Berço da aviação de caça promove encontro de gerações no RJ

    704
    4

    Considerado um dos mais tradicionais eventos da Força Aérea Brasileira (FAB), a Reunião da Aviação de Caça (RAC) começou nesta semana (19/4), na Base Aérea de Santa Cruz, zona oeste do Rio de Janeiro. A cerimônia de abertura da 65ª edição da RAC foi presidida pelo Comandante do Comando-Geral de Operações Aéreas (COMGAR), Tenente-Brigadeiro-Ar Gilberto Antonio Saboya Burnier.

    Além das boas vindas, integrantes dos 11 esquadrões receberam do Comandante da Terceira Força Aérea (III FAE), Major-Brigadeiro Antonio Carlos Moretti Bermudez, o novo cachecol de voo que passa a ser padrão entre os caçadores. Semelhante ao distintivo usado nos macacões de voo, a faixa de tecido azul tem a figura do Patrono da Aviação de Caça, Brig Nero Moura e trechos da canção Carnaval em Veneza, Hino da Aviação de Caça.

    Além de demonstrações operacionais com aeronaves F-5, A-1 e A-29, a RAC promoverá uma exposição de aviões como o F-2000 e o R-99 no hangar do Zeppellin, um dos últimos hangares para dirigíveis existentes no mundo, tombado pelo Instituto de Patrimônio Histórico.

    O ponto alto do evento será no próximo dia 22, Dia da Aviação de Caça do Brasil. A data marca o maior número de missões realizadas em um único dia pelos militares durante a 2 Guerra Mundial.

    O encontro de várias gerações de caçadores na Base Aérea de Santa Cruz, berço da aviação de caça, mantém viva uma tradição que começou na década de 40.

    Veja aqui entrevista com o presidente da Associação Brasileira dos Pilotos de Caça.

    Monumento TF-33 – Um TF-33, fabricado pela americana Lockheed, foi instalado na principal entrada da Base Aérea de Santa Cruz. A aeronave de matrícula 4348 está gravada com o nome do Tenente-Coronel Aviador Berthier Figueiredo Prates, primeiro piloto brasileiro a voar a aeronave e responsável pela implantação do avião no Curso de Formação de Pilotos de caça no Primeiro do Quarto Grupo de Aviação, em Fortaleza.

    FONTE: FAB

    Subscribe
    Notify of
    guest
    4 Comentários
    oldest
    newest most voted
    Inline Feedbacks
    View all comments
    Ozawa
    Ozawa
    10 anos atrás

    Aos aficcionados pela história da caça no Brasil, em uma das suas páginas de glória, e também tragédia, recomendo o excelente texto do jornalista Carlos Loch, a respeito do Cel. Berthier, “O Trágico Fim do Coronel Berthier”, publicado na RFA nº 21.: ” (…) E enquanto isso em terra, os cidadãos comuns continuavam levando suas vidas rotineiras, realizando suas tarefas dia após dia, sem sequer saber o que ocorria naquele mesmo momento, em diversas localidades do País, nos céus por entre as nuvens… “

    clayton
    10 anos atrás

    Caros companheiros de imprensa… como eu mensionei nos 5 emails que mandei … acho muito bom o trabalho de vocês no entanto gostaria de cancelar o recebimento de newsletter… obrigado aguardo urgentemente a resolução para esta situação… há dias que estou tentando cancelar e não consigo…
    continua vindo vários emails por dia.
    att
    clayton silva

    Paulo Stéffano
    Paulo Stéffano
    10 anos atrás

    Vejam esse site sobre a teoria do fim do mundo em 2012, ele mostra teorias cientificas doque pode ocorrer em 2012, e alem disso mostra os fatos do dia a dia relacionados com isso:
    http://www.thendin2012.blogspot.com

    Nautilus
    Nautilus
    10 anos atrás

    Putz, num ano em que a maior novidade da aviação de caça da FAB foi a distribuição dos novos cachecóis, nem preciso comentar… Bem que podia ser o anúncio do novo caça da FAB, mesmo que fosse o Rafale…