terça-feira, junho 15, 2021

Gripen para o Brasil

Array

Um novo ‘KC’ pelo amor de Deus!

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

O programa mais importante da USAF está atrasado e pode colocar em risco toda a logística dos EUA

KC-10_fotoPA-poggio Este KC-10, construído em 1982, aparece aqui exposto em Oshkosh com um padrão de pintura largamente utilizado no começo da sua carreira. O KC-10 é mais novo, pode transportar mais combustível e transferir mais rápido que o KC-135. Mas representa somente 11% da frota atual. Um novo “KC” tornou-se assunto crítico para a USAF (FOTO: Poder Aéreo/G. Poggio)

A Força Aérea dos EUA (USAF) está em busca de um novo avião que possa substituir a atual frota de aeronaves reabastecedoras. Até aí não há nenhuma novidade. Esta informação comumente aparece nos noticiários especializados sobre o assunto.

O problema é que a escolha está se arrastando por muito tempo e os atuais “KCs” da USAF não vão aguentar mais. A maior parte da frota de aeronaves de reabastecimento aéreo da USAF é formada pelo modelo Boeing KC-135, além de um número menor de KC-10. Somando as aeronaves em uso corrente na USAF, mais as da Guarda Aérea Nacional e da Reserva existem cerca de 530 KC-135 e perto de 60 KC-10.

Leia a continuação deste texto, exclusivo para assinantes do Poder Aéreo.

- Advertisement -

8 Comments

Subscribe
Notify of
guest
8 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Welington

KC-777??? Ao que parece sim, pois confirmando-se a saída da Northrop Grumman /EADS da corrida pelo programa KC-X da Força Aérea dos Estados Unidos ), o concorrente mais adequado, ou melhor, aquele que preenche os novos e controversos requisitos emitidos pela USAF é justamente o reabastecedor baseado na célula da aeronave comercial 777 do fabricante dos EUA, Boeing corporation. Controverso porque, segundo a Northrop a USAF se viu pressionada a ter que modificar os seus requisitos para o Programa KC-X de forma a garantir a vitória do fabricante americano. As acusações são justas, uma vez que o KC-45 (Airbus A330… Read more »

Vovódka Abduzida

Oi Wellington meu netinho querido e preferido!!!!!! Bom te ver por aqui e ta´ muito bonitao com esse terno e gravata e vai fica mais bonitao ainda que o Pavelzinho querido abiduzido que nao morreu ficou sabendo aqui no disco voador que voce e´ o maior fa de Sukhoi ai do Brasil e vai manda´ uma medalha pra enfeitar o terno de voce ai´ na foto!!!! Medalha no formato certinho do Sukhoi PAK FA!!!!! E´ so´ a gente aprende a usar direito essa maquina de telepatia aqui do disco que tambem faiz teletranposrte que a gente manda pra voce!!!! Agora… Read more »

ferreiraely

Medalha no formato certinho do Sukhoi PAK FA

kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Welington

A benção Vovódka, estava com saudades, que bom que a senhora “voltou” rsrs…
E estou aguardando a medalha rsrs…
Um grande abraço Vovódka…

mmartins2@uol.com.br

Esse negócio de ficar abrindo concorrência para compra de material bélico sempre dá nisso. Vocês acham que uma Boeing da vida iria aceitar perder uma concorrência dessas, ainda mais para a Airbus, sua principal concorrente no mercado de aviação civil? Tava na cara que a Boeing iria fazer lobby para melar a concorrência, alegando o manjadíssimo, mas não menos certo, jogo patriótico da geração de empregos em casa, e não no país concorrente. Os americanos não precisam ficar abrindo concorrência para comprar aquilo que já existe em casa, no caso células de aviões comerciais transformados em reabastecedores. Se fosse um… Read more »

Welington

mmartins2@uol.com.br o mais engraçado é que alguns sonharam que os EUA realmente comprariam nossos tucanos se comprássemos os F-18 SH dos mesmos…
Eu acho a atitude dos EUA corretíssima, pois os mesmos estão defendendo suas empresas nacionais, coisa que o Brasil deveria fazer desde a década de 80, pois se o fizessem nossas forças armadas e industrias bélicas não estariam no estado que estão e muito provavelmente disputariam vendas em varias áreas de equipamentos de alta tecnologia com os EUA, Rússia, França, ETC…
Um grande abraço mmartins2@uol.com.br

Robson Br

uai…meu comentário sumiu

Danilo Brasil

A Embraer tem quue acelerar o KC-390,quem sabe eles compram um pouco,já que o mesmo terá o será um reabastecedor de primeira.Pra frente Brasil

Reportagens especiais

Poder Aéreo nos Estados Unidos: Fort Worth Aviation Museum – parte 1

Alexandre Galante Enviado especial Preservar, Inspirar e Educar é a missão do Fort Worth Aviation Museum (FWAM), localizado no norte do...
- Advertisement -
- Advertisement -