que sim ou que não mas o resultado é bem óbvio. Outra coisa. Sobre aviões de grande desempenho serem derrubados é uma questão de sorte e oportunidade, tática e não da máquina em si. Ou você vai dizer que os A-4 varreram os Mig 21 dos céus do Vietnã. O Skyrider que derrubou o Mig 17 foi oportunismo. Em 73 um Mig 17 também derrubou um F4. Alguns… Read more »

Invincible

Para corrigir.

A versão Ju87 D1 e D5 carregava 2 7,65 nas asas, 2 7,62 a ré e 1.800 kg de bombas.

kwhvelasco

Calma, gente. O pucará é um exemplo de design semelhante ao do P-38. Só. O P-38 bateu recordes de velocidade e tinha uma autonomia indispensável nos reides do quarto final da Guerra. O P-38 é História. O P-38 vale tanto que merece ser desenterrado e recuperado para exibição! . Não se compara o passado e o presente pau a pau. É ilógico e distorce a coisa. Sobre oprtunismo, vale dizer: Os Mirage III israelenses não entravam no Bekaa atrás dos MiG-17 sírios nos Seis Dias. Os F-4 nem sempre levavam vantagem diante dos MiG-21 no Vietnam. Estratégia e oportunidade defasam… Read more »

Carlos Vianna

Em relação ao tamanho dp F-35, achei as observações interessantes, eu tambem fazia idéia dele ser um avião maior. Alguém teria as dimensões dele? Como sou um mero curioso no assunto, não vi ainda em nenhum lugar as dimensões. Se alguém tiver, por favor divulgue.
Quanto ao avião ingles creio que ele foi único no seu desenho. Acho que nunca mais tentaram fazer algo semelhante, seja usando aquele desenho de asa ou na arrumação dos motores. Vejam bem, isto é opinião de leigo.

Brandalise

“E eu não estava me referindo ao seu comentário… mas se serviu…” Invincible, assuma o que fez e aprenda a se dirigir diretamente. Apenas eu fiz comparacoes. O comentario foi para mim. Falta de educacao generica nao passa por boa educacao. Mais vale fazer uma observacao direta, como a do Velasco. Isso eu respeito. Nao sou “tao bom assim”, mas nao gosto de dissimulacao. Ficar com essa de carapuca eh para quem quer dar uma de ‘gostoso’, e depois tira o corpo fora e faz jogo de vitima. Da parte mais interessante da sua resposta: “Agora compar PUCARÁ com Stuka… Read more »

Brandalise

Velasco, eu penso diferente. Tempo nao previne comparacoes. Embora nenhum aviao do presente possa voltar ao passado, muitos avioes do passado permanecem no presente. O Skyraider no Vietnam eh um belo exemplo de anacronismo. Na minha modesta opiniao, este foi provavelmente o melhor aviao a helice jah construido para apoio ao solo e antiguerrilha (inclusive superando o Stuka e o Pucara, que tb sao famosos na funcao). [Aproveitando: Vlw a lembranca dos A-1, Ricardo!] Por outro lado, aeronaves que estao a frente de seu tempo vez por outra aparecem, e talvez tb sejam exemplos apropriados de anacronismo, dentro deste contexto.… Read more »

Luiz Filipe Bastos

No final qual vai ser o nome do F-35? “Join Strke Fighter” ou “Lighting II”?

Antonio M

E por que o celeuma na “comparação” P38 e Pucará?

Se levar em conta o Supertucano, sua perfomermance na 2ºguerra seria o de uma caça sendo é um atual avião de treinamento/ataque leve.

O P38 em uma versão moderna, turbo-hélice etc seria a mesma coisa.

E o Pucará é um pouco desajeitado sim, até no Sri Lanka foi bastante castigado.

kwhvelasco

Isso, Brandalise.
Você mesmo ao comentar fez com o cuidado de justificar cada situação. Assim, não é anacronismo, é revisão. Quando se analisa o passado coparativamente não surgem problemas ou discussões mais ásperas justamente porque comparar pau a pau, é impossível…

Reportagens especiais

Além do Gripen – parte 2: conversa com piloto de provas da Saab e atualizações sobre o programa

Em 9 de maio, o Poder Aéreo cobriu a apresentação das instalações da Saab Aeronáutica Montagens – SAM –  ...
- Advertisement -
- Advertisement -