sexta-feira, maio 7, 2021

Gripen para o Brasil

A400M: mais perto do primeiro voo

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

A400M

Aeronave iniciará os testes de solo em preparação para o primeiro voo, esperado para antes do final do ano

O primeiro A400M foi entregue, no último dia 12 de novembro, para a organização de voos de teste da Airbus, para iniciar os testes em solo necessários antes do primeiro voo. O objetivo é verificar se todos os sistemas da aeronave, motores e instrumentção de testes estão funcionando adequadamente, de modo a garantir um primeiro voo seguro assim como uma eficiente campanha de provas.

Após testes estáticos, que inclui os de motores, sistemas e equipamentos de telemetria, serão iniciadas as primeiras corridas de táxi, primeiramente a baixa velocidade (até 60 kts) e frenagens, seguidas de testes de velocidade a 120 kts, abortando a decolagem. Após cada prova e análise dos dados respectivos, é feita uma avaliação para determinar quando a próxima é realizada, subsequentemente até o momento da primeira decolagem (esperada para antes do final do ano).

FONTE / FOTO: EADS NV

NOTA DO BLOG: com um programa iniciado ainda nos anos 90 e amparado em encomendas por parte de 7 países, que chegam a 180 aeronaves, o A400M é considerado o mais ambicioso programa multinacional europeu de defesa já realizado.

Após custos que vem ultrapassando o orçamento (20 bilhões de euros) e adiamentos subsequentes, espera-se que finalmente a aeronave realize seu primeiro voo (já bastante atrasado) antes do final do ano. As primeiras encomendas, programadas para 2012, ficaram para 2014.

A400M - foto gde  EADS

SAIBA MAIS:

- Advertisement -

9 Comments

Subscribe
Notify of
guest
9 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
baschera

A encrenca aí se chama motorização…. e lembrando que a África do Sul já pulou fora do consórcio. Se estes testes não vingarem, adeus para o programa.

Sds.

Tales

Esse sim, é a verdadeira “rainha do hangar”…
Culpa da motorização inédita e da Airbus que achou poderia simplesmente adaptar tecnologia civil para requerimentos militares…

Ivan

Baschera e Tales,

Por favor, procurem saber qual é a motorização, basicamente qual o núcleo dos motores, sua turbina.
Agradeço antecipadamente o esforço.

Ivan.

Paulo Renato

Será que agora vai!!!!!!

Vamos ver, esse projeto já era pra ter saido faz tempos.

Abs.

Felipe Cps

Q coisinha xcrota esse bird-killer…

Edmar

Caros Amigos.:

O nosso novo avião de transporte que a Embraer está construindo é muito melhor que este ai.

Abraços.

Ivan

Edmar, O KC-390 será menor, na faixa de 19 toneladas de carga, na mesma categoria do C-130. O A-400 M, avião de transporte para 37 toneladas de carga máxima, está numa categoria intermediária enntre o C-130 e o C-17. Deverá ser capaz de missões de transporte tático e estratégico, além de missóes REVO. Teoricamente o KC-390 não concorre com o A-400 M. Mas na minha vida profissional já vi muita teoria não resistir à prática. Minha percepção, como negócio, é que TODOS os aviões de transporte tático, que podem cumprir missões estratégicas concorrem pela mesma ‘VERBA’. Então o KC-130 J… Read more »

Thierry

3w.a400m-countdown.com/index.php?v=2&spage=7 Focus on innovation Down-Between-Engines (DBE) Perhaps one of the most interesting A400M innovations was the decision to adopt “handed” propellers whereby the propellers of each pair of engines turn towards each other. This counter-rotation characteristic is known as Down-Between-Engines (DBE) and the A400M will be the first aircraft ever to use such a configuration. The advantages of DBE have far-reaching effects both aerodynamically and structurally. Firstly, airflow over the wings is symmetrical, improving lift characteristics and the lateral stability of the aircraft. Secondly, DBE allows for an optimum wing design by eliminating most of the effects of torque and… Read more »

Reportagens especiais

Além do Gripen: Saab apresenta fábrica de aeroestruturas do caça, no Brasil, de olho no mercado mundial

Grupo sueco, que venceu o programa F-X2 de 36 caças para a FAB, apresentou em São Bernardo do Campo...
- Advertisement -
- Advertisement -