domingo, dezembro 5, 2021

Gripen para o Brasil

T-50 versus F-22

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

pakfa f-22

A decisão da USAF de cortar 250 caças F-15 e F-16 para economizar na manutenção pode ser reflexo da futura entrada em serviço do PAK FA (T-50). Para enfrentar a nova “ameaça fantasma” russa, os americanos vão concentrar todos os esforços na entrada em serviço do F-35 e na manutenção de altos índices de disponibilidade do F-22.

- Advertisement -

93 Comments

Subscribe
Notify of
guest
93 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Ivan

Faz sentido.
Com a chegada do PAK-FA a necessidade de renovar TODAS as forças aéreas do mundo é inegável, inevitável e inadiável.
A US Air Force não foge a regra.
Melhor economizar no operacional agora e investir nas novas aeronaves de 5ª Geração.
Abç,
Ivan.

A-Bomb

E nos de f5.
E tem gente que ainda fala de comprar briga com americano.
De que jeito?

E 36 Rafales ao custo de f22 também não vai resolver nada.
Para a America Latina os Rafanhas dão conta (até que o Chaves compre alguns PAK-FA de prateleira)mas ja contra alguma potência….

Descartaram os Russos do FX-2 e agora esta ai a resposta.

JOSE

A-Bomb não existe rafale ao preço de F-22!
No mais os USA estão certos,pra que manter esses caças apesar de serem ótimos,já está na hora dos USA,optimizarem sua frota,e o grande fator que complica é o fato do Sukkoi T-50 custar 80milhoes um preço de um F-35,mas pelo que parece é superior.

Ivan 2

Boa observação!

barracuda mocambicana

ja existe data para o produto russo entrar em serviço? Mas, conhecendo eles ja devem esta se antevendo mesmo.

Tiago Jeronimo

Provavelmente a retirada de aviões já estava prevista e não tem nadaa ver com o vôo do protótipo russo.

Levando em conta o programa do F-22 onde do vôo do protótipo até receber o FOC(Full Operational Capability) status na USAF se passaram 17 anos, a USAF não precisa temer a “Ameaça fantasma” por um longo periodo ainda.

Rafael

Ja pensou se a USAF apresenta ao mundo um super Raptor, ou um caça-bombardeio furtivo para longas distancias?
Não esqueçam que os russos ainda vão ter que suar muito a camisa para recuperar a distancia que se criou entre os anos 80 e 2000 em relação a america.

Pedro Rocha

Olá senhores! O PAK FA (T-50) está aí, prova para os céticos que não acreditavam na indústria russa! A desacreditada indústria aeroespacial russa, mas uma vez demonstra seu pragmatismo! Prova disso é que o PAK FA (T-50) demonstra ser uma nítida evolução do Su 35, este com vários avanços (vetoração de empuxo, radar de cobrindo o hemisfério traseiro, etc.) para os caças de 4ª geração! Por ter desenvolvido sua plataforma de 5ª geração sobre o Su 35 a Sukhoi pulou etapas e dedicou-se nas deficiências do Su 35 em relação ao F-22! Eu acredito se a Rússia conseguir recursos financeiros… Read more »

Sirkis

Saudações!

Essa notícia é estranha demais. Esses F-15 e F-16 já estavam programados para serem retirados anos antes do T-50 voar!!!
Não tem nada a ver com o T-50. A introdução do F-35 vai fazer com que esses aviões sejam considerados caros para manter. O mesmo com o F-15 pq só agora o F-22 está 100%. Outra coisa. A disponibilidade do F-22 jamais sofreu alteração por causa do preço. Não tem nada a ver com o T-50.

Ou seja, uma coisa não tem nada a ver com a outra!!!

Boa Tarde!

Alexandre Galante

Sirkis e Tiago, a Inteligência americana pode ser incompetente algumas vezes, mas ela não brinca em serviço. O primeiro voo do PAK FA não foi surpresa para a USAF.

evandro

Valeu Alexandre.
Desculpa Minha ignorância. Tbm acho o Blog Poder Aéreo um dos melhores da internet.

Alexandre Galante

Evandro, você errou, o Poder Aéreo é o melhor, pela qualidade editorial, gráfica e de seus leitores. 🙂

Bosco

Sem querer desmerecer o Wellington, mas se ele já sabia tudo sobre o T-50 imagine a CIA e os órgãos de inteligência militares americanos. Com certeza sabiam até a cor da cueca do engenheiro chefe do projeto e até se ele tinha uma verruga no bumbum. rsrsrsr…
Um abraço a todos.

Fsinzato

“A decisão da USAF de cortar 250 caças F-15 e F-16 para economizar na manutenção pode ser reflexo da futura entrada em serviço do PAK FA (T-50). Para enfrentar a nova “ameaça fantasma” russa, os americanos vão concentrar todos os esforços na entrada em serviço do F-35 e na manutenção de altos índices de disponibilidade do F-22.”

É amigos pelo jeito “O Império Contra-Ataca”, mas o que me interessa são os próximos passos do Lord Vader e o senador Palpatine em relação ao programa FX-WING, já que a representante deles chega em breve no Brasil.

Sds.

João Paulo Caruso

Eles tiraram esses aviões porque está ficando difícil de mante-los, quanto mais velhos mais caros ele ficam. Eles não veêm uma ameaça significativa para manter uma força aérea tão grande que só joga bombas em terroristas mal armados. As duas útimas guerras sugaram dinheiro demais e eles preferm investir em multiplicadores de força C4IOSR. Tanto é verdade que o número 1700 F-35s, já caiu para menos de cem. O PAK ainda está longe de ser uma preocupação séria, pois a Índia é pacífica e os russos não nunca vão ter dinheiro para ameaça-los. E se tivessem iriam perder. http://www.strategypage.com/militaryforums/6-68692.aspx Eles… Read more »

Tiago Jeronimo

Saber do PK-FA não implica necessariamente dizer que o motivo da retirada dos caças foi devido ao vôo do protótipo, não consigo ver a lógica de retirar 250 caças só por cause um protótipo que na mais otimista das previsões não vai estar em serviço nos próximos 15 anos. Deve haver uma explicaçãoi mais racional. Following the May 7 roll-out of the fiscal year 2010 budget proposal for the Department of Defense, Air Force officials announced in a news release today plans to retire legacy fighters to fund a smaller and more capable force and redistribute people for higher priority… Read more »

Alfredo,Araujo

Acredito q com o T-50, a Russia além minimizar o gap tecnologico frente aos americanos, querem é aumentar a sua supremacia aerea frente a vizinhos como China, Japão, etc…

Supremacia essa q está, em alguns casos, bem fragil. Já q chineses e japoneses principalmente, não deixaram de fazer o dever de casa igual a Russia deixou após o fim da URSS…

João Paulo Caruso

Com todo o respeito, essa coisa de FX está estragando esse Blog.
Se voçês (o povo) são brasileiros deveriam saber que não adianta nada argumentar e esquentar a cabeça, esses políticos FDPs não estão nem aí pra nossa opinião como sempre.
Se todo mundo quizer uma coisa eles fazem outra.
Não dá nem pra sair na rua e agente vai querer caça Stealth e submarino nuclear? Eu quero,justiça séria para todos e polícia competente pors bandidos.

Invincible

Como é que fica a emissão de IR do PAK?

Pq aquelas turbinas estão bem visíveis… Alguém sabe se está assim só porque é um protótipo?

No mais acho que o F-22 vai continuar com alguma superioridade.

João Paulo Caruso

“Tanto é verdade que o número 1700 F-35s, já caiu para menos de cem”

Desculpem eu quiz dizer mil e Cem 1100.

João Paulo Caruso

A função principal do PAK é impedir que a indústria aeroepacial russa acabe e se sobrar tempo dar uma acalmada nos chineses. Não é vencer os americanos!

tyrion

Invincible

creio que estas turbinas sao provisorias a configuração final deve lembrar as do f22 ou bem parecida…ainda deve ter pelo menos mais 5 anos de muito suor e dinheiro…

Ricardo_Recife

Vocês acham que a USAF vai ficar parada, podem esperar para o F-40 e tantos. Os caras não marcam touca.
O Rafale é bem mais barato que o F-22, mas periga ser mais caro que o PAK 50.

João Paulo Caruso

“Vocês acham que a USAF vai ficar parada, podem esperar para o F-40 e tantos. Os caras não marcam touca.”

Os fundos para o F-40 estão previstos para 2020.

emilson

qual o melhor, sou um pouco leigo, f-22 ou f-35, me parece que o t-50 foi feito para opor os dois americanos, alguem pode me esclarecer essa duvida? obrigado

Nick

Não vejo muita correlação entre a entrada do T-50 e a retirada dos F-15 e F-16.

Vejo sim uma correlação de estouro de orçamento no desenvolvimento do F-35 e manutenção / desenvolvimento do F-22 obrigando a USAF a “economizar” em outras pontas.

Ou seja provalvelmente não serão 1700 F-35 que estarão voando e sim uma quantidade bem menor.

[]’s

João Paulo Caruso

“emilson em ”

O F-22 é um superinterceptador, feito para aniquilar a força aérea russa dentro do território deles. F-35 é um faz tudo.

no combate aéreo o F-22 é melhor pois é especilizado.o resto fica para o F-35.

luis alberto

O preco do T-50 serah o preco que o Putim quizer que ele tenha.
Contudo, ainda haverah um looooongo caminho a frente para o T-50.

BRAVURA

E ainda tem gente dizendo que a guerra fria acabou…
Nunca acabarão as corridas armamentistas.

alexander zdor

Всем привкт!!!! С появлением Т-50 Вывод из экссплуатации и утелизация 250-ти f-16 i f-15 просто ускорился т.к. дальнейшее содержание старых машин теряет всякий смысл!!!! Появление Т-50 вообще постепенно загоняет американскую боевую авиац. в стадию ногдауна….просто этого еще не все поняли.!!!! F-35 уступает Т-50 по многим пораметрам ..мах.скорость..кресерк.скорость..набор высоты…количество оружия и т.д. …вообщем он не конкурент!!!! у F-22 есть основной недостаток…он очень дорогой!!!! для достижения тех пораметров которые имеет этот самолет , американским инженерам пришлось применить большое количество титановых и других дорогих сплавов .а для удишевления и более массового произв. необходимо использ.более дешевые матер.соответственно менее прочные и более тяжелые…что неизбежно повлияет… Read more »

Sandro Malta Moran

Это звучит как очень упрощенный анализ.

Leonardo

Mesmo com os EUA sendo a única grande potência do mundo, não acredito nestes números, alguém se lembra do F-22 a princípio seriam cerca de 800 aeronaves e hoje não chegam talvez a 200 deve ser algo em torno de 180 a 190 unidades. Da mesma forma o F-35 de 1700 para cerca de 1100, daqui a pouco este número cai de 4 para 3 dígitos e por aí vai. A grande verdade é que os EUA passam por uma grande crise econômica gastaram e continuam gastando rios e rios de dinheiro com as guerras no Iraque e Afeganistão e… Read more »

Felipe Cps

João Paulo Caruso em 25 fev, 2010 às 17:23 “no combate aéreo o F-22 é melhor pois é especilizado.o resto fica para o F-35” João Paulo, apenas para pontuar, isso pode não ser inteiramente verdade: o F-35 terá algumas soluções inéditas mesmo para a enorme superioridade (atual) do F-22: laser defensivo integrado, Inteligência Artifical, Pulso Eletro-Magnético, consciência situacional jamais imaginada, e ECMs que só podemos sonhar o que contém, além de toda a suíte de armas já disponível para o F-22, bem como armas projetadas especificamente para o F-35. Até um adolescente poderá pilotá-lo e ele será mortal e virtualmente… Read more »

bruno luiz

Bem, dizem que o PAK-FA era pare ser superior ao F-22, logo um futuro F-22(2ª) será +- igual ao atual PAK-FA?

Será que os russos ja estudam um 6ª geração? E os EUA?

ZE

“A decisão da USAF de cortar 250 caças F-15 e F-16 para economizar na manutenção pode ser reflexo da futura entrada em serviço do PAK FA (T-50)”.

Pode, mas não é. Trata-se da CRISE ECONÔMICA MUNDIAL.

O Governo Americano já gastou 850 bilhões do TARP nessa brincadeira.

OBS: Para quem, contra tudo e contra todos os fatos possíveis, ainda acredita que a Grécia vai comprar Rafale, por favor veja o anúncio oficial do Governo Grego. É, talvez eles comprem os Rafale em uns 30 anos.

[]s

Name (required)

Há quem pense que as tecnologias estão numa ordem linear, não é assim, tem coisas que não é possível comparar, por exemplo os sistemas de defesas russos com os aviões americanos, são coisas distintas destinadas para serviços distintos e mesmo quando estão desempenhando o mesmo serviço, o fazem de maneiras diferentes, é como comparar o Topol-M com o B-2 Spirit. Pelo que sei, os russos estão muito na frente dos americanos em questão de mísseis, e os americanos estão na frente em questão de veículos (por exemplos os bombardeiros B-2).

Fabio Mayer

O T-50 é um protótipo, ninguém sabe o preço final e eu duvido que saia mais barato que um F-35 ou um Rafale. Ademais, existe uma diferença grande entre requisitos da Força Aéres Rusaa e operação disto, serão precisos alguns anos ainda, para se chegar numa aeronave que encare o F-22. Aliás, não se enganem, é provável que os americanos já estejam desenvolvendo o sucessor do F-22, eles não dormem de touca e uma parte importante de sua indústria de defesa trabalha justamente na tecnologia do futuro. Penso que o T-50 será excepcional, mas ao mesmo tempo, desconfio que quando… Read more »

Fabio Mayer

Os orçamentos militares estão na berlinda no mundo todo. Os EUA estão cortando custos, porque existe um componente político a forçar isto. No entanto, se eles diminuirem pela METADE as suas FFAA, ainda assim serão a força armada mais poderosa do mundo disparado! Vejam, a Inglaterra discute atualmente a quantidade de F-35 que vai operar, bem como a forma de utilização dos dois PA(s) que está construindo. Na França, diminuiu-se o número de Rafales projetados inicialmente. Na Suiça, o FX deles foi diminuído, vão manter seus belos e bem conservados F-5 por mais 10 anos. Itália, Alemanha, Turquia, Inglaterra e… Read more »

germa

off topic

FOR THE RECORD:
Brazil warplanes: An article in Tuesday’s Section A about the Brazilian warplane called the Super Tucano said a new military transport aircraft being developed by Brazilian manufacturer Embraer would compete with the Boeing C-130 Hercules. That aircraft is in fact manufactured by Lockheed Martin. —

alguém sabe de alguma coisa a esse respeito??

germa

coincidência…

Cor Tau

“bruno luiz em 25 fev, 2010 às 21:22 ”

“Fabio Mayer em 25 fev, 2010 às 22:36”

https://farm3.static.flickr.com/2118/2275890420_7558878bd0_o.jpg

cleuber

Que bom ver essa reação dos EUA, isso que dizer que o PAK FA T-50 vem para fazer os pilotos do EUA e do mundo gelar.É amigo Wellington lembro das vezes em que nos que somos fã dos equipamentos russos fomos “ridicularizados por certos colegas” tai a resposta dos russos.O T-50 não tenho dúvidas superará o F-22 assim como o Su-27 superou o F-15.Quanto aos companheiros que acreditam que os EUA já trabalham no desenvolvimento de um sucessor do F-22 é melhor acordarem.O déficit público americano bate record em cima de record.Os EUA não conseguiram nem manter a linha de… Read more »

Rogério

cleuber,

O orçamento de defesa americano vai pra U$708bi, nunca foi tão alto. Eles fecharam a linha de produção dos F-22 porque quiseram e não por economia.

[]s

Felipe Cps

germa em 25 fev, 2010 às 23:52:

Germa, creio que eles se referem a uma provável parceria da LM com a Embraer para produzir o KC-390 (já se ventilou algo). Mas é inverdade que “that aircraft is in fact manufactured by Lockheed Martin”. Até onde eu sei, a LM seria no máximo a montadora/distribuidora no mercado americano do projeto da Embraer.

Mas dê-nos a fonte de onde vc achou isso, por favor.

Sds.

Felipe Cps

cleuber em 26 fev, 2010 às 1:39: “O T-50 não tenho dúvidas superará o F-22 assim como o Su-27 superou o F-15.” Claro, seria muita incompetência se assim não fosse, levando-se em conta que ambos os russos chegaram mais de uma década atrasados em relação ao respectivo americano. Assim, com uma década de diferença, é fácil ser competitivo: é a velha história do “Ovo de Colombo”… “Quanto aos companheiros que acreditam que os EUA já trabalham no desenvolvimento de um sucessor do F-22 é melhor acordarem. O déficit público americano bate record em cima de record.” Hehehe, é melhor o… Read more »

Nostradamus

Por acaso não é hoje que o “obsoleto” CARL VISON vai soltar seus mais “obsoletos”F18SH para dar um olé sobre a baia de Guanabara?

João Paulo Caruso

(Felipe Cps) “João Paulo, apenas para pontuar, isso pode não ser inteiramente verdade” Com certeza não é inteiramente verdade,Mas o fato de uma areonave ser adaptada para todas as funções faz com que ela não seja tão eficiente como uma que é especilizada. Não há dúvida que o F-35 vai ser um muito bom no combate aéreo, mas algumas vantagens como o supercruseiro, a agilidade extrema, o radar AESA mais potente e com mais módulos,a altitude de vôo, a relação peso potência farão o F-22 superior no combate aéreo.E é isso que a USAF planeja. As tecnologias usadas o F-22… Read more »

Bosco

Quando o T-50 que só é um protótipo estiver operacional na forma do Su-50 (?), o F-22 estará já quase se aposentando. Mesmo usando um avião já existente para cortar tempo e custos, o Su-50 (?) ainda deverá levar muito tempo até estar completamente operacional e eu não acredito que isso ocorra antes de 2017/20, já que se os EUA estão em crise, imaginem os russos. Além disso não existirá uma quantidade razoável de Su-50 (?) antes de 2022/25 a ponto de fazer a balança pender em favor dele. Mesmo porque, até lá, avanços ocorrerão em relação ao F-22 e… Read more »

LBacelar

Felipe Cps em 26 fev, 2010 às 8:35

Corretíssimo, embora o discurso tenha sido um pouco apaixonado.

Só tenho um adendo, a Luftwaffe já tinha planos para utilizar aeronaves não tripuladas em combate, infelizmente (ou felizmente) não tiveram tempo para isso, sendo assim os americanos não foram os primeiros a “falar” em UAV’s

Bem, eu acho que temos que esperar, ainda vamos ouvir falar muito em caças de quinta geração, então não acho legal falarmos um monte de coisas sem saber na verdade como andam o desenvolvimento dos vetores.

Felipe Cps

João Paulo Caruso em 26 fev, 2010 às 9:56: João Paulo, veja só: Ainda há dúvidas se o F-35 terá ou não capacidade de supercruzeiro (será um erro se não tiver). E a agilidade extrema do F-22, dentro daquele parâmetro de enfrentamento em dogfight da Guerra Fria realmente ele não equiparará (e em minha opinião nem precisa). Mas salvo melhor juízo o AESA do F-35 será bastante mais potente que o do F-22 (até por ser mais novo). O laser defensivo é para ser usado em curtas distâncias mesmo, como forma de defesa anti-mísseis aproximada. Quanto a relação peso-potência (i.e.… Read more »

cleuber

Felipe Cps o F-35 nunca foi colocado como um substituto do F-22 de onde vc tirou esse asneira??? O F-35 é um avião diferente em vários aspectos ao F-22.Não é só antiamericanismo não Felipe Cps.A Rússia sempre rivalizou com os EUA em termos de aviação de caça.Os EUA não fecharam a linha de produção porque quiseram não, uma coisa é fato o F-22 é o caça mais caro da história e nem os EUA conseguiram fabricar nem de perto os os 884 previstos inicialmente caindo inicialmente para 381 e ficou só em 184. O programa JSF existe devido ao envelhecimento… Read more »

Últimas Notícias

Finlândia deve escolher jatos F-35 na concorrência de US$ 11 bilhões

A Finlândia deve escolher os caças F-35 da Lockheed Martin Corp. em sua licitação de 10 bilhões de euros...
- Advertisement -
- Advertisement -