domingo, maio 16, 2021

Gripen para o Brasil

Array

EUA deixam Base de Manta oficialmente

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Saída encerra uma década de cooperação

vinheta-clippingO Governo do Equador considerou nesta sexta-feira a recuperação do controle total sobre a base aérea de Manta, no oeste do país, como um “triunfo da soberania nacional” depois de dez anos de uso pelos Estados Unidos para operações antidrogas.

Em uma breve cerimônia na base, o ministro das Relações Exteriores equatoriano, Fander Falconí, foi quem afirmou que a saída dos militares americanos é um “triunfo da soberania nacional”.

Falconí lembrou que o convênio, assinado em 1999, não foi debatido ou aprovado em plenário pelo Parlamento do Equador, apenas pela Comissão de Assuntos Internacionais e pelo então chanceler, Heinz Moeller.

“Eles não tiveram escrúpulos em subordinar a soberania do Equador”, opinou o ministro.

Para Falconí, está sendo feito agora um “balanço efetivo” sobre o que significou a presença americana na base “para o conhecimento do povo equatoriano”.

“É um momento grande da pátria, das transformações profundas e da visão latino-americana”, acrescentou o ministro em um curto discurso na presença dos colegas das pastas da Defesa, Javier Ponce, e de Segurança Interna e Externa, Miguel Carvajal.

Em sua fala, Falconí pediu uma “reflexão profunda para evitar relações baseadas na subordinação” e a presença de bases estrangeiras em território nacional.

“Só um pensamento estratégico autenticamente sul-americano permitirá o fortalecimento da confiança e a criação de confiança entre países”, acrescentou.

O fim oficial da presença americana na base de Manta ocorre praticamente dois meses depois do último voo militar dos EUA a partir do local, realizado em 17 de julho.

O acordo para a utilização da base por parte dos EUA foi assinado em 1999 pelo então presidente equatoriano Jamil Mahuad e previa o uso da base até novembro de 2009.

Em 2007, o atual presidente do Equador, Rafael Correa, anunciou que não renovaria o convênio para o uso da base. Além disso, a nova Constituição do Equador, aprovada no ano passado, proíbe bases militares estrangeiras em território nacional.

Falconí destacou que o Equador é um “território de paz” e ressaltou que “nunca mais” se permitirá a presença de “bases militares estrangeiras”.

O comandante de operações aéreas e de defesa da Força Aérea do Equador, Alonso Espinosa, disse que, a partir de agora, a base dará assistência às forças de combate que trabalham na fronteira e continuará na luta contra o narcotráfico.

Segundo Espinosa, o Equador receberá a partir de janeiro dois aviões Super Tucano, da Embraer, por mês, de um total de 24 aeronaves. Esse contingente será dividido em dois esquadrões, um de ação antecipada e outro de ataque.

O ministro Ponce descartou que as compras militares signifiquem a entrada em uma corrida armamentista, pois os Super Tucano são “principalmente voltados para treinamento, controle e vigilância da fronteira”.

Ponce também mencionou a compra de radares e lanchas para a repressão ao narcotráfico, ao contrabando do combustível e à pirataria no mar, além de helicópteros indianos que serão utilizados principalmente para transporte.

Após a cerimônia, na qual não houve a presença de representantes americanos, os ministros percorreram as instalações da base utilizada pelos militares dos EUA, que estão sendo investigados devido a supostas violações dos direitos humanos.

Ponce preferiu não falar sobre esse e outros assuntos relativos à presença americana em Manta e que estão sob investigação para não prejudicar o andamento dos trabalhos.

O ministro justificou a ausência americana no evento de hoje ao lembrar que já em julho, os EUA realizaram uma cerimônia simbólica, enquanto o que interessava hoje ao Equador era “um ato simples, mas ao mesmo tempo solene, de recuperação da base. Por isso, a presença americana não era indispensável”.

Por fim, Ponce mencionou que há um projeto para transformar a base de Manta em um aeroporto internacional.

FONTE: EFE / FOTO: Cambio.com

- Advertisement -

10 Comments

Subscribe
Notify of
guest
10 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Rodrigo

Quanta histeria por nada, o pior é a diplomacia brasileira ficar a reboque desse factóide.

Bruno Rocha

Um de muias

Bruno Rocha

Um de muitas

Harry

Caros

Se é por falta de adeus TCHAU

Mas sempre vai ter um que por alguns trocados, vende até até o país.

Abs

Jotapecosta

E dai? Agora estão se mandando pra Colômbia mesmo… Não adianta tirar de um ponto pra por em outro no mesmo continente. Já é hora do presidente Obama acabar com essas incursões de tropas disfaçadas de “bases” na terra dos outros. Até porque os EUA não tem mais saúde financeira pra isso. Diga-se de passagem, o império romano ruiu do mesmo jeito…

Ricardo GF

O mais engraçado é que ainda tem gente que defende intervenções norte-americanas deste tipo, ou que declara qualquer crítica a eles como “anti-americanismo”, como se estivéssemos nos anos de chumbo da Guerra Fria e da bipolaridade. Da mesma forma que os EUA não aceitam nenhuma intervenção em seu território, outros países têm EXATAMENTE o mesmo direito. Ou seja, a não ser que o país em questão demande, de forma transparente e democrática, que outro país o auxilie, NINGUÉM tem o direito de determinar que um pode ser xerife do outro. Outra coisa: o fato de o Brasil desejar, ESTRATEGICAMENTE, a… Read more »

marujo.

Já vão tarde. Pela foto, dá para perceber que eles operaram aviões de alerta aéreo antecipado desde Manta.

Fábio Mayer

Tempos atrás um bando de histéricos dizia que os EUA plantavam bases em torno das fronteiras brasileiras para atacar o Brasil…ahahahahahahahahahahhahahahha! Agora vão dizer que existe um conluio entre Colômbia e EUA para se apossar da Amazônia.

Cada país faz o que bem entende de seu teritório, observadas as formalidades institucionais. Se a Colômbia quer bases americanas, por mim tudo bem´.

CosmeBR

Cooperação não. Exploração!!!

BRASIL ACIMA DE TUDO

Marcelo Tadeu

Marujo,

Ninguém sabe se esta foto foi tirada em Manta!!! Agora, que este assunto já encheu o saco… isso sim!!! É igual a temida 4ª Frota!!! “Os Corsários da US Navy que vão tomar o pré-sal!!!”””

Abracós

Reportagens especiais

Viggen, I’m your son!

Quando os primeiros caças Saab Viggen começaram a ser entregues à Força Aérea Sueca em 1971, já se pensava...
- Advertisement -
- Advertisement -