terça-feira, maio 18, 2021

Gripen para o Brasil

Array

FAB era referência para a de Havilland

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

propaganda d o Buffalo-1969

Propaganda da empresa canadense De Havilland  (DHC) veiculada em 1968,  depois da FAB ter recebido os seus C-115 Buffalo

- Advertisement -

19 Comments

Subscribe
Notify of
guest
19 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Jaguares

Belissima Aeronave

Deivid

béla aéronave,ééé Brasil ja era referencia para o mundo na época

Mauricio R.

De bonito não tinha nada, pelo menos p/ mim, mas que era eficiente isso era.
Pena que o sucessor adquirido pela FAB, não tenha toda essa versatilidade.
Circulou um papo no Flightglobal, de que os canadenses estavam interessados nas células desativadas da FAB.

Renato

pessoalmente acho ele feio de doer, mas era um grande avião, para lá de resistente e do tipo que não se faz mais.

Clésio Luiz

Referência porque, na época, ninguém estava comprando…

I_LOVE_PLANES

Um video que encontrei no youtube sobre os melhores caças do mundo.

http://www.youtube.com/watch?v=ORChuijIwWs

vejam e votem
😉
Obrigado

Brandalise

Tah uma propaganda que nao precisou se basear em mentiras (mas sabemos disso agora… nao na epoca). Foi uma das decisoes mais acertadas da FAB.

Sinto apenas que nao tenhamos pensado em fazer uma versao atualizada desse aviao (avionica e talvez motores). Um STOL desses nao tem par no mercado, e seria muito bem usada na FAB.

Abs!

ricjam

Belissima Aeronave

Bruno Fernando

Uma aeronave estranha porém eficiente, não fosse o desempenho e serventia talvez teria sido desativada a muito mais tempo.

Mauricio R.

Tem uma empresa canadense, Viking Air que comprou os direitos das antigas aeronaves da DH Canada, já voltaram a fabricar o Twin Otter DHC-6-400 e dependendo de uma concorrência p/ novas aeronaves SAR, tb pretendem voltar a fabricar o saudoso DHC-5 Buffalo.

Samuel Henrique

Cada um tem seu ponto de vista…..tem gente que gosta de loira, tem gente que gosta de morena…por ai vai, mas que eu acho esse troço feio que dói, há eu acho!!!!! Mas que eu sempre o admirei por seu valor como aeronave, isso eu não posso negar!!!!! Não sei se é minha vista preconceituosa sobre a beleza da aeronave, mas ele não parece voar sempre torto??? Já vi esse troço voando um monte de vezes, e sempre fiquei com esta impressão!!!! Ele me faz lembrar os aviões da ww2. Por dentro ele lembra os planadores dos aliados!!! MInha impressão!!!!… Read more »

RtadeuR

No meu tempo esse avião estava em plena atividade, impressionava a quantidade de carga e tão pouca pista que precisava para levantar vôo .Se voltassem à fabricá-la de forma atualizada seria excelente.

Alexandre GRS

Prezados,

Meu pai, compôs uma das primeiras equipagens dessa aeronave quando do seu recebimento, integrando de forma pioneira a região amazônica com o resto da federação.
Realmente, um marco histórico para a FAB que, preteriu a compra dos F-5A Freedon Figther de uma forma bastante acertada ao reequipamento de sua aviação de transporte conferindo-lhe um caráter tático efetivo.

Sds.

Fábio Mayer

O Brasil foi o maior operador desta aeronave, se não me engano, maior até que o próprio Canadá.

Mas ela teve pouco sucesso comercial.

E considerando que vôou por mais de 40 anos na FAB, podemos afirmar que é uma aeronave sensacional.

João Gabriel

Na verdade a princípio esses aviões que vieram pra FAB eram pra ter sido do Exército Americano em substituição aos CV-7 A Caribou,mas devido a uma proibição sem sentido,o US Army em plena Guerra do Vietnã teve que parar de operar aeronaves de asas fixas e os Caribous repassados para a USAF,como a USAF não se interessou pelos Buffalos,as encomendas foram canceladas e os poucos já fabricados vieram pra FAB e algumas outras forças aéreas que não me lembro no momento…

Abçs!

RodrigoBR

Grande Búfalo! O Búfalo serviu por tanto tempo na FAB por um motivo simples… Não havia substituto à sua altura! Acho que ainda não há. Ele era muito rústico, tinha trens de pouso altos e resistentes, podendo aguentar as pistas de pouso muitas vezes em mal estado nos confins da Amazônia. Esta aeronave deveria ser cultuada, pois foi fundamental para a integração do resto do país à região amazônica brasileira, pois ia onde outras aeronaves não podiam levando remédios, alimento, equipamento, serviços governamentais e ajuda. Portanto, ajudou a fazer a história de nosso país! Sem falar nas suas demais excelentes… Read more »

RodrigoBR

Outro excelente vídeo do Búfalo, este do 1/9 GAV Araras:

http://www.youtube.com/watch?v=vR7ttl_rxtQ

Giordani RS

Tive a oportunidade de voar com esta aeronave. Conforto? Nenhum. Beleza? Nenhuma. Eficiência? TOTAL!

Se encaixou perfeitamente no ambiente amazônico. Se não me engano, a RAAF está ou descomissionou os seus recentemente.

Foi um bravo guerreiro!

Estará o CASA a altura? Só Tempo dirá…

RodrigoBR

Giordani RS,

A RAAF possuia os Caribou, irmão do Búfalo e da mesma fabricante. A RAAF utilizava eles principalmente para transporte logístico para as ilhas da Oceania que pertencem a Austrália, pois muitas são pequeníssimas.

Um vídeo do Caribou mostrando seu potencial:
http://www.youtube.com/watch?v=0tq-wlspDb8&feature=related

Falando em “feiura” eu acho o Caribou bem mais feio que o Búfalo…

um abraço!

Reportagens especiais

Os AMX da FAB no Red Flag 98-3

Os AMX (A-1) brasileiros também mostraram sua capacidade no Exercício Red Flag, em Nellis nos EUA. Em agosto de 1998,...
- Advertisement -
- Advertisement -