Voo AF 447: investigadores pedem mudanças em caixas-pretas

0

vinheta-clipping Especialistas que investigam o acidente do voo AF 447, da Air France, na costa brasileira, no dia 1º de junho, elaboraram relatório em que pedem mudanças na configuração das caixas-pretas, com novos padrões técnicos.

A informação foi publicada ontem pelo jornal “The New York Times”. O objetivo é facilitar a busca de destroços de aviões que venham a cair no mar.

O relatório foi feito por especialistas coordenados pela BEA, escritório francês responsável pelas investigações do acidente, que completou seis meses sem que ainda esteja claro o que levou à queda.

No relatório, segundo o jornal norte-americano, os investigadores do BEA pedem o aprimoramento dos dispositivos que emitem sons para que possam emitir sinais por 90 dias em vez de 30, como é hoje.

O relatório também recomenda que sejam acoplados emissores de luz com vida útil de pelo menos 30 dias. Outro pedido é que os aviões tenham equipamento e software que permitam transmissão automática e em tempo real da posição, altitude, velocidade e direção para uma estação de controle de tráfego aéreo.

FONTE: Folha de São Paulo

Publicidade

Forças de Defesa no YouTube

Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments