quinta-feira, junho 24, 2021

Gripen para o Brasil

O que poucos sabem sobre a Embraer – 2

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

emb-120brasilia-foto-podeaereo

vinheta-especialAtravés de um acordo com o grupo norte-americano United Technologies (donos da Sikorsky entre outras empresas), firmado na década de 1980, a Embraer foi capaz de receber a tecnologia de manipulação de materiais compostos , como fibra de carbono.

Ao absorver essa tecnologia, a Embraer foi capaz de projetar e produzir aeronaves mais avançadas que o Banderante e o Xingu. Estas técnicas foram aplicadas na produção do EMB-120 Brasília (na foto acima o primeiro protótipo) e do caça tático AMX.

Além destes projetos, as últimas versões do Bandeirante acabaram se beneficiando desta tecnologia. Diversos componentes, como o flap, foram produzidos com materiais compostos, reduzindo assim o peso da aeronave e elevando a capacidade de carga paga.

FOTO: Poder Aéreo

NOTA DO BLOG: quem disse que o “Tio Sam” não faz transferência de tecnologia?

- Advertisement -

1 Comment

Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
MatheusTS

Boa Nota do blog realmente o tio sam sabe tranferir tecnologia aprendemos muito com eles e parabens ao blog sobre essa materia da Embraer..

Reportagens especiais

Baixa assinatura visual, num trabalho com a nossa assinatura de qualidade

Camuflagem do novo helicóptero da Polícia Militar do Paraná foi criada por Alexandre Galante, editor da revista 'Forças de...
- Advertisement -
- Advertisement -