Home Noticiário Nacional França está ‘otimista’ sobre venda de Rafale ao Brasil

França está ‘otimista’ sobre venda de Rafale ao Brasil

259
151

Rafale - elemento - foto Armee de lair - Sirpa air

vinheta-clippingO ministro francês da Defesa, Hervé Morin, se disse “muito otimista” sobre a possibilidade de exportar os caças Rafale, da Dassault Aviation, a vários países, incluindo Brasil, Emirados Árabes Unidos e Kuwait. Em entrevista ao jornal francês La Tribune, Morin disse: “como vocês sabem, temos discussões avançadas com Emirados Árabes Unidos, Brasil e também com outros” países, e “estou otimista”.

“Em relação ao Brasil, trabalhamos em um ótimo clima de confiança, pois nossas relações se inscrevem em uma associação estratégica maior para nossos países”. “Um contrato desta abrangência não se conclui em poucas semanas”, assinalou Morin, destacando que é “normal o prosseguimento das discussões” com o governo brasileiro.

A Dassault compete com a americana Boeing (F-18/Super Horn)[sic] e com a sueca Saab (Gripen) para a venda de 36 caças à FAB, em um negócio avaliado em 7 bilhões de dólares. Apesar do presidente Luiz Inácio Lula da Silva manifestar sua preferência pelo Rafale, o Brasil ainda não decidiu sobre a aquisição dos caças.

FONTE: France Presse, via G1

NOTA DO BLOG: não há nada de novo na notícia acima excluindo a participação do “Super Chifre” na concorrência da FAB

Subscribe
Notify of
guest
151 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Luan
Luan
11 anos atrás

Li no jornal O Estado de SP,que a decisão só foi adiada para 2010 porque o governo não gostou do preço do Rafale,e só por isso

[]’s

ZE
ZE
11 anos atrás

Na verdade, o Hervé Morin já sabe que, infelizmente, o Rafale foi o escolhido para o Brasil. Se eu fosse ele, não ficaria assim tão entusiasmado com a venda aos Emirados Árabes Unidos e ao Kwait. O primeiro passa por uma grave crise econômica, tendo dado o maior calote mundial, desde a Argentina em 2001. No mais, por incrível que pareça, eles têm mais caças do que pilotos aptos a voá-los. O segundo, no que pese o recente artigo sobre o “grande” interesse do Kwait no vetor gaulês, eles não têm nenhuma intenção em adquirí-los. Por diversas vezes, o Kwait… Read more »

Baschera
Baschera
11 anos atrás

Muito bem senhores…..a hora da verdade se aproxima.

Depois de muito se discutir é, praticamente, chegada a hora de nos decidirmos.

Vai, abaixo, a opção que eu acho que será escolhida dentre os três candidatos ao FX-2.

Será o F/A-18E/F SUPER HORNET, da norte americana Boeing.

Sds.

Wilson "Giordani" de Souza
Wilson "Giordani" de Souza
11 anos atrás

Baschera em 17 dez, 2009 às 19:37

Fontes confiáveis? Ou é uma pegadinha? 🙂

[]s

Baschera
Baschera
11 anos atrás

Wilson,

Desta vez é apenas a minha intuição…. e dei a cara a bater !!!

Sds.

Wilson "Giordani" de Souza
Wilson "Giordani" de Souza
11 anos atrás

Baschera em 17 dez, 2009 às 20:07

Já comentei algumas vezes que a Boeing anda muito quieta.

Talvez pelas manifestações do Lula no 7 de setembro ou, talvez, por saber de algo que nós não saibamos… 🙂

[]s

Ivan
Ivan
11 anos atrás

Baschera e Wilson, Wilson, vc tem razão, a Boeing está muito quieta, mas não creio que ela sabe o que não sabemos, apenas desistiram de ‘dar murro em ponta de faca’. Fizeram uma proposta surpreendente para uma empresa americana “como nunca antes na história desse país” foi feita, inclusive com aprovação prévia do Congresso deles, “como nunca antes na história desse país” novamente. O ganhador do F-X2 será o Rafale, uma excelente aeronave, um poderoso caça, do mesmo nível do seu contemporâneo Typhoon, mas com um custo de aquisição e operacional também altíssimo. Em face do seu custo (aquisição e… Read more »

Ivan
Ivan
11 anos atrás

Baschera e Wilson,

Ando ‘paquerando’ uma aeronave muito jeitosa, que poderia inclusive ter motorização francesa SNECMA M-88 ECO (sempre a ECO).
Seria o caça indiano TEJAS, que inclusive contou com suporte francês no início do projeto.
Motor francês, aviônicos e radar israelense e nacional. Seria uma alternativa viável para pós F-X2? Quem sabe?

Ivan.

Hornet
Hornet
11 anos atrás

Ivan e Wilson, a Boeing não está quieta demais e nem de menos. Na verdade, ninguém está mais batendo panela, pois não há mais motivos para isso. Só não podemos confundir as coisas: a imprensa não é o canal de negociação do FX2. Nunca foi, por sinal. O fato de as empresas não estarem mais se pronunciando na imprensa não quer dizer nada. A não ser uma coisa: elas estão tendo bom senso, só isso. Se olharmos (e eu olhei) a agenda do Jobim…veremos que ele tem conversado com todos os representantes das empresas nos últimos dias (semanas), incluindo a… Read more »

Hornet
Hornet
11 anos atrás

ops! “Rarale” = Rafale

Hornet
Hornet
11 anos atrás

Muita coisa pode acontecer, mas meu palpite é o seguinte: seja lá o que acontecer, seja lá qual for a decisão final do FX2, o Rafale estará nela (ou ganha sozinho, ou ganha junto com outros acordos paralelos feitos entre o Brasil e as outras empresas).

Palpite meu.

abraços a todos

Hornet
Hornet
11 anos atrás

Ivan,

e não se esqueça que em janeiro a CG do FX2 vai ao Congresso (lembra-se do link com a petição do deputado baiano – que não me lembro o nome agora – que postei uns dias atrás, não?).

Talvez apenas após isso é que saberemos algo de mais concreto sobre preços, custos de manutenção, grau de TT etc.

Antes disso, não sabemos nada de concreto, pois tais coisas são confidenciais mesmo.

abração

Hornet
Hornet
11 anos atrás

Thierry,

If you want to read the Morin interview to La Tribune (if you do not already read) here is the French (original) version:

http://www.latribune.fr/actualites/economie/france/20091217trib000454073/interview-nos-exportations-d-armements-se-rapprochent-des-8-milliards-d-euros.html

abração

Hornet
Hornet
11 anos atrás

Thierry,

an off-topic.

“Carton plein” pour le Rafale, lors d’exercices aux Emirats

Lors d’affrontements air-air, le Rafale a “mis des tôles” aux Typhoons de la Royal Air Force, assure le lieutenant-colonel Grandclaudon. En version dégradée, à quatre contre quatre, les Rafale ont réalisé des scores de 4 à 0 et de 3 à 0.

L’avion de combat français s’est également frotté au F-22, le chasseur le plus moderne de l’USAF. Au cours d’une rencontre, ils se sont affrontés à six reprises, le F-22 ne mettant qu’un seul coup au but.”

http://secretdefense.blogs.liberation.fr/defense/2009/12/carton-plein-pour-le-rafale-lors-dexercices-aux-emirats.html

abração

Thierry
Thierry
11 anos atrás

Hornet,
great great great!
“le Rafale a “mis des tôles” he he you know what it means in french ,it’s slang words ,in football means a team has over rated another one like 4-0 !
abração
Thierry

Hornet
Hornet
11 anos atrás

Thierry,

hehehe..its means (in Brazilian portuguese) something like this: “goleada”.

abração

Hornet
Hornet
11 anos atrás

Thierry,

to complete the idea (the slang of football in Brazil): “goleada, e fora o baile”…hehehe

abração

Thierry
Thierry
11 anos atrás

http://www.bea.aero/docspa/2009/f-cp090601e2/pdf/f-cp090601e2.pdf

big file but with tons of recovered parts pictures and explanations on torn parts and how the plane(fuselage?) touched the sea apparently? flat and in a very very high vertical speed(over 36 G….)

F35:

http://www.forbes.com/feeds/reuters/2009/12/16/2009-12-17T010801Z_01_N16235435_RTRIDST_0_AERO-ARMS-SUMMIT-F35-PIX.html

F35: 2014:scheduled end of the development phase. at which price? UK,Italy,Australia won’t get them before many years
“”We, along with other members of the Senate Armed Services Committee, are deeply concerned about the growing costs and apparent delays in the F-35 program,” the statement said.””

Wilson "Giordani" de Souza
Wilson "Giordani" de Souza
11 anos atrás

Hornet em 18 dez, 2009 às 0:24

Hornet, eu tenho dito que a Boeing anda muito quieta desde quando a Saab e a Dassault ainda estavam esperneando para chamar atenção da imprensa e do Governo.

[]s

Humberto
Humberto
11 anos atrás

Wilson,
Desta vez é apenas a minha intuição…. e dei a cara a bater !!!
Sds.

Conhecendo um pouco o Baschera, creio que a intuição dele deve estar fundamentada por alguma(s) boa(s) fonte(s)..Ele não daria a cara para bater assim de alegre..
Abraços
Humberto

Ivan
Ivan
11 anos atrás

Hornet, Muito bem lembrado quando vc escreveu “não se esqueça que em janeiro a CG do FX2 vai ao Congresso (lembra-se do link com a petição do deputado baiano – que não me lembro o nome agora – que postei uns dias atrás, não?)”. Na verdade já havia esquecido. Mas acho muito importante o interesse e consequente participação do Congresso nos assuntos de defesa, começando pelo F-X2. Independente da qualidade das pessoas que estam na Câmara e Senado hoje, é papel deste acompanhar as atividades do Executivo, discutir e aprovar verbas, empréstimos internacionais e, por que não lembrar, acordos internacionais.… Read more »

Edmar
Edmar
11 anos atrás

Caros Amigos.:

O FX2 tem que ser finalizado logo, o mais breve possível!!!
Na altura do campeonato, acho que qualquer vetor é bom, ou seja, melhor qualquer um dos três do que ter o FX2 cancelado.
Só que eu penso o seguinte: o governo diz que de 36 pode chegar a 120 caças, mas penso, se para conseguir 36 está muito, mas muito dificíl, imagine adquir 120!!!

E outra coisa, no cenário Sul-Americano, hoje, o Brasil precisa de mísseis que tenha um alcance de mais ou menos 100Km que no caso seria o “míssil ar-ar meteor”.

Abraços.

Felipe Cps
Felipe Cps
11 anos atrás

Hehehe, sabem quando o Brasil vai ter 120 Rafalecos???? No mesmo dia em que a Coréia do Norte for campeã mundial de futebol, com Honduras sendo vice, rsrsrs… 🙂

Amigos, sem viagem, rsrsrs…

Sds.

Ivan
Ivan
11 anos atrás

Edmar,

As alternativas ocidentais de mísseis com alcance maior que 100km são o Meteor, como vc citou e o AMRAAM AIM 120 C-7. No futuro próximo haverá o AMRAAM AIM 120-D.

As combinações possíveis:
* Rafale + Meteor;
* SuperHornet + AMRAAM;
* Gripen NG + Meteor e/ou AMRAAM e/ou Derby.

O pequeno mas valente Gripen é o mais flexível.

Abç,
Ivan.

Ivan
Ivan
11 anos atrás

Felipe,

Por isso que estou à procura de ‘uma namoradinha’, tipo caça leve derivado de um LIFT, ou mesmo um TEJAS da vida…

Olha amigo, neste assunto não sou ciumento não, se aprovar a idéia poderia ajudar na busca… He he he.

Abç,
Ivan.

Justin Case
Justin Case
11 anos atrás

Amigos, bom dia.

Este é o link para a edição de dezembro da Revista Fox Three, da Dassault.
Vejam as tecnologias disponíveis para as versões F3 do Rafale:

http://www.defense-aerospace.com/dae…mg/fox3_14.pdf

Abraços,

Justin

(Justin Case supports Rafale)

Justin Case
Justin Case
11 anos atrás

Corrigindo o link:

http://www.defense-aerospace.com/dae/sponsors/sponsor_rafale/img/fox3_14.pdf

Abraços,

Justin

(Justin Case supports Rafale)

Baschera
Baschera
11 anos atrás

Ivan em 17 dez, 2009 às 23:48 Bom, quem entende me diz que realmente necessitaremos de um LIFT para se poder iniciar aopós o recebimento do FX-2. Já me disseram que a FAB poderia abrir uma licitação para escolha de uma aeronave para esta função e que poderia ser ainda em 2010. Neste caso, além de LIFT, seriam mais um substituto dos Xavante, com alguma capacidade ar-solo. Dizem ser o M-346 o preferido, mas acho que o T-50 coreano se encaixa melhor, por já ter as caracteristicas necessárias (capacidade de ataque leve) e defesa ar-ar já incluídas em sua concepção… Read more »

Baschera
Baschera
11 anos atrás

Outra coisa…. independente do FX-2, parece que a Saab realmente vai fazer algo em sociedade por aqui. Não só academicamente, mas industrialmente falando (já iniciou com a Akaer) mas não ficará só nisso. Teremos surpresas….

Sds.

Ivan
Ivan
11 anos atrás

Baschera,

Seria então uma grata surpresa.

É apenas uma posição pessoal, mas eu acredito muito que uma parceria ou sociedade com os suecos traria excelentes resultados.
Se juntarmos o que eles tem a oferecer (ciência e tecnologia, além de uma linha independente e criativa de armas) com o que temos a investir (recursos naturais, potencial econômico e mercado interno crescente) vai dar samba vicking na avenida… he he he.

Abç,
Ivan.

Felipe Cps
Felipe Cps
11 anos atrás

Amigos Ivan e Baschera: Será possível que mesmo com a propalada ToT do FX2 a indústria nacional não consiga projetar e construir um mísero LIFT? Pombas, a Embraer acaba de lançar o Phenom, uma baita aeronave (ainda que cheio de componentes alienígenas), será mesmo que não temos capacidade de fazer um jato militar leve, adaptado para a realidade e as necessidades da FAB? Será que novamente teremos que importar uma aeronave? É o fim da picada! Digo isso porque, amigos, se já tá difícil sair o FX2, na melhor das hipóteses uma necessidade de segurança nacional, quem dirá o tal… Read more »

Humberto
Humberto
11 anos atrás

Ivan, concordo com vc em termos. Com certeza uma parceiria pode trazer excelentes resultados (ouso especular que uma parceiria com os Suecos pode ser até mais vatajoso que com os Franceses, pois primeiro como o NG ainda não está pronto, participariamos no desenvolvimento e não absorção (sendo extremamente otimista) do mesmo (no caso o Rafale) e segundo, creio que seja mais plausivel (financeiramente) exportar o NG ao invez do Rafale), contudo como o NG ainda não está pronto, existe o RISCO do mesmo ser uma furada. Aqui em blogs afirmar que o risco compensa é uma coisa, na vida real… Read more »

Ivan
Ivan
11 anos atrás

Humberto,

Entendo perfeitamente o que vc ‘falor’.

Por esta razão a solução que eu sonhava, MAS SEI QUE É IMPOSSÍVEL, era fazer um MIX HI/LO com os SuperHornets que já estam prontos, voando com AESA e AIM-120 C-7, exploraria todos os benefícios prometidos pelos yankees e entraria de cabeça no desenvolvimento do Gripen NG em sociedade com os nórdicos para compor as fileiras da FAB.

Mas é sonhar demais, não vai dar.

Abç,
Ivan.

Humberto
Humberto
11 anos atrás

Caro Felipe, Não sei se existe a necessidade da transferência de tecnologia do FX2 para que uma Embraer consiga construir um LIFT, creio que o AMX poderia pelo menos servir de plataforma básica para o mesmo. Mas (sempre o mas) vamos usar o próprio AMX como exemplo, a Força investiu um bocado de dinheiro neste projeto (corre a noticia que o mesmo custava tanto quanto um F-16), sem entrar no mérito do mesmo ser ou não um bom avião, com certeza ele foi um fracasso de vendas (além de poucos aviões construídos, necas de exportações). Se a Embraer decidir desenvolver… Read more »

Felipe Cps
Felipe Cps
11 anos atrás

Caro Humberto, trocando em miúdos: Pra que a ToT “irrestrita” do Rafale, se nem um mísero LIFT teremos condições de fazer? É o fim da picada adquirirmos o mais caro dos três aviões que disputam o FX2, e pagarmos mais caro por conta da promessa “sarkozística” de ToT irrestrita e depois não termos condições de desenvolver um LIFT! É uma vergonha! Isso quer dizer que a tão propalada ToT IRRESTRITA (palavras de Monsieur Sarkô) não serve para NADA, nem sequer pra projetarmos um LIFT, muito menos um futuro caça genuinamente brasileiro! E mais: se ficarmos com esse pensamento de que… Read more »

Edmar
Edmar
11 anos atrás

Caros Amigos.:

Sei que alguns pensam em um único vetor para o Brasil, mas eu penso em dois vetores: o “Dassault Rafale F-3” e o “Saab Gripen NG”.

Vejam só:

36 caças “Dassault Rafale F-3” substituindo os Mirage 2000.
84 caças “Saab Gripen NG” substituindo os F-5M, os A-1 e os Xavantes.

Acho que essa seria a melhor escolha.
O Brasil tem recursos para isso, só falta por em prática.

Abraços.

Hornet
Hornet
11 anos atrás

Wilson, entendi. Mas mesmo assim acho que quieta não está. É mais ou menos como falei: a imprensa não é o lugar adequado para se fazer este tipo de transação. Se vc prestar a atenção, nem a SAAB e nem a Dassault estão mais na imprensa já faz um tempo. Esta matéria mesmo (aqui do post), não tem nada que ver com o FX2…ou melhor, o contexto é outro. Foi uma entrevista do Morin para um jornal francês cujo tema era as exportações da França (material bélico) como um todo. Dá uma olhada no link que deixei para o Thierry.… Read more »

vassili
vassili
11 anos atrás

O FX-2 ficou para 2010???????????

Fazer o que, né?????????????

Chama a RESISTANCE para os PeTralhas, como diz o Felipe………..

Prefiro falar de urso polar albino, guardas de fornteira da Síria, bombas nucleares perdidas no meio do deserto, entre outras cositas mas…………….

Segue o enterro……….

Vassili de mau humor………….

abraços.

Baschera
Baschera
11 anos atrás

Felipe Cps em 18 dez, 2009 às 11:07 CPS… em parte o Humberto já lhe respondeu as suas questões !! Acrescentaria mais duas coisas, a primeira é que o mercado de LIFT já está plenamente saturado…. tem inglês, italiano, koreano, chinês, russo e por aí vai… Segundo, fabricar aqui quantos ?? A mesma quantidade do AMX ?? Não ia dar certo…. a Embraer só topou desenvolver o Super Tucano pelo lote inicial da FAB (99 und.) e por que vislumbrou um excelente mercado que já ia indo atrás do Tucano, sucesso anterior. Um caça de 5ª geração pode ser, mas… Read more »

Justin Case
Justin Case
11 anos atrás

Amigos,

Interessante reportagem publicada há 30 minutos no Isto É – Economia & Negócios.
Vale a pena conferir.

http://www.istoe.com.br/reportagens/32608_O+CUSTO+DO+ADIANTAMENTO

Abraços,

Justin

(Justin Case supports Rafale)

Hornet
Hornet
11 anos atrás

Justin Case,

bastante interessante mesmo. Parece que o Rafale vai vencer tanto no relatório técnico como na preferência política. Se esta matéria da Isto É tiver fundamento desbancará muitas “profecias já profetizadas”…hehehe

De qualquer modo, acho que em janeiro tudo se resolve (o FX2 se resolve, a CG do FX2 será sabatinada no Congresso…aí saberemos quem tava especulando e criando chifre em cavalo e quem estava apenas torcendo e comentando).

acho que valeria a pena o Blog colocar esta matéria da Isto É como post. Enfim…

abração

Baschera
Baschera
11 anos atrás

Justin Case em 18 dez, 2009 às 21:11

Um amigo já havia me dito que por baixo dos panos a força ir jogar algumas verdades no ventilador….. mas please… a Quanto É … não né !!!

O Cel. Cavagnari até vai… mas as infos do forista fontado e atracado no senado federal são as mesmas ladainhas que ele acredita serem verdades absolutas, quando na verdade são fruto de sua opinião.

Mas a revista coloca umas coisas verdadeiras… o custo dos aviões, por exemplo. Outras nem tanto….

Sds.

Hornet
Hornet
11 anos atrás

parece que o relatório foi entregue mesmo (nesta semana). Outros sites de informação confirmam a notícia (antes mesmo da Isto É publicar sua matéria). E confirmam mais uma coisa: “o código de cores usado”, tal como disse a Isto É (que não é uma revista lá muito confiável, mas a Folha e o Estadão também não são, então segue o enterro…às vezes eles acertam sem querer…hehe). “O relatório do F-X2 entregue ao ministro Jobim e ao presidente Lula, em lugar de notas, mostra os pontos positivos e negativos de cada caça usando um código de cores: azul, amarelo e vermelho…… Read more »

Hornet
Hornet
11 anos atrás

ops! uma correção.

onde escrevi “relatório entregue”, leia-se relatório terminado.

Não sei se foi entregue ao governo ou não. Até porque o presidente está na COP-15…enfim…

Felipe Cps
Felipe Cps
11 anos atrás

Hehehe, que interessante, quer dizer que o relatório da FAB virou um “infográfico” igual aqueles que aquele jornalzinho esquerdista calhorda, Folha de São Paulo, costuma publicar?

Será que as cores são pra Mulla entender a folha do relatório que lhe será entregue? Será que é porque o indigitado cefalópode é incapaz de ler números/notas? Hehehehehe… 🙂

Ai ai, esse tal FX2 é a coisa mais lamentável das últimas décadas, é rir pra não chorar, rsrsrs…

Sds.

Francisco AMX
Francisco AMX
11 anos atrás

Caso tenha fundamento esta matéria da Isto é, o que eu acho bem normal, vai de encontro ao que sempre defendi aqui: Hora de Vôo do NG alardeada pela SAAB ser ridícula -4.000mil, metade da hora de um F-16… 10 mil seria um número condizente! Hora de Võo do SH: acho condizente! deve ficar na cas ods 10/11mil já que um F-16 mono, está na de 7,5 a 8 mil e não é naval. Hora do Rafale: 14 mil, no minha opinião é isso mesmo! RCS: perefeito! se há uma coisa que tenho plena convicção é esta superioridade do Rafale… Read more »

Hornet
Hornet
11 anos atrás

Chicão, acho que o Rafale não é superior apenas ao SH. Pelo visto é superior a muitos caças atuais. Um site francês (eu deixei o link em algum lugar aqui no blog) publicou o resultado dos exercícios realizados nos EAU (contra o Typhoon), francamente favorável ao Rafale. E agora, o site “secret defense” (via Plano Brasil) publicou também esses resultados (espero que o Blog Aéreo publique também, assim como a reportagem da Isto É – que se tem alguma especulação, não é maior que as especulações das matérias dos outros jornais e revistas que o Blog tem publicado, então acho… Read more »

Hornet
Hornet
11 anos atrás

Chicão, Nós sabemos que treino e treino, e jogo é jogo (como se diz no futebol)… Mas só pra confirmar (ou relembrar) a informação dada pela Isto É sobre os exercícios Rafale X Super Hornet, na Red Flag: “Rafale debuts at Red Flag Other participating Air Forces were not as heavily restricted – the French Armée de l’Air had sent four twin-seat Rafales from Fighter Squadron 1/7 “Provence” to Nellis, complete with 20 air crews, 60 maintenance personnel and a C-135F/R tanker/transport. For those aircraft it was also the first deployment to the continental US, starting off with an introduction… Read more »

Hornet
Hornet
11 anos atrás

Um Typhoon na mira (HUD) de um Rafale. Boas imagens:

http://www.checksix-forums.com/showthread.php?t=157658

abraços a todos

Francisco AMX
Francisco AMX
11 anos atrás

é Hornet, tá parecendo que o Rafale vale o quanto pesa! eu nunca duvidei disso, tu sabe o quanto defendo o custo benefício deste para o Brasil, sempre falei que não importa quem venha… vai voar! este papo de rainha de hangar é bobagem… e na hora que voar o Rafale vai mostrar as garras! escreve o que te digo! se vier o SH (do qual não ficarei triste) é pq a pressão americana foi grande! mas não ficarei seguro por 2 coisas: temo o futuro com um caça como o SH! e não sei o que os USA estariam… Read more »