sexta-feira, maio 7, 2021

Gripen para o Brasil

Array

Encontrado Caravan da FAB: nove sobreviventes resgatados

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

queda_do_caravan-mapa

Nota 8 – 30/10 (15h25) – Desaparecimento de aeronave da FAB

O Comando da Aeronáutica e a Fundação Nacional de Saúde informam que nove sobreviventes do acidente com a aeronave C-98 Caravan já estão a bordo de um helicóptero H-60 Blackhawk da Força Aérea Brasileira e de um helicóptero HM-3 Cougar do Exército Brasileiro. As aeronaves chegarão ao aeroporto de Cruzeiro do Sul (AC) às 15h30 (horário de Brasília).

Os sobreviventes são:

  • 1° Tenente Carlos Wagner Ottone Veiga
  • 2° Tenente José Ananias da Silva Pereira
  • 1° Sargento Edmar Simões Lourenço
  • Sra. Josiléia Vanessa de Almeida
  • Sra. Maria das Graças Rodrigues Nobre
  • Sra. Maria das Dores Silva Carvalho
  • Sra. Marina de Almeida Lima
  • Sra. Diana Rodrigues Soares
  • Sr. Marcelo Nápoles de Melo

Familiares dos funcionários da Funasa chegarão a Cruzeiro do Sul transportados por um avião C-97 (Brasília) da FAB vindo de Tabatinga.

Centro de Comunicação Social da Aeronáutica

Assessoria de Comunicação Social da Fundação Nacional de Saúde

TEXTOS DAS TRÊS NOTAS ANTERIORES:

Nota 7 – 30/10 (13h40) – Desaparecimento de aeronave da FAB

O Comando da Aeronáutica e a Fundação Nacional de Saúde informam que uma aeronave C-105 Amazonas do 2°/10° GAv localizou às 9h40, horário local, a aeronave C-98 que estava desaparecida desde ontem. Dos onze ocupantes do avião, um está desaparecido e há indícios de um possível óbito. Há nove sobreviventes que passam bem.

A aeronave pousou no rio Ituí, afluente do rio Javari, entre as Aldeias Aurélio (da Tribo dos Matis) e Rio Novo (da Tribo dos Murugos). O C-98 foi inicialmente localizado por índios da tribo dos Matis e a Força Aérea Brasileira enviou para o local as aeronaves que estavam engajadas na operação de busca.

O C-98 Caravan pertence ao 7º Esquadrão de Transporte Aéreo (7º ETA), sediado em Manaus (AM), e desapareceu na manhã de ontem (29/10) quando realizava um voo entre as cidades de Cruzeiro do Sul (AC) e Tabatinga (AM). Onze pessoas estavam a bordo, sendo quatro militares e sete civis.

Centro de Comunicação Social da Aeronáutica

Nota 6 – 30/10 (12h35) – Desaparecimento de aeronave da FAB

O Comando da Aeronáutica informa que integrantes da tribo Matis notificaram a FUNAI de ter encontrado, nesta manhã, a aeronave C-98 que estava desaparecida.

Segundo as informações, a aeronave encontra-se em meio à Floresta Amazônica, entre as Aldeias Aurélio (da Tribo dos Matis) e Rio Novo (da Tribo dos Murugos), próximo ao Rio Ituí, afluente do Rio Javari.

Existem relatos de sobreviventes.

O Comando da Aeronáutica iniciou, imediatamente, uma operação para o resgate, envolvendo as aeronaves que já estavam encarregadas nas buscas.

Centro de Comunicação Social da Aeronáutica

Nota 5 – 30/10 (11h10) – Desaparecimento de aeronave da FAB

O Comando da Aeronáutica informa que aeronaves da FAB continuam nas buscas ao avião C-98 desaparecido, desde ontem (dia 29), na Região Amazônica. Até o momento, não houve qualquer avistamento por parte das equipes de buscas. A aeronave desaparecida pertence ao 7º Esquadrão de Transporte Aéreo (7º ETA), sediado em Manaus (AM).

A tripulação do C-98 foi composta pelos seguintes militares:

– 1° Tenente Carlos Wagner Ottone Veiga;
– 2° Tenente José Ananias da Silva Pereira;
– Suboficial Marcelo dos Santos Dias; e
– 1° Sargento Edmar Simões Lourenço.

Brigadeiro-do-Ar Antonio Carlos Moretti Bermudez
Chefe do Centro de Comunicação Social da Aeronáutica

Fonte: CECOMSAER

- Advertisement -

2 Comments

Subscribe
Notify of
guest
2 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
flaviodepaula

Graças a DEUS encontrarem e existem sobreviventes.

Parabéns aos índios e ao pessoal da FAB envolvido.

E, meio ooff-topic, ainda bem que o EB já aprendeu a recrutar estes índios. São os verdadeiros especialistas na selva.

BRASIL!!!

yluss

Fantástico. Não esperava uma boa notícia como essa.

Parabéns aos pilotos que devem ter evitado uma tragédia ao conseguirem pousar o Caravan no rio. Hora em que o treinamento mostra seu valor!!

Conconrdo com vc Flávio, precisamos manter as comunidades indígneas estreitamente vinculadas às FAs.

Reportagens especiais

O AT-26 Xavante, conforme visto (e voado) por Franco Ferreira

  O texto abaixo é de autoria do nosso amigo Gustavo Adolfo Franco Ferreira, tenente-coronel aviador reformado da FAB, especialista em Segurança...
- Advertisement -
- Advertisement -