segunda-feira, agosto 2, 2021

Gripen para o Brasil

Array

BAE Hawk participa do Eurotraining e do T-X

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

bae_hawk128-fotobae

A BAE Systems foi formalmentre convidada a participar do Advanced European Jet Pilot Training (AEJPT) ou Eurotraining. O programa de treinamento conjunto conta com nove países europeus, mas ainda não definiu as aeronaves que serão utilizadas. O M-346 da Alenia Aermacchi sempre esteve contado como candidato principal.

Recentemente a empresa britânica recebeu um RFI (request for information) para participar do projeto com o seu jato de treinamento avançado Hawk 128. O Hawk havia sido excluído do programa depois que o Reino Unido decidiu não participar do Eurotraining.

Desde 2006, quando foram estabelecidos os quesitos básicos entre os participantes, o programa AEJPT pouco avançou.

Além da BAE a suiça Pilatus também recebeu o RFI para o PC-21. As companhias deverão apresentar suas respostas até 15 de janeiro de 2010.

Segundo a BAE um jato de treinamento com um único motor apresenta vantagens econômicas sobre o M-346, pois o custo ao longo da vida operacional da aeronave é muito inferior.

O programa ‘Eurotraining’ deveria estar operacional em 2014, mas se a aeronave for escolhida somente em 2011, esta data dificilmente será atingida. Existe um potencial par aa aquisição de 80 a 120 aeronaves.

Para a USAF

No próximo dia 24 de setembro a BAE encaminhará sua resposta ao RFI feito pela USAF para a substituição dos treinadores supersônicos Northrop T-38 (programa T-X). Esta será a maior concorrência para os fabricantes de treinadores e jato. Espera-se que a USAF adquiria entre 300 e 500 aeronaves.

Para esta concorrência a BAE terá que se associar com uma companhia norte-americana como a Boeing, a Lockheed Martin ou até mesmo a Northrop Grumman. Eventuais concorrentes serão o próprio Alenia M-346 e o T-50 coreano.

PERGUNTA DO BLOG: Se a proposta da Embraer para o AMX-T, como foi solicitado pela Venezuela, tivesse decolado ele teria alguma chance nestas concorrências?

- Advertisement -

5 Comments

Subscribe
Notify of
guest
5 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Clésio Luiz

Não, nenhuma chance. o AMX-T é um caça-bombardeiro transformado em treinador. Ele tem uma relação peso-potência muito baixa e alta carga alar para ser um treinador satisfatório para os caças de primeira linha de 4ª e 5ª gerações. Nesse quesito, o T-50 e o M-346 são muito superiores a ele.

Ah, e o Bae Hawk também não tem nenhuma chance nessas concorrências.

Mauricio R.

Do lado europeu, o Bae Hawk Mk-128, que é o mesmo Hawk T Mk-2 da RAF e já é voado em outra versão no Canadá, tem boas chances pois é uma aeronave em produção, já conhecida, c/ custos de desenvolvímento, aquisição e operação baixos.
Do lado americano, talvez pela operação do T-45 “Goshawk” que é um derivado, talvez possa abocanhar algo.
Qnto ao AMX-T, a pequena base instalada e a necessidade de remotorização poderiam pesar contra, pois seus custos não seriam assim tão competitivos.

Tales

22/09/2009 – 09h53
Projeto F-X2 – Esclarecimentos
O Comando da Aeronáutica informa que, por solicitação das empresas concorrentes, a Comissão Gerencial do Projeto F-X2 resolveu estender o prazo, até o dia 2 de outubro de 2009, para os três competidores (Boeing, Dassault e SAAB) apresentarem possíveis melhorias em suas ofertas para o processo de seleção dos novos aviões de caça da Força Aérea Brasileira.

Brigadeiro-do-Ar Antonio Carlos Moretti Bermudez
Chefe do Centro de Comunicação Social da Aeronáutica

Fonte: CECOMSAER

Challenger

Não!!!!!

CorsarioDF

Concordo com os senhores, o AMX-T não teria chance alguma.
Mas por falar em treinador avançado, e o MAKO?
Um excelente projeto europeu do final dos anos 90, que seria um treinador avançado/caça leve, nos moldes do T/A-50 coreano. E que informações da época davam conta que o Brasil participaria do seu desenvolvimento???
Galante taí um bom tópico para o Blog.

Últimas Notícias

Pilotos russos usaram receptores GPS feitos nos EUA durante missões de combate na Síria

Pilotos militares russos usaram receptores comerciais GPS de navegação por satélite durante suas operações de combate na Síria, de...
- Advertisement -
- Advertisement -