quinta-feira, maio 6, 2021

Gripen para o Brasil

Array

Americanos perderiam duplamente com vitória do Rafale

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Uma eventual vitória do caça francês Rafale no programa F-X2 seria duplamente ruim para os norte-americanos. As duas maiores companhias aeroespaciais dos Estados Unidos sairiam perdendo. Primeiramente a Boeing perderia diretamente por não vender seus FA-18 para um novo mercado, a América Latina.

Em segundo lugar perderia também a Lockheed Martim que está negociando a venda de aeronaves de transporte C-130J para a Força Aérea da França. Um eventual acordo entre Brasil e França praticamente fecharia as portas para a negociação dos C-130J pois, como já foi adiantado pela Presidência da República, os franceses comprariam uma dezena de aviões KC-390, ainda em desenvolvimento.

Por essas e por outras é que o Tio Sam pode “jogar duro” nos últimos lances do programa F-X2.

- Advertisement -

53 Comments

Subscribe
Notify of
guest
53 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
FN

olha se eles passarem toda a tecnologia do F/A-18E e venderem bem baratinho e puxar um pouco o saco do Brasil então quem sabe eu mude minha opinião… é bom ta do outro lado para variar kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

RenanZ

“Americanos perderiam duplamente com vitória do Rafale”

É mesmo ???

F………………………………

Por causa destes babacas, nós passamos por
diversas situações ruins, como a ditadura militar.

ESTE COMENTÁRIO FOI EDITADO POR CONTER PALAVRA DE BAIXO CALÃO.

RENANZ, FAVOR COLABORAR PARA MANTER O BOM NÍVEL DO DEBATE.

Danilo José

FN concordo com vc !

Uma vez pelo menos fazer algo de bom para o Brasil.

Sds.

Deio

Pessoal, não é a questão de ferrar ou não os EUA, mas de nos aproveitarmos de uma situação em parecemos ter a faca e o queijo na mão. Talvez a faca não esteja tão amolada e a qualidade do queijo não seja a melhor, mas estamos em uma situação nunca antes vivida. O cortejo por parte dos 3 países/empresas envolvidas no processo precisa ser muito bem explorado.
Precisamos do que é melhor para nós!

Paulo

É pessoal a briga ainda não acabou o jogo pode mudar vamos aguarda

abraço

luiz-sp

eu aninda acredito na vitória do f-18 pois é melhor das opções apresentadas , agora tenho a certeza que vamos ter um papel fundamental na establização de forças no cone sul , pois os americanos não vão deixar o chaves com toda essa pompa de ter aviões superiores , e outra vamos ter bastantes parcerias para o futuro , esperem e verá .

Leandro Mello

Bem parace que nos podemos nos favorecer dessa situação para pressionar a proprosta dos norte-americanos.

Mauricio R.

Do jeito qua a coisa anda na América Latina, fora Brasil e Chile, não há mercado p/ uma aeronave do porte e custo do F/A-18E/F.
E mesmo o Chile, optou pelo F-16C/D.
Qnto a barrar uma possível venda de C-130J p/ a AA, isso tb não é possível, pois não há KC-390 p/ serem entregues.
A necessidade dos franceses é pontual, até que as entregas de A-400M entrem em serviço.

BVR

A casa branca, os empresários da boeing devem (e agora os da lockheed)estar fazendo de tudo, mas se o congresso não aprovar a transferência….

Pior, como foi já levantado por alguém do blog, uma nova configuração do congresso (depois das proximas eleições lá)pode vir a “melar” a aquisição e ai, no meio do processo, fim e nova novela: dá-lhe FX-3 !!!!!!

Toc; Toc; Toc. Sai pra lá pensamento agourento !!!!

Sds aos do Blog.

Lobo

Estamos com a faca na mão, não sei de onde veio, mas o queijo é frances, podem acreditar. O efeito é mais simbólico, o valor da venda das dez areonaves é até relevante, mas representa um golpe para os americanos. 1. Eles não conseguiriam bloquear a venda do rafale, algo que sempre buscam, como forma de eliminar um concorrente. 2. Eles nao apenas perderiam a venda dos dez a quinze C-130J, como permitiriam a entrada de um novo concorrente num mercado muito importante, a Europa. 3. Dá força ao rafale para a concorrencia da India. 4. Demonstra perda de influência… Read more »

Hornet

Os EUA perdem muito mais que isso. Perdem influência no Brasil. Mas fazer o quê? Azar de uns, sorte de outros. Ainda acho que a questão toda se traduz na confiança da parceria pleiteada pelo Brasil, no início de tudo. Antes de assinar a parceria com a França, os EUA poderiam muito bem ter se colocado a disposição (ou algo assim) do Brasil para fazer o mesmo, nos mesmos moldes, incluindo transferência de tecnologia para um sub nuclear etc. Uma relação de confiança mútua que os EUA poderiam ter feito. Mas não fizeram e nem se mostraram interessados. Agora, acho… Read more »

Wolfpack

Isso está claro, o problema é que não existe possibilidade de volta. A única opção é o cancelamento, pois a Dassault, os Sindicatos Franceses e o Presidente Sarkosy já conta com a venda dos Rafales… e se o Brasil anuciar, Pardon! Désolé! Monsieur! houve um engano e escolhemos o F18E/F da Boeing, sabe como é, desculpe, fica pra próxima… E ao lado correndo solto o programa de 50x helicópteros e mais 4x submarinos Scorpene com a Marinha. Alguém imagina o clima… A Parceria, bem não é bem assim… e os caras vão ajudar com um submarino nuclear e instalações para… Read more »

Lobo

O Congresso Americano já aprovou, por decurso de prazo, ou seja, não chegou a haver votação, a transferência de teconologia do FA-18 SH para o Brazil.

Voltar atrás é um pouco complicado, seria a típica postura do mal perdedor.

kaleu

Mauricio R. em 12 set, 2009 às 17:07

O A-400M tá muito atrazado, já se cogitou encerrar o projeto e ademais está em uma “classe” diferente do KC390.

abc
Kaleu

george  vidipo

Estamos caminhando em um caminho perigoso. Não temos instituições maduras para este jogo geopolitico. Veja o caso da CPI do Itajiba, provavelmente atendendo a Lobby dos americanos, para enfraquecer o Presidente e seu jogo estratégico.

Mauricio R.

“2. Eles nao apenas perderiam a venda dos dez a quinze C-130J, como permitiriam a entrada de um novo concorrente num mercado muito importante, a Europa.” -Que concorrente??? Uma apresentação mto mal ajambrada de Power Point??? Pq avião real, tangível p/ vender e entregar, que tem são os americanos e em operação na Europa. “3. Dá força ao rafale para a concorrencia da India.” -A India está fazendo sua própria avaliação, de acordo c/ as suas necessidades locais. “O troco será político, há limites comerciais para a questão, com consequencias que podem ser levada à OIC, por exemplo.” -A Boeing… Read more »

Mauricio R.

“O A-400M tá muito atrazado, já se cogitou encerrar o projeto…”

Kaleu,
Já era, o atraso que existe é de 3 anos e já foi acordado um novo cronograma entre os participantes do programa.
Se mais nada ocorrer de significativo, o A-400M voa lá pelo fim deste ano.

URUTAU

Senhores do jeito que as coisas estão caminhando vejo que por fim acabarei dizendo algo que a minha talvez inocente e ingenua esperança de ver este meu BRASIL fortemente armado e preparado para sua auto defesa seja la de onde viesse o ataque não me deixa ou permite dizer mas se tudo continuar dessa forma irresponsavel e amadoristica mais dia menos dia infelizmente devo ressaltar acabarei formulando a frase triste e decepcionante : O ULTIMO QUE SAIR POR GENTILEZA APAGUE AS LUZES assim caminha este meu BRASIL ………………. LAMENTAVEL obs e ainda temos FX naval escoltas etc etc etc e… Read more »

Klevston kvowster

Eu tenho as minhas dúvidas com relação ao F 18 Super Hornet, quem compraria este avião e os outros também é claro, não dá para entender, essa de o Brasil vender caças para a america latina me deixa bastante encucado, o Brasil está precisando se equipar, ou seja ele nem tem como se defender já está pensando em equipar outros países, isso é a mesma coisa que você nem aprendeu a lutar o karatê, já vai querer abrir uma academia e ser o professor, não vai dar certo, o Brasil tem que pensar em criar sua força primeiro,agora, pensar em… Read more »

jose adelino

A meu ver um erro estrategico por parte do Lula em divulgador o vencedor do FX2 porem não tinhamos outra possibilidade real para termos acesso a tecnologia. Vejamos, o F18 não me parece um avião tão”jovem”, já estaria quase fora de linha caso não tivessem ocorridos atrazos e crises nos EUA (F22 foi descuntinuado por ser muito caro, etc) o Grippen tem diversos paises fornecedores inclusive a turbina que muito provavelmente os EUA vetariam no caso dele ganhar a concorrencia no Brasil. Os EUA sempre tratou o Brasil como seu quintal articulando sempre nos bastidores p/ não crecermos como deveriamos(bloqueio… Read more »

Bosco

Klevston!
E eu que achava que era um mutante único no Universo. Penso igual que nem paricidim vosmecê.rsrsr….
Eu só faço um ressalvo no seu texto. Colocaria “inimigo” entre aspas.
Um abraço.

Bosco

Se bem que pensando por outro lado vemos inimigos e conspirações por todos os lados, desde os americanos, venezuelanos, argentinos, franceses, russos, chineses, incas venuzianos, insectossauros mutantes, torre 7, nova ordem mundial, etc, etc, etc.
Então tira as “aspas”.

Hornet

Bosco,

hehehe…Boa!

Torre 7? Essa eu não conhecia.

Mas se é inimiga também, porrada nela…hehehe

abração

URUTAU

LAMENTAVEL mas pelo que posso denotar alguns aqui dizem ou alegam que o jornal O Estado de São Paulo não foi censurado ou seja o processo movido pela familia Sarney em conchavo com um desembargador de Brasilia é ilusionismo midiatico creio eu outros vão mais longe classificam Mickey Mouse como agente da CIA e revelam o temor de centenas de B 52 bombardeando as praias de Ipanema Leblon Copacabana assim como o marco Zero em Porto Seguro Elevador Lacerda Pantanal ou até mesmo a sede do Forum São Paulo como se este fosse a sede da Gestapo brasileira começo a… Read more »

Nunão

Bosco,

Tinha até esquecido dos velhos insectosauros, bem lembrado!

No post vizinho, até o Mickey Mouse e o Zé Carioca, cooptados pelo arquivilão Dr. Civita, já viraram inimigos da lei e da ordem!

Acho que eu não vou mais por o pé fora de casa!!!

Nunão

Urutau, tava escrevendo na mesma hora que você, hehe. Chamem o Coronel Cintra e o Berloque Gomes! Ou melhor, chamem o Pateta!!!

Bosco

Hornet,
a ‘torre 7’ é aquela torre do WTC que também desabou no 11/09 sem ter sido atingida nem por um teco-teco e que os conspiracionistas de plantão usam como argumento de que o negócio todo foi montado pela CIA em colunho com o Bin Laden.
Um abraço a todos.

Hornet

Bosco,

Ah! Tá…agora caiu a ficha.

Sem dúvida, inimiga também…kkkk

abração

Jonas Rafael

Realmente não há mercado para o S. Hornet na América Latina, mas também não vejo muito para o Rafale do jeito que a coisa está. Se o MD te mesmo planos de fabricar (parte de ) uma aeronave aqui e ter prioridade de vendas para a AL o único que faz sentido é o Gripen.
Quanto ao KC-390, a necessidade da França não é tão pontual assim até porque a fila de entrega do C-130 anda bem longa. MESMO ASSIM, não sei se ele fica pronto a tempo de completar essa venda.

Lobo

“2. Eles nao apenas perderiam a venda dos dez a quinze C-130J, como permitiriam a entrada de um novo concorrente num mercado muito importante, a Europa.” “”-Que concorrente??? Uma apresentação mto mal ajambrada de Power Point??? Pq avião real, tangível p/ vender e entregar, que tem são os americanos e em operação na Europa.”” O problema que afeta o A400M afeta outros possiveis compradores no continente Europeu, ou você Maurício, acha que a França é o único comprador do A400M? O KC da Embraer já parte de uma base conhecida e testada, obviamente, só terá sucesso em vendas para a… Read more »

CosmeBR

Estranho. O comentário do RenanZ foi editado por conter palavras de baixo calão, mas passou o comentário de um babaca que mandou o Brasil se foder? Explica!

Desculpem por minha revolta.

BRASIL ACIMA DE TUDO

CADU

Pelo que sei, o Brasil esta fazendo uma compra direta. Que licitação é esta??? Onde a OMC pode entrar em uma licitação direta??? Se eu não estou enganado, o Brasil, o LULA, o MD ou Saito, podem falar o que quiserem que não terá problema nenhum, com quem quer que seja, e o FX-2 irá mesmo sair este ano, apesar das hienas, pessimistas, agourentos, falsos patriotas, puxa sacos de nações estrangeiras, interesseiros, egoístas, covardes, e outros adjetivos que gostaria de escrever aqui, mas a minha educação não me permite. Existe um ditado que diz: Se não pode ajudar, não atrapalhe.… Read more »

Mateus_LB

Lobo concordo com quase tudo que vc disse, discordo somente quanto à OMC, mesmo que a boing apele(muito difícil)eles dificilmente vão ganhar a causa, apesar da influência americana. Imagine se a Saab também fizesse o mesmo?
Isso é uma concorrência internacional de compra de caças e claro que as questões políticas pesam e OMC sabe disso. Quem disse que a compra é feita só por fatores técnicos?
Quanto ao restante do seu post não tiro uma vírgula.
abraço

CADU

Desculpe licitação direta = compra direta

Mauricio R.

Lobo, “O problema que afeta o A400M afeta outros…” -A França será a 1ª a receber os A-400M e a base do KC não é conhecida, pois a Embraer já o dissociou dos ERJ. “Pois é até agora as viúvas do SH sempre falavam que o rafale…” -Salvo o Mig-35 e o Gripen NG, essa afirmação só pode ser usada pelos concorrentes do “Rafale”, pois eles são mais numerosos que o ac frances, mesmo c/ o negócio do Brasil, no qual este ac só será operacional á partir de 2014. -No mais prefiro um saco de risadas, p/ qndo a… Read more »

Dalton

“EUA, perderam por interferirem na soberania nacional quando da venda dos Tucanos. O Rafale,não tem um parafuso de patente americana.Essa independência agradeçam a De Gaulle,que tinha os americanos atravessados na garganta desde a Segunda Guerra Mundial.” Lucifer… se os franceses sao assim tao independentes como explicar que a GE irá fornecer turbinas para os novos submarinos franceses? O porta-avioes Charles de Gaulle utiliza catapultas C13 e avioes de alarme aereo antecipado americanos. Os pilotos navais franceses estao sempre treinando em porta-avioes americanos. O assento ejetavel do Rafale nao é o britanico Martin Baker? Nao saiu uma noticia aqui no blog… Read more »

A-Bomb

Engraçado como tem gente que acha que so americanos são “malvados”

Quando o povo vai apreender que neste mundo não existe ninguem “bonzinho”.

Mauricio R.

Tava demorando o vendilhão-mor dos franceses se meter na discussão…
Não sou obrigado a gostar de quem tenta vender meu pais.

Fimex

Quem torce pelo F-18 esta fechando os olhos para o passado, é a nossa hora de ferrar com eles igual eles fizeram com a Engesa e com o melhor MBT da epoca, o Osorio…

“Quem com ferro fere, com ferro será ferido”

Esta na hora deles pagarem tudo o que fizeram conosco, não devemos fazer mais porcaria de tratado nenhum com eles…

URUTAU

Alguns aqui tem coca-cola nas veias e restos de hamburguers nos intestinos e cerebros ja outros tem vinho palhinha nas veias e restos queijo fresco de minas nos intestinos e cerebros ……… logico isto porque Moet Chandon e Escargot são muito caros coisa de frances e americanos ricos com euros ou dolares dos brasileiros ” espertos negociantes ”
MEU DEUS como ja disse anteriormente so resta pedir :
POR FAVOR O ULTIMO QUE SAIR APAGUE AS LUZES E FECHE AS PORTAS

SDS Senhores

Jacubão

É bem simples. Façam uma bela parceria com a EMBRAER (KC-390), deixem de ser “turrões”, e repassem a tecnologia do F-35 para o Brasil, pois vcs sabem que o Brasil nunca serão seus inimigos, muito pelo contrário, seremos sempre aliados de países que buscam a paz. O erro do Irã ( F-14 ), venezuela ( F-16 ), e tantos outros, certamente não irá acontacer no Brasil ( recado para a ECHELON ), e vcs ( americanos e sabem muito bem disso ), não tem motivos para duvidarem de nós.

Lobo

Mateus, misturei OMC com justiça. Os prejuízos com o descumprimento das regras do jogo, que tb não é licitação, mas um modelo diverso, estes sim podem ir para justiça, pois não se seguiu o que foi proposto, e as empresas investiram pesado no jogo. Maurício, vc tem razão, naquilo que vc vê, tanto quanto eu, ocorre que há muito que não vemos, trata-se de prognóstico, prospecçao, ou chute, como queira. O futuro, só ele (o tempo) poderá dizer quem de nós errou menos. É um jogo bem mais amplo que as informações que dispomos. Boa sorte com seu saco de… Read more »

URUTAU

Bom Dia Senhores é isto que podemos chamar de total incompetencia irresponsabilidade ato inconsequente retrocesso ou ate mesmo insanidade é um verdadeiro tiro no pé e o pior no nosso pé diante disso pergunto aos senhores o que podemos esperar de homens publicos que pensam e agem dessa forma ? Intervenção vai do pré-sal à mineração e eletricidade 13/09 – 08:04 – Agência Estado ImprimirEnviarCorrigirFale Conosco Depois do pré-sal, o governo se prepara para intervir pesadamente em outro setor: o de mineração. Está pronto o esboço de um novo código mineral, que prevê a criação de uma agência reguladora. Depois… Read more »

Bosco

Senhores,
agora cifras como quatro, cinco e até 7 bilhões de dólares saem fácil de nossos dedinhos, mas lembrem-se que no início da estória eram 2 bi. Dois bi para 36 caças, armas, TT, códigos fontes etc, etc, etc.
Com 2 bizinhos e com pretensão de ter o F-X2 a partir de 2015 como é que vocês queriam que os americanos nos ofertassem o F-35 que estará no início da produção e que não vai dar pra quem quer, tendo é claro prioridade quem entrou no programa como parceiro? Foi o Brasil que não quis o F-35.
Um abraço.

Mauricio R.

Mauro,

Nacionalista??? Eu??? Me chama de vira-lata, mas não me ofende…
Não preciso fugir vendilhão frances, estou no meu pais e não vai ser a sua má educação que vai conseguir isto!!!
Esculhambo a Embraer qnto eu quiser, algumas atitudes desta empresa se prestam a isso.

alvespereira

Bom dia, Apesar do baixo astral dos post que parecem ter sido contratados pelas empresas internacionais, para não dizer outra coisa, o processo segue em frente e como diversas vezes já foi dito a escolha será, ou já foi, política, e não é uma licitação, mas sim a seleção de vetores para modernizar a FAB, é uma compra direta, mas com financiamento, qualquer atitude que vá de encontro a escolha pessoal do Brasil, fere a soberania nacional, aí eu pergunto, VAI ENCARAR?, seja rafale, seja f-18 ou griphen o que o Brasil escolher, tem que ser respeitado, pois estamos comprando… Read more »

Guga

Não ia me meter nessa conversa barra pesada mas não pude evitar. Não consigo entender o que ainda precisa ser dito sobre essa questão pra mim já está mais do que sacramentado. 1-Gripen NG: É uma colcha de retalhos, peças de tudo quanto é lugar, sujeito a embargos futuros. É mais barato de operar e ainda está em desenvolvimento. Não possui uma versão navalizada. Como transferir tecnologia sensível se nem o projetista a domina em sua totalidade? Só integrar sistemas é pouco. 2-Rafale: Relações históricas com o Brasil. É o mais caro de manter, já é um projeto consagrado, só… Read more »

Fabricio

KKKK

Fabricio

1 … O RAFALE NO BRASIL …. SERVIRA DE MOTIVO DE FORÇA , RESPEITO , E TECNOLOGIA . ”LATINA AMERICANA” . ENDEFEREBTE .. DE ALGUNS PAISES VISINHO DO ”BR” QUE ESTÃO LONGE DESSES TIPOS DE TECNOLOGIA ,,,

2 . COMO TODA CASO GERA PREUCUPAÇÃO PRA PAISES DE PRIMEIRO MUNDO .. QUANDO ELES VÊ 1 PAÍS DE TERCERO MUNDO SE EQUIPANDO ASSIM COMO NÓIS COM O RAFALE ALGUS TENTAM OFEREÇER OUTRAS AERONAVES INFERIOR AO RAFALE . COMO O / F – 18 . DOS , EUA ,, POIS É LIXO EM VISTA DO RAFALE …..

PH

No final dessa história quem vai sair perdendo será a Venezuela por não ter ganho transferencia de tecnologia.

Reportagens especiais

Mock-up do AMX, fabricado pela empresa Aermacchi em 1984, apodrece em ferro velho em São Paulo

O fotógrafo Anderson Kindermann registrou ontem imagens do "mock-up" do jato de ataque AMX, fabricado pela empresa AerMacchi em...
- Advertisement -
- Advertisement -